09 de dezembro de 2019 em Meio ambiente

Primeira-dama Carol Bezerra inaugura o 66º Ecoponto da Cidade

Localizado no Conjunto Jardim Glória, bairro Barroso (Regional VI), o equipamento é o 17º na área da Regional VI


várias pessoas num palco
“Hoje, já estamos com quase 70 ecopontos em Fortaleza. A Cidade precisa disso", afirmou Carol Bezerra

Na manhã desta segunda-feira (09/12), a primeira-dama Carol Bezerra inaugurou o 66º Ecoponto de Fortaleza, no Conjunto Jardim Glória, bairro Barroso (Regional VI). A ação faz parte dos esforços da gestão Roberto Cláudio com a promoção de uma Cidade cada vez mais sustentável, tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico.

“Hoje, já estamos com quase 70 ecopontos em Fortaleza. A Cidade precisa disso. Quanto menos lixo, menos doença e mais qualidade de vida para as pessoas. A troca do lixo também gera benefício que pode ser usado, por exemplo, para diminuir a conta de energia”, afirmou a primeira-dama.

O novo Ecoponto é o 17º na área da Regional VI, concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Assim como os demais, este equipamento é o local adequado para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. É lá onde a população pode ter acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis. “Aqui, contamos com o e-Carroceiro e também tem o Recicla Fortaleza. A população pode trocar lixo com potencial reciclável por créditos na conta de Luz ou até por dinheiro”, disse o Secretário da Conservação e Serviços Públicos, João Pupo.

“Cadastramos 12 pequenos comércios da região, como mercadinho, padaria, loja de salgado, barbearia, espetinho, petshop, entre outros. As pessoas podem, por meio da troca de lixo, receber crédito para usar nesses estabelecimentos, sendo uma fonte de renda para a população, fomentando o comércio local”, completou o Pupo.

Todos os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Os locais oferecem espaço adequado para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Nesta Regional, há outros Ecopontos instalados nos bairros Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo, Sítio São João, Paupina, Tancredo Neves, Aerolândia, Cajazeiras, Vila União e Lagoa Redonda.

Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, incentivando cada vez mais o comportamento sustentável.

Ecopontos em Fortaleza

Com os 65 Ecopontos já em funcionamento, foram coletadas mais de 120 mil toneladas de materiais recicláveis na Cidade. Como resultado, o Programa Recicla Fortaleza gerou um benefício total de R$ 613.706,37 distribuídos na conta de energia para um total de 26.507 usuários cadastrados no sistema. Levando em consideração os recicláveis, atualmente, os Ecopontos que mais recebem esse tipo de resíduo são os da Sapiranga, Fátima, Varjota, Messejana, Leste Oeste e Barra do Ceará.

Infográfico com dados

Primeira-dama Carol Bezerra inaugura o 66º Ecoponto da Cidade

Localizado no Conjunto Jardim Glória, bairro Barroso (Regional VI), o equipamento é o 17º na área da Regional VI

várias pessoas num palco
“Hoje, já estamos com quase 70 ecopontos em Fortaleza. A Cidade precisa disso", afirmou Carol Bezerra

Na manhã desta segunda-feira (09/12), a primeira-dama Carol Bezerra inaugurou o 66º Ecoponto de Fortaleza, no Conjunto Jardim Glória, bairro Barroso (Regional VI). A ação faz parte dos esforços da gestão Roberto Cláudio com a promoção de uma Cidade cada vez mais sustentável, tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico.

“Hoje, já estamos com quase 70 ecopontos em Fortaleza. A Cidade precisa disso. Quanto menos lixo, menos doença e mais qualidade de vida para as pessoas. A troca do lixo também gera benefício que pode ser usado, por exemplo, para diminuir a conta de energia”, afirmou a primeira-dama.

O novo Ecoponto é o 17º na área da Regional VI, concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Assim como os demais, este equipamento é o local adequado para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. É lá onde a população pode ter acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis. “Aqui, contamos com o e-Carroceiro e também tem o Recicla Fortaleza. A população pode trocar lixo com potencial reciclável por créditos na conta de Luz ou até por dinheiro”, disse o Secretário da Conservação e Serviços Públicos, João Pupo.

“Cadastramos 12 pequenos comércios da região, como mercadinho, padaria, loja de salgado, barbearia, espetinho, petshop, entre outros. As pessoas podem, por meio da troca de lixo, receber crédito para usar nesses estabelecimentos, sendo uma fonte de renda para a população, fomentando o comércio local”, completou o Pupo.

Todos os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Os locais oferecem espaço adequado para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Nesta Regional, há outros Ecopontos instalados nos bairros Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo, Sítio São João, Paupina, Tancredo Neves, Aerolândia, Cajazeiras, Vila União e Lagoa Redonda.

Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, incentivando cada vez mais o comportamento sustentável.

Ecopontos em Fortaleza

Com os 65 Ecopontos já em funcionamento, foram coletadas mais de 120 mil toneladas de materiais recicláveis na Cidade. Como resultado, o Programa Recicla Fortaleza gerou um benefício total de R$ 613.706,37 distribuídos na conta de energia para um total de 26.507 usuários cadastrados no sistema. Levando em consideração os recicláveis, atualmente, os Ecopontos que mais recebem esse tipo de resíduo são os da Sapiranga, Fátima, Varjota, Messejana, Leste Oeste e Barra do Ceará.

Infográfico com dados