13 de abril de 2021 em Infraestrutura

Sarto assina Ordem de Serviço para início das obras da Feirinha de Artesanatos da Av. Beira-Mar

Revitalização do espaço inclui a implantação de 707 boxes padronizados até o fim do ano


Sarto assina a ordem de serviço e, ao fundo, se vê a placa com o nome: obra da nova feirinha da beira-mar
"Além de potencializar o turismo e de acolher o fortalezense, toda essa requalificação auxiliará, pelo enorme potencial, o processo de retomada econômica", ressaltou Sarto ao assinar a Ordem de Serviço (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza deu início, na manhã desta terça-feira (13/04), às obras da Nova Feirinha de Artesanatos da Av. Beira-Mar. Na ocasião, o prefeito José Sarto assinou Ordem de Serviço oficializando o início da revitalização do espaço, que contará com mais de 3 mil metros quadrados de área construída e 707 novos boxes fixos e padronizados, destinados ao comércio para a venda de produtos artesanais e regionais do nosso Estado. De acordo com o cronograma de execução estabelecido, os serviços, executados pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), terão duração de cinco meses.

Existente há mais de 28 anos, a atividade funcionava de forma improvisada. Agora, com as obras de reordenamento, o espaço receberá infraestrutura adequada para atender melhor o turista e garantir melhores condições de trabalho aos permissionários. A urbanização será integrada às obras da Nova Beira-Mar, com novo calçadão, paisagismo e iluminação.

“Mesmo na pandemia, a gente continua plantando as bases para Fortaleza colher tudo o que merece. A Avenida Beira-Mar é o nosso cartão postal mais distinguido. Além de potencializar o turismo e de acolher o fortalezense, toda essa requalificação auxiliará, pelo enorme potencial, o processo de retomada econômica, comercializando nossos produtos gastronômicos e artesanais para pessoas do mundo inteiro e garantindo o sustento de homens e mulheres empreendedoras”, declarou o prefeito em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O espaço também dará lugar à Associação dos Feirantes da Beira-Mar, além de contar com espaços para serviços como caixas eletrônicos, dentre outros.

Os boxes serão estruturados em alvenaria, com acabamentos em alumínio e cobertura tensionada, oferecendo mais sombreamento, ventilação e permitindo o funcionamento do espaço também no período diurno, impulsionando as vendas e o conforto para clientes e comerciantes.

Incremento da economia

A iniciativa irá promover, conforme o prefeito, novas oportunidades econômicas.

“O ato de incrementar a economia impulsionará a recuperação do setor na cidade de Fortaleza, que é linda, acolhedora e se tornará ainda mais moderna e mais igual para todos”, pontuou.

Espaço moderno

Com investimento de R$ 9,1 milhões, a nova feirinha de artesanatos da Beira-Mar, pela primeira vez na sua história, deixará de funcionar de forma improvisada para dar lugar a um espaço moderno, digno e adequado para acolher o empreendedor local e aqueles que visitam este que é um dos maiores polos do artesanato ao ar livre da Capital.

Diálogo permanente

A Prefeitura de Fortaleza mantém, por meio da Secretaria Regional 2, um diálogo permanente com os permissionários da tradicional Feirinha de Artesanato da Volta da Jurema, como forma de garantir o planejamento e ordenamento da avenida Beira Mar.

A mediação é feita em parceria com a Associação dos Feirantes de Artesanato da Beira Mar (Asfabem).

Em 2019, o ex-prefeito Roberto Cláudio sancionou a Lei Nº 10.870, que outorga aos atuais ocupantes da Feirinha o exercício de suas atividades naquele espaço público de forma regulamentada. Com base na legislação, foram entregues 662 termos de permissão de uso aos permissionários que atuam na Feirinha.

Também em 2019, com o avanço das obras de urbanização do “Projeto Beira Mar de Todos”, a Feirinha foi realocada para o Aterro da Praia de Iracema, para não suspender suas atividades. Atualmente a Feirinha segue, temporariamente, instalada em uma parte do novo calçadão, situada entre o espigão da Avenida Desembargador Moreira e a Rua Nunes Valente, em frente ao local onde serão erguidos os novos boxes.

“Somos gratos por essa parceria com a Prefeitura que nos deu suporte e agilidade nas instalações nos locais provisórios, e por toda assistência e atendimento sempre que precisamos. Temos certeza que a nova Feirinha vai nos proporcionar conforto, segurança e desenvolvimento econômico para os nossos negócios”, comentou Sérgio Gonçalves, presidente da Associação dos Feirantes de Artesanato da Beira-Mar.

Sarto assina Ordem de Serviço para início das obras da Feirinha de Artesanatos da Av. Beira-Mar

Revitalização do espaço inclui a implantação de 707 boxes padronizados até o fim do ano

Sarto assina a ordem de serviço e, ao fundo, se vê a placa com o nome: obra da nova feirinha da beira-mar
"Além de potencializar o turismo e de acolher o fortalezense, toda essa requalificação auxiliará, pelo enorme potencial, o processo de retomada econômica", ressaltou Sarto ao assinar a Ordem de Serviço (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza deu início, na manhã desta terça-feira (13/04), às obras da Nova Feirinha de Artesanatos da Av. Beira-Mar. Na ocasião, o prefeito José Sarto assinou Ordem de Serviço oficializando o início da revitalização do espaço, que contará com mais de 3 mil metros quadrados de área construída e 707 novos boxes fixos e padronizados, destinados ao comércio para a venda de produtos artesanais e regionais do nosso Estado. De acordo com o cronograma de execução estabelecido, os serviços, executados pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), terão duração de cinco meses.

Existente há mais de 28 anos, a atividade funcionava de forma improvisada. Agora, com as obras de reordenamento, o espaço receberá infraestrutura adequada para atender melhor o turista e garantir melhores condições de trabalho aos permissionários. A urbanização será integrada às obras da Nova Beira-Mar, com novo calçadão, paisagismo e iluminação.

“Mesmo na pandemia, a gente continua plantando as bases para Fortaleza colher tudo o que merece. A Avenida Beira-Mar é o nosso cartão postal mais distinguido. Além de potencializar o turismo e de acolher o fortalezense, toda essa requalificação auxiliará, pelo enorme potencial, o processo de retomada econômica, comercializando nossos produtos gastronômicos e artesanais para pessoas do mundo inteiro e garantindo o sustento de homens e mulheres empreendedoras”, declarou o prefeito em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O espaço também dará lugar à Associação dos Feirantes da Beira-Mar, além de contar com espaços para serviços como caixas eletrônicos, dentre outros.

Os boxes serão estruturados em alvenaria, com acabamentos em alumínio e cobertura tensionada, oferecendo mais sombreamento, ventilação e permitindo o funcionamento do espaço também no período diurno, impulsionando as vendas e o conforto para clientes e comerciantes.

Incremento da economia

A iniciativa irá promover, conforme o prefeito, novas oportunidades econômicas.

“O ato de incrementar a economia impulsionará a recuperação do setor na cidade de Fortaleza, que é linda, acolhedora e se tornará ainda mais moderna e mais igual para todos”, pontuou.

Espaço moderno

Com investimento de R$ 9,1 milhões, a nova feirinha de artesanatos da Beira-Mar, pela primeira vez na sua história, deixará de funcionar de forma improvisada para dar lugar a um espaço moderno, digno e adequado para acolher o empreendedor local e aqueles que visitam este que é um dos maiores polos do artesanato ao ar livre da Capital.

Diálogo permanente

A Prefeitura de Fortaleza mantém, por meio da Secretaria Regional 2, um diálogo permanente com os permissionários da tradicional Feirinha de Artesanato da Volta da Jurema, como forma de garantir o planejamento e ordenamento da avenida Beira Mar.

A mediação é feita em parceria com a Associação dos Feirantes de Artesanato da Beira Mar (Asfabem).

Em 2019, o ex-prefeito Roberto Cláudio sancionou a Lei Nº 10.870, que outorga aos atuais ocupantes da Feirinha o exercício de suas atividades naquele espaço público de forma regulamentada. Com base na legislação, foram entregues 662 termos de permissão de uso aos permissionários que atuam na Feirinha.

Também em 2019, com o avanço das obras de urbanização do “Projeto Beira Mar de Todos”, a Feirinha foi realocada para o Aterro da Praia de Iracema, para não suspender suas atividades. Atualmente a Feirinha segue, temporariamente, instalada em uma parte do novo calçadão, situada entre o espigão da Avenida Desembargador Moreira e a Rua Nunes Valente, em frente ao local onde serão erguidos os novos boxes.

“Somos gratos por essa parceria com a Prefeitura que nos deu suporte e agilidade nas instalações nos locais provisórios, e por toda assistência e atendimento sempre que precisamos. Temos certeza que a nova Feirinha vai nos proporcionar conforto, segurança e desenvolvimento econômico para os nossos negócios”, comentou Sérgio Gonçalves, presidente da Associação dos Feirantes de Artesanato da Beira-Mar.