A Prefeitura de Fortaleza promove Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento nesta quinta-feira (14/06), às 8h, na Universidade do Parlamento (Unipace). O tema são os “Dez Anos do Compromisso Nacional para a Promoção do Registro Civil de Nascimento e Documentação Básica e as Perspectivas para a Próxima Década”. A atividade terá a presença do coordenador de Registro Civil do Ministério dos Direitos Humanos, Thiago Garcia.

A iniciativa é do Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação de Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica, vinculado à Prefeitura de Fortaleza por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

O Comitê de Sub-registro é responsável por erradicar o registro tardio, por meio da realização de ações de mobilização para emissão de primeira e segunda vias da certidão de nascimento de crianças e adolescentes. Nascem, em Fortaleza, 42 mil crianças, segundo o IBGE, todos os anos, e destas, 4% não possuem registro civil de nascimento. Os maiores índices de sub-registro se concentram nos bairros Vila Velha, Grande Bom Jardim e Vicente Pinzón.

Para mais informações sobre a emissão do registro civil, ligue 0800 285 0880 - opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

Serviço
Roda de Conversa sobre Registro Tardio de Nascimento
Data: Quinta-feira (14/06)
Horário: 8h às 12h
Local: Unipace (Av. Barbosa de Freitas, S/N, esquina com Av. Pontes Vieira, 2391, Dionísio Torres)

Publicado em Social

O Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação de Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica e o Programa Ponte de Encontro, ambos vinculados à Prefeitura de Fortaleza por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), participam nesta segunda-feira (28/05), de 16h às 21h na Praça do Ferreira, do encerramento da campanha nacional “Onde existem pessoas, nós enxergamos cidadãos”. A ação é uma iniciativa da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) e tem como finalidade garantir a cidadania para todos.

O Comitê de Sub-Registro é responsável por erradicar o registro tardio, por meio da realização de ações de mobilização para emissão de primeira e segunda vias da certidão de nascimento de crianças e adolescentes. Nascem em Fortaleza 42 mil crianças (censo IBGE) todos os anos, e dessas, 4% não possuem registro civil de nascimento. Os maiores índices de sub-registro se concentram nos bairros Vila Velha, Grande Bom Jardim e Vicente Pinzón.
Para mais informações sobre a emissão do registro civil ligue 0800 285 0880 - opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

Programa Ponte de Encontro

O Programa Ponte de Encontro, tem ofertado, de forma continuada e especializada, o serviço de abordagem social e busca ativa de crianças e adolescentes em situação de rua, com o objetivo de promover a proteção integral em parceria com as demais políticas públicas. Ano passado foram atendidos 679 crianças e adolescentes em situação de rua com abordagem social. Até abril de 2018, foram 85 atendimentos e destes, 52 encaminhados ao Comitê de Sub-Registro.

Publicado em Social
interior do teatro do cuca mondubim
Foi apresentado, ainda, o Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V

A Prefeitura de Fortaleza promoveu, na manhã desta sexta-feira (18/05), série de atividades em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado hoje. A iniciativa teve como ponto alto o Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V, no Cuca Mondubim. As ações fazem parte das atividades realizadas durante todo o mês de maio para alertar sobre a prevenção de casos de violência sexual praticados contra esses jovens.

“Esse período do 18 de maio alertamos à sociedade, que não olha e compreende esses abusos, o quanto ele é danoso às crianças e adolescentes. Por isso, definimos a intensificação desse trabalho em vários pontos da cidade, em terminais, com material de panfletagem e material para alertar a importância da denúncia”, afirmou Tânia Gurgel, presidente Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

Ações de panfletagem, apresentações musicais, circenses, de dança, além de vídeo informativo sobre a temática, espaços de atendimento de agentes, que explicaram sobre as situações de abuso e violação que crianças e adolescentes podem sofrer, indicando-as como forma de identificação do crime, e informações sobre como proceder em caso de suspeitas, estiveram dentro da programação que ocorreu no Cuca Mondubim.

Foi apresentado, ainda, o Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V, marco que formaliza a rede de proteção local, como explicou Angélica Leal, diretora de Proteção Integral da Funci. “Durante um ano trabalhamos para formar essa rede de enfrentamento sexual nesta Regional que vai englobar a Assistência, Educação, Saúde, Juventude, CPdrogas, além de organizações não governamentais que atuam nessa área, tudo para prestar o atendimento adequado aqueles que precisam”, contou.

Kelly Meneses, coordenadora da Rede Aquarela, lembrou que o trabalho de atendimento de crianças e adolescentes vítimas desses abusos não é pontual, mas que acontece durante o ano inteiro. “A Rede Aquarela intensifica suas ações de prevenção em maio, mas durante todo o ano realizamos ações de atendimento tanto na delegacia, na justiça, como na sede do Programa. São atividades especializadas por equipes de assistentes sociais, psicólogos e assessores jurídicos, visando o fortalecimento e apoio da vítima e suas famílias diante da situação de violência sexual vivida”, completou.

Muitos casos não vêm à tona, por isso é tão importante a conscientização da população e difusão de informações para prevenção e realização de denúncias em casos de suspeitas. “Essa é uma situação danosa, preocupante e que precisamos ter coragem de denunciar. Através do disque 100, número bem simples, pode ser feita a denúncia que chegará a quem é de direito para ser apurada”, completou Tânia Gurgel.

Durante 2017, 793 crianças ou adolescentes vítimas de abuso sexual foram atendidas pela Rede Aquarela em Fortaleza, sendo 220 deles só na Regional V, área que conta com a maior número desses casos na Cidade.

Publicado em Social
Banda composta por estudantes de música
As atividades estão ocorrendo em toda Cidade neste mês de maio

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), realiza, nesta quarta-feira (16/05), a partir das 14h, ação educativa e cultural no Cuca Jangurussu e na quinta-feira (17/05), a partir das 8h as ações terão continuidade no Cuca Barra do Ceará. As atividades fazem parte de uma série de iniciativas que estão sendo promovidas em toda a cidade, neste mês, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de Maio, cujo objetivo é alertar e sensibilizar a sociedade para os casos de violência sexual praticados contra crianças e adolescentes.

O Dia D da Campanha, 18 de maio, contará com a realização do Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V no Cuca Mondubim a partir das 9h. A ideia é fortalecer as ações já realizadas nas Regionais e envolver os diferentes públicos da comunidade escolar (diretores, professores, estudantes, pais, etc) nas questões relacionadas à temática, formando, assim, centenas de multiplicadores.

Nos Cuca Jangurussu e Barra, estão previstas intervenções musicais, oficina de teatro e de dança que abordarão a temática de forma lúdica e apresentação de projetos sociais da região.

Durante todo o mês, estão acontecendo intervenções em feiras livres; cruzamentos, sensibilização nos principais shoppings da Cidade; atividades educativas e culturais nos Cucas Jangurussu, Barra do Ceará e Mondubim; e distribuição de materiais informativos nos Terminais do Papicu, Siqueira, Parangaba, Messejana e Antônio Bezerra.

Segundo dados de 2017 do Ministério dos Direitos Humanos, o Disque 100, cerca de 57% das violações tem origem intrafamiliar, pois, na maioria dos casos, os supostos violadores são familiares de primeiro grau, ocorrendo na casa da própria vítima ou do suspeito.

Ações da CPDrogas
No dia 16/05, no Cuca Jangurussu, a Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) dará um reforço nas ações educativas campanha, desenvolvendo o projeto #Construindosonhos - Trilhando habilidades, uma estratégia de prevenção ao uso problemático de álcool, crack e outras drogas, por meio de atividades lúdicas. Haverá aplicação de combinados, distribuição de panfletos informativos, além de atendimento ao público acerca da temática, tendo como foco o fortalecimento dos fatores de proteção e disseminação de informações sobre a rede de prevenção e cuidado que o município disponibiliza para este público.

Rede Aquarela
Promovido pela Funci, o Programa Rede Aquarela desenvolve ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo responsável por promover e articular atividades de prevenção, atendimento especializado, mobilização e articulação comunitária, em parceria com a rede de promoção, defesa e controle social do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA). O Programa está organizado em 4 eixos: Disseminação, Atendimento Psicossocial, Atendimento Dceca e Atendimento 12ª Vara Criminal.

Disque 100
O Disque Direitos Humanos é um importante canal de comunicação do Estado com a sociedade, disponível 24 horas incluindo sábados, domingos e feriados. As chamadas são gratuitas e podem ser originadas de qualquer terminal telefônico (fixo ou móvel), em todo o território nacional. Trata-se de serviço de utilidade pública, considerado o “pronto socorro” dos direitos humanos, por meio do qual podem ser relatadas violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estejam em curso, essencial para se romper o ciclo de violência. Denunciar é o primeiro passo para romper o silêncio contra esse crime.

Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar é um órgão que busca o equilíbrio quanto à representação de efetividade dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. É permanente e autônomo, não jurisdicional, responsável por zelar pelo cumprimento dos direitos de crianças e adolescentes, conforme definido na Lei nº 8.069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Atualmente, Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares.

Programação completa
Quarta-feira (16/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 14h às 17h
Local: Cuca Jangurussu
Av. Gov. Leonel Brizola, s/n – Jangurussu

Quinta-feira (17/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 8h às 11h
Local: Cuca da Barra do Ceará
Av. Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará

Sexta-feira (18/05)
Seminário Dia D – Criação da Rede de Proteção à Violência Sexual Infantil da Regional V
Horário: das 9h às 11h
Local: Cuca Mondubim
Rua Santa Marlúcia, s/n - Mondubim

Sábado e Domingo (19 e 20/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Parangaba
Horário: das 15h às 21h
Local: Rua Germano Franck, 300 – Parangaba

Segunda-feira (21/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Papicu
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Pereira de Miranda, 80 - Papicu

Terça-feira (22/05)
Ação de sensibilização no Terminal da Parangaba
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Napoleão Quezado, 10

Quarta-feira (23/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Antônio Bezerra
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Demétrio Menezes, 3467

Quinta-feira (24/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Siqueira
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Gen. Osório de Paiva, 2955

Sexta-feira (25/05)
Ação de sensibilização no Terminal de Messejana
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Tomás Coelho, 608

Sábado (26/05)
Rede Aquarela na Ação Global Sesi
Horário: das 8h às 14h
Local: SESI Parangaba
Av. João Pessoa, 6754 – Parangaba

Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Domingo (27/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Terça-feira (29/05)
Ação de sensibilização na Praça do Mercado do Joaquim Távora
Horário: das 8h às 10h
Local: Av. Pontes Vieira, 635 - Joaquim Távora

*Programação sujeita a alterações.

Publicado em Social
Panfletagem educativa contra ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes
Nesta quinta-feira (10/05), a partir das 9h as atividades seguem com panfletagem

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), realiza, durante o mês de maio, ações de mobilização para sensibilizar a sociedade a participar da luta contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. As intervenções iniciaram no sábado (05/0-5) com panfletagem educativa na feira das Goiabeiras na Barra do Ceará e seguem por toda a Cidade em referência ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de Maio.

Nesta quinta-feira (10/05), a partir das 9h as atividades seguem com panfletagem nas proximidades da Igreja da Saúde no Mucuripe e na sexta-feira (11/05) a partir das 15h no Jangurussu.
Durante todo o mês, serão feitas ações de sensibilização com panfletagem em feiras livres e cruzamentos, estandes com orientação nos shoppings Benfica, Parangaba, North Shopping e North Shopping Jóquei; atividades educativas e culturais nos Cucas Barra, Mondubim e Jangurussu; e distribuição de materiais informativos no Terminal Rodoviário Engenheiro João Tomé, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, Terminais de Ônibus do Papicu, Siqueira, Parangaba, Antônio Bezerra e Messejana.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será marcado pelo Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V no Cuca Mondubim.
Segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos, em 2017, o Disque 100 recebeu 166.356 denúncias relacionadas a algum tipo de violação de direitos contra crianças e adolescentes, destas 20.330 estavam relacionadas à violência sexual. Cerca de 57% das violações tem origem intrafamiliar, pois, na maioria dos casos, os supostos violadores são familiares de primeiro grau, ocorrendo na casa da própria vítima ou do suspeito. Somente no ano passado, o Ceará fechou o comparativo anual com 6.714 denúncias registradas, um aumento de 31,34%.

Rede Aquarela
Promovido pela Funci, o Programa Rede Aquarela desenvolve ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo responsável por promover e articular atividades de prevenção, atendimento especializado, mobilização e articulação comunitária, em parceria com a rede de promoção, defesa e controle social do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA). O Programa está organizado em 4 eixos: Disseminação, Atendimento Psicossocial, Atendimento Dceca e Atendimento 12ª Vara Criminal.

Disque 100
O Disque Direitos Humanos é um importante canal de comunicação do Estado com a sociedade, disponível 24 horas incluindo sábados, domingos e feriados. As chamadas são gratuitas e podem ser originadas de qualquer terminal telefônico (fixo ou móvel), em todo o território nacional. Trata-se de serviço de utilidade pública, considerado o “pronto socorro” dos direitos humanos, por meio do qual podem ser relatadas violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estejam em curso, essencial para se romper o ciclo de violência. Denunciar é o primeiro passo para romper o silêncio contra esse crime.

Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar é um órgão que busca o equilíbrio quanto à representação de efetividade dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. É permanente e autônomo, não jurisdicional, responsável por zelar pelo cumprimento dos direitos de crianças e adolescentes, conforme definido na Lei nº 8.069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Atualmente, Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares.

Programação completa

Quinta-feira (10/05)
Panfletagem educativa na feira da Igreja Nossa Senhora da Saúde
Horário: das 9h às 11h
Local: Av. da Abolição x Rua Manuel Jesuíno– Mucuripe

Sexta-feira (11/05)
Panfletagem educativa no Jangurussu (Regional VI)
Horário: das 15h às 17h
Local: Cruzamento da Av. Jornalista Tomaz Coelho x Av. Castelo Branco s/n – Jangurussu

Sábado (12/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Bezerra de Menezes, 2450 - São Gerardo

Domingo (13/05)
Panfletagem na Praça da Igreja Nossa Senhora de Fátima
Horário: das 15h às 17h
Local: Avenida 13 de Maio, 200 – Bairro de Fátima

Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Bezerra de Menezes, 2450 - São Gerardo

Segunda-feira (14/05)
Intervenção educativa na Rodoviária
Horário: das 8h às 11h
Local: Terminal Rodoviário Eng° João Thomé
Av. Borges de Melo, 1630 - Fátima

Intervenção educativa no Aeroporto
Horário: das 10h às 12h
Local: Aeroporto Internacional Pinto Martins
Av. Senador Carlos Jereissati, 3000 - Serrinha

Quarta-feira (16/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 14h às 17h
Local: Cuca Jangurussu
Av. Gov. Leonel Brizola, s/n – Jangurussu

Quinta-feira (17/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 8h às 11h
Local: Cuca da Barra do Ceará
Av. Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará

Sexta-feira (18/05)
Seminário Dia D – Criação da Rede de Proteção à Violência Sexual Infantil da Regional V
Horário: das 9h às 11h
Local: Cuca Mondubim
Rua Santa Marlúcia, s/n - Mondubim

Sábado e Domingo (19 e 20/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Parangaba
Horário: das 15h às 21h
Local: Rua Germano Franck, 300 – Parangaba

Segunda-feira (21/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Papicu
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Pereira de Miranda, 80 - Papicu

Terça-feira (22/05)
Ação de sensibilização no Terminal da Parangaba
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Napoleão Quezado, 10

Quarta-feira (23/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Antônio Bezerra
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Demétrio Menezes, 3467

Quinta-feira (24/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Siqueira
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Gen. Osório de Paiva, 2955

Sexta-feira (25/05)
Ação de sensibilização no Terminal de Messejana
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Tomás Coelho, 608

Sábado (26/05)
Rede Aquarela na Ação Global SESI
Horário: das 8h às 14h
Local: SESI Parangaba
Av. João Pessoa, 6754 – Parangaba

Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Domingo (27/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Terça-feira (29/05)
Panfletagem na Praça do Mercado do Joaquim Távora
Horário: das 8h às 10h
Local: Av. Pontes Vieira, 635 - Joaquim Távora

*Programação sujeita a alterações.



Publicado em Social
Funcionária da Funci entrega panfleto em praça
Durante todo o mês, serão feitas ações de sensibilização e distribuição de materiais informativos

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), realiza, durante o mês de maio, uma série de iniciativas para mobilizar, sensibilizar e convocar toda a sociedade a participar da luta contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. As ações serão promovidas em toda a Cidade em referência ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de Maio. A primeira mobilização será neste sábado (05/05), com uma panfletagem educativa, a partir das 9 horas na feira livre das Goiabeiras na Barra do Ceará.

Durante todo o mês, serão feitas ações de sensibilização com panfletagem em feiras livres e cruzamentos, estandes com orientação nos shoppings Benfica, Parangaba, North Shopping e North Shopping Jóquei; atividades educativas e culturais nos Cucas Barra, Mondubim e Jangurussu; e distribuição de materiais informativos no Terminal Rodoviário Engenheiro João Tomé, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, Terminais de Ônibus do Papicu, Siqueira, Parangaba, Antônio Bezerra e Messejana.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será marcado pelo Seminário de Criação da Rede de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil da Regional V no Cuca Mondubim.
Ano passado, foi inaugurada a primeira Sala de Depoimento Especial no âmbito da 12ª Vara Criminal, consolidando a parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Funci, e o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará que possibilita o aprimoramento da audição humanizada de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. As instalações estão equipadas com salas de acolhimento, assistência social, atendimento psicológico, depoimento e audiência.

Segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos, em 2017, a violência sexual foi a quarta violação contra crianças e adolescentes mais denunciada no Disque 100. Ao longo do ano passado, o serviço recebeu 166.356 denúncias relacionadas a algum tipo de violação de direitos contra crianças e adolescentes, destas 20.330 estavam relacionadas à violência sexual. Somente no ano passado, o Ceará fechou o comparativo anual com 6.714 denúncias registradas, um aumento de 31,34%.

Rede Aquarela

Promovido pela Funci, o Programa Rede Aquarela desenvolve ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo responsável por promover e articular atividades de prevenção, atendimento especializado, mobilização e articulação comunitária, em parceria com a rede de promoção, defesa e controle social do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA). O Programa está organizado em 4 eixos: Disseminação, Atendimento Psicossocial, Atendimento Dceca e Atendimento 12ª Vara Criminal.

Disque 100

O Disque Direitos Humanos é um importante canal de comunicação do Estado com a sociedade, disponível 24 horas incluindo sábados, domingos e feriados. As chamadas são gratuitas e podem ser originadas de qualquer terminal telefônico (fixo ou móvel), em todo o território nacional. Trata-se de serviço de utilidade pública, considerado o “pronto socorro” dos direitos humanos, por meio do qual podem ser relatadas violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estejam em curso, essencial para se romper o ciclo de violência. Denunciar é o primeiro passo para romper o silêncio contra esse crime.

Conselho Tutelar

O Conselho Tutelar é um órgão que busca o equilíbrio quanto à representação de efetividade dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. É permanente e autônomo, não jurisdicional, responsável por zelar pelo cumprimento dos direitos de crianças e adolescentes, conforme definido na Lei nº 8.069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Atualmente, Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares.

Serviço:

Sábado (05/05)
Panfletagem educativa na Regional I
Horário: das 9h às 11h
Local: Feira livre das Goiabeiras
Av. Senador Robert Kennedy – Barra do Ceará

Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Benfica
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Carapinima, 2200 - Benfica

Domingo (06/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Benfica
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Carapinima, 2200 – Benfica

Segunda-feira (07/05)
Panfletagem educativa na Av. Bezerra de Menezes (Regional III)
Horário: das 16h às 18h
Local: North Shopping Fortaleza (em frente ao Banco do Brasil) - São Gerardo

Quinta-feira (10/05)
Panfletagem educativa na feira da Igreja Nossa Senhora da Saúde
Horário: das 9h às 11h
Local: Av. da Abolição x Rua Manuel Jesuíno– Mucuripe

Sexta-feira (11/05)
Panfletagem educativa no Jangurussu (Regional VI)
Horário: das 15h às 17h
Local: Cruzamento da Av. Jornalista Tomaz Coelho x Av. Castelo Branco s/n – Jangurussu

Sábado (12/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Bezerra de Menezes, 2450 - São Gerardo

Domingo (13/05)
Panfletagem na Praça da Igreja Nossa Senhora de Fátima
Horário: das 15h às 17h
Local: Avenida 13 de Maio, 200 – Bairro de Fátima

Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Bezerra de Menezes, 2450 - São Gerardo

Segunda-feira (14/05)
Intervenção educativa na Rodoviária
Horário: das 8h às 11h
Local: Terminal Rodoviário Eng° João Thomé
Av. Borges de Melo, 1630 - Fátima

Intervenção educativa no Aeroporto
Horário: das 10h às 12h
Local: Aeroporto Internacional Pinto Martins
Av. Senador Carlos Jereissati, 3000 - Serrinha

Quarta-feira (16/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 14h às 17h
Local: Cuca Jangurussu
Av. Gov. Leonel Brizola, s/n – Jangurussu

Quinta-feira (17/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 8h às 11h
Local: Cuca da Barra do Ceará
Av. Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará

Sexta-feira (18/05)
Seminário Dia D – Criação da Rede de Proteção à Violência Sexual Infantil da Regional V
Horário: das 9h às 11h
Local: Cuca Mondubim
Rua Santa Marlúcia, s/n - Mondubim

Sábado e Domingo (19 e 20/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Parangaba
Horário: das 15h às 21h
Local: Rua Germano Franck, 300 – Parangaba

Segunda-feira (21/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Papicu
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Pereira de Miranda, 80 - Papicu

Terça-feira (22/05)
Ação de sensibilização no Terminal da Parangaba
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Napoleão Quezado, 10

Quarta-feira (23/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Antônio Bezerra
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Demétrio Menezes, 3467

Quinta-feira (24/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Siqueira
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Gen. Osório de Paiva, 2955

Sexta-feira (25/05)
Ação de sensibilização no Terminal de Messejana
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Tomás Coelho, 608

Sábado (26/05)
Rede Aquarela na Ação Global SESI
Horário: das 8h às 14h
Local: Sesi Parangaba
Av. João Pessoa, 6754 – Parangaba

Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Domingo (27/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no North Shopping Jóquei
Horário: das 15h às 21h
Local: Av. Lineu Machado, 419 - Jóquei Clube

Terça-feira (29/05)
Blitz na Praça do Mercado do Joaquim Távora
Horário: das 8h às 10h
Local: Av. Pontes Vieira, 635 - Joaquim Távora

*Programação sujeita a alterações.

Publicado em Social

A Prefeitura de Fortaleza empossa, nesta segunda-feira (02/04), os novos membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), que representarão a sociedade civil no Biênio 2018/2020. A solenidade ocorrerá no Centro Cultural Belchior, às 9h.

Os empossados terão dois anos de mandato e atuarão na garantia integral da defesa dos direitos de crianças e adolescentes de Fortaleza. Na ocasião, o novo colegiado delibera a composição da Comissão Executiva, formada por presidente, vice-presidente e primeiro secretário. O Conselho Municipal é representado por 22 entidades, sendo 11 representes do Governo e 11 da Sociedade Civil Organizada. Todos os órgãos possuem dois representantes, um titular e um suplente.

Sobre o Conselho
O Comdica é um órgão colegiado, de caráter permanente e deliberativo, vinculado administrativamente à Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), criado pelo Artigo 267 da Lei Orgânica do Município de Fortaleza, regulamentada pela Lei n° 6729/90. O órgão promove, assegura e defende os direitos da criança e do adolescente para estabelecer diretrizes básicas e normas de proteção integral no Município de Fortaleza.

Serviço
Posse de novos membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica)
Data: Segunda-feira (02/04)
Horário: 9h
Local: Centro Cultural Belchior (R. dos Pacajús, 123 - Praia de Iracema)

Publicado em Social

 

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Gabinete da Primeira-Dama, da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) e da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), entrega 16 carros aos Conselhos Tutelares da Capital nesta quarta-feira (24/01), às 17h, na sede do Conselho Tutelar VIII. A ação faz parte de esforço da gestão em priorizar a infância e adolescência e é um desdobramento das ações estabelecidas no Seminário Fortaleza na Proteção Integral de Crianças e Adolescentes, realizado em dezembro no Centro Cultural Belchior.

O evento teve como objetivo integrar os trabalhos dos conselheiros tutelares de Fortaleza e dos secretários municipais tece como resultado a elaboração de um planejamento estratégico das ações dos conselhos até 2020. Entre as demandas apresentadas, ficou definida a entrega de dois carros para cada Conselho, o que totaliza 16 carros.

A primeira-dama de Fortaleza e articuladora do Plano Municipal pela Primeira Infância (PMPIF), Carol Bezerra, destaca que, para formar futuros cidadãos, é preciso investir nas crianças e adolescentes de hoje. “Os principais defensores desse público são os conselheiros tutelares que estão no dia a dia atendendo as diversas demandas tão peculiares da infância e adolescência em Fortaleza. Ao atendermos essa solicitação, firmamos o nosso compromisso em valorizar o papel dos conselheiros tutelares”, afirmou.

Tânia Gurgel, presidente da Funci, considera um momento muito importante a troca da frota, pois dará mais condições de trabalho aos conselheiros tutelares. “Eles são os responsáveis por zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes, garantindo-lhes proteção integral, conforme a Lei Nº 8069 de 13 de julho de 1990”, completou.

Conselho Tutelar

Atualmente, o Município de Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares, composto cada um por cinco Conselheiros Tutelares, escolhidos pela comunidade por meio de processo unificado para mandato de quatro anos. O trabalho do conselheiro é fundamental. Além de acompanhar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, tem como objetivo que os seus direitos sejam cumpridos.

Serviço
Entrega de carros aos Conselhos Tutelares
Data: Quarta-feira (24/01)
Hora: 17 horas
Local: Conselho Tutelar VIII (Avenida Alberto Craveiro, 1500 - Boa Vista)

Publicado em Social
Funci
Agentes farão abordagem social e identificação de situações de violação de direito que envolvam crianças e adolescentes

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) e da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), promove ação preventiva para acompanhar possíveis casos de violações de direitos contra crianças e adolescentes no Pré-Carnaval de Fortaleza.

Com apoio dos programas Ponte de Encontro, Rede Aquarela e Adolescente Cidadão, cerca de 50 profissionais estarão nos locais de maior fluxo dos foliões fazendo abordagem social e identificação de situações de violação de direito que envolvam crianças e adolescentes, tais como trabalho infantil, abuso e exploração sexual, situação de rua, mendicância, negligência, crianças perdidas, consumo de bebidas alcoólicas, droga, entre outras..

Será promovido, ainda, trabalho educativo, com entrega de material e pulseiras de identificação, sensibilizando a população sobre as situações de vulnerabilidade infantil. Agentes do Poder Judiciário do Estado do Ceará também participarão das ações.

De acordo com Tânia Gurgel, presidente da Funci, a operação dá continuidade à Agenda de Convergência, que articula ações intersetoriais dos governos estadual e municipal com o objetivo de proteger integralmente crianças e adolescentes. “A Funci está presente em todos os grandes eventos do calendário de Fortaleza, com ações preventivas assegurando a não violação dos direitos, principalmente, do abuso e exploração sexual”, concluiu.

A festa terá abertura oficial nesta sexta-feira (12/01) e seguirá até o dia 4 de fevereiro nos tradicionais polos da Praça do Ferreira, Mercado dos Pinhões, Mercado da Aerolândia, Mocinha, Aterrinho da Praia de Iracema, Passeio Público e Polo de Lazer Sargento Hermínio, e também, em mais três polos: Largo Luís Assunção (ao lado do Centro Cultural Belchior), Benfica e Monsenhor Tabosa.

Agenda de Convergência
Em 2013 e 2014, a Funci coordenou o Comitê de Proteção Integral de Crianças e Adolescentes no contexto de grandes eventos, a Agenda de Convergência, que atuou durante a Copa das Confederações e Copa do Mundo na proteção de crianças e adolescentes vítimas de violações de direitos. Essa experiência resultou na consolidação de atividades sistemáticas e integradas de proteção da Prefeitura de Fortaleza, sendo hoje uma realidade nos grandes eventos que acontecem na Capital, a exemplo do Pré-Carnaval, Carnaval, São João, Fortal, Réveillon e shows internacionais.

Denuncie
A denúncia é dever de todo cidadão que toma conhecimento de uma violência praticada contra crianças e adolescentes. Em situações de suspeita ou confirmação, é importante notificar o Plantão do Conselho Tutelar de Fortaleza, pelos telefones 3238.1828 ou 98970.5479, ou ligar para o Dique 100. A ligação é gratuita, anônima e com atendimento 24 horas todos os dias da semana.

Confira aqui a programação completa do Pré-Carnaval de Fortaleza

Publicado em Social
primeira-dama carol bezerra
Até novembro de 2017, o Cresça com seu Filho registrava 5.574 crianças cadastradas

O prefeito Roberto Claudio e a primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, recebem nesta quarta-feira (20/12), às 17h, no Teatro Carlos Câmara, o Ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, para oficializar parceria que vai ampliar os recursos federais voltados às crianças de Fortaleza. Será formalizada a aliança do programa municipal Cresça com seu Filho, liderado e executado pela Primeira-dama, com o programa federal Criança Feliz.

A vinda do ministro Osmar Terra celebra uma nova fase do programa municipal, que passa a ser nominado Cresça com seu Filho/Criança Feliz, e contribui para o fortalecimento das ações do município voltadas para primeira infância. “O programa do Governo Federal combina esforços da Prefeitura de Fortaleza na garantia de maiores avanços na política de proteção à primeira infância. Temos verificado os bons resultados, atendendo regiões de mais baixo IDH da Capital e temos certeza de que a aliança do programa municipal Cresça com Seu Filho com o programa federal Criança Feliz representa a união de esforços para indicar uma política pública que precisa ser ampliada e fortalecida”, afirma a primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra.

O programa é intersetorial, sendo parte do Programa de Saúde da Família, acompanhado pela Secretaria Municipal da Saúde. "O Cresça é um programa de fundamental importância para o desenvolvimento infantil, uma vez que visa prioritariamente fortalecer os vínculos familiares com a criança em uma etapa crucial de seu desenvolvimento neurológico, que é a primeira infância. Com esta ação temos a certeza que nossas crianças terão um futuro bem mais saudável e promissor", complementa a secretária de Saúde, Joana Maciel.

"A Prefeitura de Fortaleza começa à frente com o programa Cresça com seu Filho, o qual resgata a valorização da criança e da família, um verdadeiro exemplo para os demais municípios. Tenho certeza de que a aliança firmada será mais um avanço, ampliando e consolidando a priorização das políticas públicas voltadas para as crianças de nosso Município", conclui o secretário de Diretos Humanos e Desenvolvimento Social, Elpídio Nogueira.

O programa municipal visa a fortalecer o vínculo e o desenvolvimento dessas crianças por meio de atividades conduzidas pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS) junto à mãe, pai ou cuidador durante a visita domiciliar, sob a supervisão semanal do enfermeiro da Estratégia Saúde da Família, com atuação em áreas vulneráveis em 28 bairros das Regionais I, V e VI.

Até novembro de 2017, o Cresça com seu Filho registrava 5.574 crianças cadastradas, com um total de 32.491 visitas domiciliares semanais realizadas pelo Agente Comunitário de Saúde. É um projeto intersetorial liderado pelo Gabinete da Primeira Dama de Fortaleza executado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em parceria com as Secretarias de Diretos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Educação (SME) e Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci).

Serviço:
Lançamento do programa Cresça com seu Filho/Criança Feliz
Data: 20/12 (Quarta-feira)
Horário: 17h
Local: Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454 - Centro)

Publicado em Social
Página 1 de 2