Ciclofaixa de Lazer
Os percursos seguem por importantes vias e áreas tradicionais da Cidade indo em direção ao centro de Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza realiza a 200ª edição da Ciclofaixa de Lazer e retoma as Rotas Sul e Oeste neste domingo (23/09). Com isso, agora são três rotas em direção ao Passeio Público, no Centro, oferecendo cerca de 21 km de percurso seguro aos ciclistas participantes. O evento acontece de 7h às 13h, saindo da Praça Jonas Freitas, no bairro São Gerardo, da Praça Nossa Senhora Aparecida, no Montese, e do início da ciclovia da Avenida da Washington Soares.

Os percursos seguem por importantes vias e áreas tradicionais da cidade indo em direção ao centro de Fortaleza passando por museus, praças tradicionais e prédios que fazem parte do patrimônio histórico da cidade.

Além de disponibilizar aluguel de bicicletas nos pontos de apoio, para gerar conforto e segurança aos participantes, a Ciclofaixa de Lazer conta com acompanhamento e suporte durante os trajetos da Guarda Municipal, da Autarquia Municipal de Transporte e Cidadania (AMC) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Idealizada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações de Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), em 21 de dezembro de 2014, o Ciclofaixa de lazer é uma opção de lazer, esporte e cultura aos domingos da capital e incentiva o hábito saudável da prática esportiva. O evento conta com a participação de 4 mil pessoas por edição.

Rota Leste
A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção ao Passeio Público, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Júlio Ibiapina, Abolição, Desembargador Moreira, Beira Mar, Rui Barbosa, seguindo pelas avenidas Historiador Raimundo Girão, Almirante Barroso, Pessoa Anta e Alberto Nepomuceno, chegando à Rua Dr. João Moreira e, na sequência, no Ponto de Apoio do Passeio Público, por trás da 10ª Região Militar.

Rota Oeste
A Rota Oeste vai ligar a Praça Jonas Freitas, conhecida como Praça dos Animais ou Praça do North Shopping, no bairro São Gerardo (Regional I), ao Passeio Público. O circuito passará pelas ruas Braz de Francesco, seguindo pela Avenida Bezerra de Menezes, depois pela Rua Justiniano de Serpa, em seguida para as avenidas Domingos Olímpio, Antônio Sales, Rua Carlos Vasconcelos, seguindo para o Aterro, aonde se conectará com a Rota Leste.

Rota Sul
A Rota Sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese (Regional IV), ao Passeio Público. O percurso partirá da Avenida Professor Gomes de Matos, seguindo pela Rua Jorge Dumar, depois pela Av. Eduardo Girão e Av. dos Expedicionários, seguindo agora pela Rua Barão do Rio Branco, indo em direção às avenidas Domingos Olímpio, Antônio Sales, seguindo pela Rua Carlos Vasconcelos, chegando ao Aterro, aonde se conectará com a Rota Leste.

Publicado em Esporte e Lazer
várias pessoas numa mesa de palestra
O prefeito Roberto Cláudio apresentou novas intervenções de requalificação viária, estratégias de fiscalização do trânsito e sinalização com foco na prevenção de acidentes

O prefeito Roberto Cláudio anunciou redução de 34% no número de acidentes fatais em Fortaleza. O índice faz parte do Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza, apresentado nesta terça-feira (18/09), no auditório do Paço Municipal, durante o lançamento da campanha nacional da Semana da Mobilidade.

De acordo com a nova edição, o número de feridos no trânsito de Fortaleza também caiu 15%. Em números absolutos, foram 18.295 feridos em 2016 contra 15.522 ano passado. O número de mortes também sofreu redução de 9% em comparação com o ano anterior. Os motociclistas continuam a liderar as mortes no trânsito (50,8%), seguidos pelos pedestres (36,7%) – a maioria homens, com idade entre 30 e 59 anos.

“Vamos continuar gerando consciência ao cidadão sobre as importantes mudanças positivas que conseguimos em virtude da ampla política pública de mobilidade urbana, que melhora o tráfego em áreas muito movimentadas, mas sobretudo salva vidas. Nos últimos três anos, Fortaleza reduziu o número de acidentes fatais em 34%. São 250 acidentes por ano e pela primeira vez, temos uma tendência de queda sustentável em Fortaleza”, destacou Roberto Cláudio.

Outro dado revelante da publicação diz respeito aos valores gastos pela sociedade com os acidentes de trânsito em Fortaleza. De acordo com o relatório, este valor gira em torno de R$ 590 milhões, com base em um cálculo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

“Desde 2015, estamos com fortes políticas de mobilidade e o reconhecimento vem com a queda de números tão alarmantes. Mesmo assim, ainda temos um longo caminho pela frente. Para perceber isso, basta pensar que, em 2017, os gastos com acidentes chegaram a R$ 590 milhões. Além de ser uma questão de saúde pública, é uma questão econômica porque todos esses recursos poderiam ser investidos em outras áreas que precisam de atenção”, frisou o secretário-executivo de da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Henrique Sabóia.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os acidentes representam hoje uma epidemia de saúde pública. A cada ano, cerca de 1,25 milhão de pessoas morrem no trânsito em todo o mundo e até 50 milhões sobrevivem com ferimentos e sequelas, resultando em custos pessoais, sociais e econômicos incalculáveis. Para Roberto Cláudio, três mensagens são fundamentais para que as políticas públicas continuem funcionando em Fortaleza. “O uso do capacete pode livrar o cidadão da morte ou de uma sequela definitiva; associar álcool e outras drogas ao volante induz a um comportamento de risco e o veículo pode se transformar em uma arma; e a redução de velocidade traz uma falsa sensação de engarrafamento, mas ela cria um fluxo constante e regular que reduz acidentes viários”, afirmou o Prefeito.

Ao longo do relatório, são descritas ainda as principais intervenções desenvolvidas para reduzir a quantidade de mortos e feridos no trânsito de Fortaleza. O documento está disponível para download no site do Observatório de Segurança Viária de Fortaleza.

A programação da Semana da Mobilidade acontece em Fortaleza entre os dias 18 e 25 de setembro. A campanha é realizada em todo o País, por meio do Departamento Nacional de Trânsito e este ano tem como tema “nós somos o trânsito”. Diversas ações educativas e culturais são realizadas pela Prefeitura, por meio da SCSP e com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global. Durante a primeira atividade da programação, além de apresentar ações educativas e culturais, o prefeito Roberto Cláudio apresentou novas intervenções de requalificação viária, estratégias de fiscalização do trânsito e sinalização com foco na prevenção de acidentes.

Fórum chama atenção para impactos de acidentes na saúde pública

Como parte das atividades de promoção da conscientização sobre a importância de investir na segurança no trânsito, o Observatório de Segurança Viária – iniciativa da Prefeitura e da Unifor – promove na próxima quinta-feira (20/09), às 14h, no Teatro Celina Queiroz, a palestra “Acidentes de trânsito: uma epidemia de saúde pública global”, com o PhD Abdulgafoor M. Bachani, diretor da John Hopkins International Injury Research Unit, da Universidade da Johns Hopkins (EUA), referência internacional em saúdepública e colaboradora certificada da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Av. Osório de Paiva mais segura para pedestres e ciclistas

Durante a Semana da Mobilidade, está prevista a conclusão de um pacote de intervenções (segunda etapa) viárias implantadas ao longo da Av. Osório de Paiva, que registrou 129 óbitos nos últimos dez anos. A via, conhecida pela alta taxa de acidentalidade, recebeu seis novos semáforos, revitalização da sinalização com readequação da velocidade desde a Av. Gomes Brasil até a Perimetral, fechamento de conversões arriscadas, além de binário, prolongamento de calçada, dentre outras medidas.

As mesmas medidas foram adotadas no início do ano na Avenida Leste-Oeste e os resultados preliminares são bastante positivos. Dados recentes divulgados pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) mostram que nessa avenida o número de atropelamento caiu 63% e o quantitativo de acidentes com vítima reduziu 54% após a mudança. A expectativa é que aconteça o mesmo na Av. Osório de Paiva.

Ações educativas destacam comportamento seguro nas vias

Como parte da programação, todos os usuários que diariamente compartilham o espaço urbano serão contemplados com ações educativas. Haverá atividades voltadas a todos os públicos, seja motociclista, ciclista, pedestre e condutor. A mobilização, que acontecerá com a presença dos educadores da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), consiste em orientar sobre tráfego seguro e alertar quanto aos principais fatores de risco: velocidade, não uso do capacete e combinação entre álcool e direção.

Pacientes do Instituto Dr. José Frota (IJF) também serão conscientizados para adotar medidas seguras e preventivas para evitar acidentes. Em determinadas ações a novidade é que o trabalho contará com mobilizadores de saúde das regionais que foram devidamente capacitados para se aproximar dos usuários e repassar a orientação de como se deslocar com segurança nas vias da cidade e em terminais, estimulando o respeito e convívio urbano pacífico.

Prêmio de Mobilidade Urbana

Aproveitando as atividades alusivas, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) lança a segunda edição do Prêmio de Mobilidade Urbana cujo propósito é estimular o exercício contínuo da cidadania e uma reflexão sobre o comportamento de cada um no trânsito. Os interessados devem se inscrever no Canal de Mobilidade da Prefeitura de Fortaleza até o dia 19 de outubro.

Com a temática “Nós somos o trânsito”, o concurso é dividido em três categorias: desenho, poema e redação. Estão aptos a participar alunos do 1º ao 9º Ano devidamente matriculados nas instituições municipais e estaduais de ensino. A entrega dos trabalhos deve ser na própria direção da escola entre os dias 22 de outubro e 30 de novembro. O resultado será divulgado no dia 19 de dezembro. A premiação inclui notebook, tablet e smartphone.

carro elétrico
O balanço dos dois anos do VAMO será apresentado durante café da manhã para a imprensa na Praça Antônio Prudente na próxima sexta-feira (21/09)

VAMO completa dois anos de operação e oferece passe livre a usuários

Na próxima sexta-feira (21/09), o VAMO, primeiro sistema de carros elétricos compartilhados da América Latina, completa dois anos de funcionamento e a Prefeitura, com apoio do HapVida Saúde e Serttel, oferecerá passe gratuito de uma hora para todos os usuários. O balanço dos dois anos também será apresentado durante café da manhã para a imprensa na Praça Antônio Prudente. Os usuários que mais utilizaram o sistema também receberão um prêmio especial do patrocinador do sistema durante o evento.

"Dia Mundial sem Carro" com atividade educativa e passe livre no Bicicletar

No próximo dia 22 de Setembro, Dia Mundial sem Carro, ao longo de todo o dia, usuários do Bicicletar também poderão usar o sistema de graça, como mais uma forma de incentivo à saúde e de redução na emissão de gases que poluem o meio ambiente – além de muitas vezes ser mais rápido que andar de carro, por exemplo.

Frota de ônibus de Fortaleza recebe adesivos de alerta, indicando pontos cegos

Para chamar a atenção de motoristas, pedestres e ciclistas sobre os chamados “pontos cegos” dos ônibus, pontos no entorno dos veículos coletivos onde os motoristas têm pouca visibilidade vão receber sinalização de alerta a partir da próxima quarta-feira (19/09). A iniciativa já é realidade em grandes cidades, como Bogotá (Colômbia) e cidades do Reino Unido. Com a indicação do adesivo de pontos cegos, é possível prevenir acidentes, tendo em vista que os motoristas, pedestres e ciclistas podem adotar uma condução/postura preventiva.

A ação é realizada pela Prefeitura, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global. Os acidentes envolvendo veículos do sistema de transporte público de Fortaleza em 2017 contabilizaram uma redução significativa no número de acidentes com vítimas fatais ou feridas em relação ao ano anterior, caindo de 529 para 295 registros – uma redução de 44%.

Programa "Esquina Segura" ganha nova cara para evitar acidentes

A cidade de Fortaleza já está registrando conquistas efetivas na política de segurança viária implementada pela Prefeitura. Os dados de uma pesquisa realizada por meio de parceria entre a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a AMC revelam que o projeto “Esquina Segura” está alcançando o objetivo de salvar vidas. Implantado em março de 2017, o projeto reduziu em 61% o número de acidentes com vítima nos locais onde houve a intervenção, garantindo mais segurança aos condutores e pedestres que se deslocam diariamente pela cidade. Dando continuidade à iniciativa, além do reforço na sinalização e fiscalização, áreas de esquina serão prolongadas no intuito de reduzir a distância de travessia dos pedestres, deixando-os menos expostos na via.

Caderno de boas práticas de calçadas – plano municipal de caminhabilidade de Fortaleza

A Prefeitura está elaborando um Caderno de Boas Práticas de Calçadas. O documento, que faz parte do Plano Municipal de Caminhabilidadede Fortaleza, visa orientar a população, de forma didática, sobre a melhor forma de adaptar e manter a calçada para o uso coletivo, através das normas técnicas do Código de Obras e Posturas de Fortaleza e da Associação Brasileira de Normas Técnicas-NBR 9050. A elaboração deste material está sendo realizada por meio de um trabalho conjunto entre diversos órgãos municipais, coordenado pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). Brevemente, ele estará disponível no Canal Urbanismo e Meio Ambiente do Portal da Prefeitura para a contribuição da sociedade civil.

Publicado em Mobilidade
Atendimento VetMóvel
No Campus do Pici, será realizado atendimento clínico e veterinário como castrações, vacinação antirrábica e testes de diagnóstico do Calazar

A Prefeitura de Fortaleza levará, a partir desta segunda-feira (17/09), atendimento especial do VetMóvel ao Campus do Pici, na Universidade Federal do Ceará (UFC). Durante toda a semana, o equipamento estará localizado próximo ao Restaurante Universitário antigo (RU) e atenderá exclusivamente os animais que ocupam o local até a próxima sexta-feira (21/09), sempre de 8h às 12h e de 13h às 17h.

No campus, será realizado atendimento clínico e veterinário como castrações, vacinação antirrábica e testes de diagnóstico do Calazar. O local conta, ainda, com uma área reservada ao pós-operatório e, depois da recuperação completa e retirada de pontos, cães e gatos serão disponibilizados para adoção.

Atendendo à solicitação de protetores independentes e da própria Universidade, O VetMóvel conta com a parceria e apoio do Centro de Controle de Zoonoses de Fortaleza (CCZ) para acolhimento e transporte dos animais até a área de atendimento.

As atividades gratuitas de consulta clínica e veterinária disponibilizadas à ONG’s, abrigos de animais, tutores baixa e do público em geral retornarão no dia 24 de setembro de 2018. As castrações precisam ser previamente agendadas pelo número (85) 3272-3356 ou presencialmente na Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), localizada na Av. Pontes Vieira, 2391.

Gerido pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), que é vinculada à Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o VetMóvel faz parte do plano de ações programadas para 2018 com o objetivo de conscientizar a população de Fortaleza e envolvê-la no combate contra os maus tratos, cuidados e abandono de animais.

Atuam no VetMóvel quatro médicos veterinários, sendo um clínico geral, um anestesista e dois cirurgiões. O equipamento também oferece, gratuitamente, registro geral animal e distribuição de material educativo com informações sobre bem-estar animal e guarda responsável.

Documentação e regras para atendimento
I – As atividades de consulta veterinária, vacinação antirrábica e exame para diagnóstico do Calazar são disponibilizadas aos animais do público em geral;
II – As castrações são destinadas exclusivamente aos animais de tutores de baixa renda e oriundos de ONGs e protetores independentes. É obrigatório a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço do tutor;
III – O retorno para o acompanhamento pós-cirúrgico será feito por um médico cirúrgico-veterinário no local da semana anterior, sempre das 8h às 10h. Caso o animal não seja levado ao local marcado para avaliação, o tutor poderá levá-lo aonde o VetMóvel estiver em atividade, tendo prioridade no atendimento. Durante a semana, os animais que precisarem retornar ao VetMóvel para avaliação pós-cirúrgica, poderão ir ao equipamento ou entrar em contato para orientação pelo telefone da Coepa: (85) 3272-3356;
IV – O VetMóvel irá atender os animais oriundos das ONGs e protetores independentes cadastrados na Coepa, cujo controle está sendo feito por meio de parceria com a ONG Deixa Viver, no sentido de encaminhar os animais para serem castrados, enquanto não for feito o chamamento público para credenciamento das clínicas veterinárias. Os protetores independentes cadastrados encaminharão suas demandas diretamente à Coepa;
V – Os animais deverão ter jejum alimentar de 12 horas e jejum hídrico (água) de 6 horas para as castrações previamente agendadas;
VI – Os animais de ponto de abandono só serão castrados se tiverem protetor independente que ofereçam lar temporário para o pós-operatório e assinem termo de responsabilidade, após passarem por avaliação clínica e exames complementares.

Serviço
VetMóvel no Campus do Pici
Período: De 17 a 21/09 (segunda a sexta-feira)
Endereço: Avenida Mister Hull, s/n – Picí – o equipamento está instalado entre o antigo RU e o centro de convivência
Horário: de 8h às 12h e de 13h às 17h

Publicado em Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza, anuncia nesta quinta-feira (13/09), às 9h, em coeltiva no Paço Municipal, as ações de limpeza urbana na Cidade. Na ocasião, será feito um balanço mostrando os resultados da política de gestão ambiental direcionada aos resíduos sólidos realizada na gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Serão anunciadas, ainda, as novas ações que devem ser implantadas na cidade até 2020.

Serviço
Coletiva de Limpeza Urbana
Data: quinta-feira (13/09)
Horário: 9h
Local: Auditório do Paço Municipal (Rua São José, 01, Centro)

Publicado em Meio ambiente

prefeito roberto cláudio anda pela obra do túnel
O anúncio da liberação do tráfego foi feito nesta quarta-feira (05/09), durante uma visita às obras
O prefeito Roberto Cláudio anunciou para outubro a liberação do tráfego no túnel longitudinal, localizado sob a Av. Almirante Henrique Sabóia (Via Expressa), no trecho compreendido entre as avenidas Padre Antônio Tomás e Santos Dumont. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (05/09), durante uma visita às obras.

O equipamento está com 87% das obras concluídas. Já foram realizados os serviços de drenagem, construção de paredes e pilares, além da escavação e construção das lajes superior e inferior, possibilitando a passagem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) sobre a laje superior e a conclusão da linha que atualmente interliga os bairros Mucuripe e Parangaba.

“Esta intervenção envolve a construção de dois túneis importantes para a mobilidade urbana da Cidade. É um túnel extenso que garantirá mais velocidade aos ônibus e prioriza, sem intervenções no trânsito, a passagem do VLT”, destacou o prefeito.

A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) trabalha agora nos acabamentos das paredes e pilares do túnel e na preparação da pista para receber a nova pavimentação em concreto. O túnel tem duas pistas em cada sentido, calçadas de ambos os lados, ciclovia e canteiro central. Quando concluído, o túnel longitudinal terá 370m de comprimento, sendo 74m coberto. As intervenções começaram em julho de 2017.

O segundo túnel sob a Via Expressa está sendo construído na Av. Alberto Sá, no Papicu. O equipamento possibilitará a conexão direta da via com as ruas Tavares Coutinho e Ana Bilhar, além de permitir a eliminação de quatro semáforos existentes na avenida, fazendo com que o transporte coletivo tenha acesso expresso no cruzamento com a Via Expressa.

O novo equipamento terá cerca de 460m de comprimento e área coberta de 80m. A laje superior do túnel ganhará ainda uma pequena praça, com projeto semelhante ao já implantado no túnel Dep. Wellington Landim, localizado na Av. Engenheiro Santana Júnior. As obras deste equipamento foram iniciadas em dezembro de 2017 e serão concluídas em julho de 2019.

No local, já foi retirado o canteiro central e desapropriada de parte dos imóveis, possibilitando o alargamento da via para as obras de infraestrutura. Atualmente as equipes trabalham na escavação do túnel

A obra está sendo financiada pela Caixa Econômica Federal com recursos do FGTS que totalizam um investimento de R$ 67 milhões

Publicado em Mobilidade

O prefeito Roberto Cláudio anuncia em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (06/09), às 14h, no auditório do Paço Municipal, o início da implantação da segunda etapa do binário da Av. Santos Dumont com a R. Des. Lauro Nogueira, no Papicu (Regional II).

Na ocasião, será apresentado à imprensa o projeto e as intervenções que serão realizadas naquela região.

O novo binário terá início na Av. Santos Dumont, no trecho entre o Túnel Barros Pinho (Santos Dumont sob Via Expressa) até a R. Dr. Francisco Matos, tendo a R. Des. Lauro Nogueira como via alternativa ao bairro Aldeota.

Estarão presentes no evento, representantes de todas as secretarias envolvidas no projeto, como: o secretário executivo da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Sabóia; a secretária municipal da infraestrutura, Manuela Nogueira, o presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), José do Carmo; o superintendente da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (Urbfor), Regis Tavares; o secretário executivo da Secretaria Regional II, Marcus Teixeira; o secretário executivo da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Adolfo Viana e o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Arcelino Lima.

Serviço:
Coletiva sobre o novo Binário da Av. Santos Dumont
Data: quinta-feira (06/09)
Horário: 14h
Local: Auditório do Paço Municipal. Rua São José, 01 – Centro

Publicado em Mobilidade
Trecho da Ciclofaixa de Lazer
A rota tem início no Anfiteatro do Parque do Cocó e segue  até o seu destino final, que faz parte do centro histórico e cultural da Cidade

A Prefeitura de Fortaleza retoma o percurso tradicional da Ciclofaixa de Lazer em sua 197ª edição neste domingo (02/09), a partir das 07h às 13h, saindo do bairro Cocó em direção ao Passeio Público, no Centro. A rota tem início no Anfiteatro do Parque do Cocó e segue e segue até o seu destino final, que faz parte do centro histórico e cultural da Cidade.

Para proporcionar maior conforto e segurança aos participantes, a Ciclofaixa de Lazer conta com a colaboração e apoio da Guarda Municipal, de agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Além disso, nos pontos de apoio, será disponibilizado aluguel de bicicletas para quem desejar participar do evento.

Desenvolvido pela Secretaria de Municipal de Conservação e Serviços Públicos, por meio do Plano de Ações Imediatas de Transportes e Trânsito de Fortaleza (PAITT), em 21 de dezembro de 2014, o Ciclofaixa de Lazer conta com a participação de 4 mil pessoas por edição e consolida-se como importante opção de lazer, esporte e cultura aos domingos da capital e incentiva o hábito saudável da prática esportiva.

Rota Leste
A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção ao Passeio Público, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Júlio Ibiapina, Abolição, Desembargador Moreira, Beira Mar, Rui Barbosa, seguindo pelas avenidas Historiador Raimundo Girão, Almirante Barroso, Pessoa Anta e Alberto Nepomuceno, chegando à Rua Dr. João Moreira e, na sequência, no Ponto de Apoio do Passeio Público, por trás da 10ª Região Militar.

Publicado em Esporte e Lazer
várias pessoas num palco
De acordo com o Prefeito, além deste, 12 novos Ecopontos serão implantados até o fim de 2018, totalizando a entrega de 60 equipamentos 

O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, na noite desta terça-feira (21/08), o 48º Ecoponto de Fortaleza. O equipamento, instalado no bairro Bonsucesso, é o quinto implantado na Regional III e reforça a política voltada à gestão responsável de resíduos sólidos na Capital.

Como os demais, o novo Ecoponto oferece estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. A partir da troca de materiais recicláveis por vantagens do programa Recicla Fortaleza, a população obtém desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único.

Oriundo da parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o local funciona de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h, e está equipado com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

A localização estratégica do novo equipamento, implantado na Rua Emílio de Menezes, esquina com Rua Luzia Moreira, contempla, além da população do Bonsucesso, moradores do bairro Granja Portugal. Presente na solenidade de inauguração, a comunidade aprovou a iniciativa. “Essa ideia da Prefeitura não é boa. É ótima. Moro na Granja Lisboa, aqui pertinho do Bonsucesso, e acho que isso vai melhorar e muito a situação de toda a redondeza”, afirmou o mestre de obras Gilvan Ferreira.

De acordo com o Prefeito, além deste, 12 novos Ecopontos serão implantados até o fim de 2018, totalizando a entrega de 60 equipamentos. “O Ecoponto traz o benefício da limpeza urbana, da saúde pública e da geração de renda. Essa política trata o lixo como oportunidade, não como problema. Com isso, tem ajudado a reduzir o número de lixões permanentes da Cidade. Fortaleza já destina mais de 8% do seu lixo para a reciclagem, ou seja, mais do que o dobro da média do Brasil, que é 3,5%”, informou.

Outros 47 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Cocó, Luciano Cavalcante, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo , Sítio São João, Paupina e João XXIII.

Até o fim da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é de que Fortaleza conte com 119 Ecopontos, estrategicamente distribuídos por todas as Regionais, contemplando todos os bairros da Capital.

O titular da SCSP, João Pupo, garantiu que, deste pacote, a Prefeitura de Fortaleza prevê a implantação de oito equipamentos similares pela extensão do Rio Maranguapinho. “A extensão do Maranguapinho é uma das áreas mais degradadas de Fortaleza, principalmente, pelo descarte irregular de resíduos em seu entorno. O Ecoponto do Bonsucesso já é o terceiro deste pacote, cuja intenção é regularizar esse descarte e melhorar essa realidade. O desafio é enorme, mas, gradativamente, estamos construindo o Ecopolo do Maranguapinho”, apontou.

Recicla Fortaleza

O programa Recicla Fortaleza oferece desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

Para se ter acesso aos benefícios é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando-se de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro.

No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 21 mil famílias fortalezenses. Ainda de acordo com o titular da SCSP, João Pupo, a expectativa da Prefeitura de Fortaleza é de continuar fomentando a adesão da população à iniciativa.

“Essa adesão sugere que há fortalezenses que, por exemplo, não pagam mais conta de energia ou fazem todos os seus trajetos em transporte público apenas com os créditos do Bilhete Único. Ainda este ano, a gente pretende passar a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos. É mais um estímulo que a gente oferece ao aumento da adesão da população à ideia”, disse.

Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro

- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)

- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel

- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico

- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros

- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados)

Publicado em Meio ambiente
Veículos Alternativos para Mobilidade
Atualmente o sistema possui 20 carros, disponíveis em 12 estações

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), realiza uma ação de cadastramento de novos usuários no sistema de Veículos Alternativos para Mobilidade (VAMO), carros elétricos compartilhados de Fortaleza patrocinados pelo Hapvida Saúde. A ação será de 20 a 31 de agosto, na Universidade de Fortaleza (Unifor). Na ocasião, os interessados poderão fazer o cadastro no sistema, bem como test drive nos carros. Quem se cadastrar nesse período, receberá um passe de até uma hora grátis.

Os interessados em fazer o cadastro e o test drive na Unifor devem procurar o stand que está localizado em frente à Biblioteca Central do campus. O passe gratuito de uma hora será concedido também para aqueles que fizerem o cadastro no website do sistema: www.vamofortaleza.com.br.

A ação, que é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza com o Hapvida e Serttel, responsáveis pelo patrocínio e pela operação do VAMO respectivamente, tem o objetivo de promover o cadastro e fazer com que a população conheça melhor essa opção de modalidade urbana. Atualmente o sistema possui 20 carros, disponíveis em 12 estações, além de seis vagas VAMO, locais em que o usuário pode fazer a devolução do veículo sem, contudo, conectar o carro em uma estação de carregamento.

Vantagens do VAMO

Primeiro sistema de carros compartilhados 100% elétricos da América Latina, o VAMO oferece várias vantagens para os usuários. Além de não emitir gases de efeito estufa e não produzirem poluição sonora, benefícios importantes para o meio ambiente, o sistema é hoje uma opção financeiramente vantajosa para os fortalezenses.

Desenvolvido pela SCSP, por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), em parceria com o Hapvida e a Serttel, o VAMO reduziu a tarifa em 68% em 2017, ficando ainda mais competitivo com relação a outros modais, inclusive do transporte individual de passageiros por meio de aplicativos.

A redução da tarifação do sistema foi pensada levando em conta o tempo de uso dos veículos. Com isso, o valor a ser cobrado dos usuários que tiverem Bilhete Único diminuiu de R$ 20,00 para R$ 15,00, nos primeiros 30 minutos de utilização. Esse novo valor é indivisível, ou seja, do primeiro minuto ao trigésimo minuto, o valor cobrado é fixo e totaliza R$ 15,00. O mesmo acontece para quem utilizar o sistema por até 3 horas de utilização. Cada faixa de tempo tem sua respectiva taxa de valor indivisível. Somente a partir de 3 horas de uso, é que será cobrado R$ 0,30 por minuto adicional; e a partir de 5 horas, será cobrado R$ 0,50 por minuto adicional. Resumindo, a cobrança se dará da seguinte forma:

• Para até 30 minutos de uso: a tarifa será reduzida de R$ 20,00 para R$ 15,00 (redução de 25%);
• Para até 1 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 44,00 para R$ 20,00 (redução de 54%);
• Para até 2 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 80,00 para R$ 30,00 (redução de 62%);
• Para até 3 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 110,00 para R$ 35,00 (redução de 68%);
• Entre 3 h e 5 h de uso: a tarifa de R$ 35,00, com acréscimo de R$ 0,30 por minuto adicional;
• A partir de 5 h de uso: R$ 71,00, com acréscimo de R$ 0,50 por minuto adicional.

Já o passe mensal agora custa R$ 15,00 para os cadastrados com Bilhete Único e R$ 20,00 para os demais. O valor da taxa mensal é revertido, integralmente, em crédito (de R$ 20,00 ou R$ 15,00) para os usuários, sendo ou não cadastrado com o Bilhete Único.


Além do benefício financeiro para os usuários que possuam Bilhete Único, os carros elétricos compartilhados podem estacionar nas vagas de Zona Azul gratuitamente, assim como no shopping RioMar Fortaleza. E para incentivar o compartilhamento e reduzir ainda mais os custos, o aplicativo do VAMO disponibiliza a função “carona” que permite ao usuário dividir os custos com um colega de trabalho ou amigo, por exemplo.

Publicado em Mobilidade
Trecho da Ciclofaixa
A infraestrutura integra o Anel Cicloviário de Fortaleza, que já conta com cerca de 36,6 Km de infraestrutura cicloviária em diversos pontos da cidade

A Prefeitura de Fortaleza concluiu, nesta sexta-feira (17/08), novas ciclofaixas na Av. Perimetral, entre as ruas Alfredo Mamede e Vital Brasil. Essas infraestruturas possuem uma novidade: foi implantado zebrado entre a ciclofaixa e as faixas de veículos motorizados, protegendo mais o ciclista do fluxo de carros, ônibus e caminhões. Implantar ciclofaixas cada vez mais protegidas é um compromisso da Prefeitura de Fortaleza, seguindo tendência das principais cidades do mundo, para que as pessoas se sintam mais seguras ao utilizar a bicicleta como meio de transporte.

Com projeto idealizado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Gestão Cicloviária do Plano de Ações e Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), a Av. Perimetral, que funciona em binário no trecho onde a ciclofaixa unidirecional está implantada, recebe cerca de 3,3 km de novas ciclofaixas no sentido Mondubim - Bonsucesso e 3,7 km, no sentido Bonsucesso - Mondubim, totalizando 7km de novas ciclofaixas.

Instaladas sempre do lado esquerdo da via, uma em cada sentido do binário, as primeiras ciclofaixas com zebrado da cidade farão conexão com as ciclofaixas das seguintes vias Av. Osório de Paiva, R. Vital Brasil e R. Emílio de Menezes, além de se conectarem às ciclorrotas da Vila Manoel Sátiro, situadas nas ruas Dr. João Amora e Albano Amaral. Os ciclistas que circulam pelos bairros Novo Mondubim, Vila Manoel Sátiro, Vila Pery, Parque São Jorge e Bonsucesso, serão os principais beneficiados com a implantação deste novo modelo.

A infraestrutura integra o Anel Cicloviário de Fortaleza, que já conta com cerca de 36,6 Km de infraestrutura cicloviária em diversos pontos da cidade. Para este ano serão implantadas novas ciclofaixas na continuação da Av. Perimetral até a Av. Coronel Matos Dourado, na Av. Jornalista Tomás Coelho, e trechos da Av. Leste-Oeste e na Praia de Iracema.

Outras vias, que não estão no projeto do Anel Cicloviário também receberão novas ciclofaixas, como é o caso da Av. Senador Virgílio Távora, rua Nereu Ramos e Av. Oliveira Paiva.

Publicado em Mobilidade
Página 1 de 9