19 de novembro de 2019 em Cultura

Prefeito Roberto Cláudio lança projeto Cinema nos Terminais

A iniciativa chegará aos sete terminais de Fortaleza de forma gradual. Até o fim do primeiro semestre de 2020, todos os equipamentos deverão ser contemplados


várias pessoas sentadas na poltronas do cinema montado em um container
Roberto Cláudio assistiu a "O Shaolin do Sertão", durante o lançamento do projeto Cinema nos Terminais

O acesso às manifestações artísticas e culturais na Capital vem sendo expandido pela Prefeitura de Fortaleza. Nesta segunda-feira (18/11), o prefeito Roberto Cláudio lançou o projeto Cinema nos Terminais. A ação, oriunda da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), consiste na implantação de salas de cinema com exibições de curtas e longas-metragens, nacionais e internacionais, nos sete terminais de ônibus da Cidade.

A iniciativa chegará aos terminais Antônio Bezerra, Conjunto Ceará, Lagoa, Messejana, Papicu, Parangaba e Siqueira de forma gradual. Até o fim do primeiro semestre de 2020, todos os equipamentos deverão ser contemplados.

A estrutura será composta por containers adaptados em sala de cinema, com sistema de climatização, rampas, corrimão, tratamento acústico e mobiliário adequado, além de instalações de áudio e de vídeo. Cada equipamento comportará de 28 a 45 espectadores sentados, a depender da extensão da estrutura montada em cada terminal.

Roberto Cláudio destacou a pluralidade de benefícios. “Esta é uma oportunidade de democratizar e de garantir o acesso gratuito ao cinema de qualidade, que é uma das mais belas artes, uma das mais queridas formas de lazer e de entretenimento, além de ser uma das fontes de produção econômica da cultura cearense. Pelos terminais de ônibus, transita diariamente um fluxo significativo de pessoas. O desafio desta política é chegar a quem mais precisa, beneficiando populações mais vulneráveis, contemplando estudantes, trabalhadores e desempregados. Principalmente, aqueles que não poderiam ir ao cinema em virtude das dificuldades econômicas que vivem. Investir em cultura é investir na identidade da Cidade”, declarou o Prefeito, que assistiu a "O Shaolin do Sertão", durante o lançamento, na Praça do Ferreira.

O Prefeito afirmou que as produções dos projetos desenvolvidos nos equipamentos da Prefeitura, como Vila das Artes e Rede Cuca, terão espaço no Projeto Cinema nos Terminais:

interior do container adaptado para sala de cinema, mostrando as poltronas e a tela
A estrutura será composta por containers adaptados em sala de cinema

O cinema funcionará todos os dias da semana, das 13h às 21h, com acesso gratuito por meio do Bilhete Único Fortaleza. O investimento estimado da Prefeitura de Fortaleza é de R$ 4,2 milhões. As inaugurações graduais serão iniciadas em abril e finalizadas em junho do próximo ano. 

De acordo com Gilvan Paiva, titular da Secultfor, a iniciativa, indicada pelo vereador Evaldo Lima, tem como finalidade, além de levar entretenimento de qualidade aos usuários dos terminais de ônibus como alternativa de lazer e cultura nos momentos de espera, descongestionar as linhas de ônibus nos horários de pico, possibilitando às pessoas a oportunidade de aproveitar o cinema e pegar ônibus em horário mais livre, e proporcionar uma programação de filmes variada, definida por curadoria especializada.

Gilvan Paiva também falou sobre o cronograma de implantação de projeto:

homem e mulher posam para a foto
"Muitas pessoas não têm acesso ao cinema. Agora isso será possível", ressaltou a funcionária pública Catarina Viana

A funcionária pública Catarina Viana, acompanhada do marido, conferiu a cerimônia de lançamento e avaliou positivamente a democratização da arte e da cultura. “Com esta iniciativa, a população como um todo será beneficiada e poderá ter acesso a produções brasileiras e estrangeiras. Isto é muito positivo. Muitas pessoas não têm acesso ao cinema. Agora isso será possível”, considerou.

Programação

A programação das sessões será definida por curadoria após realização de pesquisas nos terminais. Com a definição do público-alvo, serão selecionados os filmes a serem exibidos. Também serão realizadas parcerias com a Vila das Artes, para a exibição de vídeos realizados por alunos da Escola Pública de Audiovisual, e com outras instituições (Universidade Federal do Ceará, Porto Iracema, Cine Ceará, dentre outros).

Apresentação do projeto

A Praça do Ferreira, pela simbologia histórica, localização central e fluxo diário de pessoas, foi o local escolhido para o novo projeto ser apresentado à população.

Foi instalada uma estrutura simulando o container que ficará nos terminais. Durante o evento de lançamento, o público presente pôde assistir ao filme “O Shaolin do Sertão”.

Até quarta-feira (20/11), a estrutura permanecerá no local, com a exibição dos seguintes títulos: “O Shaolin do Sertão” (Halder Gomes, 2016), “Shazam” (David F. Sandberg, 2019), “Minha mãe é uma Peça 2” (César Rodrigues, 2016), “Homem-Aranha de volta ao Lar” (Jon Watts, 2017) e “O Rei Leão” (Jon Favreau, 2019). A entrada é gratuita.

Serviço:
Programação Cinema nos Terminais
Data: 19/11 (terça-feira)
13h: O Shaolin do Sertão. Classificação: 12 anos
14h50: Homem-Aranha: De volta ao Lar. Classificação: 12 anos
17h13: Minha Mãe é uma Peça 2. Classificação: 12 anos
Data: 20/11 (quarta-feira)
13h: Shazam. Classificação – 12anos
15h22: O Rei Leão. Classificação – 10 anos
Local: Praça do Ferreira

Prefeito Roberto Cláudio lança projeto Cinema nos Terminais

A iniciativa chegará aos sete terminais de Fortaleza de forma gradual. Até o fim do primeiro semestre de 2020, todos os equipamentos deverão ser contemplados

várias pessoas sentadas na poltronas do cinema montado em um container
Roberto Cláudio assistiu a "O Shaolin do Sertão", durante o lançamento do projeto Cinema nos Terminais

O acesso às manifestações artísticas e culturais na Capital vem sendo expandido pela Prefeitura de Fortaleza. Nesta segunda-feira (18/11), o prefeito Roberto Cláudio lançou o projeto Cinema nos Terminais. A ação, oriunda da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), consiste na implantação de salas de cinema com exibições de curtas e longas-metragens, nacionais e internacionais, nos sete terminais de ônibus da Cidade.

A iniciativa chegará aos terminais Antônio Bezerra, Conjunto Ceará, Lagoa, Messejana, Papicu, Parangaba e Siqueira de forma gradual. Até o fim do primeiro semestre de 2020, todos os equipamentos deverão ser contemplados.

A estrutura será composta por containers adaptados em sala de cinema, com sistema de climatização, rampas, corrimão, tratamento acústico e mobiliário adequado, além de instalações de áudio e de vídeo. Cada equipamento comportará de 28 a 45 espectadores sentados, a depender da extensão da estrutura montada em cada terminal.

Roberto Cláudio destacou a pluralidade de benefícios. “Esta é uma oportunidade de democratizar e de garantir o acesso gratuito ao cinema de qualidade, que é uma das mais belas artes, uma das mais queridas formas de lazer e de entretenimento, além de ser uma das fontes de produção econômica da cultura cearense. Pelos terminais de ônibus, transita diariamente um fluxo significativo de pessoas. O desafio desta política é chegar a quem mais precisa, beneficiando populações mais vulneráveis, contemplando estudantes, trabalhadores e desempregados. Principalmente, aqueles que não poderiam ir ao cinema em virtude das dificuldades econômicas que vivem. Investir em cultura é investir na identidade da Cidade”, declarou o Prefeito, que assistiu a "O Shaolin do Sertão", durante o lançamento, na Praça do Ferreira.

O Prefeito afirmou que as produções dos projetos desenvolvidos nos equipamentos da Prefeitura, como Vila das Artes e Rede Cuca, terão espaço no Projeto Cinema nos Terminais:

interior do container adaptado para sala de cinema, mostrando as poltronas e a tela
A estrutura será composta por containers adaptados em sala de cinema

O cinema funcionará todos os dias da semana, das 13h às 21h, com acesso gratuito por meio do Bilhete Único Fortaleza. O investimento estimado da Prefeitura de Fortaleza é de R$ 4,2 milhões. As inaugurações graduais serão iniciadas em abril e finalizadas em junho do próximo ano. 

De acordo com Gilvan Paiva, titular da Secultfor, a iniciativa, indicada pelo vereador Evaldo Lima, tem como finalidade, além de levar entretenimento de qualidade aos usuários dos terminais de ônibus como alternativa de lazer e cultura nos momentos de espera, descongestionar as linhas de ônibus nos horários de pico, possibilitando às pessoas a oportunidade de aproveitar o cinema e pegar ônibus em horário mais livre, e proporcionar uma programação de filmes variada, definida por curadoria especializada.

Gilvan Paiva também falou sobre o cronograma de implantação de projeto:

homem e mulher posam para a foto
"Muitas pessoas não têm acesso ao cinema. Agora isso será possível", ressaltou a funcionária pública Catarina Viana

A funcionária pública Catarina Viana, acompanhada do marido, conferiu a cerimônia de lançamento e avaliou positivamente a democratização da arte e da cultura. “Com esta iniciativa, a população como um todo será beneficiada e poderá ter acesso a produções brasileiras e estrangeiras. Isto é muito positivo. Muitas pessoas não têm acesso ao cinema. Agora isso será possível”, considerou.

Programação

A programação das sessões será definida por curadoria após realização de pesquisas nos terminais. Com a definição do público-alvo, serão selecionados os filmes a serem exibidos. Também serão realizadas parcerias com a Vila das Artes, para a exibição de vídeos realizados por alunos da Escola Pública de Audiovisual, e com outras instituições (Universidade Federal do Ceará, Porto Iracema, Cine Ceará, dentre outros).

Apresentação do projeto

A Praça do Ferreira, pela simbologia histórica, localização central e fluxo diário de pessoas, foi o local escolhido para o novo projeto ser apresentado à população.

Foi instalada uma estrutura simulando o container que ficará nos terminais. Durante o evento de lançamento, o público presente pôde assistir ao filme “O Shaolin do Sertão”.

Até quarta-feira (20/11), a estrutura permanecerá no local, com a exibição dos seguintes títulos: “O Shaolin do Sertão” (Halder Gomes, 2016), “Shazam” (David F. Sandberg, 2019), “Minha mãe é uma Peça 2” (César Rodrigues, 2016), “Homem-Aranha de volta ao Lar” (Jon Watts, 2017) e “O Rei Leão” (Jon Favreau, 2019). A entrada é gratuita.

Serviço:
Programação Cinema nos Terminais
Data: 19/11 (terça-feira)
13h: O Shaolin do Sertão. Classificação: 12 anos
14h50: Homem-Aranha: De volta ao Lar. Classificação: 12 anos
17h13: Minha Mãe é uma Peça 2. Classificação: 12 anos
Data: 20/11 (quarta-feira)
13h: Shazam. Classificação – 12anos
15h22: O Rei Leão. Classificação – 10 anos
Local: Praça do Ferreira