21 de janeiro de 2019 em Saúde

Fortaleza supera a cobertura de imunização pelo 3° ano consecutivo

Em 2018, mais de 95% das crianças foram vacinadas


A Prefeitura de Fortaleza consolidou o ano de 2018 com a cobertura de imunização acima de 95% em crianças de até quatro anos de idade. A superação dos indicadores pactuados pelo Ministério da Saúde coloca a capital cearense como referência nacional de vacinação, de acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI).

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) investe cada vez mais em políticas públicas de prevenção às doenças, capacitação dos profissionais, novas práticas de imunização, além da reestruturação da Atenção Primária. Dentre as ações estratégicas adotadas pela gestão destaca-se o horário estendido dos postos de saúde, que atendem diariamente de 7h às 19h; a abertura de duas salas de imunização aos finais de semana (Paulo Marcelo e Messejana); a informatização do sistema de prontuário, que permite o cadastro nominal dos usuários; a busca ativa de crianças com o esquema vacinal em atraso realizada pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS); a implementação da política da educação permanente direcionada aos profissionais do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF) e às equipes dos Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF).

Para a coordenadora de imunizações da SMS, Vanessa Soldatelli, as ações contam com apoio de áreas intersetoriais da gestão. “Ao adotarmos medidas estratégicas conseguimos reforçar a vacinação de rotina nos postos de saúde. Paralelo a isso, firmamos parceria com as secretarias municipais de Educação e de Esporte e Lazer para promoção de atividades de imunização em escolas e areninhas. Ressaltamos a importância dos pais ou responsáveis ficarem atentos ao calendário de imunização, pois as vacinas protegem com segurança e evitam que as doenças possam evoluir para uma gravidade maior”, explica.

Os 113 postos de saúde de Fortaleza disponibilizam o elenco de vacinas do Ministério da Saúde para crianças de até quatro anos, são elas: BCG, Rota Vírus (VORH), Pólio, Pneumo 10V, Meningo C, Pentavalente, Hepatite A, Hepatite B, Tríplice Viral e Varicela.

Fortaleza supera a cobertura de imunização pelo 3° ano consecutivo

Em 2018, mais de 95% das crianças foram vacinadas

A Prefeitura de Fortaleza consolidou o ano de 2018 com a cobertura de imunização acima de 95% em crianças de até quatro anos de idade. A superação dos indicadores pactuados pelo Ministério da Saúde coloca a capital cearense como referência nacional de vacinação, de acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI).

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) investe cada vez mais em políticas públicas de prevenção às doenças, capacitação dos profissionais, novas práticas de imunização, além da reestruturação da Atenção Primária. Dentre as ações estratégicas adotadas pela gestão destaca-se o horário estendido dos postos de saúde, que atendem diariamente de 7h às 19h; a abertura de duas salas de imunização aos finais de semana (Paulo Marcelo e Messejana); a informatização do sistema de prontuário, que permite o cadastro nominal dos usuários; a busca ativa de crianças com o esquema vacinal em atraso realizada pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS); a implementação da política da educação permanente direcionada aos profissionais do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF) e às equipes dos Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF).

Para a coordenadora de imunizações da SMS, Vanessa Soldatelli, as ações contam com apoio de áreas intersetoriais da gestão. “Ao adotarmos medidas estratégicas conseguimos reforçar a vacinação de rotina nos postos de saúde. Paralelo a isso, firmamos parceria com as secretarias municipais de Educação e de Esporte e Lazer para promoção de atividades de imunização em escolas e areninhas. Ressaltamos a importância dos pais ou responsáveis ficarem atentos ao calendário de imunização, pois as vacinas protegem com segurança e evitam que as doenças possam evoluir para uma gravidade maior”, explica.

Os 113 postos de saúde de Fortaleza disponibilizam o elenco de vacinas do Ministério da Saúde para crianças de até quatro anos, são elas: BCG, Rota Vírus (VORH), Pólio, Pneumo 10V, Meningo C, Pentavalente, Hepatite A, Hepatite B, Tríplice Viral e Varicela.