30 de janeiro de 2017 em Economia

Projeto Visão nas Mãos estimula o empreendedorismo para pessoa com deficiência

Somente de abril de 2016 a janeiro de 2017, foram realizadas 4.249 massagens


Massoterapia
O serviço é disponibilizado diariamente na Praça dos Estressados (Foto: Queiroz Netto)

Com a finalidade de apoiar e fomentar a habilidade empreendedora dos massoterapeutas com deficiência visual da Cidade, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), realiza o Projeto Visão nas Mãos. Ao todo, 4.249 massagens foram realizadas no período de abril de 2016 a janeiro de 2017.

Até 2012, somente dez massoterapeutas foram beneficiados com a oferta de Espaços Públicos. A nova fase do projeto, iniciada em abril de 2016, ampliou o número de massoterapeutas, bem como suas ações. Atualmente, 38 empreendedores com deficiência visual foram beneficiados com consultoria, capacitação gerencial e disponibilização de material de trabalho (como cadeiras Quick Massage, macas e biombos), além de distribuição de materiais de consumo (camisas padronizadas, toalha de rosto, mochila, loção hidratante, touca descartável, papel toalha, borrifador, álcool em gel e garrafa térmica) e disponibilização de espaço físico.

O massoterapeuta David Ribeiro encontrou no projeto o estímulo para entrar no mercado de trabalho e hoje cursa o segundo semestre de Fisioterapia. “A dificuldade de quem tem deficiência é a oportunidade. O Projeto Visão nas Mãos realmente nos dá oportunidade de mostrar nosso potencial. Estando no projeto, temos como construir uma cartela de clientes e isso é muito bom, pois podemos trabalhar e ganhar um dinheirinho”, afirma.

De acordo com o Secretario Municipal do Desenvolvimento Econômico, Mosiah Torgan, a ideia do Projeto Visão nas Mãos é oferecer a inserção econômica e social da pessoa com deficiência, incentivando o empreendedorismo.

Na próxima terça-feira (31/01), os participantes do Projeto Visão nas Mãos oferecerão serviços de massoterapia no Fórum Clovis Beviláqua. O serviço também é disponibilizado na Praça dos Estressados diariamente e no Mercado Central, aos sábados. Cada sessão custa R$ 10,00 ou R$ 20,00 e tem duração de 15 a 20 minutos, entre as modalidades básica e completa. O valor cobrado nas sessões é repassado integralmente aos profissionais.

Confira a programação:

TEMA QUANDO HORÁRIO ONDE
Fórum Clóvis Beviláqua 31/jan 11h às 16h R. Des. Floriano Benevides Magalhães, 220 – Edson Queiroz
Praça dos Estressados Todos os dias 6h30 às 11h 17h às 21h Av. Beira Mar, s/n - Meireles
Mercado Central Todo sábado 9h às 15h Av. Alberto Nepomuceno, 199 – Centro

Projeto Visão nas Mãos estimula o empreendedorismo para pessoa com deficiência

Somente de abril de 2016 a janeiro de 2017, foram realizadas 4.249 massagens

Massoterapia
O serviço é disponibilizado diariamente na Praça dos Estressados (Foto: Queiroz Netto)

Com a finalidade de apoiar e fomentar a habilidade empreendedora dos massoterapeutas com deficiência visual da Cidade, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), realiza o Projeto Visão nas Mãos. Ao todo, 4.249 massagens foram realizadas no período de abril de 2016 a janeiro de 2017.

Até 2012, somente dez massoterapeutas foram beneficiados com a oferta de Espaços Públicos. A nova fase do projeto, iniciada em abril de 2016, ampliou o número de massoterapeutas, bem como suas ações. Atualmente, 38 empreendedores com deficiência visual foram beneficiados com consultoria, capacitação gerencial e disponibilização de material de trabalho (como cadeiras Quick Massage, macas e biombos), além de distribuição de materiais de consumo (camisas padronizadas, toalha de rosto, mochila, loção hidratante, touca descartável, papel toalha, borrifador, álcool em gel e garrafa térmica) e disponibilização de espaço físico.

O massoterapeuta David Ribeiro encontrou no projeto o estímulo para entrar no mercado de trabalho e hoje cursa o segundo semestre de Fisioterapia. “A dificuldade de quem tem deficiência é a oportunidade. O Projeto Visão nas Mãos realmente nos dá oportunidade de mostrar nosso potencial. Estando no projeto, temos como construir uma cartela de clientes e isso é muito bom, pois podemos trabalhar e ganhar um dinheirinho”, afirma.

De acordo com o Secretario Municipal do Desenvolvimento Econômico, Mosiah Torgan, a ideia do Projeto Visão nas Mãos é oferecer a inserção econômica e social da pessoa com deficiência, incentivando o empreendedorismo.

Na próxima terça-feira (31/01), os participantes do Projeto Visão nas Mãos oferecerão serviços de massoterapia no Fórum Clovis Beviláqua. O serviço também é disponibilizado na Praça dos Estressados diariamente e no Mercado Central, aos sábados. Cada sessão custa R$ 10,00 ou R$ 20,00 e tem duração de 15 a 20 minutos, entre as modalidades básica e completa. O valor cobrado nas sessões é repassado integralmente aos profissionais.

Confira a programação:

TEMA QUANDO HORÁRIO ONDE
Fórum Clóvis Beviláqua 31/jan 11h às 16h R. Des. Floriano Benevides Magalhães, 220 – Edson Queiroz
Praça dos Estressados Todos os dias 6h30 às 11h 17h às 21h Av. Beira Mar, s/n - Meireles
Mercado Central Todo sábado 9h às 15h Av. Alberto Nepomuceno, 199 – Centro