10 de novembro de 2021 em Saúde

Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos prossegue até 5 de dezembro

Mais de 250 mil cães e gatos foram imunizados no dia “D” da campanha, no último sábado (06/11)


A Prefeitura de Fortaleza prossegue, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com a Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos até o dia 5 de dezembro, nas 10 Unidades de Vigilância de Zoonoses (UVZ) do Município, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Aos sábados, domingo e feriados, a sede da Vigilância (Rua Betel, 2980 - Maraponga) estará aberta das 8h às 17h.

No último sábado (06/11), foi promovido o Dia “D” de vacinação, com 227 pontos espalhados em toda cidade. Cerca de 500 profissionais atuaram na estruturação da vacinação, seja vacinando ou na logística.

Foram vacinados 252.883 animais, o equivale a 69% de cães e 41% de gatos. Lembrando que o Ministério da Saúde (MS) preconiza que 80% dos cães sejam vacinados, anualmente, na cidade, e que não há metas preconizadas para gatos pelo MS. O intuito é atingir a meta dos cães ao longo deste mês por meio de busca ativa em abrigos e lares de pessoas que não podem comparecer.

Para o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Atualpa Soares, o Dia “D” teve um resultado positivo, mostrando a adesão e o cuidado da população com seus animas. O gerente também enaltece o trabalho da equipe que vem atuando direta e indiretamente na Campanha. “Queremos chegar o mais perto possível de meta preconizada pelo MS. Temos que lembrar que a raiva é uma doença 100% letal e que ainda temos casos de raiva em animais silvestres (morcegos, saquis ou raposas), daí a importância de vacinar nossos animais para trazer a segurança para eles de não desenvolver a doença, assim como preservar nossas famílias, em uma possível fonte de interação com esses animais doentes”, ressaltou. Em Fortaleza, o último caso de raiva humana ocorreu em 2003.

Vacinação

Para realizar a imunização dos seus animais de estimação, os tutores devem levar a carteira de vacinação do animal. Quem não possui o documento recebe a carteirinha no ato da vacinação, com o registro da aplicação.

Durante a vacinação, os protetores devem adotar algumas medidas de segurança: o cão deve estar devidamente com guia e coleira e, em caso de cão bravo, deve-se adotar a focinheira. Gatos precisam ser conduzidos em caixas específicas, para evitar fugas.

Informações úteis

A partir dos três meses de idade, cães e gatos, sem exceção, devem ser vacinados contra raiva todos os anos, incluindo lactantes, cadelas prenhes ou no cio;

– Ao sair com o animal, mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia;

– Nunca provoque um animal;

– Não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando;

– Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias.

Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos: lavar o ferimento com água e sabão e procurar orientação médica;

Unidades de Vigilância de Zoonoses (UVZ)

Regional de Saúde I

BOX de Zoonoses João Medeiros – Av. Dom Aloísio Lorscheider, 982 - Vila Velha

Regional de Saúde II

BOX de Zoonoses Paulo Marcelo - Rua 25 de Março, 607 - Centro

BOX de Zoonoses Rigoberto Romero - Rua Alameda das Graviolas, 195 - Cidade 2000

BOX de Zoonoses Aída Santos - Rua Trajano de Medeiros, 813 - Vicente Pinzon

Regional de Saúde III

BOX de Zoonoses Autran Nunes- Avenida da Liberdade, 65 - Autran Nunes

Regional de Saúde IV

Unidade de Vigilância de Zoonoses (sede) - Rua Betel, 2980 - Maraponga (anexo à UECE).

Regional de Saúde V

BOX de Zoonoses José Walter – Avenida D, 300, 2ª etapa - José Walter (próximo a areninha)

BOX de Zoonoses Conjunto Ceará- Avenida A, s/ - Conj. Ceará (Próximo a UAPS Maciel de Brito)

Regional de Saúde VI

BOX de Zoonoses Messejana - Rua Coronel Dionísio Alencar, 264 - Messejana.

Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos prossegue até 5 de dezembro

Mais de 250 mil cães e gatos foram imunizados no dia “D” da campanha, no último sábado (06/11)

A Prefeitura de Fortaleza prossegue, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com a Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos até o dia 5 de dezembro, nas 10 Unidades de Vigilância de Zoonoses (UVZ) do Município, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Aos sábados, domingo e feriados, a sede da Vigilância (Rua Betel, 2980 - Maraponga) estará aberta das 8h às 17h.

No último sábado (06/11), foi promovido o Dia “D” de vacinação, com 227 pontos espalhados em toda cidade. Cerca de 500 profissionais atuaram na estruturação da vacinação, seja vacinando ou na logística.

Foram vacinados 252.883 animais, o equivale a 69% de cães e 41% de gatos. Lembrando que o Ministério da Saúde (MS) preconiza que 80% dos cães sejam vacinados, anualmente, na cidade, e que não há metas preconizadas para gatos pelo MS. O intuito é atingir a meta dos cães ao longo deste mês por meio de busca ativa em abrigos e lares de pessoas que não podem comparecer.

Para o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Atualpa Soares, o Dia “D” teve um resultado positivo, mostrando a adesão e o cuidado da população com seus animas. O gerente também enaltece o trabalho da equipe que vem atuando direta e indiretamente na Campanha. “Queremos chegar o mais perto possível de meta preconizada pelo MS. Temos que lembrar que a raiva é uma doença 100% letal e que ainda temos casos de raiva em animais silvestres (morcegos, saquis ou raposas), daí a importância de vacinar nossos animais para trazer a segurança para eles de não desenvolver a doença, assim como preservar nossas famílias, em uma possível fonte de interação com esses animais doentes”, ressaltou. Em Fortaleza, o último caso de raiva humana ocorreu em 2003.

Vacinação

Para realizar a imunização dos seus animais de estimação, os tutores devem levar a carteira de vacinação do animal. Quem não possui o documento recebe a carteirinha no ato da vacinação, com o registro da aplicação.

Durante a vacinação, os protetores devem adotar algumas medidas de segurança: o cão deve estar devidamente com guia e coleira e, em caso de cão bravo, deve-se adotar a focinheira. Gatos precisam ser conduzidos em caixas específicas, para evitar fugas.

Informações úteis

A partir dos três meses de idade, cães e gatos, sem exceção, devem ser vacinados contra raiva todos os anos, incluindo lactantes, cadelas prenhes ou no cio;

– Ao sair com o animal, mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia;

– Nunca provoque um animal;

– Não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando;

– Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias.

Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos: lavar o ferimento com água e sabão e procurar orientação médica;

Unidades de Vigilância de Zoonoses (UVZ)

Regional de Saúde I

BOX de Zoonoses João Medeiros – Av. Dom Aloísio Lorscheider, 982 - Vila Velha

Regional de Saúde II

BOX de Zoonoses Paulo Marcelo - Rua 25 de Março, 607 - Centro

BOX de Zoonoses Rigoberto Romero - Rua Alameda das Graviolas, 195 - Cidade 2000

BOX de Zoonoses Aída Santos - Rua Trajano de Medeiros, 813 - Vicente Pinzon

Regional de Saúde III

BOX de Zoonoses Autran Nunes- Avenida da Liberdade, 65 - Autran Nunes

Regional de Saúde IV

Unidade de Vigilância de Zoonoses (sede) - Rua Betel, 2980 - Maraponga (anexo à UECE).

Regional de Saúde V

BOX de Zoonoses José Walter – Avenida D, 300, 2ª etapa - José Walter (próximo a areninha)

BOX de Zoonoses Conjunto Ceará- Avenida A, s/ - Conj. Ceará (Próximo a UAPS Maciel de Brito)

Regional de Saúde VI

BOX de Zoonoses Messejana - Rua Coronel Dionísio Alencar, 264 - Messejana.