03 de dezembro de 2018 em Cultura

Prefeitura de Fortaleza inaugura Projeto Museu Orgânico no Bar do Vaval

Artista homenageado será o cantor e compositor Raimundo Fagner


Museu Orgânico

A Prefeitura de Fortaleza inaugura, nesta terça-feira (04/12), às 20h, a quarta galeria do Projeto Museu Orgânico, desta vez no Point Lauro Maia, conhecido como Bar do Vaval, na Rua Lauro Maia, 570, no Bairro de Fátima.

O Projeto Museu Orgânico é uma ação inédita que busca sistematizar o roteiro de espaços culturais da Capital, reconhecendo agentes e promotores de programação que fortalecem as manifestações da cultura. Como acontece em cada instalação, o estabelecimento homenageia um artista e, no Bar do Vaval, a homenagem será ao cantor e compositor Raimundo Fagner.

O projeto contempla, nesta primeira fase, o campo da Música, expressão que encontra ressonância na história da vida boêmia de Fortaleza, identificada em bares da Cidade que têm sido ambientes de convivência e de grandes produções intelectuais, artísticas e culturais.

A criação do projeto Museu Orgânico pela Prefeitura de Fortaleza é uma forma de ligar a criatividade plural, diversa e atemporal das interfaces da música e outras linguagens culturais cearenses e sua contribuição para a formação da alma cultural da cidade, fortalecendo os cuidados com a dinamização da nossa memória e a democratização da arte.

A proposta da Prefeitura busca trabalhar a cidade como um grande museu aberto, inciativa que se inspira na proposta de potencialização dos conteúdos culturais da vida urbana.

Os “bares-galerias” integrantes do projeto Museu Orgânico entrarão no roteiro turístico-cultural de Fortaleza, considerando que essa aproximação por campos de sentido é tão relevante para quem visita a cidade como para quem nela vive.

Cada bar-galeria escolhe um destaque para representar o seu espaço, facultando ao proprietário ou gestor do bar o direito de indicar um nome de destaque não incluído no painel, conforme as peculiaridades e preferências do bar e de seus frequentadores.

Mostra da Diversidade
O Projeto Museu Orgânico terá pelo menos seis galerias instaladas ainda neste ano. A primeira galeria do Projeto foi inaugurada no dia 11/07/2018, no Cantinho do Frango, com homenagem a Rodger Rogério, nome escolhido pelo dono do estabelecimento, Caio Napoleão.

A segunda galeria foi instalada no Flórida Bar, homenageando o cantor, compositor e humorista Falcão que teve um quadro específico, com texto assinado pelo proprietário Herminio Sá, justificando o motivo da escolha do artista.

O Bar do Mincharia, na Praia de Iracema, foi o terceiro estabelecimento a receber o Projeto Museu Orgânico, com homenagem ao cantor e compositor Evaldo Gouveia, “um símbolo da Praia de Iracema e da cultura da nossa Fortaleza”, afirmou o dono do Bar do Mincharia, Carlinhos Aragão.

A quarta galeria será instalada no Point Lauro Maia, o Bar do Vaval, nesta terça-feira, dia 04 de dezembro, às 20 horas, homenageando o cantor e compositor Raimundo Fagner.

Ainda neste mês de dezembro, serão instaladas as galerias no Café Couture, na Praia de Iracema, e no Açaí na Taipa, no bairro Pirambu.

O espaço selecionado para galeria do Museu Orgânico na linguagem "Música" recebe um painel de 3m x 1,5m, composto por 50 fotos de compositores, músicos e intérpretes de reconhecido valor artístico-cultural para a música do Ceará, como mostra da diversidade musical da cidade.

A disposição das fotos em ordem alfabética, todas em preto e branco e com o mesmo tamanho, assegura o distanciamento da Prefeitura quanto a preferências estético-temáticas e de personalidades.

Como são escolhidos os espaços
Os bares-galerias do Projeto Museu Orgânico serão convidados pela Prefeitura de Fortaleza, obedecendo o critério de distribuição espacial no território da Capital, contemplando as sete Regionais da Cidade, com a identificação desses espaços vivos de cultura.

A partir do lançamento do projeto, outros bares poderão se candidatar a receber o selo de Bar-Galeria do Projeto Museu Orgânico.

Roteiro da cultura musical de Fortaleza
Os bares-galerias integrantes do projeto Museu Orgânico entrarão no roteiro turístico-cultural de Fortaleza, considerando que essa aproximação por campos de sentido é tão relevante para quem visita a cidade como para quem nela vive.

A Prefeitura de Fortaleza receberá inscrições para outros espaços vivos de cultura interessados em se tornarem galerias do Museu Orgânico. Além dos bares, poderão pleitear o material: restaurantes, equipamentos públicos, espaços culturais, barracas de praia, terminais de transportes, centros educacionais e praças de esportes, tendo obediência ao princípio de que só entrarão no roteiro espaços que ofereçam acesso público.

Em paralelo à implantação das galerias com os painéis da linguagem MÚSICA, a Prefeitura de Fortaleza desenvolverá painéis, nos mesmos moldes e seguindo os mesmos critérios, para outras manifestações culturais, como teatro, literatura, fotografia, artes visuais, humor, esportes etc.

Curadoria do Museu Orgânico
As bases para a constituição e funcionamento do Museu Orgânico, bem como a escolha dos 50 nomes que integram o painel a ser multiplicado nos bares-galerias e a seleção dos primeiros espaços foram desenvolvidas por um grupo de curadores indicados pelo Gabinete do Prefeito Roberto Cláudio e é composto pelo jornalista Moacir Maia, coordenador de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Fortaleza, o arquiteto Totonho Laprovitera, representante da Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza, o escritor e Produtor Cultural Jorge Pieiro, representante da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza, e o jornalista, compositor e escritor Flávio Paiva, autor do livro-cd "Bulbrax – Sociomorfologia Cultural de Fortaleza".

Serviço
Inauguração do Projeto Museu Orgânico – Galeria Bar do Vaval
Local: Point Lauro Maia - Bar do Vaval - Rua Lauro Maia, 570 – Fátima
Dia: 04/12 (terça-feira)
Horário: 20 horas

Prefeitura de Fortaleza inaugura Projeto Museu Orgânico no Bar do Vaval

Artista homenageado será o cantor e compositor Raimundo Fagner

Museu Orgânico

A Prefeitura de Fortaleza inaugura, nesta terça-feira (04/12), às 20h, a quarta galeria do Projeto Museu Orgânico, desta vez no Point Lauro Maia, conhecido como Bar do Vaval, na Rua Lauro Maia, 570, no Bairro de Fátima.

O Projeto Museu Orgânico é uma ação inédita que busca sistematizar o roteiro de espaços culturais da Capital, reconhecendo agentes e promotores de programação que fortalecem as manifestações da cultura. Como acontece em cada instalação, o estabelecimento homenageia um artista e, no Bar do Vaval, a homenagem será ao cantor e compositor Raimundo Fagner.

O projeto contempla, nesta primeira fase, o campo da Música, expressão que encontra ressonância na história da vida boêmia de Fortaleza, identificada em bares da Cidade que têm sido ambientes de convivência e de grandes produções intelectuais, artísticas e culturais.

A criação do projeto Museu Orgânico pela Prefeitura de Fortaleza é uma forma de ligar a criatividade plural, diversa e atemporal das interfaces da música e outras linguagens culturais cearenses e sua contribuição para a formação da alma cultural da cidade, fortalecendo os cuidados com a dinamização da nossa memória e a democratização da arte.

A proposta da Prefeitura busca trabalhar a cidade como um grande museu aberto, inciativa que se inspira na proposta de potencialização dos conteúdos culturais da vida urbana.

Os “bares-galerias” integrantes do projeto Museu Orgânico entrarão no roteiro turístico-cultural de Fortaleza, considerando que essa aproximação por campos de sentido é tão relevante para quem visita a cidade como para quem nela vive.

Cada bar-galeria escolhe um destaque para representar o seu espaço, facultando ao proprietário ou gestor do bar o direito de indicar um nome de destaque não incluído no painel, conforme as peculiaridades e preferências do bar e de seus frequentadores.

Mostra da Diversidade
O Projeto Museu Orgânico terá pelo menos seis galerias instaladas ainda neste ano. A primeira galeria do Projeto foi inaugurada no dia 11/07/2018, no Cantinho do Frango, com homenagem a Rodger Rogério, nome escolhido pelo dono do estabelecimento, Caio Napoleão.

A segunda galeria foi instalada no Flórida Bar, homenageando o cantor, compositor e humorista Falcão que teve um quadro específico, com texto assinado pelo proprietário Herminio Sá, justificando o motivo da escolha do artista.

O Bar do Mincharia, na Praia de Iracema, foi o terceiro estabelecimento a receber o Projeto Museu Orgânico, com homenagem ao cantor e compositor Evaldo Gouveia, “um símbolo da Praia de Iracema e da cultura da nossa Fortaleza”, afirmou o dono do Bar do Mincharia, Carlinhos Aragão.

A quarta galeria será instalada no Point Lauro Maia, o Bar do Vaval, nesta terça-feira, dia 04 de dezembro, às 20 horas, homenageando o cantor e compositor Raimundo Fagner.

Ainda neste mês de dezembro, serão instaladas as galerias no Café Couture, na Praia de Iracema, e no Açaí na Taipa, no bairro Pirambu.

O espaço selecionado para galeria do Museu Orgânico na linguagem "Música" recebe um painel de 3m x 1,5m, composto por 50 fotos de compositores, músicos e intérpretes de reconhecido valor artístico-cultural para a música do Ceará, como mostra da diversidade musical da cidade.

A disposição das fotos em ordem alfabética, todas em preto e branco e com o mesmo tamanho, assegura o distanciamento da Prefeitura quanto a preferências estético-temáticas e de personalidades.

Como são escolhidos os espaços
Os bares-galerias do Projeto Museu Orgânico serão convidados pela Prefeitura de Fortaleza, obedecendo o critério de distribuição espacial no território da Capital, contemplando as sete Regionais da Cidade, com a identificação desses espaços vivos de cultura.

A partir do lançamento do projeto, outros bares poderão se candidatar a receber o selo de Bar-Galeria do Projeto Museu Orgânico.

Roteiro da cultura musical de Fortaleza
Os bares-galerias integrantes do projeto Museu Orgânico entrarão no roteiro turístico-cultural de Fortaleza, considerando que essa aproximação por campos de sentido é tão relevante para quem visita a cidade como para quem nela vive.

A Prefeitura de Fortaleza receberá inscrições para outros espaços vivos de cultura interessados em se tornarem galerias do Museu Orgânico. Além dos bares, poderão pleitear o material: restaurantes, equipamentos públicos, espaços culturais, barracas de praia, terminais de transportes, centros educacionais e praças de esportes, tendo obediência ao princípio de que só entrarão no roteiro espaços que ofereçam acesso público.

Em paralelo à implantação das galerias com os painéis da linguagem MÚSICA, a Prefeitura de Fortaleza desenvolverá painéis, nos mesmos moldes e seguindo os mesmos critérios, para outras manifestações culturais, como teatro, literatura, fotografia, artes visuais, humor, esportes etc.

Curadoria do Museu Orgânico
As bases para a constituição e funcionamento do Museu Orgânico, bem como a escolha dos 50 nomes que integram o painel a ser multiplicado nos bares-galerias e a seleção dos primeiros espaços foram desenvolvidas por um grupo de curadores indicados pelo Gabinete do Prefeito Roberto Cláudio e é composto pelo jornalista Moacir Maia, coordenador de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Fortaleza, o arquiteto Totonho Laprovitera, representante da Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza, o escritor e Produtor Cultural Jorge Pieiro, representante da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza, e o jornalista, compositor e escritor Flávio Paiva, autor do livro-cd "Bulbrax – Sociomorfologia Cultural de Fortaleza".

Serviço
Inauguração do Projeto Museu Orgânico – Galeria Bar do Vaval
Local: Point Lauro Maia - Bar do Vaval - Rua Lauro Maia, 570 – Fátima
Dia: 04/12 (terça-feira)
Horário: 20 horas