Fortaleza bate recorde da maior buchada do país durante a I Virada Cultural

09 de novembro de 2019 em Cultura

Fortaleza bate recorde da maior buchada do país durante a I Virada Cultural

Prefeito Roberto Cláudio esteve presente no Festival da Buchada e celebrou a conquista


prefeito e outras pessoas aplaudindo em frente a panelão com buchada gigante
"São 135 kg deste tradicional prato da terra, demonstração da nossa raça, povo, folclore e cultura”, declarou o Prefeito

Na noite deste sábado (09/11), o prefeito Roberto Cláudio celebrou com fortalezenses, no Mercado São Sebastião, a mais nova conquista da Cidade: o recorde de maior buchada do Brasil. O feito foi conquistado durante o Festival Buchada, que faz parte da programação da I Virada Cultural de Fortaleza.

“É uma alegria estarmos no Mercado São Sebastião, em uma das atividades da Virada Cultural. São 40 horas de cultura, gastronomia, arte, dança e música. Hoje, celebramos a maior buchada da história do Brasil. São 135 kg deste tradicional prato da terra, demonstração da nossa raça, povo, folclore e cultura”, declarou o Prefeito.

homem e mulher sorrindo segurando prato de buchada
Rubens Oliveira e Beatriz Bernardo aprovaram a buchada

Com a conquista, Fortaleza fica marcada como a Cidade que preparou a maior buchada do País. Para a comprovação do recorde, a o momento contou com o registro oficial da empresa Rank Brasil.

Amante da iguaria regional, a comerciante Beatriz Bernardo aprovou o prato. “Está tudo maravilhoso. Eu e meu esposo viemos comer buchada e estamos amando. É nossa comida, música e cultura. Além de tudo, a buchada está nota dez”, declarou.

secretario gilvan paiva falando de perfil
Secretário da Cultura de Fortaleza, Gilvan Paiva, também comemorou a conquista

Além da festa gastronômica, neste sábado (09/11), a Virada Cultural também promoveu diversas intervenções artísticas. “A cultura hoje se juntou à gastronomia. O Festival da Buchada coloca nossa comida em destaque. Essa é uma grande festa que apresenta o Centro de Fortaleza como um grande espaço de concentração da nossa gente, de todos os bairros, para viver nossa cultura”, disse o secretário municipal da Cultura, Gilvan Paiva.

Música, teatro, cultura popular, gastronomia, literatura, intervenções urbanas, feiras de economia criativa, lazer e outras experiências fazem parte das mais variadas expressões da I Virada Cultural de Fortaleza, que ocupou, neste sábado, oito espaços da Capital.

No Mercado São Sebastião, o público conferiu também as apresentações musicais do grupo Forró é o Novo, Jean Dumont e Waldonys , além de shows de humor com Tom Leite e Luana do Crato. Na Praça dos Leões, a programação fica por conta dos coletivos Fertinha e DJs Brega que Pariu, com a Transvirada Cultural, com o Coletivo As Travestidas, além do Carnaval no Inferno.

moça sorrindo para a foto
Camila Magalhães enfatizou a importância do evento como forma de valorizar a cultura de Fortaleza

O projeto Musicando Fortaleza realizou concertos didáticos no Teatro São José e, no entorno, a Praça do Cristo Redentor recebeu roda de capoeira da Associação Zumbi, côco com a Quebrada do Côco e maracatu com a Festa dos Tambores Ancestrais, que teve Pingo de Fortaleza e Luxo da Aldeia, além do Tambor das Marias da Casa de Mestre Felipe.

A contadora Camila Magalhães (36 anos) disse que essas ações celebram o que é da terra. “Eventos como esse são muito importantes. Tem nossa comida, nossa música, está lotado e é dessa forma que a gente valoriza mais o que é nosso. Tem que ter mais. Está de parabéns”, destacou.

A I Virada Cultura de Fortaleza continua neste domingo (10/11) promovendo a cultura da Cidade, fortalecendo artistas, nossa culinária e as diversas expressões artísticas locais.

Confira a programação deste domingo (10/11)

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR MAIS FOTOS DO EVENTO

Fortaleza bate recorde da maior buchada do país durante a I Virada Cultural

Prefeito Roberto Cláudio esteve presente no Festival da Buchada e celebrou a conquista

prefeito e outras pessoas aplaudindo em frente a panelão com buchada gigante
"São 135 kg deste tradicional prato da terra, demonstração da nossa raça, povo, folclore e cultura”, declarou o Prefeito

Na noite deste sábado (09/11), o prefeito Roberto Cláudio celebrou com fortalezenses, no Mercado São Sebastião, a mais nova conquista da Cidade: o recorde de maior buchada do Brasil. O feito foi conquistado durante o Festival Buchada, que faz parte da programação da I Virada Cultural de Fortaleza.

“É uma alegria estarmos no Mercado São Sebastião, em uma das atividades da Virada Cultural. São 40 horas de cultura, gastronomia, arte, dança e música. Hoje, celebramos a maior buchada da história do Brasil. São 135 kg deste tradicional prato da terra, demonstração da nossa raça, povo, folclore e cultura”, declarou o Prefeito.

homem e mulher sorrindo segurando prato de buchada
Rubens Oliveira e Beatriz Bernardo aprovaram a buchada

Com a conquista, Fortaleza fica marcada como a Cidade que preparou a maior buchada do País. Para a comprovação do recorde, a o momento contou com o registro oficial da empresa Rank Brasil.

Amante da iguaria regional, a comerciante Beatriz Bernardo aprovou o prato. “Está tudo maravilhoso. Eu e meu esposo viemos comer buchada e estamos amando. É nossa comida, música e cultura. Além de tudo, a buchada está nota dez”, declarou.

secretario gilvan paiva falando de perfil
Secretário da Cultura de Fortaleza, Gilvan Paiva, também comemorou a conquista

Além da festa gastronômica, neste sábado (09/11), a Virada Cultural também promoveu diversas intervenções artísticas. “A cultura hoje se juntou à gastronomia. O Festival da Buchada coloca nossa comida em destaque. Essa é uma grande festa que apresenta o Centro de Fortaleza como um grande espaço de concentração da nossa gente, de todos os bairros, para viver nossa cultura”, disse o secretário municipal da Cultura, Gilvan Paiva.

Música, teatro, cultura popular, gastronomia, literatura, intervenções urbanas, feiras de economia criativa, lazer e outras experiências fazem parte das mais variadas expressões da I Virada Cultural de Fortaleza, que ocupou, neste sábado, oito espaços da Capital.

No Mercado São Sebastião, o público conferiu também as apresentações musicais do grupo Forró é o Novo, Jean Dumont e Waldonys , além de shows de humor com Tom Leite e Luana do Crato. Na Praça dos Leões, a programação fica por conta dos coletivos Fertinha e DJs Brega que Pariu, com a Transvirada Cultural, com o Coletivo As Travestidas, além do Carnaval no Inferno.

moça sorrindo para a foto
Camila Magalhães enfatizou a importância do evento como forma de valorizar a cultura de Fortaleza

O projeto Musicando Fortaleza realizou concertos didáticos no Teatro São José e, no entorno, a Praça do Cristo Redentor recebeu roda de capoeira da Associação Zumbi, côco com a Quebrada do Côco e maracatu com a Festa dos Tambores Ancestrais, que teve Pingo de Fortaleza e Luxo da Aldeia, além do Tambor das Marias da Casa de Mestre Felipe.

A contadora Camila Magalhães (36 anos) disse que essas ações celebram o que é da terra. “Eventos como esse são muito importantes. Tem nossa comida, nossa música, está lotado e é dessa forma que a gente valoriza mais o que é nosso. Tem que ter mais. Está de parabéns”, destacou.

A I Virada Cultura de Fortaleza continua neste domingo (10/11) promovendo a cultura da Cidade, fortalecendo artistas, nossa culinária e as diversas expressões artísticas locais.

Confira a programação deste domingo (10/11)

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR MAIS FOTOS DO EVENTO