20 de janeiro de 2022 em Cultura

Teatro Municipal São José recebe trabalho de restauração em obras parietais

A equipe trabalha para identificar e recuperar as pinturas realizadas em paredes da boca de cena do teatro


interior do Teatro São José
A Secultfor identificou duas pinturas parietais ao lado de uma tela de Vicente Leite, restaurada no ano de 2021 (Foto: Thiago Matine)

O Teatro Municipal São José guarda histórias importantes da cultura em Fortaleza. Para preservar estas histórias, um minucioso trabalho de restauro foi iniciado na boca de cena do palco neste mês de janeiro, com o intuito de recuperar obras parietais, ou seja, localizadas em uma parede, diretamente em sua superfície ou em um painel para exposição permanente.

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), por meio da Coordenação do Patrimônio Histórico-Cultural (CPHC), identificou duas pinturas parietais ao lado de uma tela de Vicente Leite, restaurada no ano de 2021. A obra, datada do ano de 1923, retornou à casa no dia três de novembro, realocada logo acima do palco. O restauro foi iniciado no mês de 2021, quando a tela passou por um processo de estabilização e recuperação.

"Ambas as pinturas não possuíam elementos remanescentes que permitissem a identificação imediata do autor ou autora", contextualiza Diego Zaranza, coordenador de Patrimônio Histórico-Cultural da Secultfor. "Em 2021, houve a contratação de equipe de conservadores restauradores que, atualmente, desempenham o trabalho de restauração da obra, dentro das diretrizes e recomendações do próprio bem tombado, assim como, do conhecimento produzido até hoje acerca dos procedimentos restaurativos", explica. Segundo Diego, a equipe contratada também está responsável pela pesquisa de autoria das pinturas.

O Teatro

Com 107 anos de história, o Teatro São José, localizado no Centro da Capital, foi inaugurado em 1914 como alternativa de lazer cultural para trabalhadores que não tinham acesso fácil ao luxuoso Theatro José de Alencar, inaugurado em 1910. O equipamento é um bem histórico, tombado pelo Município em 1988, por meio da lei nº 6.318.

Em 2018, o equipamento foi reinaugurado pela Prefeitura de Fortaleza, com administração da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). O novo teatro possui 1.446 m² de área construída e capacidade para 346 pessoas, além disso o equipamento passou a contar com novas áreas, como cafeteria, banheiros, salas multiuso e de costura, depósito, bilheteria e pátio externo com áreas de convivência.

O teatro pertence ao conjunto histórico do Centro de Fortaleza e de sua orla marítima vizinha, articulando-se com várias obras arquitetônicas de valor patrimonial tombadas nos níveis municipal, estadual e federal.

Teatro Municipal São José recebe trabalho de restauração em obras parietais

A equipe trabalha para identificar e recuperar as pinturas realizadas em paredes da boca de cena do teatro

interior do Teatro São José
A Secultfor identificou duas pinturas parietais ao lado de uma tela de Vicente Leite, restaurada no ano de 2021 (Foto: Thiago Matine)

O Teatro Municipal São José guarda histórias importantes da cultura em Fortaleza. Para preservar estas histórias, um minucioso trabalho de restauro foi iniciado na boca de cena do palco neste mês de janeiro, com o intuito de recuperar obras parietais, ou seja, localizadas em uma parede, diretamente em sua superfície ou em um painel para exposição permanente.

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), por meio da Coordenação do Patrimônio Histórico-Cultural (CPHC), identificou duas pinturas parietais ao lado de uma tela de Vicente Leite, restaurada no ano de 2021. A obra, datada do ano de 1923, retornou à casa no dia três de novembro, realocada logo acima do palco. O restauro foi iniciado no mês de 2021, quando a tela passou por um processo de estabilização e recuperação.

"Ambas as pinturas não possuíam elementos remanescentes que permitissem a identificação imediata do autor ou autora", contextualiza Diego Zaranza, coordenador de Patrimônio Histórico-Cultural da Secultfor. "Em 2021, houve a contratação de equipe de conservadores restauradores que, atualmente, desempenham o trabalho de restauração da obra, dentro das diretrizes e recomendações do próprio bem tombado, assim como, do conhecimento produzido até hoje acerca dos procedimentos restaurativos", explica. Segundo Diego, a equipe contratada também está responsável pela pesquisa de autoria das pinturas.

O Teatro

Com 107 anos de história, o Teatro São José, localizado no Centro da Capital, foi inaugurado em 1914 como alternativa de lazer cultural para trabalhadores que não tinham acesso fácil ao luxuoso Theatro José de Alencar, inaugurado em 1910. O equipamento é um bem histórico, tombado pelo Município em 1988, por meio da lei nº 6.318.

Em 2018, o equipamento foi reinaugurado pela Prefeitura de Fortaleza, com administração da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). O novo teatro possui 1.446 m² de área construída e capacidade para 346 pessoas, além disso o equipamento passou a contar com novas áreas, como cafeteria, banheiros, salas multiuso e de costura, depósito, bilheteria e pátio externo com áreas de convivência.

O teatro pertence ao conjunto histórico do Centro de Fortaleza e de sua orla marítima vizinha, articulando-se com várias obras arquitetônicas de valor patrimonial tombadas nos níveis municipal, estadual e federal.