02 de fevereiro de 2021 em Mobilidade

Novo binário começa a funcionar na Cidade dos Funcionários nesta sexta-feira (05/02)

A Rua Chico Lemos começa a operar no sentido norte/sul entre a Av. José Leon e a Rua Marechal Lott, enquanto a Rua Cônego Braveza concentra o fluxo entre as ruas Marechal Lott e José Alves Cavalcante


agente da amc
Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção (Foto: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza conclui, nesta sexta-feira (05/02), a implantação de um novo binário nas ruas Chico Lemos e Cônego Braveza, no bairro Cidade dos Funcionários. O objetivo da medida é disciplinar a circulação na região, além de reduzir acidentes e promover uma melhor fluidez com rotas seguras de deslocamento.  

Com a mudança, a Rua Chico Lemos começa a operar no sentido norte/sul entre a Av. José Leon e a Rua Marechal Lott, enquanto a Rua Cônego Braveza concentra o fluxo no sentido contrário sul/norte entre a Rua Marechal Lott e a Rua José Alves Cavalcante. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção. 

Dois novos semáforos serão instalados nos cruzamentos da Rua Chico Lemos x Av. José Alves Cavalcante e Rua Cônego Braveza x Av. Oliveira Paiva. Ambos os equipamentos irão operar com três estágios, sendo dois veiculares e um exclusivo para pedestres. 

Para a superintendente da AMC, Juliana Coelho, o conjunto de intervenções vai organizar o tráfego no local. "A via com sentido único ajuda a evitar conflitos veiculares e riscos de acidentes, além de representar uma segurança a mais para o pedestre que vai precisar olhar só para um lado ao fazer a travessia", reforça. 

Infraestrutura Cicloviária 

Como forma de garantir mais segurança aos ciclistas, o projeto prevê 3,4 km de infraestrutura cicloviária nas seguintes vias: Rua José Alves Cavalcante (entre a Av. José Leon e a Av. Desembargador Gonzaga), Rua Chico Lemos (entre a Av. José Leon e a R. Marechal Lott) e na Rua Cônego Braveza (entre a Rua Marechal Lott e a Av. José Alves Cavalcante). 

A nova infraestrutura se interligará às ciclofaixas existentes na Rua Marechal Lott, que vai até o Lago Jacarey, Av. Oliveira Paiva, Av. Desembargador Gonzaga e Av. José Leon, formando uma rede cicloviária bem conectada na área.

Segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a capital brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária, com 49% dos habitantes morando a menos de 300 metros de alguma ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota ou passeio compartilhado.

Após essa implantação, Fortaleza passa a contar com 353,3 km de malha cicloviária. A previsão é de que na atual gestão sejam implantadas mais 150 km de ciclofaixas e ciclovias na cidade, totalizando 500 km ao final de quatro anos. 

Novo binário começa a funcionar na Cidade dos Funcionários nesta sexta-feira (05/02)

A Rua Chico Lemos começa a operar no sentido norte/sul entre a Av. José Leon e a Rua Marechal Lott, enquanto a Rua Cônego Braveza concentra o fluxo entre as ruas Marechal Lott e José Alves Cavalcante

agente da amc
Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção (Foto: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza conclui, nesta sexta-feira (05/02), a implantação de um novo binário nas ruas Chico Lemos e Cônego Braveza, no bairro Cidade dos Funcionários. O objetivo da medida é disciplinar a circulação na região, além de reduzir acidentes e promover uma melhor fluidez com rotas seguras de deslocamento.  

Com a mudança, a Rua Chico Lemos começa a operar no sentido norte/sul entre a Av. José Leon e a Rua Marechal Lott, enquanto a Rua Cônego Braveza concentra o fluxo no sentido contrário sul/norte entre a Rua Marechal Lott e a Rua José Alves Cavalcante. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção. 

Dois novos semáforos serão instalados nos cruzamentos da Rua Chico Lemos x Av. José Alves Cavalcante e Rua Cônego Braveza x Av. Oliveira Paiva. Ambos os equipamentos irão operar com três estágios, sendo dois veiculares e um exclusivo para pedestres. 

Para a superintendente da AMC, Juliana Coelho, o conjunto de intervenções vai organizar o tráfego no local. "A via com sentido único ajuda a evitar conflitos veiculares e riscos de acidentes, além de representar uma segurança a mais para o pedestre que vai precisar olhar só para um lado ao fazer a travessia", reforça. 

Infraestrutura Cicloviária 

Como forma de garantir mais segurança aos ciclistas, o projeto prevê 3,4 km de infraestrutura cicloviária nas seguintes vias: Rua José Alves Cavalcante (entre a Av. José Leon e a Av. Desembargador Gonzaga), Rua Chico Lemos (entre a Av. José Leon e a R. Marechal Lott) e na Rua Cônego Braveza (entre a Rua Marechal Lott e a Av. José Alves Cavalcante). 

A nova infraestrutura se interligará às ciclofaixas existentes na Rua Marechal Lott, que vai até o Lago Jacarey, Av. Oliveira Paiva, Av. Desembargador Gonzaga e Av. José Leon, formando uma rede cicloviária bem conectada na área.

Segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a capital brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária, com 49% dos habitantes morando a menos de 300 metros de alguma ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota ou passeio compartilhado.

Após essa implantação, Fortaleza passa a contar com 353,3 km de malha cicloviária. A previsão é de que na atual gestão sejam implantadas mais 150 km de ciclofaixas e ciclovias na cidade, totalizando 500 km ao final de quatro anos.