14 de novembro de 2016 em Fortaleza

Parada pela Diversidade Sexual reúne milhares de pessoas na Av. Beira Mar

No sábado, a Prefeitura realizou o Ato Show – Festa da Pré Parada da Diversidade Sexual e Feira Empreendedora LGBT


parada diversidade 2016
A 17ª Parada pela Diversidade Sexual seguiu ao som de três trios elétricos e já faz parte do calendário turístico de Fortaleza (Foto: Marcos Moura)

 

Milhares de pessoas lotaram a Avenida Beira Mar neste domingo (13/11), onde aconteceu a 17ª Parada pela Diversidade Sexual do Ceará. O evento foi promovido pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Políticas para Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), e organizado pelo Grupo de Resistência Asa Branca (GRAB).

Com o tema “Basta de close errado, por cidadania plena LGBT! Nenhum passo atrás!”, a parada tem como objetivo dar visibilidade às lutas do movimento LGBT, como igualdade dos direitos civis, criminalização da homofobia e defesa de um Estado laico, além de celebrar as conquistas e lutas pela causa.

O enfermeiro Daniel Martins reconhece a importância do evento. “Sempre venho participar da Parada. É uma oportunidade para a gente se divertir e mostrar a importância de lutar a favor do movimento LGBT”, comentou.

Segundo o coordenador de Diversidade Sexual de Fortaleza, Jorge Pinheiro, “a Parada promove a divulgação da arte e cultura LGBT e representa um momento de falas políticas da sociedade civil e do poder público para visibilidade da luta por direitos iguais”.

A 17ª Parada pela Diversidade Sexual seguiu ao som de três trios elétricos e já faz parte do calendário turístico de Fortaleza

Pré Parada movimentou Dragão do Mar

Para celebrar a Semana da Consciência Homossexual, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Políticas para Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), realizou o Ato Show – Festa da Pré Parada da Diversidade Sexual e Feira Empreendedora LGBT, neste sábado (12/11), na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. A semana faz parte da Lei 8.626/2002.

De acordo com o coordenador de políticas para a diversidade sexual da Prefeitura de Fortaleza, Jorge Pinheiro, o Ato Show da Pré Parada promove a divulgação da arte e cultura LGBT e também representa um momento de expressar posições políticas da sociedade civil e do poder público para dar visibilidade a luta por direitos iguais. “Este é o momento de dar visibilidade e abrir espaços para os artistas LGBT locais com projeções nacionais para que possam mostrar o trabalho para os fortalezenses”, comentou.

Participaram da Pré Parada Verônica Decide Morrer, Três Travestis, Damas Cortejam e The Dilas. Ao todo, o evento reuniu mais de 60 artistas durante oito horas de festa.

A vendedora Michele Bezerra foi uma das frequentadoras do evento. “É a primeira vez que venho para a Pré Parada. Adorei as atrações que se apresentaram e é uma oportunidade para dar visibilidade a causa LGBT”, disse.

Durante o evento, uma unidade móvel do projeto Fique Sabendo Jovem realizou testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis (HIV e sífilis), em parceria com a Secretaria de Saúde do Município (SMS).

 

 

Parada pela Diversidade Sexual reúne milhares de pessoas na Av. Beira Mar

No sábado, a Prefeitura realizou o Ato Show – Festa da Pré Parada da Diversidade Sexual e Feira Empreendedora LGBT

parada diversidade 2016
A 17ª Parada pela Diversidade Sexual seguiu ao som de três trios elétricos e já faz parte do calendário turístico de Fortaleza (Foto: Marcos Moura)

 

Milhares de pessoas lotaram a Avenida Beira Mar neste domingo (13/11), onde aconteceu a 17ª Parada pela Diversidade Sexual do Ceará. O evento foi promovido pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Políticas para Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), e organizado pelo Grupo de Resistência Asa Branca (GRAB).

Com o tema “Basta de close errado, por cidadania plena LGBT! Nenhum passo atrás!”, a parada tem como objetivo dar visibilidade às lutas do movimento LGBT, como igualdade dos direitos civis, criminalização da homofobia e defesa de um Estado laico, além de celebrar as conquistas e lutas pela causa.

O enfermeiro Daniel Martins reconhece a importância do evento. “Sempre venho participar da Parada. É uma oportunidade para a gente se divertir e mostrar a importância de lutar a favor do movimento LGBT”, comentou.

Segundo o coordenador de Diversidade Sexual de Fortaleza, Jorge Pinheiro, “a Parada promove a divulgação da arte e cultura LGBT e representa um momento de falas políticas da sociedade civil e do poder público para visibilidade da luta por direitos iguais”.

A 17ª Parada pela Diversidade Sexual seguiu ao som de três trios elétricos e já faz parte do calendário turístico de Fortaleza

Pré Parada movimentou Dragão do Mar

Para celebrar a Semana da Consciência Homossexual, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Políticas para Diversidade Sexual da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), realizou o Ato Show – Festa da Pré Parada da Diversidade Sexual e Feira Empreendedora LGBT, neste sábado (12/11), na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. A semana faz parte da Lei 8.626/2002.

De acordo com o coordenador de políticas para a diversidade sexual da Prefeitura de Fortaleza, Jorge Pinheiro, o Ato Show da Pré Parada promove a divulgação da arte e cultura LGBT e também representa um momento de expressar posições políticas da sociedade civil e do poder público para dar visibilidade a luta por direitos iguais. “Este é o momento de dar visibilidade e abrir espaços para os artistas LGBT locais com projeções nacionais para que possam mostrar o trabalho para os fortalezenses”, comentou.

Participaram da Pré Parada Verônica Decide Morrer, Três Travestis, Damas Cortejam e The Dilas. Ao todo, o evento reuniu mais de 60 artistas durante oito horas de festa.

A vendedora Michele Bezerra foi uma das frequentadoras do evento. “É a primeira vez que venho para a Pré Parada. Adorei as atrações que se apresentaram e é uma oportunidade para dar visibilidade a causa LGBT”, disse.

Durante o evento, uma unidade móvel do projeto Fique Sabendo Jovem realizou testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis (HIV e sífilis), em parceria com a Secretaria de Saúde do Município (SMS).