Vila das Artes celebra os 10 anos do Curso de Formação Básica em Dança

29 de abril de 2021 em Cultura

Vila das Artes celebra os 10 anos do Curso de Formação Básica em Dança

Escola Pública de Dança traz dicas de programação on-line para ver nesta quinta-feira (29/04), Dia internacional da Dança


 

Estudantes do Curso de Formação Básica em Dança da Vila das Artes com roupas leves de ensaio e espalhados sobre piso de madeira da sala de dança em diferentes posições de alongamento
            Fundado no ano de 2011, o curso básico em dança da Vila das Artes fornece subsídios práticos e teóricos para o                                                 desenvolvimento criativo de obras coreográficas (Foto: Thiago Matine / Secultfor)


A Escola Pública de Dança da Vila das Artes tem motivos de sobra para comemorar neste mês de abril. Nesta quinta-feira (29/04), é celebrado o Dia Internacional da Dança. Além disso, em 2021 completam-se 10 anos desde a criação do Curso de Formação Básica em Dança da Vila das Artes, projeto que já atendeu mais de 1.000 estudantes, formou duas turmas e gerou 13 espetáculos.

Fundado no ano de 2011, o curso tem por objetivo fornecer subsídios práticos e teóricos para o desenvolvimento criativo de obras coreográficas. Inteiramente gratuito, tem duração de seis anos e se destina a crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos.

Para Marina Carleial, coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, a longevidade do curso é uma conquista valiosa para toda a capital cearense e Região Metropolitana. "É uma formação com um papel muito importante na formação cidadã de nossas crianças e pré-adolescentes, especialmente da Rede Pública de Ensino", comenta.

"Trata-se de um curso de longa duração e totalmente gratuito, que promove o acesso a um amplo processo formativo, que compreende conteúdos técnicos, artísticos e teóricos com foco na dança cênica, visando a inserção e qualificação nesse universo", complementa a coordenadora.

Para Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, o Curso de Formação Básica em Dança, além de fazer diferença na cidade, tem conseguido ampliar os horizontes da Vila das Artes nacionalmente. "Esse curso é um programa basilar da Vila das Artes. Alguns estudantes formados pelo curso seguiram seus caminhos artísticos e de formação em dança, são professores, bailarinos e bailarinas, ampliaram os conhecimentos com cursos técnicos, graduações e outras formações", descreve Mileide.

"Mas esse não é o nosso foco principal. A formação pretende, sobretudo, ofertar a essas crianças e adolescentes o contato com a arte que lhes é de direito. Nesse sentido é que pensamos que a formação traz à sociedade seus principais benefícios", conclui a diretora do complexo cultural.

Atualmente, o quadro docente da escola conta com 11 professores e professoras. "O curso entende a formação em dança de forma ampla, diversa, que procura articular a linguagem da dança com várias outras linguagens artísticas", explica Marina.

Para Amanda Teixeira, professora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, a formação básica em dança vai muito além do aspecto formal do ensino e das melhorias nos aspecto físico do estudantes, pois passa também pela construção de cidadãos éticos. "A dança é a expressão da representatividade de um ser humano. Para mim, o curso básico em dança da Vila coloca nossa cidade também nesse lugar de expressão representativa, onde o bailarino, durante seu percurso de seis anos na formação, sai preparado com várias formas de movimento no corpo, que lhe dão liberdades de escolha para vida. Eu me sinto muito feliz de fazer parte dessa escola", diz a professora.

A estudante do último ano da formação básica, Anabela Moraes, exalta a importância da Vila das Artes e suas ações ."É um lugar que espalha arte, amor e informação". A estudante prossegue: "Sou muito grata por participar da Escola de Dança da Vila das Artes. Foi a partir dela que eu me interessei pela dança e passei a investigar esse mar de possibilidades de expressão por meio do corpo e pude ter tantas vivências especiais com professores, amigos e colegas bailarinos, tanto dentro como fora dos espetáculos. É algo que nunca vai sair do meu coração", afirma a jovem bailarina.

A formação prevê em seu currículo as seguintes disciplinas: "Abordagens técnicas contemporâneas", "Dança Clássica", "Danças Tradicionais e Populares", "Ateliê de Repertórios", "Elementos da Música", "Ateliê de Experimentação e Composição", "Elementos da Cena", "Ateliê de Análise e Estudo de Obras Coreográficas", "Introdução à História da Dança", "Danças Urbanas" e "Introdução à Análise do Movimento".

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
A programação especial do mês teve início com a realização do I Seminário de Dança: Infâncias em Movimento, evento inteiramente on-line que, além de comemorar os 10 anos do curso de dança, também fez parte das atividades que celebraram os 295 anos da capital cearense.

O evento ocorreu entre os dias 19 e 22 de abril e contou com extensa programação de palestras, grupos de discussão, rodas de conversa, espetáculos comentados, homenagens e diversas outras atividades. Todas as ações seguem disponíveis no canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube.

Também é possível conferir, no canal da Vila no Youtube, registros na íntegra de apresentações das atividades anuais da Formação Básica em Dança referentes aos anos de 2012 a 2019. Dos 13 espetáculos com alunos da Escola Pública de Dança, 11 são encontrados por lá: "Um de Todos" (2012), "Alegria Alegria" (2013), "Ciranda" (2014), "Sal" (2015), "Terral" (2016), "Valsa das Flores" (2016), "Medrais" (2017), "Lança" (2017), "Travessia" (2018), "8 Pontos" (2019) e "Fortaleza em Monoblocos" (2019).

Além dos espetáculos, estão disponíveis também no canal os vídeos que compõem a mostra especial com os resultados das disciplinas do Curso de Formação Básica em Dança realizadas à distância ao longo do primeiro semestre de 2020. As exibições de videodança com os alunos e alunas do 1º ao 6º da formação apresentam coreografias inspiradas nos repertório de espetáculos da escola.

"Mesmo com a impossibilidade do encontro presencial entre as pessoas, por causa do momento que o mundo todo está passando, temos atividades riquíssimas, com pessoas muito especiais para a Dança, para a Vila das Artes e para a Cidade", comenta a coordenadora da Escola Pública de Dança, Marina Carleial. "Sem sair de casa, poderemos assistir a espetáculos, conversar com antigos tutores da escola e celebrar a Dança nesse dia tão especial", complementa a coordenadora.

Serviço
Dia Internacional da Dança - Programação on-line e gratuita
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Vila das Artes celebra os 10 anos do Curso de Formação Básica em Dança

Escola Pública de Dança traz dicas de programação on-line para ver nesta quinta-feira (29/04), Dia internacional da Dança

 

Estudantes do Curso de Formação Básica em Dança da Vila das Artes com roupas leves de ensaio e espalhados sobre piso de madeira da sala de dança em diferentes posições de alongamento
            Fundado no ano de 2011, o curso básico em dança da Vila das Artes fornece subsídios práticos e teóricos para o                                                 desenvolvimento criativo de obras coreográficas (Foto: Thiago Matine / Secultfor)


A Escola Pública de Dança da Vila das Artes tem motivos de sobra para comemorar neste mês de abril. Nesta quinta-feira (29/04), é celebrado o Dia Internacional da Dança. Além disso, em 2021 completam-se 10 anos desde a criação do Curso de Formação Básica em Dança da Vila das Artes, projeto que já atendeu mais de 1.000 estudantes, formou duas turmas e gerou 13 espetáculos.

Fundado no ano de 2011, o curso tem por objetivo fornecer subsídios práticos e teóricos para o desenvolvimento criativo de obras coreográficas. Inteiramente gratuito, tem duração de seis anos e se destina a crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos.

Para Marina Carleial, coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, a longevidade do curso é uma conquista valiosa para toda a capital cearense e Região Metropolitana. "É uma formação com um papel muito importante na formação cidadã de nossas crianças e pré-adolescentes, especialmente da Rede Pública de Ensino", comenta.

"Trata-se de um curso de longa duração e totalmente gratuito, que promove o acesso a um amplo processo formativo, que compreende conteúdos técnicos, artísticos e teóricos com foco na dança cênica, visando a inserção e qualificação nesse universo", complementa a coordenadora.

Para Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, o Curso de Formação Básica em Dança, além de fazer diferença na cidade, tem conseguido ampliar os horizontes da Vila das Artes nacionalmente. "Esse curso é um programa basilar da Vila das Artes. Alguns estudantes formados pelo curso seguiram seus caminhos artísticos e de formação em dança, são professores, bailarinos e bailarinas, ampliaram os conhecimentos com cursos técnicos, graduações e outras formações", descreve Mileide.

"Mas esse não é o nosso foco principal. A formação pretende, sobretudo, ofertar a essas crianças e adolescentes o contato com a arte que lhes é de direito. Nesse sentido é que pensamos que a formação traz à sociedade seus principais benefícios", conclui a diretora do complexo cultural.

Atualmente, o quadro docente da escola conta com 11 professores e professoras. "O curso entende a formação em dança de forma ampla, diversa, que procura articular a linguagem da dança com várias outras linguagens artísticas", explica Marina.

Para Amanda Teixeira, professora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, a formação básica em dança vai muito além do aspecto formal do ensino e das melhorias nos aspecto físico do estudantes, pois passa também pela construção de cidadãos éticos. "A dança é a expressão da representatividade de um ser humano. Para mim, o curso básico em dança da Vila coloca nossa cidade também nesse lugar de expressão representativa, onde o bailarino, durante seu percurso de seis anos na formação, sai preparado com várias formas de movimento no corpo, que lhe dão liberdades de escolha para vida. Eu me sinto muito feliz de fazer parte dessa escola", diz a professora.

A estudante do último ano da formação básica, Anabela Moraes, exalta a importância da Vila das Artes e suas ações ."É um lugar que espalha arte, amor e informação". A estudante prossegue: "Sou muito grata por participar da Escola de Dança da Vila das Artes. Foi a partir dela que eu me interessei pela dança e passei a investigar esse mar de possibilidades de expressão por meio do corpo e pude ter tantas vivências especiais com professores, amigos e colegas bailarinos, tanto dentro como fora dos espetáculos. É algo que nunca vai sair do meu coração", afirma a jovem bailarina.

A formação prevê em seu currículo as seguintes disciplinas: "Abordagens técnicas contemporâneas", "Dança Clássica", "Danças Tradicionais e Populares", "Ateliê de Repertórios", "Elementos da Música", "Ateliê de Experimentação e Composição", "Elementos da Cena", "Ateliê de Análise e Estudo de Obras Coreográficas", "Introdução à História da Dança", "Danças Urbanas" e "Introdução à Análise do Movimento".

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
A programação especial do mês teve início com a realização do I Seminário de Dança: Infâncias em Movimento, evento inteiramente on-line que, além de comemorar os 10 anos do curso de dança, também fez parte das atividades que celebraram os 295 anos da capital cearense.

O evento ocorreu entre os dias 19 e 22 de abril e contou com extensa programação de palestras, grupos de discussão, rodas de conversa, espetáculos comentados, homenagens e diversas outras atividades. Todas as ações seguem disponíveis no canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube.

Também é possível conferir, no canal da Vila no Youtube, registros na íntegra de apresentações das atividades anuais da Formação Básica em Dança referentes aos anos de 2012 a 2019. Dos 13 espetáculos com alunos da Escola Pública de Dança, 11 são encontrados por lá: "Um de Todos" (2012), "Alegria Alegria" (2013), "Ciranda" (2014), "Sal" (2015), "Terral" (2016), "Valsa das Flores" (2016), "Medrais" (2017), "Lança" (2017), "Travessia" (2018), "8 Pontos" (2019) e "Fortaleza em Monoblocos" (2019).

Além dos espetáculos, estão disponíveis também no canal os vídeos que compõem a mostra especial com os resultados das disciplinas do Curso de Formação Básica em Dança realizadas à distância ao longo do primeiro semestre de 2020. As exibições de videodança com os alunos e alunas do 1º ao 6º da formação apresentam coreografias inspiradas nos repertório de espetáculos da escola.

"Mesmo com a impossibilidade do encontro presencial entre as pessoas, por causa do momento que o mundo todo está passando, temos atividades riquíssimas, com pessoas muito especiais para a Dança, para a Vila das Artes e para a Cidade", comenta a coordenadora da Escola Pública de Dança, Marina Carleial. "Sem sair de casa, poderemos assistir a espetáculos, conversar com antigos tutores da escola e celebrar a Dança nesse dia tão especial", complementa a coordenadora.

Serviço
Dia Internacional da Dança - Programação on-line e gratuita
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube