14 de maio de 2019 em Segurança Cidadã

Guarda Municipal inicia blitz de prevenção a acidentes de trânsito dentro da programação do Maio Amarelo

As ações estão sendo realizadas na área das torres do Programa Municipal de Proteção Urbana de Fortaleza


A Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) iniciou nesta terça-feira (14/05) a blitz de conscientização para prevenção a acidentes de trânsito, como parte da programação do Maio Amarelo, movimento nacional que alerta sobre o grande número de mortes registradas todos os anos no Brasil. A campanha foi lançada pela Prefeitura de Fortaleza no último dia 9 de maio.

"A Guarda irá atuar com uma série de blitze educativas na área das torres do Programa Municipal de Proteção Urbana de Fortaleza. Faremos palestras em empresas e teatros de fantoches em escolas municipais. A ideia é disseminar a cultura do trânsito seguro", explica o inspetor Alaílson Silva, coordenador das ações da GMF no Maio Amarelo.

No Brasil, por ano, cerca de 40 mil pessoas são vitimas de acidentes de trânsito. Um número superior ao da guerra da Síria, onde foram tiradas cerca de 33 mil vidas em 2017. Todas as ações do Maio Amarelo fazem parte do esforço conjunto entre os órgãos municipais, estaduais e sociedade civil para reduzir esses números.

Em 2018, 45,6% das mortes no trânsito em Fortaleza foram de motociclistas, 39,8% de pedestres, sendo uma grande parte envolvida em acidentes com condutores de motos, 10,2% usuários de bicicletas e 4,4% de motoristas e/ou passageiros de carros.

Segundo Alaílson Silva, Fortaleza já tem apresentado resultados relevantes nesse trabalho preventivo. "A nossa cidade, através do incentivo do prefeito Roberto Cláudio, tem reduzido significativamente os acidentes de trânsito, chegando na casa dos 40% de redução. Isso representa 425 vidas salvas ao longo desses anos de ações. É um grande legado", comenta.

Maio Amarelo

A ação conjunta reúne Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Estadual (PRE), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) e agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

Durante a primeira semana do mês, 150 agentes de endemias da Coordenaria de Vigilância em Saúde, em parceria com agentes da AMC, realizaram ações em escolas, terminais de ônibus, cruzamentos e pontos de concentração de pessoas nos bairros.

Para celebrar a mobilidade urbana alternativa, a Prefeitura ofereceu o passe diário gratuito do Bicicletar durante todo o dia 10 de maio, em alusão ao Dia Mundial de Bike ao Trabalho, que busca incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte saudável e sustentável para os deslocamentos ao trabalho.

A Prefeitura de Fortaleza conta com a parceria da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, que apoia a política de segurança viária da Cidade, atuando em quatro eixos de consolidação da informação: engenharia e desenho urbano, educação, fiscalização e comunicação.

Guarda Municipal inicia blitz de prevenção a acidentes de trânsito dentro da programação do Maio Amarelo

As ações estão sendo realizadas na área das torres do Programa Municipal de Proteção Urbana de Fortaleza

A Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) iniciou nesta terça-feira (14/05) a blitz de conscientização para prevenção a acidentes de trânsito, como parte da programação do Maio Amarelo, movimento nacional que alerta sobre o grande número de mortes registradas todos os anos no Brasil. A campanha foi lançada pela Prefeitura de Fortaleza no último dia 9 de maio.

"A Guarda irá atuar com uma série de blitze educativas na área das torres do Programa Municipal de Proteção Urbana de Fortaleza. Faremos palestras em empresas e teatros de fantoches em escolas municipais. A ideia é disseminar a cultura do trânsito seguro", explica o inspetor Alaílson Silva, coordenador das ações da GMF no Maio Amarelo.

No Brasil, por ano, cerca de 40 mil pessoas são vitimas de acidentes de trânsito. Um número superior ao da guerra da Síria, onde foram tiradas cerca de 33 mil vidas em 2017. Todas as ações do Maio Amarelo fazem parte do esforço conjunto entre os órgãos municipais, estaduais e sociedade civil para reduzir esses números.

Em 2018, 45,6% das mortes no trânsito em Fortaleza foram de motociclistas, 39,8% de pedestres, sendo uma grande parte envolvida em acidentes com condutores de motos, 10,2% usuários de bicicletas e 4,4% de motoristas e/ou passageiros de carros.

Segundo Alaílson Silva, Fortaleza já tem apresentado resultados relevantes nesse trabalho preventivo. "A nossa cidade, através do incentivo do prefeito Roberto Cláudio, tem reduzido significativamente os acidentes de trânsito, chegando na casa dos 40% de redução. Isso representa 425 vidas salvas ao longo desses anos de ações. É um grande legado", comenta.

Maio Amarelo

A ação conjunta reúne Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Estadual (PRE), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) e agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

Durante a primeira semana do mês, 150 agentes de endemias da Coordenaria de Vigilância em Saúde, em parceria com agentes da AMC, realizaram ações em escolas, terminais de ônibus, cruzamentos e pontos de concentração de pessoas nos bairros.

Para celebrar a mobilidade urbana alternativa, a Prefeitura ofereceu o passe diário gratuito do Bicicletar durante todo o dia 10 de maio, em alusão ao Dia Mundial de Bike ao Trabalho, que busca incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte saudável e sustentável para os deslocamentos ao trabalho.

A Prefeitura de Fortaleza conta com a parceria da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, que apoia a política de segurança viária da Cidade, atuando em quatro eixos de consolidação da informação: engenharia e desenho urbano, educação, fiscalização e comunicação.