01 de outubro de 2018 em Habitação

Prefeito Roberto Cláudio entrega apartamentos a 2 mil famílias no Residencial Cidade Jardim II

Até dezembro, devem ser concluídas as obras do empreendimento e mais 12 mil unidades entregues até 2020


Residencial
Para o prefeito Roberto Cláudio, a maior expectativa é a de proporcionar uma nova vida para essas famílias (Foto: Kiko Silva)
O prefeito Roberto Cláudio entregou, na tarde desta segunda-feira (01/10), as chaves de mais de 2 mil apartamentos da segunda etapa do o Módulo I do Residencial Cidade Jardim II, localizado no bairro José Walter (Regional V). O residencial é parte do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), tem como agente financeiro o Banco do Brasil e é fruto de parceria entre Governo Federal, Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza. Na ocasião, esteve presente o ministro das Cidades, Alexandre Baldy; e o superintendente estadual no Ceará do Banco do Brasil (BB), Amauri Aguiar de Vasconcelos, além de outras autoridades locais.

Para a construção das unidades habitacionais, foram investidos R$ 144 milhões, sendo R$ 126 milhões do Governo Federal e R$ 18 milhões de contrapartida do Governo do Estado do Ceará. As unidades habitacionais serão entregues a 400 famílias indicadas pelo Estado e 1.600 pela Prefeitura de Fortaleza. O módulo I do Cidade Jardim II tem um total de 4.976 unidades habitacionais divididas em blocos de quatro andares, sendo que 1.984 já foram entregues em junho deste ano

Segundo Roberto Cláudio, a maior expectativa é a de proporcionar uma nova vida para essas famílias. “É socialmente impactante poder garantir a pessoas que nunca tiveram uma casa própria na vida, moravam em áreas de risco ou compartilhavam um teto alugado, o direito ao lar, com estrutura no entorno de equipamentos públicos educacionais, de saúde e de lazer”, disse o Prefeito.

O titular da Secretaria das Cidades, Paulo Henrique Lustosa, afirma que o Ceará já soma mais de 40 mil unidades entregues na atual gestão devido a parceria entre o Governo e as prefeituras municipais em todo o Estado. “O que estamos assistindo é resultado da capacidade de mobilização da população, e cabe a esta a responsabilidade de preservar e fazer valer este patrimônio. Temos que criar aqui um ambiente saudável, onde as famílias se respeitem, que as crianças e jovens possam crescer com liberdade”, discursou o secretário.

A recepcionista e nova residente do Cidade Jardim II, Marina Souza, conta que perdeu o barraco em que morava em uma área de risco. Junto a ela, mais de 40 famílias ficaram desabrigadas. Ela se mudou com os dois filhos para a casa do irmão, com quem dividia o aluguel. Para ela, é um alívio se ver livre dessa despesa. “É uma nova vida que vai começar, e a expectativa é de que hoje a gente consiga ter o nosso lar e viver em paz com as nossas famílias”, completa.

Mais unidades habitacionais
A viabilização de obras de habitação popular é resultado da aliança entre diferentes instâncias, conforme o titular do Ministério das Cidades, Alexandre Baldy. Segundo ele, já foram contratadas mais 4.500 novas moradias para o estado do Ceará, das quais 1.600 serão construídas em Fortaleza. “Neste momento, mesmo de recuperação econômica, estamos conseguindo entregar as obras, retomar obras paralisadas e equipamentos sociais”, ressalta. “No momento em que o Ministério está aqui com a gente entregando casa popular, está também abrindo a perspectiva desta política não parar”, completou o prefeito Roberto Cláudio.

Até 2020, mais 12 mil unidades devem ser entregues no Alto da Paz, Vila do Mar, São Cristóvão e outras áreas de interesse social, de acordo com a titular da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Olinda Marques. Até dezembro, devem ser concluídas as obras do residencial Cidade Jardim II. “Outras famílias já foram encaminhadas para o Banco do Brasil para uma análise profunda do perfil. As famílias aptas seguem para a Habitafor e para a Secretaria das Cidades”, explica.

O empreendimento recebe recurso de 358.272.000,00, sendo R$ 313.488.000,00 do Governo Federal, e R$ 44.784.000,00 do Governo do Estado do Ceará. Com área de 44,09 m² as unidades possuem dois quartos, banheiro, sala de estar e jantar conjugadas, cozinha e área de serviço. O residencial tem ainda como áreas comuns centros comunitários, praças, playgrounds, academias, quadras de vôlei, quadras de futsal, campos, parques e depósitos de lixo.

Prefeito Roberto Cláudio entrega apartamentos a 2 mil famílias no Residencial Cidade Jardim II

Até dezembro, devem ser concluídas as obras do empreendimento e mais 12 mil unidades entregues até 2020

Residencial
Para o prefeito Roberto Cláudio, a maior expectativa é a de proporcionar uma nova vida para essas famílias (Foto: Kiko Silva)
O prefeito Roberto Cláudio entregou, na tarde desta segunda-feira (01/10), as chaves de mais de 2 mil apartamentos da segunda etapa do o Módulo I do Residencial Cidade Jardim II, localizado no bairro José Walter (Regional V). O residencial é parte do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), tem como agente financeiro o Banco do Brasil e é fruto de parceria entre Governo Federal, Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza. Na ocasião, esteve presente o ministro das Cidades, Alexandre Baldy; e o superintendente estadual no Ceará do Banco do Brasil (BB), Amauri Aguiar de Vasconcelos, além de outras autoridades locais.

Para a construção das unidades habitacionais, foram investidos R$ 144 milhões, sendo R$ 126 milhões do Governo Federal e R$ 18 milhões de contrapartida do Governo do Estado do Ceará. As unidades habitacionais serão entregues a 400 famílias indicadas pelo Estado e 1.600 pela Prefeitura de Fortaleza. O módulo I do Cidade Jardim II tem um total de 4.976 unidades habitacionais divididas em blocos de quatro andares, sendo que 1.984 já foram entregues em junho deste ano

Segundo Roberto Cláudio, a maior expectativa é a de proporcionar uma nova vida para essas famílias. “É socialmente impactante poder garantir a pessoas que nunca tiveram uma casa própria na vida, moravam em áreas de risco ou compartilhavam um teto alugado, o direito ao lar, com estrutura no entorno de equipamentos públicos educacionais, de saúde e de lazer”, disse o Prefeito.

O titular da Secretaria das Cidades, Paulo Henrique Lustosa, afirma que o Ceará já soma mais de 40 mil unidades entregues na atual gestão devido a parceria entre o Governo e as prefeituras municipais em todo o Estado. “O que estamos assistindo é resultado da capacidade de mobilização da população, e cabe a esta a responsabilidade de preservar e fazer valer este patrimônio. Temos que criar aqui um ambiente saudável, onde as famílias se respeitem, que as crianças e jovens possam crescer com liberdade”, discursou o secretário.

A recepcionista e nova residente do Cidade Jardim II, Marina Souza, conta que perdeu o barraco em que morava em uma área de risco. Junto a ela, mais de 40 famílias ficaram desabrigadas. Ela se mudou com os dois filhos para a casa do irmão, com quem dividia o aluguel. Para ela, é um alívio se ver livre dessa despesa. “É uma nova vida que vai começar, e a expectativa é de que hoje a gente consiga ter o nosso lar e viver em paz com as nossas famílias”, completa.

Mais unidades habitacionais
A viabilização de obras de habitação popular é resultado da aliança entre diferentes instâncias, conforme o titular do Ministério das Cidades, Alexandre Baldy. Segundo ele, já foram contratadas mais 4.500 novas moradias para o estado do Ceará, das quais 1.600 serão construídas em Fortaleza. “Neste momento, mesmo de recuperação econômica, estamos conseguindo entregar as obras, retomar obras paralisadas e equipamentos sociais”, ressalta. “No momento em que o Ministério está aqui com a gente entregando casa popular, está também abrindo a perspectiva desta política não parar”, completou o prefeito Roberto Cláudio.

Até 2020, mais 12 mil unidades devem ser entregues no Alto da Paz, Vila do Mar, São Cristóvão e outras áreas de interesse social, de acordo com a titular da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Olinda Marques. Até dezembro, devem ser concluídas as obras do residencial Cidade Jardim II. “Outras famílias já foram encaminhadas para o Banco do Brasil para uma análise profunda do perfil. As famílias aptas seguem para a Habitafor e para a Secretaria das Cidades”, explica.

O empreendimento recebe recurso de 358.272.000,00, sendo R$ 313.488.000,00 do Governo Federal, e R$ 44.784.000,00 do Governo do Estado do Ceará. Com área de 44,09 m² as unidades possuem dois quartos, banheiro, sala de estar e jantar conjugadas, cozinha e área de serviço. O residencial tem ainda como áreas comuns centros comunitários, praças, playgrounds, academias, quadras de vôlei, quadras de futsal, campos, parques e depósitos de lixo.