27 de dezembro de 2021 em Educação

Educação Infantil de Fortaleza tem reforço de mais 11 unidades inauguradas em 2021

A partir de 2022, os novos Centros de Educação Infantil vão ter atendimento de berçário


Crianças interagindo em sala
Com as unidades inauguradas, a Rede Municipal totaliza a oferta de 1.768 novas vagas no atendimento às crianças 

A atenção, o cuidado e os investimentos da gestão municipal já são marcas reconhecidas quando o assunto é a área da Educação Infantil de Fortaleza. Tanto que, neste primeiro ano de mandato do prefeito José Sarto, já foram entregues 11 novos Centros de Educação Infantil (CEIs). Todas estas unidades contam com atendimento de berçário, que inicia a partir de 2022. O serviço voltado aos bebês é uma proposta prevista no plano de governo da atual gestão.

Com as 11 unidades inauguradas, a Rede Municipal totaliza a oferta de 1.768 novas vagas no atendimento às crianças de 6 meses a 3 anos. Os equipamentos foram entregues nos bairros do Planalto Ayrton Senna, no Bom Jardim (Residencial Miguel Arraes), dois no São Bento, dois no Edson Queiroz (um deles, no Residencial Yolanda Queiroz), José Walter (Residencial Cidade Jardim), Papicu, Itaperi, Vicente Pinzón e Sapiranga. Outros 21 CEIs já estão com a construção em andamento em diversas localidades da cidade.

Mães que têm crianças nos Centros de Educação Infantil da Rede Municipal falam da satisfação de encontrar nas unidades o ensino de qualidade, bem-estar e segurança para os pequenos. A Diana Moraes da Silva, que é mãe da Maria Ligia Moraes Ferreira, do CEI Dalila Delmas Montenegro, no bairro São Bento, conta como o equipamento, inaugurado no mês de agosto deste ano, tem contribuído com o desenvolvimento da filha.

“Posso dizer que o CEI tem me ajudado bastante, além de auxiliar no desenvolvimento da minha filha. Todos os espaços do equipamento contribuem para a vida e crescimento dela. Acredito que é de grande importância a unidade, não só para mim, mas para todas as mães, porque podemos trabalhar tranquilamente sabendo que nossos filhos estão bem assistidos e acompanhados”, observa.

Fabiana Medeiros, mãe do aluno Saulo José, também do CEI Dalila Delmas Montenegro, concorda com Diana e está satisfeita com o atendimento do filho. “O CEI é perto de casa e isso ajuda muito. Eu tenho a possibilidade de trabalhar e resolver problemas quando ele está na escola. Lá ele fica seguro e tem se desenvolvido muito”, pontua.

Berçário instalado nos CEIs
Todas as novas unidades contam com atendimento de berçário, que inicia a partir de 2022

A infraestrutura dos novos Centros de Educação Infantil é composta de berçário, nove salas de aula, banheiros com acessibilidade, cozinha, refeitório, despensa, lavanderia com depósito para material de limpeza, fraldário, lactário, secretaria, coordenação, sala de professores, entre outros espaços. O projeto contempla, ainda, brinquedoteca (sala multiuso), área de lazer com playground e solarium.

Ampliação da Rede Municipal
A Educação Infantil é uma área prioritária da gestão municipal. Tanto que, de acordo com o Censo Escolar de 2020, Fortaleza é destaque na área, com a ampliação do número de vagas em 5% em um ano, de 2019 a 2020. O crescimento das capitais brasileiras no mesmo período foi de apenas 2,3%. Assim, conforme o estudo, que é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Fortaleza é a capital do Nordeste com o maior número de crianças matriculadas na Educação Infantil.

Neste contexto, a expansão da oferta de vagas voltadas à Educação Infantil tem consolidado uma marca da Educação de Fortaleza. Atualmente, a Rede Municipal conta com 284 unidades educacionais, entre equipamentos construídos, reformados, municipalizados e oriundos de parcerias. Além disso, a Capital também possui 151 escolas municipais com turmas de pré-escola.

Em 2021, mais de 55 mil alunos estão regularmente matriculados na Educação Infantil da Rede Municipal. Na etapa creche, são mais de 23 mil crianças atendidas.

Formação de professores

Aluna e professora durante atividade em sala de aula
O processo de formação dos profissionais acontece ao longo ano


Além da ampliação da oferta de vagas e estrutura adequada, a gestão municipal também se preocupa com a formação dos profissionais que atuam na Educação Infantil. Dentro do processo de formação continuada, que ocorre ao longo do ano, a Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a formação em desenvolvimento socioemocional: o cuidado e o desenvolvimento infantil. Mais de 1.160 profissionais da Educação Infantil, entre professores, coordenadores e formadores, participam da capacitação.

A formação em desenvolvimento socioemocional utiliza a metodologia da psicomotricidade relacional e busca potencializar competências e habilidades socioemocionais dos profissionais. O objetivo é criar condições favoráveis para o desenvolvimento pleno das ações pedagógicas afetivas e criativas voltadas para a primeiríssima infância. A proposta é valorizar e investir na formação relacional dos profissionais que atuam na Educação Infantil.

As formações da Rede Municipal contemplaram a coordenadora Juliana Márcia Alencar Talmag, do CEI Professor Luís Costa, no Luciano Cavalcante, que considera relevante a capacitação sobre competências socioemocionais para a prática pedagógica. Ela compreende que todo conhecimento assimilado é válido para se garantir uma educação de qualidade. “A SME está de parabéns por investir em uma formação tão importante para o desenvolvimento humano e a qualificação das práticas pedagógicas na primeiríssima infância. A continuidade da formação é e será muito importante para manutenção de uma sensibilidade mais aprofundada na atuação dos professores e coordenadores”, acredita.

UAPI
Neste ano, com foco em aprimorar ainda mais a qualidade do serviço ofertado às crianças de Fortaleza, 32 unidades de Educação Infantil da Rede Municipal aderiram ao Programa Unidade Amiga da Primeira Infância (UAPI), realizado em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A UAPI, com foco na área da educação, é uma estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços e diálogo entre profissionais e famílias.

“A parceria com o Unicef é muito importante pela credibilidade internacional, pela qualificação, mas, principalmente, por trazer estratégias inovadoras para o enfrentamento dos desafios, assim como por reconhecer e valorizar o que já estamos fazendo no campo das boas práticas”, apontou a secretária da Educação, Dalila Saldanha, destacando ainda a expectativa de expandir a estratégia para mais unidades.

Educação Infantil de Fortaleza tem reforço de mais 11 unidades inauguradas em 2021

A partir de 2022, os novos Centros de Educação Infantil vão ter atendimento de berçário

Crianças interagindo em sala
Com as unidades inauguradas, a Rede Municipal totaliza a oferta de 1.768 novas vagas no atendimento às crianças 

A atenção, o cuidado e os investimentos da gestão municipal já são marcas reconhecidas quando o assunto é a área da Educação Infantil de Fortaleza. Tanto que, neste primeiro ano de mandato do prefeito José Sarto, já foram entregues 11 novos Centros de Educação Infantil (CEIs). Todas estas unidades contam com atendimento de berçário, que inicia a partir de 2022. O serviço voltado aos bebês é uma proposta prevista no plano de governo da atual gestão.

Com as 11 unidades inauguradas, a Rede Municipal totaliza a oferta de 1.768 novas vagas no atendimento às crianças de 6 meses a 3 anos. Os equipamentos foram entregues nos bairros do Planalto Ayrton Senna, no Bom Jardim (Residencial Miguel Arraes), dois no São Bento, dois no Edson Queiroz (um deles, no Residencial Yolanda Queiroz), José Walter (Residencial Cidade Jardim), Papicu, Itaperi, Vicente Pinzón e Sapiranga. Outros 21 CEIs já estão com a construção em andamento em diversas localidades da cidade.

Mães que têm crianças nos Centros de Educação Infantil da Rede Municipal falam da satisfação de encontrar nas unidades o ensino de qualidade, bem-estar e segurança para os pequenos. A Diana Moraes da Silva, que é mãe da Maria Ligia Moraes Ferreira, do CEI Dalila Delmas Montenegro, no bairro São Bento, conta como o equipamento, inaugurado no mês de agosto deste ano, tem contribuído com o desenvolvimento da filha.

“Posso dizer que o CEI tem me ajudado bastante, além de auxiliar no desenvolvimento da minha filha. Todos os espaços do equipamento contribuem para a vida e crescimento dela. Acredito que é de grande importância a unidade, não só para mim, mas para todas as mães, porque podemos trabalhar tranquilamente sabendo que nossos filhos estão bem assistidos e acompanhados”, observa.

Fabiana Medeiros, mãe do aluno Saulo José, também do CEI Dalila Delmas Montenegro, concorda com Diana e está satisfeita com o atendimento do filho. “O CEI é perto de casa e isso ajuda muito. Eu tenho a possibilidade de trabalhar e resolver problemas quando ele está na escola. Lá ele fica seguro e tem se desenvolvido muito”, pontua.

Berçário instalado nos CEIs
Todas as novas unidades contam com atendimento de berçário, que inicia a partir de 2022

A infraestrutura dos novos Centros de Educação Infantil é composta de berçário, nove salas de aula, banheiros com acessibilidade, cozinha, refeitório, despensa, lavanderia com depósito para material de limpeza, fraldário, lactário, secretaria, coordenação, sala de professores, entre outros espaços. O projeto contempla, ainda, brinquedoteca (sala multiuso), área de lazer com playground e solarium.

Ampliação da Rede Municipal
A Educação Infantil é uma área prioritária da gestão municipal. Tanto que, de acordo com o Censo Escolar de 2020, Fortaleza é destaque na área, com a ampliação do número de vagas em 5% em um ano, de 2019 a 2020. O crescimento das capitais brasileiras no mesmo período foi de apenas 2,3%. Assim, conforme o estudo, que é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Fortaleza é a capital do Nordeste com o maior número de crianças matriculadas na Educação Infantil.

Neste contexto, a expansão da oferta de vagas voltadas à Educação Infantil tem consolidado uma marca da Educação de Fortaleza. Atualmente, a Rede Municipal conta com 284 unidades educacionais, entre equipamentos construídos, reformados, municipalizados e oriundos de parcerias. Além disso, a Capital também possui 151 escolas municipais com turmas de pré-escola.

Em 2021, mais de 55 mil alunos estão regularmente matriculados na Educação Infantil da Rede Municipal. Na etapa creche, são mais de 23 mil crianças atendidas.

Formação de professores

Aluna e professora durante atividade em sala de aula
O processo de formação dos profissionais acontece ao longo ano


Além da ampliação da oferta de vagas e estrutura adequada, a gestão municipal também se preocupa com a formação dos profissionais que atuam na Educação Infantil. Dentro do processo de formação continuada, que ocorre ao longo do ano, a Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a formação em desenvolvimento socioemocional: o cuidado e o desenvolvimento infantil. Mais de 1.160 profissionais da Educação Infantil, entre professores, coordenadores e formadores, participam da capacitação.

A formação em desenvolvimento socioemocional utiliza a metodologia da psicomotricidade relacional e busca potencializar competências e habilidades socioemocionais dos profissionais. O objetivo é criar condições favoráveis para o desenvolvimento pleno das ações pedagógicas afetivas e criativas voltadas para a primeiríssima infância. A proposta é valorizar e investir na formação relacional dos profissionais que atuam na Educação Infantil.

As formações da Rede Municipal contemplaram a coordenadora Juliana Márcia Alencar Talmag, do CEI Professor Luís Costa, no Luciano Cavalcante, que considera relevante a capacitação sobre competências socioemocionais para a prática pedagógica. Ela compreende que todo conhecimento assimilado é válido para se garantir uma educação de qualidade. “A SME está de parabéns por investir em uma formação tão importante para o desenvolvimento humano e a qualificação das práticas pedagógicas na primeiríssima infância. A continuidade da formação é e será muito importante para manutenção de uma sensibilidade mais aprofundada na atuação dos professores e coordenadores”, acredita.

UAPI
Neste ano, com foco em aprimorar ainda mais a qualidade do serviço ofertado às crianças de Fortaleza, 32 unidades de Educação Infantil da Rede Municipal aderiram ao Programa Unidade Amiga da Primeira Infância (UAPI), realizado em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A UAPI, com foco na área da educação, é uma estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços e diálogo entre profissionais e famílias.

“A parceria com o Unicef é muito importante pela credibilidade internacional, pela qualificação, mas, principalmente, por trazer estratégias inovadoras para o enfrentamento dos desafios, assim como por reconhecer e valorizar o que já estamos fazendo no campo das boas práticas”, apontou a secretária da Educação, Dalila Saldanha, destacando ainda a expectativa de expandir a estratégia para mais unidades.