11 de julho de 2019 em Infraestrutura

Serviço de recuperação asfáltica é intensificado nas Regionais II e VI

Nesta quinta-feira (11/07), os profissionais se concentram em intervenções nos bairros Lagoa Redonda e Cajazeiras na Regional VI; Aldeota, Praia do Futuro, Papicu e Dionísio Torres na Regional II


operários com pás nas mãos
Ao todo, 30 equipes estão trabalhando na operação de recuperação asfáltica

Equipes da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) continuam o trabalho para recuperar o asfalto nas sete regionais da Cidade.

Veja a relação de obras e serviços desta quinta-feira (11/07).

Nesta quinta-feira (11/07), os profissionais se concentram em intervenções nos bairros Lagoa Redonda e Cajazeiras na Regional VI; Aldeota, Praia do Futuro, Papicu e Dionísio Torres na Regional II, além de reparos no Centro e nas Regionais I, IV e V.

O trabalho de recuperação asfáltica prioriza a conservação das avenidas com corredores exclusivos de ônibus; vias com binários, ciclovias e ciclofaixas já implantadas ou em implantação e ainda ruas paralelas que necessitem dos reparos com mais urgência. Ao todo, 30 equipes estão trabalhando na operação de recuperação asfáltica e outras 20 equipes atuam em outros serviços de conservação das ruas e avenidas de Fortaleza.

Um dos serviços realizados é a retirada de fugas de drenagem. O serviço é realizado antes do asfaltamento e retira o acúmulo do lixo, descartado de forma incorreta, que obstrui a galeria de drenagem. A equipe faz o reparo da rede, reforma a base do pavimento e em seguida, asfalta a área afetada.

Dados da SCSP mostram que no primeiro semestre de 2019, de janeiro a junho, a Prefeitura de Fortaleza já reparou uma área equivalente a 322.124,15 m². Isso significa que mais de 370 vias receberam intervenções de melhoria viária. Desse volume total de serviços, 244.331,99 m² foram recuperados com asfalto e 77.792,16 m² com pedra tosca ou paralelepípedo.

Em termos comparativos, é possível apontar que, durante esse período, foi recuperada na Capital uma área equivalente à extensão de 53 quilômetros de uma rodovia com 6 metros de largura. Além da requalificação das vias, estão sendo realizados serviços de microdrenagem, tendo sido implantados cerca de 1.393,90 metros de calhas de concreto.

Até o fim deste ano, 750.000m² de área, distribuídos por todas as Regionais de Fortaleza, deverão ser contemplados.

Solicitação de serviços

A recuperação de vias poderá ser gratuitamente solicitada pela população por meio do número 156. Além disso, as sete Regionais podem ser acionadas e realizar o intermédio entre a demanda local e o órgão responsável pela resolutividade.

Ouvidorias

Regional Centro: 3226-5059
Regional 1: 3433-6875
Regional 2: 3241-4802
Regional 3: 3433-2519
Regional 4: 3433-2862
Regional 5: 3433-2929
Regional 6: 3488-3124

Serviço de recuperação asfáltica é intensificado nas Regionais II e VI

Nesta quinta-feira (11/07), os profissionais se concentram em intervenções nos bairros Lagoa Redonda e Cajazeiras na Regional VI; Aldeota, Praia do Futuro, Papicu e Dionísio Torres na Regional II

operários com pás nas mãos
Ao todo, 30 equipes estão trabalhando na operação de recuperação asfáltica

Equipes da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) continuam o trabalho para recuperar o asfalto nas sete regionais da Cidade.

Veja a relação de obras e serviços desta quinta-feira (11/07).

Nesta quinta-feira (11/07), os profissionais se concentram em intervenções nos bairros Lagoa Redonda e Cajazeiras na Regional VI; Aldeota, Praia do Futuro, Papicu e Dionísio Torres na Regional II, além de reparos no Centro e nas Regionais I, IV e V.

O trabalho de recuperação asfáltica prioriza a conservação das avenidas com corredores exclusivos de ônibus; vias com binários, ciclovias e ciclofaixas já implantadas ou em implantação e ainda ruas paralelas que necessitem dos reparos com mais urgência. Ao todo, 30 equipes estão trabalhando na operação de recuperação asfáltica e outras 20 equipes atuam em outros serviços de conservação das ruas e avenidas de Fortaleza.

Um dos serviços realizados é a retirada de fugas de drenagem. O serviço é realizado antes do asfaltamento e retira o acúmulo do lixo, descartado de forma incorreta, que obstrui a galeria de drenagem. A equipe faz o reparo da rede, reforma a base do pavimento e em seguida, asfalta a área afetada.

Dados da SCSP mostram que no primeiro semestre de 2019, de janeiro a junho, a Prefeitura de Fortaleza já reparou uma área equivalente a 322.124,15 m². Isso significa que mais de 370 vias receberam intervenções de melhoria viária. Desse volume total de serviços, 244.331,99 m² foram recuperados com asfalto e 77.792,16 m² com pedra tosca ou paralelepípedo.

Em termos comparativos, é possível apontar que, durante esse período, foi recuperada na Capital uma área equivalente à extensão de 53 quilômetros de uma rodovia com 6 metros de largura. Além da requalificação das vias, estão sendo realizados serviços de microdrenagem, tendo sido implantados cerca de 1.393,90 metros de calhas de concreto.

Até o fim deste ano, 750.000m² de área, distribuídos por todas as Regionais de Fortaleza, deverão ser contemplados.

Solicitação de serviços

A recuperação de vias poderá ser gratuitamente solicitada pela população por meio do número 156. Além disso, as sete Regionais podem ser acionadas e realizar o intermédio entre a demanda local e o órgão responsável pela resolutividade.

Ouvidorias

Regional Centro: 3226-5059
Regional 1: 3433-6875
Regional 2: 3241-4802
Regional 3: 3433-2519
Regional 4: 3433-2862
Regional 5: 3433-2929
Regional 6: 3488-3124