Como parte da programação do Maio Amarelo, a Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta terça-feira (22/05), a ação educativa "Dê passagem para a vida". A atividade, que terá início às 9 horas, na Rua Oswaldo Studart, em frente à rodoviária, objetiva conscientizar transeuntes a utilizarem a faixa e ainda estimular os condutores a priorizar os pedestres durante a travessia.

No período da tarde, às 14h30, haverá a mobilização “Motociclista Prudente” na Rua Clarindo de Queiroz, no Centro. A abordagem consiste em orientar usuários de motocicletas para um tráfego seguro, fornecendo dicas de segurança como pilotar sempre equipado, usar o capacete devidamente afivelado e respeitar às normas de trânsito.

Desenvolvidas pela Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), as ações têm foco no pedestre e no motociclista por serem as principais vítimas de acidentes fatais. Dentre as 256 mortes registradas no ano passado, metade eram usuários de motocicleta. Os pedestres representaram 37% do total de óbitos.

História do Maio Amarelo

O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e, desde então, vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015. E, a partir de 2017, começou a organizar ações de educação, mobilização, além de implementar infraestrutura de segurança em pontos estratégicos para prevenir acidentes de trânsito, principalmente com mortos e feridos.

Publicado em Mobilidade

Para viabilizar a readequação do pavimento na rotatória da Av. Aguanambi, a alça de acesso à Av. Eduardo Girão em direção à rodoviária será provisoriamente bloqueada. A interdição acontecerá a partir desta quinta-feira (17/05), devendo durar por cerca de 20 dias. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção.

O motorista que costumava dobrar à direita para acessar à Av. Eduardo Girão terá que contornar a rotatória, entrar à direita na Rua Bartolomeu de Gusmão, à direita novamente na Rua François Teles de Menezes e à esquerda na Av. Eduardo Girão. Outra opção é seguir pela Rua Bartolomeu de Gusmão, entrar à direita na Av. Borges de Melo, à direita novamente na Av. Dep. Oswaldo Studart e à esquerda na Av. Eduardo Girão.

Sobre as intervenções

A obra de requalificação da Av. Aguanambi está com 85% de execução e possui entrega prevista para julho deste ano. Quando concluídos os serviços, a avenida será alargada, passando a contar com quatro faixas para fluxo de veículos, sendo uma delas, localizada junto ao canteiro central, exclusiva para o transporte público. Dentre as intervenções previstas no projeto, já foram concluídas as obras de construção de um viaduto sobre a rotatória, uma passarela com elevadores para pedestres e toda a rede de drenagem e ampliação do canal existente na via.

A obra contempla ainda a implantação de novas calçadas, ciclovias, paisagismo, estações junto ao canteiro central e novas praças. As obras fazem parte do corredor expresso Messejana/Centro, cujo projeto prevê o acesso expresso do centro da cidade até o Terminal de Messejana.

Publicado em Mobilidade
A partir desta quinta-feira (17/05), moradores da Aldeota devem ficar atentos à alteração de fluxo na Rua Nunes Valente. A via passa a ter sentido único praia/sertão no trecho compreendido entre as ruas Desembargador Leite Albuquerque e Júlio Ventura, conforme estudo realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).
 
A sinalização será toda revitalizada tanto horizontal como verticalmente e agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção, que objetiva reduzir os riscos de conflitos e evitar acidentes. Posteriormente, toda a via terá o mesmo sentido se tornando mais uma opção de corredor seguro ao interligar os bairros Meireles, Aldeota e Dionísio Torres. 
 
A medida atende à solicitação dos moradores da área e vai melhorar a acessibilidade, proporcionando mais segurança a condutores de veículos e pedestres. Não haverá mudança quanto à proibição de estacionamento neste trecho. Portanto, é possível estacionar em ambos os lados. 
 
Solicitação
 
O munícipe que desejar solicitar implantação de sentido único deve fazer um requerimento formal em uma das centrais de atendimento da AMC ou ainda no Vapt-Vupt de Messejana e do Antônio Bezerra. Ao receber o processo, técnicos e engenheiros analisam a viabilidade da intervenção. 
Publicado em Mobilidade
Como parte da programação do Maio Amarelo, a Prefeitura de Fortaleza realiza, entre os dias 8 e 10 deste mês, ação educativa no Instituto Dr. José Frota (IJF) para conscientizar pacientes, acompanhantes e colabores do hospital acerca do alto índice de mortes e feridos no trânsito. A mobilização será realizada pela Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária.
 
A principal atividade ocorrerá nesta quarta-feira (09/06). No período da manhã, a partir de 9 horas, haverá um momento lúdico com as crianças internadas e seus familiares na unidade infantil. À tarde, às 15 horas, acontecerá uma palestra sobre violência no trânsito e condução segura ministrada por agentes do órgão. A intenção é reduzir a reincidência de motociclistas que voltam a se internar da unidade, depois de sofrerem novos acidentes.
 
O seminário será direcionado a motociclistas, que são considerados os usuários mais lesionados no trânsito da cidade e continuam sendo a maioria dos pacientes atendidos no IJF. Na oportunidade, os palestrantes orientarão sobre comportamento prudente e a importância do uso de equipamentos de segurança.
 
Apesar da redução no número de mortes no ano passado, que caiu de 281 para 256, quando comparado com 2016, os condutores de motocicletas e seus respectivos passageiros ainda são as principais vítimas fatais. Segundo dados de 2017, 50% dos óbitos correspondem a ocupantes de motocicletas.
 
História do Maio Amarelo 

O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e desde então vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul” que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015.
 
 
Publicado em Mobilidade

Viabilizando a implantação do novo modelo de estacionamento rotativo, a Prefeitura de Fortaleza comunica que se encontra aberto Chamamento Público para o credenciamento de empresas interessadas na distribuição do Cartão Azul Digital (CAD). Os interessados deverão apresentar toda a documentação exigida até às 16h30 do dia 28 de março e atender às exigências previstas no edital.

Confira aqui o edital na íntegra

A modernização do sistema contempla tecnologia que vai permitir mais segurança e comodidade aos usuários do serviço. Em vez dos cartões já usuais, os condutores poderão adquirir os créditos por meio de plataforma digital que estará disponível em maio. Segundo o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Arcelino Lima, a opção eletrônica é mais fácil para os cidadãos porque possibilita um acesso seguro, evita fraudes e preços exorbitantes.

As empresas credenciadas desenvolverão aplicativos a serem disponibilizados gratuitamente. Dentre as facilidades, o APP deverá indicar a quantidade de créditos, o tempo restante de estacionamento pago e ainda produzir alarme para avisar que o período está terminando dando a oportunidade que o usuário faça a renovação à distância caso o tempo possa ser estendido.

Quem não possui smartphone ou tenha dificuldade no acesso à internet terá a opção de comprar o Cartão Azul Digital (CAD) nos pontos de venda credenciados devidamente padronizados que estarão conectados à rede. O agente de trânsito, por sua vez, vai dispor de um sistema que informará se o veículo pagou pela hora de estacionamento na sua vaga.

As empresas credenciadas poderão negociar livremente com os usuários as formas de pagamento desde que não exceda o valor de R$ 2,00. Todo o gerenciamento da Zona Azul continua sendo responsabilidade da AMC, que irá monitorar e supervisionar os serviços prestados pelas empresas.

 

Publicado em Mobilidade
Ônibus na Faixa Exclusiva
Além das novas medidas, o Prefeito apresentará também um balanço dos resultados alcançados com programas já implantados na Cidade

O prefeito Roberto Cláudio anuncia, nesta quinta-feira (15/03), às 15h, no Paço Municipal, o novo pacote de ações com o objetivo de melhorar os serviços de transporte público em Fortaleza. Além das novas medidas, que incluem a implantação de dois miniterminais, o gestor apresentará também um balanço dos resultados alcançados com programas já implantados, como as faixas exclusivas e corredores de ônibus, o Bilhete Único; melhorias, como wi-fi e ar condicionado nos coletivos, e o aplicativo Meu Ônibus, dentre outras iniciativas.

Os projetos serão executados em parceria pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e demais órgãos da administração municipal. Com o desenvolvimento de projetos específicos, a gestão do prefeito Roberto Cláudio vem reorganizando o trânsito e promovendo o convívio saudável entre os diversos modais, obtendo resultados melhores do que as expectativas.

Serviço
Anúncio de novas ações para o transporte público em Fortaleza
Data: Quinta-feira (15/03)
Local: Paço Municipal (Rua São José, 01 - Centro)
Horário: 15h

Publicado em Mobilidade

máquina retira asfalto na avenida dom manuel
Os serviços de fresagem terão duração de 30 dias e acontecerão sempre durante a madrugada
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), deu início, na última quinta-feira (08/03), aos serviços de fresagem na Av. Dom Manuel, no Centro. As intervenções são necessárias para o início das obras de recapeamento asfáltico na via, que será totalmente requalificada, passando a contar com 27.000m² de novo asfalto e sinalização.

Os serviços preveem a recuperação de 1,7 km da via, desde a Av. Monsenhor Tabosa até a Av. Domingo Olímpio. Durante os serviços de fresagem, que acontecerão sempre durante a madrugada, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estará no local dando suporte operacional à intervenção. Embora parte da via seja bloqueada, não haverá desvio de tráfego na região.

Além disso, a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) irá realizar o ajuste do canteiro central da Avenida Dom Manuel, num curto trecho de 80 metros, entre a Avenida Domingos Olímpio e a Travessa José Gomes de Moura. Com o esse ajuste, será possível alargar a faixa de tráfego, apenas neste trecho, no sentido praia/sertão da via, aumentando a capacidade do cruzamento e melhorando a operação do semáforo existente, que hoje é bastante crítica.

Orçada em R$ 500 mil, a requalificação asfáltica terá duração de aproximadamente 30 dias. Quando concluídos os serviços, a Av. Dom Manuel será integrada às obras do corredor expresso Messejana/Centro, que acontecem na Av. Aguanambi, oferecendo 3,7km de via totalmente requalificada, desde a Av. Monsenhor Tabosa até a rotatória da Av. Eduardo Girão.

Publicado em Infraestrutura

Intensificando o compromisso em preservar vidas e garantir a segurança viária, a Prefeitura de Fortaleza não registrou nenhum acidente fatal durante o período carnavalesco nas vias municipais. De acordo com balanço realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), 155 ocorrências foram registradas entre sábado e quarta-feira (14/02). Mais da metade dos acidentes não teve vítima.

Para o superintendente do órgão, Arcelino Lima, a ausência de óbito é reflexo de um trabalho intenso de ações educativas, operação e fiscalização. “O nosso esforço em evitar mortes no trânsito é contínuo. Agentes nas ruas disciplinam diariamente o tráfego, coibindo o cometimento de infrações e de práticas arriscadas, que implicam em acidentes com alto índice de severidade”, explica.

Para o Carnaval deste ano, a AMC montou uma forte operação de trânsito com bloqueios viários, além das blitze nas proximidades dos eventos. Nas ações de fiscalização com foco na Lei Seca, foram abordados 545 veículos. O órgão autuou 28 condutores que se recusaram a fazer o teste e removeu 12 veículos por estarem com o licenciamento atrasado.

Redução de mortes
Não é apenas no feriado que o número de mortes tem reduzido. Segundo o Relatório Anual de Segurança Viária, pela primeira vez em 15 anos a taxa de óbitos registrada na Cidade foi abaixo de 300. Em 2016, 281 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito, 27% a menos que em 2011.

Publicado em Mobilidade
Aplicativo
Usuários podem registrar acidentes sem vítimas, consultar dados referentes aos investimentos no trânsito, além de recorrer de uma multa
O aplicativo “AMC Móvel”, gerenciado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania, já cadastrou mais de 6 mil usuários em seu primeiro mês de funcionamento. Foram realizados 6.635 downloads, sendo 5.254 pelo sistema operacional Android e 1.381 pelo iOS. A medida aproxima o órgão da população e facilita os serviços, promovendo uma resolutividade mais rápida. 
 
Por meio da plataforma, os usuários podem registrar acidentes sem vítimas, consultar dados referentes aos investimentos no trânsito, além de recorrer de uma multa ou verificar se o seu veículo foi rebocado em operações cotidianas desenvolvidas pelo órgão. Fortaleza é a primeira Capital a utilizar um aplicativo que atende a todas essas demandas. 
 
Um dos principais serviços disponíveis é o Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado de Fortaleza (BATEU). Após ter o seu veículo envolvido em um acidente sem vítima, o condutor deve baixar o aplicativo. Em seguida, cadastrar seus dados e preencher o passo a passo do procedimento, informando um breve relato da ocorrência e anexando as imagens necessárias retiradas no momento da colisão. Ao preencher as informações exigidas, a via deve ser desobstruída imediatamente.
 
Uma vez instalado o aplicativo, o usuário terá a opção de preencher as informações no modo offline, a fim de que sejam enviadas no momento em que o dispositivo conectar-se à internet. Quem desejar registrar o acidente posteriormente, deve fazer em um prazo de até 30 dias após a colisão pelo site centralamc.com.br. 
 
De acordo com a Portaria 306/201, publicada no Diário Oficial do Município do dia 22 de dezembro, os dados lançados pelo aplicativo serão analisados por técnicos da AMC que avaliarão sua consistência e liberarão sua impressão em sítio eletrônico em até cinco dias úteis, podendo ser usado pela seguradora e usado como prova em ações judiciais.
 
“A grande importância do aplicativo é a transparência e a facilidade no acesso. Estaremos simplificando o processo e dando segurança sobre o registro da ocorrência. Sem dúvida, é um grande avanço para a cidade de Fortaleza, que atualiza o seu protocolo de atendimento a acidentes e vem sendo pioneira ao lançar uma ferramenta que engloba diversos serviços”, explica o superintendente da AMC, Arcelino Lima. 
 
Como a mudança exige a compreensão dos motoristas, haverá um período de adaptação em que os próprios agentes darão suporte e incentivarão a adoção da plataforma, que já está em vigor.  
Publicado em Mobilidade
Leste Oeste
Foram instalados seis novos semáforos, e o trânsito em ruas perpendiculares foi reorganizado em sistemas binários (Foto: Marcos Peixoto)

Com o objetivo de evitar mortes no trânsito e preservar vidas, a Prefeitura de Fortaleza dá continuidade a uma série de intervenções ao longo da Avenida Presidente Castelo Branco, também conhecida como Leste-Oeste, para prevenir acidentes. A via é considerada uma das piores em número de acidentes, especialmente com relação ao atropelamento de pedestres e ciclistas. De acordo com o Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza, nos últimos dez anos 106 pessoas morreram na avenida e mais de 50% desse total eram pedestres. Somente em 2017, foram registradas dez mortes, todas decorrentes de atropelamento e colisões envolvendo ciclistas.

Ao longo do trecho entre as avenidas Pasteur e Radialista José Lima Verde, foram instalados seis novos semáforos. O trânsito em ruas perpendiculares também foi reorganizado em sistemas binários que contemplou ainda o fechamento de retorno e conversões. A nova sinalização horizontal e vertical, sete faixas de retenção para motocicletas, além de um desenho urbano mais amigável aos pedestres e ciclistas, estão em implantação nas esquinas.

Nos próximos dias, a ciclofaixa existente junto ao canteiro central entre a Rua Jacinto Matos e Avenida Pasteur será prolongada até a Avenida Radialista José Lima Verde, terminando no Cuca, onde estará localizada junto ao passeio. Ao todo, serão 5 Km de nova infraestrutura cicloviária na Av. Leste-Oeste, para oferecer mais segurança aos ciclistas. A próxima etapa da intervenção promoverá a ligação da Av. Leste-Oeste ao Centro e Praia de Iracema.

A Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza (UrbFor) também promoverá, nas próximas semanas, o serviço de recuperação do canteiro central que já foi realizado em outros trechos da Avenida Leste-Oeste. A arborização implantada ao longo do canteiro central priorizará as faixas adjacentes aos semáforos e passagens de pedestres, com o propósito de incentivar a travessia nesses locais e evitar acidentes.

Quem trafega pelo local, no trecho entre a Rua Jacinto Matos e Radialista José Lima Verde, também terá que obedecer ao novo limite de velocidade e circular a no máximo 50 km/h, assim que a nova sinalização estiver concluída. Durante os primeiros seis meses, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realizará um trabalho educativo na região. Neste período de adaptação, não haverá multa, exceto nos casos em que os equipamentos de fiscalização eletrônica registrarem velocidade superior a 60 km/h. “A expectativa é que, a partir da medida, possamos monitorar o comportamento dos condutores e pedestres para então avaliarmos a ampliação desta política para outras vias da Cidade”, explica o superintendente do órgão, Arcelino Lima.

A via é a primeira da Capital contemplada com esse padrão de velocidade, em virtude da elevada taxa de acidentes de trânsito. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que vias urbanas não tenham mais do que 50 km/h como estratégia para prevenir os elevados índices de mortalidade no trânsito. O excesso de velocidade, considerado um dos principais fatores de risco, é responsável por uma em cada três mortes por acidentes de trânsito em todo o mundo.  De acordo com a Organização, a chance de um pedestre sobreviver a um atropelamento a 50 Km/h é 10 vezes maior do que a 60 Km/h.

"O prefeito Roberto Cláudio determinou que nós tomássemos medidas firmes para combater a epidemia de mortes no trânsito que acomete nossa cidade. Temos convicção de que com uma velocidade mais compatível com o fluxo de pedestres e ciclistas e a ocupação daquela região, em conjunto com alguns ajustes de engenharia, iremos reduzir o número de mortes e de registros de acidentes", explica o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Saboia.

A região da Avenida Leste-Oeste é uma das mais adensadas de Fortaleza, e cerca de 170 mil pessoas que moram na região serão diretamente beneficiadas com as mudanças. O projeto tem suporte técnico do Programa de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT) da SCSP. A Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS, na sigla em inglês) também apoia a medida com consultoria nas etapas de diagnóstico, planejamento e avaliação da intervenção.

Publicado em Mobilidade
Página 1 de 13