07 de outubro de 2019 em Meio ambiente

Prefeitura de Fortaleza realiza ação emergencial para retirada de óleo das praias da Cidade

Já foram retirados da orla cerca de 500 litros de óleo, além de quatro toneladas de outros resíduos


homens retirando lixo e resíduos em praia
A ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba

A Prefeitura de Fortaleza está mobilizando técnicos das Secretarias Municipais de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) para realizar a remoção de resíduos de óleos despejados no mar e que atingiram a faixa de praias da Cidade. A ação emergencial, que teve início na última quarta-feira (02/10), já retirou da orla cerca de 500 litros do material, além de quatro toneladas de outros resíduos.

Além do trabalho de limpeza que vem sendo realizado diariamente na faixa de areia da Capital, a ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba, que foram atingidas pelo óleo.

A intervenção de emergência, que tem acompanhamento de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/CE), e apoio de equipamentos da Petrobrás, segue até que não sejam encontrados mais vestígios de óleos nas praias de Fortaleza.

De acordo com a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza, Águeda Muniz, “o trabalho conjunto de limpeza evita maiores danos ambientais, tanto para os recursos hídricos como para a fauna marinha. A Prefeitura está dedicada a essa tarefa com o objetivo de retirar todo o material encontrado nas praias da Cidade e, assim, melhorar as condições de balneabilidade para os frequentadores, sejam turistas ou fortalezenses.”

Além dessas praias em Fortaleza, o Ibama identificou que as manchas de óleo atingiram 132 praias em estados da Região Nordeste.

Prefeitura de Fortaleza realiza ação emergencial para retirada de óleo das praias da Cidade

Já foram retirados da orla cerca de 500 litros de óleo, além de quatro toneladas de outros resíduos

homens retirando lixo e resíduos em praia
A ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba

A Prefeitura de Fortaleza está mobilizando técnicos das Secretarias Municipais de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) para realizar a remoção de resíduos de óleos despejados no mar e que atingiram a faixa de praias da Cidade. A ação emergencial, que teve início na última quarta-feira (02/10), já retirou da orla cerca de 500 litros do material, além de quatro toneladas de outros resíduos.

Além do trabalho de limpeza que vem sendo realizado diariamente na faixa de areia da Capital, a ação conta com uma equipe de 25 homens que percorrem as praias do Futuro, Caça e Pesca, Titanzinho, Cofeco e Sabiaguaba, que foram atingidas pelo óleo.

A intervenção de emergência, que tem acompanhamento de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/CE), e apoio de equipamentos da Petrobrás, segue até que não sejam encontrados mais vestígios de óleos nas praias de Fortaleza.

De acordo com a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza, Águeda Muniz, “o trabalho conjunto de limpeza evita maiores danos ambientais, tanto para os recursos hídricos como para a fauna marinha. A Prefeitura está dedicada a essa tarefa com o objetivo de retirar todo o material encontrado nas praias da Cidade e, assim, melhorar as condições de balneabilidade para os frequentadores, sejam turistas ou fortalezenses.”

Além dessas praias em Fortaleza, o Ibama identificou que as manchas de óleo atingiram 132 praias em estados da Região Nordeste.