30 de janeiro de 2018 em Economia

Procon realiza comparativo de preços entre as Regionais de Fortaleza na primeira pesquisa do ano em supermercados

Quantidade de produtos pesquisados aumentou de 47 para 60 itens.


O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (30/1), a primeira pesquisa do ano nos supermercados da capital. O levantamento, realizado entre os dias 23 e 24 de janeiro, traz novidades como o comparativo de preços dos supermercados entre as sete Regionais de Fortaleza (incluindo a do Centro). Com isso, o consumidor fortalezense pode saber quais as áreas da Cidade com maiores ou menores preços nos supermercados. O Procon também ampliou a quantidade de itens pesquisados, que passou de 47 para 60. O Procon criou ainda uma lista com preços de produtos nas padarias de supermercados.

Em janeiro, frutas e verduras apresentam as maiores variações. A cebola pera pode ser comprada de R$ 0,88 a R$ 3,99, uma variação que chega a 353%. O quilo do alho também indica alta diferença de preços, indo de R$ 8,90 a R$ 27,98, ou seja, 214,38% de variação. Confira todos os preços, aqui.

A Regional do Centro apresenta o maior preço médio nos supermercados, chegando a R$ 425,55 o custo total dos 60 produtos. Em seguida, a Regional III contabiliza R$ 423,47 no preço médio dos itens. Confira abaixo o ranking de preços dos supermercados por Regionais em ordem decrescente. O Procon lembra que o preço médio total pode sofrer alterações de acordo com a quantidade de itens encontrados em cada supermercado/Regional.

REGIONAIS

PREÇO TOTAL MÉDIO

Regional do Centro

R$ 425,55

Regional III

R$ 423,47

Regional VI

R$ 410,68

Regional V

R$ 402,35

Regional II

R$ 369,48

Regional I

R$ 349,42

Regional IV

R$ 347,34

Para a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o custo médio por Regionais pode estimular a competitividade e, consequentemente, a redução de preços ao consumidor. "Com a procura pelo menor preço, certamente os estabelecimentos que praticam preços mais elevados terão que atrair consumidores reduzindo seus preços", comentou.

Metodologia
O Procon Fortaleza pesquisa mensalmente produtos nos supermercados da capital com coleta de preços, presencial, de diferentes marcas e tipos, divididos em alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica ou cuidados e higiene infantis.

 

Procon realiza comparativo de preços entre as Regionais de Fortaleza na primeira pesquisa do ano em supermercados

Quantidade de produtos pesquisados aumentou de 47 para 60 itens.

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (30/1), a primeira pesquisa do ano nos supermercados da capital. O levantamento, realizado entre os dias 23 e 24 de janeiro, traz novidades como o comparativo de preços dos supermercados entre as sete Regionais de Fortaleza (incluindo a do Centro). Com isso, o consumidor fortalezense pode saber quais as áreas da Cidade com maiores ou menores preços nos supermercados. O Procon também ampliou a quantidade de itens pesquisados, que passou de 47 para 60. O Procon criou ainda uma lista com preços de produtos nas padarias de supermercados.

Em janeiro, frutas e verduras apresentam as maiores variações. A cebola pera pode ser comprada de R$ 0,88 a R$ 3,99, uma variação que chega a 353%. O quilo do alho também indica alta diferença de preços, indo de R$ 8,90 a R$ 27,98, ou seja, 214,38% de variação. Confira todos os preços, aqui.

A Regional do Centro apresenta o maior preço médio nos supermercados, chegando a R$ 425,55 o custo total dos 60 produtos. Em seguida, a Regional III contabiliza R$ 423,47 no preço médio dos itens. Confira abaixo o ranking de preços dos supermercados por Regionais em ordem decrescente. O Procon lembra que o preço médio total pode sofrer alterações de acordo com a quantidade de itens encontrados em cada supermercado/Regional.

REGIONAIS

PREÇO TOTAL MÉDIO

Regional do Centro

R$ 425,55

Regional III

R$ 423,47

Regional VI

R$ 410,68

Regional V

R$ 402,35

Regional II

R$ 369,48

Regional I

R$ 349,42

Regional IV

R$ 347,34

Para a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o custo médio por Regionais pode estimular a competitividade e, consequentemente, a redução de preços ao consumidor. "Com a procura pelo menor preço, certamente os estabelecimentos que praticam preços mais elevados terão que atrair consumidores reduzindo seus preços", comentou.

Metodologia
O Procon Fortaleza pesquisa mensalmente produtos nos supermercados da capital com coleta de preços, presencial, de diferentes marcas e tipos, divididos em alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica ou cuidados e higiene infantis.