23 de novembro de 2021 em Cultura

Obras de Sérvulo Esmeraldo, “Monumento aos Jangadeiros” e “Interceptor Oceânico” passam por restauro

Esculturas serão restauradas pela Prefeitura de Fortaleza


Obra Interceptor Oceânico - Foto Thiago Matine
A obra Interceptor Oceânico foi inaugurada em 1978 (Foto Thiago Matine)

Quem passa pelo calçadão da avenida Beira-Mar já deve conhecer duas obras icônicas na Cidade: o Interceptor Oceânico e o Monumento aos Jangadeiros, ambas esculturas do artista Sérvulo Esmeraldo (1929-2017). A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), iniciou o processo de restauração das duas peças.

O Monumento aos Jangadeiros será retirado do local para ser encaminhado a um galpão metalúrgico especializado neste tipo de intervenção e passará por todo o devido processo de recuperação. Já o Interceptor Oceânico terá reparos realizados no local.

A restauração está incluída na requalificação da Beira-Mar. Os reparos nas peças serão feitos de acordo com a orientação do Instituto Sérvulo Esmeraldo, que concedeu à Secultfor os croquis (documentos originais) das obras para que fosse iniciada a restauração.

“As obras necessitam passar periodicamente por um processo de conservação e restauração, para que, assim, a gente possa manter o relevante legado que Sérvulo deixou para o Ceará. A importância de realizar este trabalho é uma consideração e um respeito a este legado do artista. É importante observar que há um conceito todo refinado nestas peças, como o da espacialidade e da monumentalidade, sendo marcos na paisagem da nossa Beira-Mar,”, enfatiza o conservador, restaurador e técnico da Secultfor, Antônio Vieira.

As obras
A escultura Monumento aos Jangadeiros foi iniciada em 1992 e é uma referência aos jangadeiros que atuavam em Fortaleza e cobravam melhores condições de trabalho. A requalificação do espaço irá restaurar os elementos históricos da obra, que será rodeada por tapumes nos próximos dias.

O Interceptor Oceânico é um ícone da paisagem da Cidade. A obra foi inaugurada em 1978, quando o Governo do Estado lançou o projeto de construção do interceptor, como uma espécie de monumento ao saneamento básico da Capital.

Investimento
A ação da Prefeitura terá um investimento de R$ 188.888,90. Todos os reparos dos elementos históricos do local serão realizados conforme diagnóstico elaborado pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). As obras também contarão com o acompanhamento da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis).

Obras de Sérvulo Esmeraldo, “Monumento aos Jangadeiros” e “Interceptor Oceânico” passam por restauro

Esculturas serão restauradas pela Prefeitura de Fortaleza

Obra Interceptor Oceânico - Foto Thiago Matine
A obra Interceptor Oceânico foi inaugurada em 1978 (Foto Thiago Matine)

Quem passa pelo calçadão da avenida Beira-Mar já deve conhecer duas obras icônicas na Cidade: o Interceptor Oceânico e o Monumento aos Jangadeiros, ambas esculturas do artista Sérvulo Esmeraldo (1929-2017). A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), iniciou o processo de restauração das duas peças.

O Monumento aos Jangadeiros será retirado do local para ser encaminhado a um galpão metalúrgico especializado neste tipo de intervenção e passará por todo o devido processo de recuperação. Já o Interceptor Oceânico terá reparos realizados no local.

A restauração está incluída na requalificação da Beira-Mar. Os reparos nas peças serão feitos de acordo com a orientação do Instituto Sérvulo Esmeraldo, que concedeu à Secultfor os croquis (documentos originais) das obras para que fosse iniciada a restauração.

“As obras necessitam passar periodicamente por um processo de conservação e restauração, para que, assim, a gente possa manter o relevante legado que Sérvulo deixou para o Ceará. A importância de realizar este trabalho é uma consideração e um respeito a este legado do artista. É importante observar que há um conceito todo refinado nestas peças, como o da espacialidade e da monumentalidade, sendo marcos na paisagem da nossa Beira-Mar,”, enfatiza o conservador, restaurador e técnico da Secultfor, Antônio Vieira.

As obras
A escultura Monumento aos Jangadeiros foi iniciada em 1992 e é uma referência aos jangadeiros que atuavam em Fortaleza e cobravam melhores condições de trabalho. A requalificação do espaço irá restaurar os elementos históricos da obra, que será rodeada por tapumes nos próximos dias.

O Interceptor Oceânico é um ícone da paisagem da Cidade. A obra foi inaugurada em 1978, quando o Governo do Estado lançou o projeto de construção do interceptor, como uma espécie de monumento ao saneamento básico da Capital.

Investimento
A ação da Prefeitura terá um investimento de R$ 188.888,90. Todos os reparos dos elementos históricos do local serão realizados conforme diagnóstico elaborado pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). As obras também contarão com o acompanhamento da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis).