10 de maio de 2018 em Meio ambiente

Prefeitura amplia adesão ao projeto “Uma Criança, uma Árvore”

A iniciativa faz parte do Plano de Arborização e visa incentivar a preservação ambiental


Projeto
Projeto que incentiva plantios a cada criança nascida na cidade

No mês em que se comemora o Dia das Mães, a Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio das Secretarias Municipais de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Saúde (SMS), com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), alcança a marca de mais de 2.000 mudas de árvores doadas pelo projeto “Uma Criança, uma Árvore”.

A iniciativa, lançada em setembro de 2016, faz parte do Plano de Arborização e visa incentivar a preservação ambiental, a partir da entrega de uma muda nativa ou frutífera às mães das crianças que nascem nos hospitais participantes, gerando um vínculo afetivo e social.

Aos 27 anos, mãe do Luís Fernando de oito anos e do Miguel que é recém-nascido, Ana Carolina dos Santos, conta com muito orgulho que seu filho mais velho ama a natureza e que ela replicará os ensinamentos ao mais novo, que nasceu recentemente no Hospital da Mulher, principalmente porque o crescimento do Miguel, estará ligado ao crescimento de uma árvore. “Meu filho mais velho ama a natureza e até já plantou uma árvore. Agora, o filho mais novo também receberá estes ensinamentos e vai aprender a ajudar a natureza. Quando recebermos alta do hospital, iremos plantar nossa árvore”, enfatiza Ana.

"Recebi essa muda de planta em 2016, no dia do nascimento do meu filho mais novo. Assim que cheguei em casa, fiz questão de plantar e contei com a ajuda da minha sogra. Hoje, explico para meu filho que a plantinha tem a mesma idade e o mesmo nome dele, pois batizamos ela de Enzo, assim como meu filho. Nós temos que preservar a natureza, o meio ambiente é nosso bem mais precioso”, afirma Maria Gerlanne Dantas de Miranda, mãe participante do projeto “Uma Criança, uma Árvore”.

Participam do projeto o Hospital Distrital Gonzaga Mota de Messejana, Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns (Hospital da Mulher) e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand, além do Hospital Geral Dr. César Cals, que iniciará a distribuição das mudas ainda este mês. Além da árvore a mãe recebe um certificado, onde consta o nome dos pais e da criança, além das orientações para o plantio, cuidados e espécie da planta.

“Nosso intuito é incentivar a preservação do meio ambiente, por meio de políticas públicas de educação ambiental. Neste projeto, o vínculo afetivo entre as famílias e a vegetação recebida fortalece a propagação da conscientização da sociedade na preservação da vegetação, pois a arborização influencia diretamente na qualidade de vida e torna a cidade cada vez melhor, mais gentil. É um projeto que une vidas”, afirma Águeda Muniz, titular da Seuma.

Prefeitura amplia adesão ao projeto “Uma Criança, uma Árvore”

A iniciativa faz parte do Plano de Arborização e visa incentivar a preservação ambiental

Projeto
Projeto que incentiva plantios a cada criança nascida na cidade

No mês em que se comemora o Dia das Mães, a Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio das Secretarias Municipais de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Saúde (SMS), com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), alcança a marca de mais de 2.000 mudas de árvores doadas pelo projeto “Uma Criança, uma Árvore”.

A iniciativa, lançada em setembro de 2016, faz parte do Plano de Arborização e visa incentivar a preservação ambiental, a partir da entrega de uma muda nativa ou frutífera às mães das crianças que nascem nos hospitais participantes, gerando um vínculo afetivo e social.

Aos 27 anos, mãe do Luís Fernando de oito anos e do Miguel que é recém-nascido, Ana Carolina dos Santos, conta com muito orgulho que seu filho mais velho ama a natureza e que ela replicará os ensinamentos ao mais novo, que nasceu recentemente no Hospital da Mulher, principalmente porque o crescimento do Miguel, estará ligado ao crescimento de uma árvore. “Meu filho mais velho ama a natureza e até já plantou uma árvore. Agora, o filho mais novo também receberá estes ensinamentos e vai aprender a ajudar a natureza. Quando recebermos alta do hospital, iremos plantar nossa árvore”, enfatiza Ana.

"Recebi essa muda de planta em 2016, no dia do nascimento do meu filho mais novo. Assim que cheguei em casa, fiz questão de plantar e contei com a ajuda da minha sogra. Hoje, explico para meu filho que a plantinha tem a mesma idade e o mesmo nome dele, pois batizamos ela de Enzo, assim como meu filho. Nós temos que preservar a natureza, o meio ambiente é nosso bem mais precioso”, afirma Maria Gerlanne Dantas de Miranda, mãe participante do projeto “Uma Criança, uma Árvore”.

Participam do projeto o Hospital Distrital Gonzaga Mota de Messejana, Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns (Hospital da Mulher) e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand, além do Hospital Geral Dr. César Cals, que iniciará a distribuição das mudas ainda este mês. Além da árvore a mãe recebe um certificado, onde consta o nome dos pais e da criança, além das orientações para o plantio, cuidados e espécie da planta.

“Nosso intuito é incentivar a preservação do meio ambiente, por meio de políticas públicas de educação ambiental. Neste projeto, o vínculo afetivo entre as famílias e a vegetação recebida fortalece a propagação da conscientização da sociedade na preservação da vegetação, pois a arborização influencia diretamente na qualidade de vida e torna a cidade cada vez melhor, mais gentil. É um projeto que une vidas”, afirma Águeda Muniz, titular da Seuma.