Prefeitura de Fortaleza inaugura 68º Ecoponto no bairro Floresta

16 de janeiro de 2020 em Meio ambiente

Prefeitura de Fortaleza inaugura 68º Ecoponto no bairro Floresta

O novo equipamento é o 13º implantando na área da Regional I


várias pessoas num palco
A entrega do Ecoponto Floresta ocorreu na noite de quarta-feira (15/01)

A Prefeitura de Fortaleza inaugurou, nesta quarta-feira (15/01), o 68º Ecoponto de Fortaleza, no bairro Floresta (Regional I). O local vai oferecer o benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera descontos na conta de energia à população do bairro e adjacências pela troca de resíduos sólidos recicláveis.

Concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o novo Ecoponto é o 13º implantando na área da Regional I. Os outros 12 equipamentos do tipo estão instalados na Barra do Ceará, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Cristo Redentor, Vila do Mar, Bairro Ellery e Álvaro Weyne.

Assim como os demais, o novo Ecoponto é um local adequado para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. É lá onde a população, ao levar a conta de energia, pode ter acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza.

"É um projeto que, só na Regional I, foi responsável pela eliminação de mais de 100 pontos de lixo. São empreendimentos que realizam mudança na vida das pessoas. É emprego, é renda, é saúde e uma das políticas mais exitosas da prefeitura, que não é apenas um serviço público, mas é também saúde", declarou o secretário da Regional I, Rennys Frota.

Para Romero Silva, superintendente da AcFor, o ecoponto só se torna uma realidade se a população participar. “É um projeto que dá essa oportunidade para todo cidadão descartar seu lixo de forma correta, tornando a nossa cidade mais limpa, e que já é vitorioso, um exemplo para todo o Brasil”, afirmou.

mulher posa para foto sorrindo
Antonieta de Souza está maravilhada com o equipamento instalado em seu bairro

A aposentada Antonieta de Souza, moradora do bairro Floresta há mais de 40 anos, conta que o espaço onde está o novo Ecoponto era um ponto de acúmulo de lixo. “Estou maravilhada com o equipamento, mas a população precisa se educar, fazer a sua parte e colocar o lixo no lugar certo. Também quero trazer os recicláveis para ganhar um dinheirinho”, disse.

Todos os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Os locais oferecem espaço adequado para o descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Recicla Fortaleza

O programa Recicla Fortaleza oferece desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel).

Até o momento, já foram coletadas mais de 120 mil toneladas de materiais recicláveis. Como resultado, o Programa Recicla Fortaleza gerou um benefício de mais R$ 600.000,00 distribuídos na conta de energia para mais de 26.500 usuários cadastrados no sistema. Levando em consideração os recicláveis, atualmente, os Ecopontos que mais recebem esse tipo de resíduo são Sapiranga, Fátima, Varjota, Messejana, Leste Oeste e Barra do Ceará.

Para se ter acesso aos benefícios, o fortalezense precisa procurar um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando-se de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro.

No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado. A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 21 mil famílias fortalezenses. Os próximos passos são no sentido da população a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos, como forma de estimular a adesão.

E-Carroceiro

A ação cadastra carroceiros nas secretarias regionais para direcionarem entulho aos Ecopontos, realizando a pesagem na balança e recebendo pagamento na na forma de crédito em cartão, utilizado no comércio da região ou retirada do dinheiro.

Com isso, a Prefeitura estimula o desenvolvimento de uma economia local, além da adesão de pequenos comércios do bairro, que deixam de sujar e ainda fazem giro de dinheiro na comunidade.

Materiais que geram crédito na conta de energia:

Vidro: embalagens de vidro, café solúvel, maionese; e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre): ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel: papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico: garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros: óleo de cozinha e embalagens Tetra Pak (leite, sucos e achocolatados).

Infográfico com dados

Prefeitura de Fortaleza inaugura 68º Ecoponto no bairro Floresta

O novo equipamento é o 13º implantando na área da Regional I

várias pessoas num palco
A entrega do Ecoponto Floresta ocorreu na noite de quarta-feira (15/01)

A Prefeitura de Fortaleza inaugurou, nesta quarta-feira (15/01), o 68º Ecoponto de Fortaleza, no bairro Floresta (Regional I). O local vai oferecer o benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera descontos na conta de energia à população do bairro e adjacências pela troca de resíduos sólidos recicláveis.

Concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o novo Ecoponto é o 13º implantando na área da Regional I. Os outros 12 equipamentos do tipo estão instalados na Barra do Ceará, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Cristo Redentor, Vila do Mar, Bairro Ellery e Álvaro Weyne.

Assim como os demais, o novo Ecoponto é um local adequado para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. É lá onde a população, ao levar a conta de energia, pode ter acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza.

"É um projeto que, só na Regional I, foi responsável pela eliminação de mais de 100 pontos de lixo. São empreendimentos que realizam mudança na vida das pessoas. É emprego, é renda, é saúde e uma das políticas mais exitosas da prefeitura, que não é apenas um serviço público, mas é também saúde", declarou o secretário da Regional I, Rennys Frota.

Para Romero Silva, superintendente da AcFor, o ecoponto só se torna uma realidade se a população participar. “É um projeto que dá essa oportunidade para todo cidadão descartar seu lixo de forma correta, tornando a nossa cidade mais limpa, e que já é vitorioso, um exemplo para todo o Brasil”, afirmou.

mulher posa para foto sorrindo
Antonieta de Souza está maravilhada com o equipamento instalado em seu bairro

A aposentada Antonieta de Souza, moradora do bairro Floresta há mais de 40 anos, conta que o espaço onde está o novo Ecoponto era um ponto de acúmulo de lixo. “Estou maravilhada com o equipamento, mas a população precisa se educar, fazer a sua parte e colocar o lixo no lugar certo. Também quero trazer os recicláveis para ganhar um dinheirinho”, disse.

Todos os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Os locais oferecem espaço adequado para o descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Recicla Fortaleza

O programa Recicla Fortaleza oferece desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel).

Até o momento, já foram coletadas mais de 120 mil toneladas de materiais recicláveis. Como resultado, o Programa Recicla Fortaleza gerou um benefício de mais R$ 600.000,00 distribuídos na conta de energia para mais de 26.500 usuários cadastrados no sistema. Levando em consideração os recicláveis, atualmente, os Ecopontos que mais recebem esse tipo de resíduo são Sapiranga, Fátima, Varjota, Messejana, Leste Oeste e Barra do Ceará.

Para se ter acesso aos benefícios, o fortalezense precisa procurar um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando-se de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro.

No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado. A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 21 mil famílias fortalezenses. Os próximos passos são no sentido da população a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos, como forma de estimular a adesão.

E-Carroceiro

A ação cadastra carroceiros nas secretarias regionais para direcionarem entulho aos Ecopontos, realizando a pesagem na balança e recebendo pagamento na na forma de crédito em cartão, utilizado no comércio da região ou retirada do dinheiro.

Com isso, a Prefeitura estimula o desenvolvimento de uma economia local, além da adesão de pequenos comércios do bairro, que deixam de sujar e ainda fazem giro de dinheiro na comunidade.

Materiais que geram crédito na conta de energia:

Vidro: embalagens de vidro, café solúvel, maionese; e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre): ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel: papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico: garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros: óleo de cozinha e embalagens Tetra Pak (leite, sucos e achocolatados).

Infográfico com dados