10 de março de 2020 em Meio ambiente

Prefeito Roberto Cláudio autoriza início das obras do Parque Rachel de Queiroz

Compreendida entre os trechos 1, 2, 5 e 6, a requalificação beneficiará os bairros Vila Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III)


várias pessoas num palco
A assinatura da ordem de serviço ocorreu nesta terça-feira (10/03)

Na manhã desta terça-feira (10/03), o prefeito Roberto Cláudio assinou a ordem de serviço para o início das obras da primeira etapa do Parque Rachel de Queiroz. Compreendida entre os trechos 1, 2, 5 e 6, a requalificação, que beneficiará os bairros Vila Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III), faz parte do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS), iniciativa que visa à integração dos ambientes natural e construído da cidade de Fortaleza, com intuito de trazer melhorias na qualidade de vida dos cidadãos.

“Hoje, começamos a obra de quatro trechos que fazem parte da primeira etapa da obra. Será um investimento de mais de R$ 18 milhões em limpeza dos riachos, mananciais hídricos, recuperação da mata ciliar, construção de toda área de lazer e toda urbanização no entorno do parque para que a comunidade possa interagir. Mais do que uma área de proteção, queremos que seja um parque urbano, utilizado pela Cidade”, afirmou Roberto Cláudio.

Após a intervenção, os trechos 1 e 2, localizados no bairro Vila Ellery, contarão com quadra poliesportiva, espaço voltado para a leitura, bicicletário, estação do Bicicletar, Academia ao Ar Livre e skatepark (ambiente recreativo voltado para a prática do skate). Já os trechos 5 e 6 serão contemplados com campo e quadra de futebol, quadra de vôlei de areia, equipamentos para a prática de alongamento, bicicletário, playground, espaço voltado para a leitura, vagas para estacionamento e espiribol.

Águeda Muniz, secretária do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), destacou que a iniciativa é aguardada há muitos anos pelos fortalezenses. “O Parque Rachel de Queiroz será o maior da Cidade, o segundo maior do Estado, com quase 300 mil beneficiários. Ele será um parque linear, em sua totalidade. Temos uma expectativa muito grande de dar esse presente para Fortaleza. Uma luta de mais de 40 anos da população", ressaltou Águeda. Ela lembrou ainda que a criação e regulamentação do parque ocorreu somente na gestão Roberto Cláudio.

A requalificação do Parque Rachel de Queiroz, assim como os demais projetos do FCS, será financiada por meio da contratação de operação de crédito externo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD – Banco Mundial), no valor de US$ 73,3 milhões.

Luiza Gonçalves, 62 anos, moradora da região, lembrou que antes o lugar era ermo e que agora as expectativas são grandes. “Antes, o espaço era mal utilizado, estavam colocando lixo. Era uma área de insegurança e tínhamos medo de passar pela frente. Este espaço deveria ser mesmo preservado e feito para que a população usufruísse. É um sonho de muitos anos que agora vai se realizar e recebemos o Prefeito aqui com muita alegria”, disse a advogada.

O Parque Rachel de Queiroz terá 10 km de extensão e uma área total de aproximadamente 203 hectares. Está localizado na área oeste do município. As intervenções no Parque irão beneficiar diretamente 285 mil pessoas, em uma área de abrangência de 14 bairros, sendo eles: Monte Castelo, Alagadiço/São Gerardo, Presidente Kennedy, Pici, Antônio Bezerra, Dom Lustosa, Henrique Jorge, Autran Nunes, Villa Ellery, Parquelândia, Amadeu Furtado, Bela Vista, Padre Andrade e Genibaú.

Prefeito Roberto Cláudio autoriza início das obras do Parque Rachel de Queiroz

Compreendida entre os trechos 1, 2, 5 e 6, a requalificação beneficiará os bairros Vila Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III)

várias pessoas num palco
A assinatura da ordem de serviço ocorreu nesta terça-feira (10/03)

Na manhã desta terça-feira (10/03), o prefeito Roberto Cláudio assinou a ordem de serviço para o início das obras da primeira etapa do Parque Rachel de Queiroz. Compreendida entre os trechos 1, 2, 5 e 6, a requalificação, que beneficiará os bairros Vila Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III), faz parte do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS), iniciativa que visa à integração dos ambientes natural e construído da cidade de Fortaleza, com intuito de trazer melhorias na qualidade de vida dos cidadãos.

“Hoje, começamos a obra de quatro trechos que fazem parte da primeira etapa da obra. Será um investimento de mais de R$ 18 milhões em limpeza dos riachos, mananciais hídricos, recuperação da mata ciliar, construção de toda área de lazer e toda urbanização no entorno do parque para que a comunidade possa interagir. Mais do que uma área de proteção, queremos que seja um parque urbano, utilizado pela Cidade”, afirmou Roberto Cláudio.

Após a intervenção, os trechos 1 e 2, localizados no bairro Vila Ellery, contarão com quadra poliesportiva, espaço voltado para a leitura, bicicletário, estação do Bicicletar, Academia ao Ar Livre e skatepark (ambiente recreativo voltado para a prática do skate). Já os trechos 5 e 6 serão contemplados com campo e quadra de futebol, quadra de vôlei de areia, equipamentos para a prática de alongamento, bicicletário, playground, espaço voltado para a leitura, vagas para estacionamento e espiribol.

Águeda Muniz, secretária do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), destacou que a iniciativa é aguardada há muitos anos pelos fortalezenses. “O Parque Rachel de Queiroz será o maior da Cidade, o segundo maior do Estado, com quase 300 mil beneficiários. Ele será um parque linear, em sua totalidade. Temos uma expectativa muito grande de dar esse presente para Fortaleza. Uma luta de mais de 40 anos da população", ressaltou Águeda. Ela lembrou ainda que a criação e regulamentação do parque ocorreu somente na gestão Roberto Cláudio.

A requalificação do Parque Rachel de Queiroz, assim como os demais projetos do FCS, será financiada por meio da contratação de operação de crédito externo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD – Banco Mundial), no valor de US$ 73,3 milhões.

Luiza Gonçalves, 62 anos, moradora da região, lembrou que antes o lugar era ermo e que agora as expectativas são grandes. “Antes, o espaço era mal utilizado, estavam colocando lixo. Era uma área de insegurança e tínhamos medo de passar pela frente. Este espaço deveria ser mesmo preservado e feito para que a população usufruísse. É um sonho de muitos anos que agora vai se realizar e recebemos o Prefeito aqui com muita alegria”, disse a advogada.

O Parque Rachel de Queiroz terá 10 km de extensão e uma área total de aproximadamente 203 hectares. Está localizado na área oeste do município. As intervenções no Parque irão beneficiar diretamente 285 mil pessoas, em uma área de abrangência de 14 bairros, sendo eles: Monte Castelo, Alagadiço/São Gerardo, Presidente Kennedy, Pici, Antônio Bezerra, Dom Lustosa, Henrique Jorge, Autran Nunes, Villa Ellery, Parquelândia, Amadeu Furtado, Bela Vista, Padre Andrade e Genibaú.