25 de junho de 2020 em Meio ambiente

Prefeitura segue com cronograma de obras do Parque Rachel de Queiroz

As obras de requalificação do maior parque urbano de Fortaleza vão beneficiar a população de 14 bairros


maquete eletrônica do Parque após a obra
Maquete eletrônica do Parque Rachel de Queiroz

A Prefeitura de Fortaleza reiniciou as obras da primeira etapa do Parque Rachel de Queiroz, que teve seu cronograma de requalificação alterado nos últimos meses por medidas de segurança, devido à pandemia da Covid-19.

As intervenções fazem parte do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS) e estão sendo realizadas em quatro trechos do parque, situados nos bairros Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III).

A secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz, visitou o canteiro de obras nesta quinta-feira (25/06), para acompanhar o desenvolvimento das atividades. De acordo com a secretária, o projeto de requalificação do Parque Rachel de Queiroz teve diversas atividades internas e de planejamento durante a alteração do cronograma de obras, incluindo ações de educação ambiental com os funcionários.

Além disso, ela destacou que a obra trará benefícios imensuráveis para a cidade de Fortaleza, em especial para a população residente nos bairros que receberão as intervenções. "Este é o primeiro financiamento específico para a área ambiental e de sustentabilidade o que, sem dúvidas, é uma grande inovação social e urbanística que vai impactar positivamente no meio ambiente da cidade e na vida dos moradores, em especial os residentes nos bairros das áreas de intervenção e no seu entorno", finaliza.

Líderes comunitários e a população residente no entorno do parque também participaram da visita ao canteiro de obras, reafirmando a presente participação popular em todas as definições referentes ao projeto do parque.

“A visita da secretária é muito importante para a nossa comunidade, pois demonstra o valor que a Prefeitura está dando para a obra e para a comunidade em si. Esta obra é muito esperada e que tem uma luta histórica antiga e que agora se concretiza. Ela traz inúmeros benefícios para a comunidade e nós agradecemos bastante”, afirma Ana Luna, diretora da Associação dos bairros Ellery e Monte Castelo.

As intervenções coordenadas pela Seuma trarão diversos benefícios para a população de Fortaleza. Os trechos 1 e 2, localizados no bairro Ellery, contarão com quadra poliesportiva, espaço voltado para a leitura, bicicletário, estação do Bicicletar, academia ao ar livre e skatepark, ambiente recreativo voltado para a prática do skate. Já os trechos 5 e 6 serão contemplados com campo e quadra de futebol, quadra de vôlei de areia, equipamentos para a prática de alongamento, bicicletário, playground, espaço voltado para a leitura, vagas para estacionamento e espiribol.

Parque Rachel de Queiroz

A requalificação do Parque Rachel de Queiroz, assim como os demais projetos do FCS, conta com a contratação de operação de crédito externo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD – Banco Mundial), no valor de US$ 73,3 milhões.

O Parque possui 10 km de extensão e uma área total de aproximadamente 203 hectares, localizado na área oeste do município, sendo o primeiro maior de Fortaleza e o segundo maior do estado do Ceará. As intervenções no Parque irão beneficiar diretamente 285 mil pessoas, em uma área de abrangência de 14 bairros, sendo eles: Monte Castelo, Alagadiço/São Gerardo, Presidente Kennedy, Pici, Antônio Bezerra, Dom Lustosa, Henrique Jorge, Autran Nunes, Villa Ellery, Parquelândia, Amadeu Furtado, Bela Vista, Padre Andrade e Genibaú.

Prefeitura segue com cronograma de obras do Parque Rachel de Queiroz

As obras de requalificação do maior parque urbano de Fortaleza vão beneficiar a população de 14 bairros

maquete eletrônica do Parque após a obra
Maquete eletrônica do Parque Rachel de Queiroz

A Prefeitura de Fortaleza reiniciou as obras da primeira etapa do Parque Rachel de Queiroz, que teve seu cronograma de requalificação alterado nos últimos meses por medidas de segurança, devido à pandemia da Covid-19.

As intervenções fazem parte do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS) e estão sendo realizadas em quatro trechos do parque, situados nos bairros Ellery (Regional I) e Presidente Kennedy (Regional III).

A secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz, visitou o canteiro de obras nesta quinta-feira (25/06), para acompanhar o desenvolvimento das atividades. De acordo com a secretária, o projeto de requalificação do Parque Rachel de Queiroz teve diversas atividades internas e de planejamento durante a alteração do cronograma de obras, incluindo ações de educação ambiental com os funcionários.

Além disso, ela destacou que a obra trará benefícios imensuráveis para a cidade de Fortaleza, em especial para a população residente nos bairros que receberão as intervenções. "Este é o primeiro financiamento específico para a área ambiental e de sustentabilidade o que, sem dúvidas, é uma grande inovação social e urbanística que vai impactar positivamente no meio ambiente da cidade e na vida dos moradores, em especial os residentes nos bairros das áreas de intervenção e no seu entorno", finaliza.

Líderes comunitários e a população residente no entorno do parque também participaram da visita ao canteiro de obras, reafirmando a presente participação popular em todas as definições referentes ao projeto do parque.

“A visita da secretária é muito importante para a nossa comunidade, pois demonstra o valor que a Prefeitura está dando para a obra e para a comunidade em si. Esta obra é muito esperada e que tem uma luta histórica antiga e que agora se concretiza. Ela traz inúmeros benefícios para a comunidade e nós agradecemos bastante”, afirma Ana Luna, diretora da Associação dos bairros Ellery e Monte Castelo.

As intervenções coordenadas pela Seuma trarão diversos benefícios para a população de Fortaleza. Os trechos 1 e 2, localizados no bairro Ellery, contarão com quadra poliesportiva, espaço voltado para a leitura, bicicletário, estação do Bicicletar, academia ao ar livre e skatepark, ambiente recreativo voltado para a prática do skate. Já os trechos 5 e 6 serão contemplados com campo e quadra de futebol, quadra de vôlei de areia, equipamentos para a prática de alongamento, bicicletário, playground, espaço voltado para a leitura, vagas para estacionamento e espiribol.

Parque Rachel de Queiroz

A requalificação do Parque Rachel de Queiroz, assim como os demais projetos do FCS, conta com a contratação de operação de crédito externo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD – Banco Mundial), no valor de US$ 73,3 milhões.

O Parque possui 10 km de extensão e uma área total de aproximadamente 203 hectares, localizado na área oeste do município, sendo o primeiro maior de Fortaleza e o segundo maior do estado do Ceará. As intervenções no Parque irão beneficiar diretamente 285 mil pessoas, em uma área de abrangência de 14 bairros, sendo eles: Monte Castelo, Alagadiço/São Gerardo, Presidente Kennedy, Pici, Antônio Bezerra, Dom Lustosa, Henrique Jorge, Autran Nunes, Villa Ellery, Parquelândia, Amadeu Furtado, Bela Vista, Padre Andrade e Genibaú.