12 de agosto de 2022 em Saúde

Fortaleza atualiza centros de vacinação contra a Covid-19

Haverá fortalecimento nas salas de vacinação dos postos de saúde e Sesi da Parangaba será desmobilizado


Após um ano e três meses de atividades relevantes para combater a Covid-19, o centro de vacinação no Serviço Social da Indústria (Sesi) da Parangaba será desmobilizado, a partir deste sábado (12/08), acolhendo a solicitação da instituição, que voltará a utilizar o espaço para seu calendário de atividades. Em paralelo, haverá o fortalecimento das salas de vacinação dos postos de saúde da Capital.

“Temos uma enorme gratidão por todo apoio que o Sesi concedeu em mais de um ano de atividades em prol do combate à Covid-19. A instituição, compreendendo o papel relevante que possui, sediou um centro de vacinação que auxiliou nos resultados obtidos pela Capital. Agradeço a vocês em nome de toda a equipe que compõe a Secretaria Municipal da Saúde”, afirma Ana Estela Leite, secretária da saúde de Fortaleza.

As equipes que atuavam no Sesi da Parangaba serão remanejadas para os demais centros de vacinação. “Vamos fortalecer as salas de vacinação localizadas nos postos de saúde da Capital, levando a vacina sempre o mais perto possível das comunidades”, enfatiza Erlemus Soares, coordenador de Atenção Primária e Psicossocial.

Vacinação contra a Covid-19

Até a última terça-feira (09/08), 6.627.398 doses contra a Covid-19 foram aplicadas em Fortaleza, onde 2.417.854 residentes do Município receberam a primeira dose, 2.298.531 receberam a segunda dose, 1.456.310 a terceira dose e 453.701 receberam a quarta dose.

A Prefeitura reforça a importância da conclusão do esquema vacinal contra a Covid-19. Conforme o último levantamento realizado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), 175.275 mil pessoas já estão aptas a receber a segunda dose e não compareceram para concluir seu esquema primário, composto por duas doses. Já em relação à terceira dose, 579.271 mil fortalezenses já alcançaram o prazo mínimo e ainda não buscaram os centros de vacinação para receber a D3, e com a D4 foram 789.646 mil.

Fortaleza atualiza centros de vacinação contra a Covid-19

Haverá fortalecimento nas salas de vacinação dos postos de saúde e Sesi da Parangaba será desmobilizado

Após um ano e três meses de atividades relevantes para combater a Covid-19, o centro de vacinação no Serviço Social da Indústria (Sesi) da Parangaba será desmobilizado, a partir deste sábado (12/08), acolhendo a solicitação da instituição, que voltará a utilizar o espaço para seu calendário de atividades. Em paralelo, haverá o fortalecimento das salas de vacinação dos postos de saúde da Capital.

“Temos uma enorme gratidão por todo apoio que o Sesi concedeu em mais de um ano de atividades em prol do combate à Covid-19. A instituição, compreendendo o papel relevante que possui, sediou um centro de vacinação que auxiliou nos resultados obtidos pela Capital. Agradeço a vocês em nome de toda a equipe que compõe a Secretaria Municipal da Saúde”, afirma Ana Estela Leite, secretária da saúde de Fortaleza.

As equipes que atuavam no Sesi da Parangaba serão remanejadas para os demais centros de vacinação. “Vamos fortalecer as salas de vacinação localizadas nos postos de saúde da Capital, levando a vacina sempre o mais perto possível das comunidades”, enfatiza Erlemus Soares, coordenador de Atenção Primária e Psicossocial.

Vacinação contra a Covid-19

Até a última terça-feira (09/08), 6.627.398 doses contra a Covid-19 foram aplicadas em Fortaleza, onde 2.417.854 residentes do Município receberam a primeira dose, 2.298.531 receberam a segunda dose, 1.456.310 a terceira dose e 453.701 receberam a quarta dose.

A Prefeitura reforça a importância da conclusão do esquema vacinal contra a Covid-19. Conforme o último levantamento realizado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), 175.275 mil pessoas já estão aptas a receber a segunda dose e não compareceram para concluir seu esquema primário, composto por duas doses. Já em relação à terceira dose, 579.271 mil fortalezenses já alcançaram o prazo mínimo e ainda não buscaram os centros de vacinação para receber a D3, e com a D4 foram 789.646 mil.