31 de outubro de 2019 em Meio ambiente

Prefeito Roberto Cláudio entrega novo Ecoponto no Vila do Mar

Equipamento é o 12º equipamento similar implantado na área da Regional I


várias pessoas num palco
Durante o evento, Roberto Cláudio anunciou que a Prefeitura assinou uma lei que garantirá ao Ecoponto patamar de política de Estado

A política voltada à gestão responsável de resíduos sólidos na Capital vem sendo intensificada pela Prefeitura de Fortaleza. O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, na noite desta quarta-feira (30/10), mais um Ecoponto no Vila do Mar, ampliando o sistema de reciclagem na região. O novo equipamento oferece o benefício do Recicla Fortaleza, que gera descontos na conta de energia à população do bairro e adjacências pela troca de materiais recicláveis.

A exemplo dos demais, o espaço oferece estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. “Dentre os objetivos do Ecoponto, estão retirar o lixo das ruas, eliminar pontos de descarte irregular de resíduos, gerar emprego, renda, além de estimular novo comportamento e nova consciência ambiental. A Prefeitura investe em estrutura e em recursos humanos, mas o futuro e o destino do Ecoponto, como a eficácia da limpeza do entorno, quem define é a adesão da comunidade”, introduziu o Prefeito.

Oriundo da parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o local funciona de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h, e está equipado com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Durante o evento, Roberto Cláudio anunciou diversas novidades. “A Prefeitura assinou uma lei que garantirá ao Ecoponto patamar de política de Estado. Estamos, também, aumentando o preço do lixo trazido para cá pelo carroceiro. O preço do entulho está sendo duplicado. O lixo volumoso também foi valorizado. Além disso, estamos licitando mil novas carroças, padronizadas, para os carroceiros cadastrados. Com isso, objetivamos oferecer mais estrutura ao trabalho desses profissionais”, informou.

Na ocasião, foram reforçados os benefícios do Programa E-Carroceiro. A iniciativa cadastra profissionais para direcionar entulho aos Ecopontos participantes. Os carroceiros do entorno realizam um cadastro junto às Regionais, recebem um breve treinamento e, a partir disso, passam a levar o entulho coletado ao Ecoponto. Em troca, para estimular a economia local, a Prefeitura cadastrou, pelo menos, 6 pequenos comércios no entorno do Ecoponto do Vila do Mar. Nesses locais, a população poderá trocar os créditos obtidos no Ecoponto por produtos e serviços diversos.

“O E-carroceiro é um case inédito no Brasil, que contempla, inclusive, um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. A partir dessa política, uma pessoa que estava à margem da sociedade, hoje, pode chegar a uma receita superior a mil reais mensais”, esclareceu o Coordenador Especial de Limpeza Urbana de Fortaleza, Albert Gradvohl.

homem posando para a foto
José Eranildo Lopes, popularmente conhecido como Hulk

Além da geração de renda, a ação elimina pontos de lixo. José Eranildo Lopes, popularmente conhecido como Hulk, trabalha como carroceiro há duas décadas e destacou a transformação realizada em sua trajetória por meio da iniciativa. “Avalio positivamente esse projeto. Melhorou muito a minha fonte de renda. Agora, minhas condições financeiras estão melhores. Recolho cerca de 20 toneladas de entulho por mês. Mês passado, arrecadei R$2.500. Isso tem feito toda a diferença em minha vida”, afirmou.

Expansão da política

O novo Ecoponto é 65º da Cidade e o 12º equipamento similar implantado na área da Regional I. Dentre os bairros contemplados, destacam-se Barra do Ceará, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Cristo Redentor, Bairro Ellery e Álvaro Weyne.

Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é de que Fortaleza conte com, pelo menos, um Ecoponto em cada bairro.

Ainda segundo Albert Gradvohl, o percentual do lixo reciclado em Fortaleza é equivalente a 9,19%. Há, no entanto, uma meta ambiciosa estipulada pela Prefeitura. “Nosso objetivo é encerrar a gestão, ao final de 2020, atingindo 12%. Hoje, 26 famílias fortalezenses contam com o benefício do Recicla Fortaleza. A estimativa é de que este número se torne ainda mais expressivo”, finalizou.

Prefeito Roberto Cláudio entrega novo Ecoponto no Vila do Mar

Equipamento é o 12º equipamento similar implantado na área da Regional I

várias pessoas num palco
Durante o evento, Roberto Cláudio anunciou que a Prefeitura assinou uma lei que garantirá ao Ecoponto patamar de política de Estado

A política voltada à gestão responsável de resíduos sólidos na Capital vem sendo intensificada pela Prefeitura de Fortaleza. O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, na noite desta quarta-feira (30/10), mais um Ecoponto no Vila do Mar, ampliando o sistema de reciclagem na região. O novo equipamento oferece o benefício do Recicla Fortaleza, que gera descontos na conta de energia à população do bairro e adjacências pela troca de materiais recicláveis.

A exemplo dos demais, o espaço oferece estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. “Dentre os objetivos do Ecoponto, estão retirar o lixo das ruas, eliminar pontos de descarte irregular de resíduos, gerar emprego, renda, além de estimular novo comportamento e nova consciência ambiental. A Prefeitura investe em estrutura e em recursos humanos, mas o futuro e o destino do Ecoponto, como a eficácia da limpeza do entorno, quem define é a adesão da comunidade”, introduziu o Prefeito.

Oriundo da parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o local funciona de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h, e está equipado com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Durante o evento, Roberto Cláudio anunciou diversas novidades. “A Prefeitura assinou uma lei que garantirá ao Ecoponto patamar de política de Estado. Estamos, também, aumentando o preço do lixo trazido para cá pelo carroceiro. O preço do entulho está sendo duplicado. O lixo volumoso também foi valorizado. Além disso, estamos licitando mil novas carroças, padronizadas, para os carroceiros cadastrados. Com isso, objetivamos oferecer mais estrutura ao trabalho desses profissionais”, informou.

Na ocasião, foram reforçados os benefícios do Programa E-Carroceiro. A iniciativa cadastra profissionais para direcionar entulho aos Ecopontos participantes. Os carroceiros do entorno realizam um cadastro junto às Regionais, recebem um breve treinamento e, a partir disso, passam a levar o entulho coletado ao Ecoponto. Em troca, para estimular a economia local, a Prefeitura cadastrou, pelo menos, 6 pequenos comércios no entorno do Ecoponto do Vila do Mar. Nesses locais, a população poderá trocar os créditos obtidos no Ecoponto por produtos e serviços diversos.

“O E-carroceiro é um case inédito no Brasil, que contempla, inclusive, um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. A partir dessa política, uma pessoa que estava à margem da sociedade, hoje, pode chegar a uma receita superior a mil reais mensais”, esclareceu o Coordenador Especial de Limpeza Urbana de Fortaleza, Albert Gradvohl.

homem posando para a foto
José Eranildo Lopes, popularmente conhecido como Hulk

Além da geração de renda, a ação elimina pontos de lixo. José Eranildo Lopes, popularmente conhecido como Hulk, trabalha como carroceiro há duas décadas e destacou a transformação realizada em sua trajetória por meio da iniciativa. “Avalio positivamente esse projeto. Melhorou muito a minha fonte de renda. Agora, minhas condições financeiras estão melhores. Recolho cerca de 20 toneladas de entulho por mês. Mês passado, arrecadei R$2.500. Isso tem feito toda a diferença em minha vida”, afirmou.

Expansão da política

O novo Ecoponto é 65º da Cidade e o 12º equipamento similar implantado na área da Regional I. Dentre os bairros contemplados, destacam-se Barra do Ceará, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Cristo Redentor, Bairro Ellery e Álvaro Weyne.

Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é de que Fortaleza conte com, pelo menos, um Ecoponto em cada bairro.

Ainda segundo Albert Gradvohl, o percentual do lixo reciclado em Fortaleza é equivalente a 9,19%. Há, no entanto, uma meta ambiciosa estipulada pela Prefeitura. “Nosso objetivo é encerrar a gestão, ao final de 2020, atingindo 12%. Hoje, 26 famílias fortalezenses contam com o benefício do Recicla Fortaleza. A estimativa é de que este número se torne ainda mais expressivo”, finalizou.