Em virtude do evento “Vós na Praça”, a Praça Portugal estará bloqueada para o tráfego de veículos, neste domingo (21/01), a partir das 15 horas. A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) efetuará os seguintes pontos de bloqueio: Av. Desembargador Moreira com Rua Marcos Macedo, Av. Desembargador Moreira com Rua República do Líbano, Av. Desembargador Moreira com Rua Pereira Valente e Av. Dom Luís com Rua Barbosa de Freitas.

Os motoristas que trafegam pela Av. Desembargador Moreira, sentido sertão/praia, terão que desviar o percurso entrando à direita na Rua Marcos Macedo e à esquerda na Rua Leonardo Mota. Já aqueles que trafegam no sentido praia/sertão da Av. Desembargador Moreira terão que dobrar à direita na Rua República do Líbano e depois à esquerda na Rua Oswaldo Cruz.

A orientação da AMC para quem vem pela Av. Dom Luís e deseja seguir em frente em direção ao Centro é dobrar à direita na Rua Leonardo Mota e à esquerda na Ana Bilhar. Orientadores de tráfego darão suporte operacional à intervenção. 

 

Publicado em Mobilidade

Intensificando as medidas de segurança viária, a Prefeitura de Fortaleza realiza, neste sábado (13/01), uma grande ação de fiscalização para reduzir os índices de acidentes decorrentes da combinação álcool e direção. A iniciativa marca o início do calendário de mobilização nacional do Fórum Permanente das Operações Lei Seca, no qual cidades de todo o País participam, promovendo abordagens com foco nos riscos de dirigir sob o efeito do álcool.

O objetivo da abordagem é somar esforços e demonstrar a sociedade o trabalho de prevenção de acidentes de trânsito. Ao final, os números colhidos por todos os órgãos participantes serão somados e divulgados a fim de conscientizar a população sobre os perigos da prática.

Na Capital, onde os comandos operacionais já costumam acontecer diariamente, os condutores precisam redobrar os cuidados, respeitando as normas de circulação viária para não comprometer a própria vida.

“A tendência é reforçar essas mobilizações para criar a cultura no cidadão de cumprimento às regras. Ao intensificarmos a fiscalização, estaremos aumentando a segurança de todos, visto que o álcool torna os reflexos mais lentos, diminui a vigilância e reduz a acuidade visual, o que contribui para acidentes graves e mortes no trânsito”, explica o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Arcelino Lima.

No último mês de dezembro, 4.394 condutores foram submetidos ao teste da alcoolemia, sendo dois positivos e 71 recusas. Durante a abordagem, agentes de trânsito também verificam as condições de trafegabilidade do veículo e do motorista. A ação, que é uma parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, conta o apoio com a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE).  

No Brasil, a tolerância de álcool é zero. Conduzir veículo automotor sob influência dessa substância é uma infração de natureza gravíssima X 10 e se a concentração for igual ou superior a 0,30 miligramas de álcool por litro de ar alveolar ou o motorista tenha sinais que indiquem alteração de capacidade psicomotora, o mesmo ainda será detido.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja, por exemplo, tem três vezes mais chance de morrer em um acidente do que um condutor sóbrio. Portanto, ao aplicar as leis de trânsito, espera-se promover uma maior conscientização da população e o mais importante: preservar vidas.

Publicado em Mobilidade

O trecho da Avenida Borges de Melo, compreendido entre as ruas Bartolomeu de Gusmão e Tertuliano Sales, será fechado ao meio-dia desta quinta-feira (11/01) para dar continuidade às obras de construção da passagem inferior do túnel. A via terá o pavimento recuperado para voltar a receber o tráfego de veículos. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção, cujo desvio deve durar duas semanas.

Durante a interdição, para acessar a Av. Borges de Melo no sentido Leste-Oeste, o motorista que vier pela Rua Bartolomeu de Gusmão deve passar direto, sobre o túnel, entrar à direita na Rua Francisco Lorda, à direita na Rua Tertuliano Sales, e, em seguida, à esquerda retornado à Av. Borges de Melo. Os ônibus devem seguir o desvio proposto.

A interdição da via faz parte do trecho 1 das obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT Ramal Parangaba-Mucuripe, que corresponde à construção da passagem inferior. Os serviços no trecho estão com 91% de execução. A previsão é que seja finalizado ainda no primeiro trimestre de 2018.

Obras
Atualmente, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ramal Parangaba-Mucuripe, já está em operação assistida, com o transporte de passageiros de forma gratuita, no trecho que liga as estações Parangaba e Borges de Melo. As obras nesse trecho já foram concluídas.

Já o trecho entre as estações Borges de Melo e Iate segue em obras com a implantação da via férrea e a construção de estações, passarelas e viadutos. Nesse espaço, já foi iniciada a operação experimental, sem passageiros, entre as estações Borges de Melo e São João do Tauape. A estimativa é concluir o trecho todo até o fim de 2018.

Saiba mais
O ramal Parangaba-Mucuripe terá 13,4 quilômetros, ligando os bairros Mucuripe e Parangaba. Desta extensão, serão 12 quilômetros em superfície e 1,4 quilômetro de trechos elevados. Ao todo, são dez estações: Parangaba; Montese; Vila União; Borges de Melo; São João do Tauape; Pontes Vieira; Antônio Sales; Papicu; Mucuripe e Iate.

O VLT irá promover a integração com outros modais de transporte. A estação da Parangaba possibilitará a total integração à Linha Sul do Metrô de Fortaleza e ao terminal rodoviário do bairro. Já a estação Papicu se integrará à Linha Leste do Metrô e ao terminal rodoviário. A previsão de demanda potencial do modal é de 90 mil passageiros por dia.

Publicado em Mobilidade
Ciclorrota na Vila Manuel Sátiro
A nova rede de 2,6 km de ciclorrotas será distribuída por três vias nas ruas Dr. João Amora, Albano Amaral e Manoel Sátiro

A Prefeitura de Fortaleza inicia o serviço de sinalização para implantar uma rede de 2,6 km de ciclorrotas no bairro Vila Manuel Sátiro (Regional V). A iniciativa faz parte do projeto do Binário implantado na região em agosto desse ano, envolvendo diretamente as ruas Fernando Faria de Melo e Delta, além de outras vias no entorno. Com ações como esta, a atual gestão municipal bateu um recorde histórico, ampliando em 224% a rede cicloviária na cidade.

Coordenados pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Gestão Cicloviária do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), os trabalhos são executados em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e a Regional V.

Esta nova rede de 2,6 km de ciclorrotas no bairro Vila Manuel Sátiro será distribuída por três vias: Rua Dr. João Amora, entre as ruas Cônego de Castro e Manuel Sátiro (1,3 km); a Rua Albano Amaral, entre as ruas Santa Liduína (Av. Perimetral) e Manuel Sátiro (1,1 km); e a Rua Manoel Sátiro, entre as ruas Albano Amaral e João Amora (0,2 km). Com isso, as ciclorrotas irão conectar a ciclofaixa existente na Rua Fernando Faria de Melo com a futura ciclofaixa da Av. Perimetral, a ser implantada a partir de janeiro, e com a estação de metrô existente no bairro.

As ciclorrotas seguem as diretrizes recomendadas na resolução 550/2015 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e são compostas por pictogramas vermelhos pintados no asfalto, identificando área para ciclistas, e placas de advertências para motoristas. A sinalização especial de ciclorrota chama a atenção dos condutores para reduzirem a velocidade e respeitarem o deslocamento de ciclistas na região. As ciclorrotas são infraestruturas cicloviárias implantadas em ruas locais, onde existe baixo fluxo de veículos motorizados e baixa velocidade desenvolvida por esses veículos, não sendo necessário, portanto, separar uma faixa exclusiva para bicicletas, como é feito no caso das ciclofaixas.

Estas ciclorrotas surgem com o propósito de conscientizar os motoristas de veículos motorizados quanto à necessidade de respeitar os ciclistas, assim como os pedestres também, promovendo assim a sua segurança e o bom convívio entre todos. Além disso, as novidades buscam estimular os ciclistas a utilizarem estas vias.

Na ocasião da entrega do Binário da Vila Manuel Sátiro, ocorrido em agosto deste ano, também foi implantada uma ciclofaixa bidirecional com 1,3 km na Rua Fernando Faria de Melo, entre as ruas São Lázaro e Cônego de Castro. Dessa forma, com a conclusão das novas ciclorrotas, os ciclistas que circulam pela Vila Manuel Sátiro agora terão à disposição mais 3,9km de espaço seguro para ir e vir no bairro.

Fortaleza já contava com cerca de 1,4 km de ciclorrotas, estando distribuídas pelas ruas Nunes Valente (0,1 km), Duarte da Costa (0,6 km), Manuel Sátiro (0,5 km) e Eduardo Araújo (0,2 km). Com as novas infraestruturas na Vila Manuel Sátiro, agora são 4 km de ciclorrotas em Fortaleza, distribuídas pelos bairros Messejana, Parque Santa Rosa, Vila Manuel Sátiro e Aldeota.

Expansão
Em breve, as próximas ciclorrotas a serem implantadas na cidade serão nas avenidas Perimetral e Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste).

Malha Cicloviária em Fortaleza
Com o Programa de Expansão da Malha Cicloviária em amplo desenvolvimento, a Prefeitura de Fortaleza, somente no período da atual gestão, bateu um recorde histórico, ampliando em 224% a rede cicloviária na cidade. Dessa forma, a cidade, que tinha apenas 68,2 km de rede cicloviária ao final de 2012, hoje conta com os atuais 221,4 km de infraestrutura cicloviária, sendo 101,5 km de ciclovias, 115,8 km de ciclofaixas, 4 km de ciclorrotas e 0,1 km de passeio compartilhado. Os trabalhos são coordenados pela SCSP, por meio do PAITT, em parceria com a AMC, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf) e as Regionais.

Mapa da Malha Cicloviária existente: bit.do/mapaPMF

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura de Fortaleza realiza coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (06/12), às 14h, no auditório do Paço Municipal, para anunciar o início das obras de construção do túnel da Avenida Alberto Sá sob a Av. Almirante Henrique Saboia (Via Expressa), no bairro Papicu. As intervenções são necessárias para a implantação do corredor expresso de ônibus Parangaba/Papicu, que irá permitir a interligação de diversos bairros, como: Mucuripe, Papicu, Aerolândia, Castelão e Parangaba.

Para viabilizar o início dos serviços, serão necessários desvios de tráfego na região. Os detalhes sobre o esquema montado para organizar o trânsito durante a execução das obras, serão apresentados pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

Na ocasião, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) divulgará também a lista das linhas de ônibus que circulam naquele trecho e que passarão por mudanças.

Serviço
Coletiva de imprensa anúncio obras túnel Av. Alberto Sá
Data: 06/12 (quarta-feira)
Horário: 14h
Local: Auditório do Paço Municipal (Rua São José, 01 – Centro)

Publicado em Infraestrutura

A Prefeitura de Fortaleza dará inicio, na próxima quinta-feira (07/12), às obras de drenagem na Rua Rufino de Alencar e na Rua Bóris, no Centro. A intervenção terá duração de 60 dias e tem o objetivo de evitar alagamentos naquela região.

Orçada em R$ 640 mil, a obra contará com 15 bocas de lobo e 261m de galeria de drenagem instalada nas duas vias.

Para viabilizar as obras, as ruas ficarão bloqueadas. A interdição contará com o suporte operacional dos agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

A Rua Rufino de Alencar terá bloqueio no trecho compreendido entre a Rua Pedro Ângelo e Av. Dom Manuel. Os veículos que trafegam pela Rua Rufino de Alencar e desejam seguir em direção à Av. Monsenhor Tabosa poderão dobrar à direita na Rua Pedro Ângelo, à esquerda na Rua Pereira Filgueiras, à esquerda na Av. Dom Manuel e à direita na Av. Monsenhor Tabosa.

Para viabilizar esse desvio, as vias terão alteração de sentido. A Rua Pedro Ângelo passará a operar no sentido norte/sul, entre as vias Rufino de Alencar e Pereira Filgueiras. Já a Rua Pereira Filgueiras terá sentido oeste-leste, desde a Rua Pedro Ângelo até a Rua 25 de Março.

A Rua Bóris também será contemplada com a intervenção, devendo ficar interditada entre a Av. Leste-Oeste e a Rua Rufino de Alencar. Portanto, quem circula na Av. Leste-Oeste com destino à Av. Aguanambi deverá entrar à direita na Rua Baturité, à esquerda na Rua Rufino de Alencar, à direita na Rua Pedro Ângelo, à esquerda na Rua Pereira Filgueiras e à direita na Av. Dom Manuel seguir em frente.

Alteração de linhas de ônibus
A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) altera nesta quarta-feira (04/12), a partir da meia-noite, o itinerário das linhas que circulam pela região afetada pelos desvios. Deixam de trafegar pela Rua Rufino de Alencar, as linhas 054 – Praia do Futuro/Caça e Pesca (corujão), 903 - Varjota, 905 – Meireles /Centro, 906 – Caça e Pesca/Serviluz/Centro, 907 – Castelo Encantado/Centro e 909 - Praia do Futuro/Caça e Pesca/Beira Mar seguem pela Rua Castro e Silva, Avenida Conde D’Eu, Rua do Pocinho, Av. Santos Dumont, Av. Dom Manuel, seguindo o itinerário normal. A linha 014 – Aguanambi II segue o desvio previsto, trafegando pela Rua Rufino de Alencar, Rua Pedro Ângelo, Rua Pereira Filgueiras e Av. Dom Manuel. A linha 064 – Corujão/Aeroporto/Centro/Rodoviária segue da avenida Pres. Castelo Branco em direção à Avenida Dom Manuel e segue itinerário vigente.

Publicado em Mobilidade

O prefeito Roberto Cláudio anuncia nesta terça-feira (05/12), às 10h30, em coletiva de imprensa no Paço Municipal, a implantação de Binário no bairro Jardim das Oliveiras (Regional VI). As vias integrantes do Binário receberão medidas de segurança para pedestres, além de intervenções para reduzir congestionamentos e proporcionar maior fluidez do trânsito geral naquela área.

O projeto será executado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e a Regional VI. As intervenções beneficiarão aqueles que transitam pelas imediações dos bairros Jardim das Oliveiras, Parque Manibura, Sapiranga e Cidade dos Funcionários, além daquela área no entorno.

Serviço
Coletiva de imprensa para anúncio do Binário do Jardim das Oliveiras
Data: 05/12 (terça-feira)
Local: Auditório do Paço Municipal (Endereço: Rua São José, 01 - Centro)
Horário: 10h30

Publicado em Mobilidade

Em virtude da proximidade dos festejos natalinos e do período de alta estação, a Prefeitura de Fortaleza reforçará as equipes de operação e fiscalização de trânsito nos principais polos geradores de comércio e turismo até o fim do ano. A ação terá início nesta sexta-feira (17/11) e seguirá durante o restante do mês e em dezembro, com o objetivo de disciplinar o tráfego e coibir as irregularidades que comprometem a fluidez e segurança de condutores e pedestres.

Durante o período da operação, a região do Centro contará com um efetivo de 14  agentes de trânsito e orientadores de tráfego, por dia, distribuídos em motos, viaturas e em postos fixos, de 7h às 18h, no Mercado Central, Praça do Ferreira, Praça José de Alencar e nos principais corredores de ônibus. 

Na Aldeota, os principais shoppings receberão o reforço no entorno com a presença de viaturas e motos do órgão inibindo, principalmente, a prática de estacionamento irregular para facilitar o acesso às lojas. Outras áreas da cidade, como Beira-Mar e Praia do Futuro, também serão fiscalizadas ostensivamente.

Nestas mobilizações, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também reforçará o projeto Esquina Segura, sinalizando os cruzamentos e fazendo a remoção dos veículos que estiverem estacionados em desacordo com a legislação e normas de circulação viária.

Um efetivo composto por 12 agentes e orientadores de tráfego coibirá as infrações na Av. Beira-Mar, a partir de 17h. Já na Praia do Futuro, os trabalhos de fiscalização serão intensificados durante os fins de semana em toda a orla, desde o Mucuripe até o Caça e Pesca. Os trabalhos terão início às 7h e permanecerão até as 17h, após a dispersão dos banhistas.

A meta da AMC é assegurar um ir e vir cada vez mais seguro à população, independentemente de qual seja o seu meio de locomoção. Reduzindo as práticas erradas e irregulares cometidas no trânsito, haverá uma melhoria na fluidez e nos deslocamentos das pessoas, além de diminuição dos riscos de acidentes. 

Publicado em Mobilidade

Para minimizar possíveis transtornos aos motoristas, a Prefeitura de Fortaleza aproveitará o baixo volume de tráfego desde feriado da Proclamação da República, nesta quarta-feira (15/11), para otimizar as obras de mobilidade. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional às intervenções, que acontecem na rotatória da Av. Aguanambi e na Av. Almirante Henrique Saboia (Via Expressa).

Em virtude do remanejamento de uma adutora da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece) para viabilizar as obras de escavação do túnel longitudinal, haverá o bloqueio da Via Expressa no trecho compreendido entre a Rua Gilberto Studart e Av. Padre Antônio Tomás, a partir das 22h desta terça-feira (14/11). 

A interdição se estenderá durante toda a quarta-feira (15/11). A opção de desvio indicada pelo órgão para quem segue na Via Expressa é entrar à esquerda na Rua Gilberto Studart e à direita na Av. Eng. Santana Júnior. 

Já no Bairro de Fátima, a alça da rotatória que dá acesso à BR-116 será bloqueada somente nesta quarta-feira (15/11). A AMC alerta que os condutores utilizem o viaduto recentemente inaugurado bem como a Av. Borges de Melo para seguir em direção à área sul da Capital, como Messejana, Cidade dos Funcionários, Cajazeiras, dentre outros bairros. 

 
Publicado em Mobilidade
esquina de fortaleza
55 esquinas já foram contempladas pelo projeto

Um novo levantamento realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) mostra que o projeto “Esquina Segura” está mesmo alcançando o seu objetivo: salvar vidas. Exemplo disso é que o número de acidentes com vítima reduziu, em média, 50% nos locais contemplados com a intervenção, garantindo mais segurança aos condutores e pedestres que se deslocam diariamente pela cidade.

Segundo dados do órgão de trânsito, numa comparação mais abrangente e robusta, o número de acidentes com vítima caiu pela metade em análise realizada em 55 esquinas contempladas pelo projeto. Em consonância com esse resultado, o quantitativo de acidentes gerais também diminuiu em 44%.  “Enxergamos essa queda com entusiasmo. O nosso esforço em sinalizar os cruzamentos e fiscalizá-los tem contribuído para uma mudança de cultura e respeito às normas de circulação viária”, avalia Arcelino Lima, superintendente da AMC.  

A análise considerou grupos de comparação visando a isolar o efeito da “Esquina Segura”, que teve sua eficiência comprovada estatisticamente. O período de coleta de dados para cada interseção foi de seis a três meses após a implantação do projeto e o mesmo período do ano anterior.

A maior variação percebida foi no cruzamento das ruas Oswaldo Cruz com Desembargador Leite Albuquerque, na Aldeota. Antes da medida, esse cruzamento registrou cinco acidentes com vítima. Este ano não ocorreu nenhum acidente no período considerado na análise. De acordo com Luiz Alberto Sabóia, secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos, esse é mais um esforço da política de segurança viária da Prefeitura de Fortaleza para garantir aos usuários uma visibilidade adequada em áreas de esquina e consequentemente uma travessia segura. 

“Estamos avançando ao implantar uma tolerância zero para quem comete esse tipo de irregularidade, que compromete a visibilidade do motorista e oferece graves riscos. A tendência é que o quantitativo de acidentes continue reduzindo e cruzamentos com alta taxa de acidentalidade viária se tornem mais seguros”, pontua o gestor.

Esquina Segura

“Esquina Segura” é uma das medidas anunciadas pelo prefeito Roberto Cláudio para um trânsito mais seguro. O projeto, que tem apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, consiste em renovar a sinalização horizontal nas áreas de esquina que têm registrado alto índice de acidentes com marcas de canalização e tachões, além de reforço na fiscalização. Desde o início da operação, 137 esquinas já foram sinalizadas e mais de dois mil veículos estacionados irregularmente rebocados. 

Publicado em Mobilidade
Página 1 de 12