02 de novembro de 2019 em Habitação

Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado entregam residencial Luiz Gonzaga a 1.760 famílias

O empreendimento, localizado no bairro Ancuri, é o maior do País incluso na modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.


várias pessoas num palco
Solenidade ocorreu na manhã deste sábado (02/11)

Na manhã deste sábado (02/11), a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado do Ceará entregaram, com apoio do Governo Federal, o residencial Luiz Gonzaga. O empreendimento, localizado no bairro Ancuri (Regional VI), é o maior do País incluso na modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

Os 1.760 apartamentos são compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro acessível, equipado com barra de proteção e torneira adaptada a pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, o conjunto habitacional traz a particularidade de ser o único projeto no Brasil com varanda.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito Roberto Cláudio, do governador Camilo Santana e do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, além de dirigentes e representantes da Caixa Econômica Federal, deputados, vereadores, lideranças políticas e comunitárias.

“Esta é uma das vantagens de se trabalhar de forma integrada e planejada, em parceria com o Governo Estadual e Federal. Localmente, conseguimos produzir uma entrega que chegará a 30 mil unidades habitacionais populares em oito anos”, informou o prefeito Roberto Cláudio.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, “esta é uma parceria, um recurso investido de mais de R$ 130 milhões. Foram R$ 20 milhões do Estado e R$ 110 da União. Muitas famílias vão poder ficar alegres hoje, entrar em suas casas, ter qualidade de vida e dignidade. É uma honra e um prazer ver a emoção dos cearenses”, acrescentou.

As unidades recém-entregues devem atender a famílias cadastradas no Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades, representadas por organizações sociais que tratam da temática em Fortaleza.

Na oportunidade, Alexandre Gonçalves, ao ser contemplado com uma unidade habitacional, descreveu o sentimento predominante. “Ao me livrar do aluguel, minha família terá a oportunidade de investir em outros projetos. Meu coração, hoje, está cheio de gratidão a Deus, ao prefeito e ao governador pela minha casa própria. Agora, poderei investir de forma mais efetiva na educação e no futuro da minha filha, Ester Alexandrina”, celebrou.

O governador Camilo Santana apontou as iniciativas intersetoriais que visam à garantia da qualidade de vida das famílias do entorno. “A política habitacional garante o direito à moradia e à dignidade. Além disso, há um compromisso da Prefeitura e do Governo do Estado de investir em equipamentos sociais. Recentemente, o prefeito Roberto Cláudio entregou o posto de saúde Osmar Viana. Também haverá escolas próximas; além de uma Areninha, cuja ordem de serviço será assinada hoje, e toda uma estrutura para garantir a qualidade de vida dos moradores deste empreendimento”, garantiu.

Roberto Cláudio detalhou as novidades previstas para o entorno. “Estamos licitando dois Centros de Educação Infantil e uma Escola de Tempo Integral para contemplar os moradores do Luiz Gonzaga e José Euclides. Além disso, o posto de saúde contará, até o fim deste ano, com cinco equipes completas do Programa Saúde da Família. Comunidade se faz a partir de serviços essenciais e de relações de respeito, de paz e de solidariedade entre vizinhos ”, defendeu.

Cooperativismo e Participação Popular

O Residencial Luiz Gonzaga é um exemplo para o estímulo ao cooperativismo e à participação popular na perspectiva das soluções de demandas habitacionais em todo o País.

O empreendimento contou com o envolvimento direto de entidades, como o Centro de Estudos, Articulação e Referência sobre Assentamentos Humanos (Cearah Periferia), Habitat para Humanidade e Federação de Bairros de Favelas de Fortaleza (FBFF)

Iolanda da Silva, presidente da Cearah Periferia, destacou que a relação de confiança estabelecida com as famílias contemplados está sendo cumprida. “A batalha foi árdua e envolveu esforços diversos. A Caixa Econômica foi muito correta. Hoje estamos realizando um sonho. Precisamos agradecer à Habitafor, à Secretaria das Cidades e a todos os entes envolvidos. O primeiro conjunto habitacional do Brasil feito pelas entidades comunitárias é motivo de orgulho para nós”, discursou.

Representando as entidades envolvidas, o corretor de imóveis Jairo Oliveira comemorou a conquista alcançada. “As entidades e os movimentos sociais estão e continuarão ao lado da população e das associações de moradores, inclusive na construção do Residencial Luiz Gonzaga 2”, garantiu.

Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado entregam residencial Luiz Gonzaga a 1.760 famílias

O empreendimento, localizado no bairro Ancuri, é o maior do País incluso na modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

várias pessoas num palco
Solenidade ocorreu na manhã deste sábado (02/11)

Na manhã deste sábado (02/11), a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado do Ceará entregaram, com apoio do Governo Federal, o residencial Luiz Gonzaga. O empreendimento, localizado no bairro Ancuri (Regional VI), é o maior do País incluso na modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

Os 1.760 apartamentos são compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro acessível, equipado com barra de proteção e torneira adaptada a pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, o conjunto habitacional traz a particularidade de ser o único projeto no Brasil com varanda.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito Roberto Cláudio, do governador Camilo Santana e do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, além de dirigentes e representantes da Caixa Econômica Federal, deputados, vereadores, lideranças políticas e comunitárias.

“Esta é uma das vantagens de se trabalhar de forma integrada e planejada, em parceria com o Governo Estadual e Federal. Localmente, conseguimos produzir uma entrega que chegará a 30 mil unidades habitacionais populares em oito anos”, informou o prefeito Roberto Cláudio.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, “esta é uma parceria, um recurso investido de mais de R$ 130 milhões. Foram R$ 20 milhões do Estado e R$ 110 da União. Muitas famílias vão poder ficar alegres hoje, entrar em suas casas, ter qualidade de vida e dignidade. É uma honra e um prazer ver a emoção dos cearenses”, acrescentou.

As unidades recém-entregues devem atender a famílias cadastradas no Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades, representadas por organizações sociais que tratam da temática em Fortaleza.

Na oportunidade, Alexandre Gonçalves, ao ser contemplado com uma unidade habitacional, descreveu o sentimento predominante. “Ao me livrar do aluguel, minha família terá a oportunidade de investir em outros projetos. Meu coração, hoje, está cheio de gratidão a Deus, ao prefeito e ao governador pela minha casa própria. Agora, poderei investir de forma mais efetiva na educação e no futuro da minha filha, Ester Alexandrina”, celebrou.

O governador Camilo Santana apontou as iniciativas intersetoriais que visam à garantia da qualidade de vida das famílias do entorno. “A política habitacional garante o direito à moradia e à dignidade. Além disso, há um compromisso da Prefeitura e do Governo do Estado de investir em equipamentos sociais. Recentemente, o prefeito Roberto Cláudio entregou o posto de saúde Osmar Viana. Também haverá escolas próximas; além de uma Areninha, cuja ordem de serviço será assinada hoje, e toda uma estrutura para garantir a qualidade de vida dos moradores deste empreendimento”, garantiu.

Roberto Cláudio detalhou as novidades previstas para o entorno. “Estamos licitando dois Centros de Educação Infantil e uma Escola de Tempo Integral para contemplar os moradores do Luiz Gonzaga e José Euclides. Além disso, o posto de saúde contará, até o fim deste ano, com cinco equipes completas do Programa Saúde da Família. Comunidade se faz a partir de serviços essenciais e de relações de respeito, de paz e de solidariedade entre vizinhos ”, defendeu.

Cooperativismo e Participação Popular

O Residencial Luiz Gonzaga é um exemplo para o estímulo ao cooperativismo e à participação popular na perspectiva das soluções de demandas habitacionais em todo o País.

O empreendimento contou com o envolvimento direto de entidades, como o Centro de Estudos, Articulação e Referência sobre Assentamentos Humanos (Cearah Periferia), Habitat para Humanidade e Federação de Bairros de Favelas de Fortaleza (FBFF)

Iolanda da Silva, presidente da Cearah Periferia, destacou que a relação de confiança estabelecida com as famílias contemplados está sendo cumprida. “A batalha foi árdua e envolveu esforços diversos. A Caixa Econômica foi muito correta. Hoje estamos realizando um sonho. Precisamos agradecer à Habitafor, à Secretaria das Cidades e a todos os entes envolvidos. O primeiro conjunto habitacional do Brasil feito pelas entidades comunitárias é motivo de orgulho para nós”, discursou.

Representando as entidades envolvidas, o corretor de imóveis Jairo Oliveira comemorou a conquista alcançada. “As entidades e os movimentos sociais estão e continuarão ao lado da população e das associações de moradores, inclusive na construção do Residencial Luiz Gonzaga 2”, garantiu.