Prefeitura de Fortaleza coletou quase 15 mil toneladas de lixo e aguapés de recursos hídricos nos 100 primeiros dias deste ano

09 de abril de 2021 em Meio ambiente

Prefeitura de Fortaleza coletou quase 15 mil toneladas de lixo e aguapés de recursos hídricos nos 100 primeiros dias deste ano

Ao todo, mais de 100 canais e lagoas já foram limpos e mais de 2 mil bocas de lobo foram desobstruídas desde janeiro


máquina escavadeira limpa uma lagoa
Para a realização do trabalho, a gestão conta com 320 pessoas e o auxílio de quatro máquinas, sendo duas retroescavadeiras e duas escavadeiras hidráulicas (Foto: Rodrigo Carvalho)

A Prefeitura de Fortaleza vem cumprindo um cronograma de limpeza de canais, lagoas e riachos em todos os bairros da Cidade como parte do plano de trabalho para a Quadra Chuvosa de 2021. De janeiro até agora, já foram recolhidas mais de 14.991 toneladas de lixo e aguapés. A ação ocorre com o objetivo de conter riscos de inundação e alagamento.

Nos 100 primeiros dias da gestão, já foram limpos 106 canais e lagoas. Só no mês de março, foi realizada a limpeza de 35 canais, de onde foram retiradas 5.122 toneladas de lixo. Além disso, a gestão municipal já desobstruiu 2.178 bocas de lobo. 

Atualmente, estão em andamento a limpeza dos seguintes canais: Bom Jardim Leste I (Bom Jardim), Canal da Av. 1000 (Conjunto Ceará), Canal Damas (Damas), Canal Vila Olímpica (Genibaú), Canal Sabiaguaba (Edson Queiroz), além das Lagoas da Pedra (Jangurussu), Lagoa do Opaia (Aeroporto) e Lagoa do São Gerardo (São Gerardo).

Vale ressaltar que, durante todo o ano, a Prefeitura mantém o serviço de limpeza. No período que antecede a quadra chuvosa, a gestão municipal intensifica a quantidade de funcionários e máquinas.

infográficos de dados
t

Para a realização do trabalho, a gestão conta com 320 pessoas e o auxílio de quatro máquinas, sendo duas retroescavadeiras e duas escavadeiras hidráulicas, além de mais três caminhões multiuso. Ao todo, 250 pessoas atuam na limpeza das lagoas e canais e outras 70 pessoas auxiliam na limpeza de pequenas galerias e bocas de lobo. Os dejetos são redirecionados para o aterro sanitários.

O gerente de Limpeza Urbana, Plácido Macedo, destaca a importância do apoio da população para o direcionamento correto de resíduos sólidos. “Em canais e bocas de lobo, além da vegetação, temos que tirar utensílios grandes como colchão e sofá. São esses objetos que ocasionam entupimentos e, consequentemente, alagamentos”, esclareceu.

Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 88 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

É importante também ficar atento ao cronograma de coleta de lixo domiciliar, que é realizado em todos os bairros da capital, três vezes por semana, nas segundas, quartas e sextas ou nas terças, quintas e sábados.

Para acessar os endereços dos Ecopontos e saber o mais próximo de você, clique aqui.



Prefeitura de Fortaleza coletou quase 15 mil toneladas de lixo e aguapés de recursos hídricos nos 100 primeiros dias deste ano

Ao todo, mais de 100 canais e lagoas já foram limpos e mais de 2 mil bocas de lobo foram desobstruídas desde janeiro

máquina escavadeira limpa uma lagoa
Para a realização do trabalho, a gestão conta com 320 pessoas e o auxílio de quatro máquinas, sendo duas retroescavadeiras e duas escavadeiras hidráulicas (Foto: Rodrigo Carvalho)

A Prefeitura de Fortaleza vem cumprindo um cronograma de limpeza de canais, lagoas e riachos em todos os bairros da Cidade como parte do plano de trabalho para a Quadra Chuvosa de 2021. De janeiro até agora, já foram recolhidas mais de 14.991 toneladas de lixo e aguapés. A ação ocorre com o objetivo de conter riscos de inundação e alagamento.

Nos 100 primeiros dias da gestão, já foram limpos 106 canais e lagoas. Só no mês de março, foi realizada a limpeza de 35 canais, de onde foram retiradas 5.122 toneladas de lixo. Além disso, a gestão municipal já desobstruiu 2.178 bocas de lobo. 

Atualmente, estão em andamento a limpeza dos seguintes canais: Bom Jardim Leste I (Bom Jardim), Canal da Av. 1000 (Conjunto Ceará), Canal Damas (Damas), Canal Vila Olímpica (Genibaú), Canal Sabiaguaba (Edson Queiroz), além das Lagoas da Pedra (Jangurussu), Lagoa do Opaia (Aeroporto) e Lagoa do São Gerardo (São Gerardo).

Vale ressaltar que, durante todo o ano, a Prefeitura mantém o serviço de limpeza. No período que antecede a quadra chuvosa, a gestão municipal intensifica a quantidade de funcionários e máquinas.

infográficos de dados
t

Para a realização do trabalho, a gestão conta com 320 pessoas e o auxílio de quatro máquinas, sendo duas retroescavadeiras e duas escavadeiras hidráulicas, além de mais três caminhões multiuso. Ao todo, 250 pessoas atuam na limpeza das lagoas e canais e outras 70 pessoas auxiliam na limpeza de pequenas galerias e bocas de lobo. Os dejetos são redirecionados para o aterro sanitários.

O gerente de Limpeza Urbana, Plácido Macedo, destaca a importância do apoio da população para o direcionamento correto de resíduos sólidos. “Em canais e bocas de lobo, além da vegetação, temos que tirar utensílios grandes como colchão e sofá. São esses objetos que ocasionam entupimentos e, consequentemente, alagamentos”, esclareceu.

Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 88 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

É importante também ficar atento ao cronograma de coleta de lixo domiciliar, que é realizado em todos os bairros da capital, três vezes por semana, nas segundas, quartas e sextas ou nas terças, quintas e sábados.

Para acessar os endereços dos Ecopontos e saber o mais próximo de você, clique aqui.