23 de dezembro de 2017 em Habitação

Prefeito Roberto Cláudio visita as obras do Residencial Luiz Gonzaga

No próximo ano, deverão ser entregues 1.760 unidades habitacionais


Residencial
O modelo habitacional do Residencial Luiz Gonzaga deverá ser repetido em outros locais (Foto: Kaio Machado)
O prefeito Roberto Cláudio visitou na manhã deste sábado (23/12) as obras de construção do Residencial Luiz Gonzaga, localizado no bairro Jangurussu. Trata-se do maior empreendimento do Brasil financiado pelo programa Minha Casa, Minha Vida Entidades e apoiado pela Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado.

“No próximo ano, vamos entregar 1.760 unidades. E já estamos agilizando a construção da outra metade”, reforçou o Prefeito. O Residencial Luiz Gonzaga é composto de duas etapas, somando 3.520 unidades habitacionais. Nesta primeira fase, a obra soma R$ 130 milhões.

Segundo o prefeito Roberto Cláudio, o Residencial Luiz Gonzaga representa um modelo habitacional que deverá ser repetido em outros locais. “Aqui, vamos aproveitar o que tem de estrutura da obra, canteiro e algumas áreas, para fazer um anexo de posto de saúde e escola, dentre outros equipamentos. É preciso ir além e oferecer serviço de qualidade à população”, afirmou.

Estrutura
A implantação do Residencial Luiz Gonzaga uniu o esforço de três entidades não-governamentais: Federação das Entidades de Bairros e Favelas de Fortaleza, Cearah Periferia e Associação Habitat para a Humanidade. A Caixa Econômica é a principal instituição financiadora do empreendimento. A construção é assinada pela Fujita Engenharia.

O conjunto habitacional abriga 110 blocos. Cada um deles é composto de 16 apartamentos de 47 metros quadrados. As unidades possuem banheiro adaptável, sala, dois quartos e varanda. Na área comum, serão construídos salão de festa, área de lazer, pista de skate e quadra esportiva.

A doméstica Francisca Rodrigues de Lima está ansiosa para a chegada de 2018. Ela e os dois filhos vão realizar o sonho da casa própria. “Moro de aluguel, no Parque Santa Rosa. Se Deus quiser, no próximo ano terei minha moradia aqui no Luiz Gonzaga. Você não imagina a minha felicidade”, conta.

O presidente da Federação das Entidades de Bairros e Favelas de Fortaleza, Natanael Mota, reforça a importância do empreendimento para todos que fazem o movimento popular. “O Luiz Gonzaga é fundamental porque é o maior já construído no Brasil. É a vitória do movimento popular organizado. Ele carrega uma grande simbologia ao representar o caminho para reduzir o déficit habitacional das cidades”, destacou.

Prefeito Roberto Cláudio visita as obras do Residencial Luiz Gonzaga

No próximo ano, deverão ser entregues 1.760 unidades habitacionais

Residencial
O modelo habitacional do Residencial Luiz Gonzaga deverá ser repetido em outros locais (Foto: Kaio Machado)
O prefeito Roberto Cláudio visitou na manhã deste sábado (23/12) as obras de construção do Residencial Luiz Gonzaga, localizado no bairro Jangurussu. Trata-se do maior empreendimento do Brasil financiado pelo programa Minha Casa, Minha Vida Entidades e apoiado pela Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado.

“No próximo ano, vamos entregar 1.760 unidades. E já estamos agilizando a construção da outra metade”, reforçou o Prefeito. O Residencial Luiz Gonzaga é composto de duas etapas, somando 3.520 unidades habitacionais. Nesta primeira fase, a obra soma R$ 130 milhões.

Segundo o prefeito Roberto Cláudio, o Residencial Luiz Gonzaga representa um modelo habitacional que deverá ser repetido em outros locais. “Aqui, vamos aproveitar o que tem de estrutura da obra, canteiro e algumas áreas, para fazer um anexo de posto de saúde e escola, dentre outros equipamentos. É preciso ir além e oferecer serviço de qualidade à população”, afirmou.

Estrutura
A implantação do Residencial Luiz Gonzaga uniu o esforço de três entidades não-governamentais: Federação das Entidades de Bairros e Favelas de Fortaleza, Cearah Periferia e Associação Habitat para a Humanidade. A Caixa Econômica é a principal instituição financiadora do empreendimento. A construção é assinada pela Fujita Engenharia.

O conjunto habitacional abriga 110 blocos. Cada um deles é composto de 16 apartamentos de 47 metros quadrados. As unidades possuem banheiro adaptável, sala, dois quartos e varanda. Na área comum, serão construídos salão de festa, área de lazer, pista de skate e quadra esportiva.

A doméstica Francisca Rodrigues de Lima está ansiosa para a chegada de 2018. Ela e os dois filhos vão realizar o sonho da casa própria. “Moro de aluguel, no Parque Santa Rosa. Se Deus quiser, no próximo ano terei minha moradia aqui no Luiz Gonzaga. Você não imagina a minha felicidade”, conta.

O presidente da Federação das Entidades de Bairros e Favelas de Fortaleza, Natanael Mota, reforça a importância do empreendimento para todos que fazem o movimento popular. “O Luiz Gonzaga é fundamental porque é o maior já construído no Brasil. É a vitória do movimento popular organizado. Ele carrega uma grande simbologia ao representar o caminho para reduzir o déficit habitacional das cidades”, destacou.