14 de dezembro de 2020 em Fortaleza

Prefeitura de Fortaleza amplia em 380% o alcance de luz branca mais moderna e eficiente em toda a cidade

Fortaleza saltou de 40 mil pontos de luz branca existentes em 2012 para mais de 192 mil pontos de luz branca em todas as Regionais


Iluminação branca no Microparque José Leon
O Microparque José Leon, no bairro Parque Manibura (Regional VI), é um dos exemplos recentes de requalificação do espaço público que tEm o objetivo de promover uma melhor integração e convivência entre os moradores

A Prefeitura de Fortaleza, ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio até agora, ampliou em cerca de 380% o alcance de luz branca mais moderna e eficiente em toda a cidade. O plano de ação para melhorar a iluminação pública é constante, com resultados em benefício para a população em todos os bairros e proporcionando mais qualidade de vida para população, além de ruas mais movimentadas à noite.

Com serviços desenvolvidos pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Coordenadoria Especial de Iluminação Pública, Fortaleza saltou de 40.000 pontos de luz branca existentes em 2012 para os atuais 192.310 pontos de luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED) existentes até o final de novembro deste ano. Isso representa um crescimento de mais de 380%, quase multiplicando em cinco vezes o número de pontos de luz branca na cidade. Além disso, nesse período, também foi ampliado o Parque de Iluminação, que, antes da gestão do prefeito Roberto Cláudio, tinha um total de 178.000 pontos de iluminação e hoje conta com um total de 202.087 pontos de luz.

O coordenador especial de Iluminação Pública, Alfredo Serejo, lembra que exemplos recentes deste serviço foram os projetos implantados ao longo da Avenida Mozart Lucena, importante via que conecta os bairros Barra do Ceará, Jardim Guanabara, Vila Velha e Quintino Cunha (Regionais I e III), assim como o primeiro microparque urbano da cidade, localizado no bairro Parque Manibura, e o projeto do Novo Lago Jacarey, no bairro Cidade dos Funcionários (Regional VI).

“Inaugurados há alguns dias na cidade, estes são projetos de urbanismo e requalificação do espaço público que têm o objetivo de promover uma melhor integração e convivência entre os moradores nessas regiões. Dentro desse contexto, a iluminação pública tem um forte papel, pois incentiva a ocupação destes e de outros espaços públicos pela população, que passa também a zelar mais por estes locais”, afirma Serejo.

Os serviços para melhorar a iluminação pública na cidade são realizados por meio da troca dos equipamentos antigos, com luz amarela, para equipamentos mais modernos com luz branca, fazendo também a manutenção de pontos apagados à noite ou acesos durante o dia. O trabalho de requalificação é feito por quadriláteros, sendo realizado em praças, no entorno de equipamentos públicos e em áreas a serem urbanizadas ou construídas pela Prefeitura, como binários, faixas para pedestres, estações de bicicletas compartilhadas, pontos de ônibus, Areninhas, avenidas, túneis, viadutos e lagoas, dentre outros.

Neste serviço, são elaborados projetos elétricos, que podem compreender a substituição das luminárias antigas por outras mais modernas e eficientes, equipadas com vidros policurvos, que distribuem melhor a luz e minimizam os espaços escuros entre os postes, os chamados “zebramentos”. Além disso, os técnicos fazem a adequação de potência das lâmpadas de vapor metálico (luz branca) direcionadas para a demanda de cada localidade e espaço específico.

Ao longo destes anos, outros muitos bairros também receberam implantação de iluminação pública com luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED), como na requalificação da Lagoa da Parangaba, Calçadão da Av. Raul Barbosa, duplicação do viaduto da Avenida Alberto Craveiro, Polo Gastronômico da Varjota, além de Bonsucesso, Cajazeiras, Canindezinho, Coaçu, De Lourdes, Edson Queiroz, Guajeru, Itaperi, Jóquei Clube, José de Alencar, Lagoa Redonda, Manuel Dias Branco, Parangaba, Parque Santa Maria, Passaré, Paupina, Planalto Ayrton Senna, Praia do Futuro, Presidente Kennedy, Sapiranga, Siqueira e Pedras, dentre outros.

Também nesse período, o trabalho de substituição para luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED) contemplou diversas avenidas, como Desembargador Moreira, Pontes Vieira, 13 de Maio, Jovita Feitosa, Oliveira Paiva, Abolição, Benjamim Brasil, Edilson Brasil Soares, Rogaciano Leite, José Jatahy, Eng. Leal Lima Verde, Dr. Silas Munguba, Desembargador Gonzaga, Penetração Norte Sul, João Pessoa, Augusto dos Anjos, Padre Pedro de Alencar, Alberto Nepomuceno, Juarez Barroso, Expedicionários, Bernardo Manuel, Av. das Castanholeiras, Pontamar, Perimetral, Sargento Hermínio, Duque de Caxias, Heráclito Graça, além de ruas importantes como Rosinha Sampaio e José Avelino, dentre outras.

Manutenção da Iluminação Pública
Em casos de pontos apagados à noite ou acesos durante o dia, a SCSP orienta que a população telefone gratuitamente para o número 156 e solicite o serviço, com registro de protocolo.

Prefeitura de Fortaleza amplia em 380% o alcance de luz branca mais moderna e eficiente em toda a cidade

Fortaleza saltou de 40 mil pontos de luz branca existentes em 2012 para mais de 192 mil pontos de luz branca em todas as Regionais

Iluminação branca no Microparque José Leon
O Microparque José Leon, no bairro Parque Manibura (Regional VI), é um dos exemplos recentes de requalificação do espaço público que tEm o objetivo de promover uma melhor integração e convivência entre os moradores

A Prefeitura de Fortaleza, ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio até agora, ampliou em cerca de 380% o alcance de luz branca mais moderna e eficiente em toda a cidade. O plano de ação para melhorar a iluminação pública é constante, com resultados em benefício para a população em todos os bairros e proporcionando mais qualidade de vida para população, além de ruas mais movimentadas à noite.

Com serviços desenvolvidos pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Coordenadoria Especial de Iluminação Pública, Fortaleza saltou de 40.000 pontos de luz branca existentes em 2012 para os atuais 192.310 pontos de luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED) existentes até o final de novembro deste ano. Isso representa um crescimento de mais de 380%, quase multiplicando em cinco vezes o número de pontos de luz branca na cidade. Além disso, nesse período, também foi ampliado o Parque de Iluminação, que, antes da gestão do prefeito Roberto Cláudio, tinha um total de 178.000 pontos de iluminação e hoje conta com um total de 202.087 pontos de luz.

O coordenador especial de Iluminação Pública, Alfredo Serejo, lembra que exemplos recentes deste serviço foram os projetos implantados ao longo da Avenida Mozart Lucena, importante via que conecta os bairros Barra do Ceará, Jardim Guanabara, Vila Velha e Quintino Cunha (Regionais I e III), assim como o primeiro microparque urbano da cidade, localizado no bairro Parque Manibura, e o projeto do Novo Lago Jacarey, no bairro Cidade dos Funcionários (Regional VI).

“Inaugurados há alguns dias na cidade, estes são projetos de urbanismo e requalificação do espaço público que têm o objetivo de promover uma melhor integração e convivência entre os moradores nessas regiões. Dentro desse contexto, a iluminação pública tem um forte papel, pois incentiva a ocupação destes e de outros espaços públicos pela população, que passa também a zelar mais por estes locais”, afirma Serejo.

Os serviços para melhorar a iluminação pública na cidade são realizados por meio da troca dos equipamentos antigos, com luz amarela, para equipamentos mais modernos com luz branca, fazendo também a manutenção de pontos apagados à noite ou acesos durante o dia. O trabalho de requalificação é feito por quadriláteros, sendo realizado em praças, no entorno de equipamentos públicos e em áreas a serem urbanizadas ou construídas pela Prefeitura, como binários, faixas para pedestres, estações de bicicletas compartilhadas, pontos de ônibus, Areninhas, avenidas, túneis, viadutos e lagoas, dentre outros.

Neste serviço, são elaborados projetos elétricos, que podem compreender a substituição das luminárias antigas por outras mais modernas e eficientes, equipadas com vidros policurvos, que distribuem melhor a luz e minimizam os espaços escuros entre os postes, os chamados “zebramentos”. Além disso, os técnicos fazem a adequação de potência das lâmpadas de vapor metálico (luz branca) direcionadas para a demanda de cada localidade e espaço específico.

Ao longo destes anos, outros muitos bairros também receberam implantação de iluminação pública com luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED), como na requalificação da Lagoa da Parangaba, Calçadão da Av. Raul Barbosa, duplicação do viaduto da Avenida Alberto Craveiro, Polo Gastronômico da Varjota, além de Bonsucesso, Cajazeiras, Canindezinho, Coaçu, De Lourdes, Edson Queiroz, Guajeru, Itaperi, Jóquei Clube, José de Alencar, Lagoa Redonda, Manuel Dias Branco, Parangaba, Parque Santa Maria, Passaré, Paupina, Planalto Ayrton Senna, Praia do Futuro, Presidente Kennedy, Sapiranga, Siqueira e Pedras, dentre outros.

Também nesse período, o trabalho de substituição para luz branca (luminárias com lâmpadas de vapor metálico ou LED) contemplou diversas avenidas, como Desembargador Moreira, Pontes Vieira, 13 de Maio, Jovita Feitosa, Oliveira Paiva, Abolição, Benjamim Brasil, Edilson Brasil Soares, Rogaciano Leite, José Jatahy, Eng. Leal Lima Verde, Dr. Silas Munguba, Desembargador Gonzaga, Penetração Norte Sul, João Pessoa, Augusto dos Anjos, Padre Pedro de Alencar, Alberto Nepomuceno, Juarez Barroso, Expedicionários, Bernardo Manuel, Av. das Castanholeiras, Pontamar, Perimetral, Sargento Hermínio, Duque de Caxias, Heráclito Graça, além de ruas importantes como Rosinha Sampaio e José Avelino, dentre outras.

Manutenção da Iluminação Pública
Em casos de pontos apagados à noite ou acesos durante o dia, a SCSP orienta que a população telefone gratuitamente para o número 156 e solicite o serviço, com registro de protocolo.