13 de junho de 2018 em Social

Prefeitura de Fortaleza promove Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento

O registro civil é gratuito e serve como estatística para o planejamento e implantação de políticas públicas


A Prefeitura de Fortaleza promove Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento nesta quinta-feira (14/06), às 8h, na Universidade do Parlamento (Unipace). O tema são os “Dez Anos do Compromisso Nacional para a Promoção do Registro Civil de Nascimento e Documentação Básica e as Perspectivas para a Próxima Década”. A atividade terá a presença do coordenador de Registro Civil do Ministério dos Direitos Humanos, Thiago Garcia.

A iniciativa é do Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação de Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica, vinculado à Prefeitura de Fortaleza por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

O Comitê de Sub-registro é responsável por erradicar o registro tardio, por meio da realização de ações de mobilização para emissão de primeira e segunda vias da certidão de nascimento de crianças e adolescentes. Nascem, em Fortaleza, 42 mil crianças, segundo o IBGE, todos os anos, e destas, 4% não possuem registro civil de nascimento. Os maiores índices de sub-registro se concentram nos bairros Vila Velha, Grande Bom Jardim e Vicente Pinzón.

Para mais informações sobre a emissão do registro civil, ligue 0800 285 0880 - opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

Serviço
Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento
Data: Quinta-feira (14/06)
Horário: 8h às 12h
Local: Unipace (Av. Barbosa de Freitas, S/N, esquina com Av. Pontes Vieira, 2391, Dionísio Torres)

Prefeitura de Fortaleza promove Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento

O registro civil é gratuito e serve como estatística para o planejamento e implantação de políticas públicas

A Prefeitura de Fortaleza promove Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento nesta quinta-feira (14/06), às 8h, na Universidade do Parlamento (Unipace). O tema são os “Dez Anos do Compromisso Nacional para a Promoção do Registro Civil de Nascimento e Documentação Básica e as Perspectivas para a Próxima Década”. A atividade terá a presença do coordenador de Registro Civil do Ministério dos Direitos Humanos, Thiago Garcia.

A iniciativa é do Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação de Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica, vinculado à Prefeitura de Fortaleza por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

O Comitê de Sub-registro é responsável por erradicar o registro tardio, por meio da realização de ações de mobilização para emissão de primeira e segunda vias da certidão de nascimento de crianças e adolescentes. Nascem, em Fortaleza, 42 mil crianças, segundo o IBGE, todos os anos, e destas, 4% não possuem registro civil de nascimento. Os maiores índices de sub-registro se concentram nos bairros Vila Velha, Grande Bom Jardim e Vicente Pinzón.

Para mais informações sobre a emissão do registro civil, ligue 0800 285 0880 - opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

Serviço
Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento
Data: Quinta-feira (14/06)
Horário: 8h às 12h
Local: Unipace (Av. Barbosa de Freitas, S/N, esquina com Av. Pontes Vieira, 2391, Dionísio Torres)