30 de novembro de 2021 em Saúde

Dezembro Vermelho: Prefeitura de Fortaleza reforça ações de conscientização e combate ao HIV/Aids durante este mês

Também estão previstas ações de sensibilização e educação em saúde, distribuição de preservativos e seminário


A partir desta quarta-feira (01/12), a Prefeitura de Fortaleza dá início às ações alusivas ao Dezembro Vermelho, mês de consciência e combate ao HIV/Aids. O objetivo é alertar a população sobre a importância de prevenir e combater o vírus HIV. Para isso, serão realizados seminários, ações educativas, além do reforço na oferta de testes rápidos de HIV/Aids nas Unidades de Atenção Primária à Saúde.

Na quarta-feira (01/12), a partir das 8h, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza um seminário com o tema “HIV/Aids em Fortaleza: ressignificando (pré)conceitos”. O evento, ocorre de forma híbrida com vagas presenciais limitadas, é aberto ao público que pode se inscrever neste link.

Além do seminário e da intensificação dos testes rápidos, estão previstas ações educativas em 14 postos de saúde, além de outros locais de atendimento e acolhimento para pessoas vivendo com HIV. Dentre as ações, estão previstos cine debates, palestras, rodas de conversa, aconselhamentos pré e pós testagem, além da entrega de preservativos.

HIV/Aids

A Aids é causada pelo vírus HIV, que interfere na capacidade do organismo de combater infecções.

O vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue, sêmen ou fluidos vaginais infectados. Algumas semanas depois da infecção pelo HIV, podem ocorrer sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de garganta e fadiga. A doença costuma ser assintomática até evoluir para Aids. Os sintomas da Aids incluem perda de peso, febre ou sudorese noturna, fadiga e infecções recorrentes.

Não existe cura para a Aids, mas uma adesão estrita aos regimes antirretrovirais (ARVs) pode retardar significativamente o progresso da doença, bem como prevenir infecções secundárias e complicações. Hoje sabe-se que quem vive com HIV, mas está com a carga viral indetectável há mais de seis meses, não transmite o vírus a outras pessoas.

Fortaleza dispõe de uma rede que possibilita o diagnóstico oportuno de HIV/Aids, com oferta de testes nos postos de saúde e nos serviços ambulatoriais especializados, além do Centro de Testagem e Aconselhamento. Todo o processo é sigiloso e o resultado sai em até 30 minutos. O atendimento envolve, ainda, o aconselhamento pós-teste, no qual o profissional tira dúvidas sobre o resultado e faz os devidos encaminhamentos para os casos diagnosticados reagentes.

Dezembro Vermelho: Prefeitura de Fortaleza reforça ações de conscientização e combate ao HIV/Aids durante este mês

Também estão previstas ações de sensibilização e educação em saúde, distribuição de preservativos e seminário

A partir desta quarta-feira (01/12), a Prefeitura de Fortaleza dá início às ações alusivas ao Dezembro Vermelho, mês de consciência e combate ao HIV/Aids. O objetivo é alertar a população sobre a importância de prevenir e combater o vírus HIV. Para isso, serão realizados seminários, ações educativas, além do reforço na oferta de testes rápidos de HIV/Aids nas Unidades de Atenção Primária à Saúde.

Na quarta-feira (01/12), a partir das 8h, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza um seminário com o tema “HIV/Aids em Fortaleza: ressignificando (pré)conceitos”. O evento, ocorre de forma híbrida com vagas presenciais limitadas, é aberto ao público que pode se inscrever neste link.

Além do seminário e da intensificação dos testes rápidos, estão previstas ações educativas em 14 postos de saúde, além de outros locais de atendimento e acolhimento para pessoas vivendo com HIV. Dentre as ações, estão previstos cine debates, palestras, rodas de conversa, aconselhamentos pré e pós testagem, além da entrega de preservativos.

HIV/Aids

A Aids é causada pelo vírus HIV, que interfere na capacidade do organismo de combater infecções.

O vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue, sêmen ou fluidos vaginais infectados. Algumas semanas depois da infecção pelo HIV, podem ocorrer sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de garganta e fadiga. A doença costuma ser assintomática até evoluir para Aids. Os sintomas da Aids incluem perda de peso, febre ou sudorese noturna, fadiga e infecções recorrentes.

Não existe cura para a Aids, mas uma adesão estrita aos regimes antirretrovirais (ARVs) pode retardar significativamente o progresso da doença, bem como prevenir infecções secundárias e complicações. Hoje sabe-se que quem vive com HIV, mas está com a carga viral indetectável há mais de seis meses, não transmite o vírus a outras pessoas.

Fortaleza dispõe de uma rede que possibilita o diagnóstico oportuno de HIV/Aids, com oferta de testes nos postos de saúde e nos serviços ambulatoriais especializados, além do Centro de Testagem e Aconselhamento. Todo o processo é sigiloso e o resultado sai em até 30 minutos. O atendimento envolve, ainda, o aconselhamento pós-teste, no qual o profissional tira dúvidas sobre o resultado e faz os devidos encaminhamentos para os casos diagnosticados reagentes.