17 de maio de 2018 em Saúde

Prefeitura de Fortaleza promove ações alusivas ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial

As atividades acontecem nesta sexta-feira (18/05), com apresentações de dança, música, poesia e humor, a partir das 8h30, na Unidade de Acolhimento da Regional II


Em alusão ao “Dia Nacional da Luta Antimanicomial”, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove nesta sexta-feira (18/05), um grande evento com apresentações de dança, música, poesia e humor, a partir das 8h30, na Unidade de Acolhimento da Regional II.

As manifestações artísticas ficarão a cargo do ator e músico, Sávio Leão, além dos grupos; Alegria, Tamo Nem Aí, Ninguém me Ama Mais do que Eu, Maluco Beleza, Samba A4, e do bloco Doido é Tu. A comemoração contará com a presença da titular da SMS, Joana Maciel, gestores e profissionais da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), usuários dos serviços e seus familiares, e de representantes dos grupos sociais engajados na luta.

A programação se estende a todos os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do Município de Fortaleza, com a realização de palestras, oficinas educativas, apresentações de dança e teatro, promoção à saúde, roda de debates, mesa redonda, exibição de filmes, entre outras. Além destas, foram realizadas também, ao longo de toda essa semana, diversas atividades em defesa da liberdade e do direito de viver em sociedade.

Através dessas intervenções, da promoção e efetivação de políticas públicas, a Prefeitura de Fortaleza busca fortalecer, cada vez mais, o novo modelo de atenção à saúde e a implementação da rede de serviços abertos e comunitários, substitutivos ao modelo hospitalocêntrico

De acordo com a gerente da Célula de Atenção à Unidade de Acolhimento da SMS, Aline Gouveia, “o novo modelo de atenção é embasado na construção de uma sociedade justa e igualitária, que defende a equidade, os direitos e a dignidade dos indivíduos com os mais variados tipos de transtornos mentais. Tendo como objetivo cuidar e acompanhar de perto essas pessoas, sem excluí-los do convívio familiar e social”, afirmou.

Saiba mais

O dia 18 de maio foi estabelecido “Dia Nacional de Luta Antimanicomial” e visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global, e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socioeconômicos. Com o lema “Por uma sociedade sem manicômios”, uma das conquistas desse movimento foi a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos manicômios e a implantação de novos serviços como os CAPS, as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, entre outros, que garantem o acompanhamento dos indivíduos com transtornos mentais, fortalecendo o vínculo familiar e comunitário, e ofertando cuidados promotores de saúde e de autonomia.

Serviço
Dia Nacional da Luta Antimanicomial
Data: Sexta-feira (18/05)
Horário: 8h30
Local: Rua Giseuda Cisne, 87 – Cidade 2000

 

Prefeitura de Fortaleza promove ações alusivas ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial

As atividades acontecem nesta sexta-feira (18/05), com apresentações de dança, música, poesia e humor, a partir das 8h30, na Unidade de Acolhimento da Regional II

Em alusão ao “Dia Nacional da Luta Antimanicomial”, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove nesta sexta-feira (18/05), um grande evento com apresentações de dança, música, poesia e humor, a partir das 8h30, na Unidade de Acolhimento da Regional II.

As manifestações artísticas ficarão a cargo do ator e músico, Sávio Leão, além dos grupos; Alegria, Tamo Nem Aí, Ninguém me Ama Mais do que Eu, Maluco Beleza, Samba A4, e do bloco Doido é Tu. A comemoração contará com a presença da titular da SMS, Joana Maciel, gestores e profissionais da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), usuários dos serviços e seus familiares, e de representantes dos grupos sociais engajados na luta.

A programação se estende a todos os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do Município de Fortaleza, com a realização de palestras, oficinas educativas, apresentações de dança e teatro, promoção à saúde, roda de debates, mesa redonda, exibição de filmes, entre outras. Além destas, foram realizadas também, ao longo de toda essa semana, diversas atividades em defesa da liberdade e do direito de viver em sociedade.

Através dessas intervenções, da promoção e efetivação de políticas públicas, a Prefeitura de Fortaleza busca fortalecer, cada vez mais, o novo modelo de atenção à saúde e a implementação da rede de serviços abertos e comunitários, substitutivos ao modelo hospitalocêntrico

De acordo com a gerente da Célula de Atenção à Unidade de Acolhimento da SMS, Aline Gouveia, “o novo modelo de atenção é embasado na construção de uma sociedade justa e igualitária, que defende a equidade, os direitos e a dignidade dos indivíduos com os mais variados tipos de transtornos mentais. Tendo como objetivo cuidar e acompanhar de perto essas pessoas, sem excluí-los do convívio familiar e social”, afirmou.

Saiba mais

O dia 18 de maio foi estabelecido “Dia Nacional de Luta Antimanicomial” e visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global, e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socioeconômicos. Com o lema “Por uma sociedade sem manicômios”, uma das conquistas desse movimento foi a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos manicômios e a implantação de novos serviços como os CAPS, as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, entre outros, que garantem o acompanhamento dos indivíduos com transtornos mentais, fortalecendo o vínculo familiar e comunitário, e ofertando cuidados promotores de saúde e de autonomia.

Serviço
Dia Nacional da Luta Antimanicomial
Data: Sexta-feira (18/05)
Horário: 8h30
Local: Rua Giseuda Cisne, 87 – Cidade 2000