12 de junho de 2019 em Servidor

Prefeito Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção do residencial dos servidores municipais

O empreendimento, parte do Programa Municipal de Habitação, terá 500 unidades habitacionais


Grupo de pessoas segurando documento
A assinatura ocorreu no canteiro de obras do empreendimento, no bairro Passaré

O prefeito Roberto Cláudio assinou, na manhã desta quarta-feira (12/06), a ordem de serviço para a construção do Village Noble Serveur I, residencial destinado a servidores públicos municipais. A assinatura ocorreu no canteiro de obras do empreendimento, na Avenida Juscelino Kubtschek, no bairro Passaré (Regional VI).

O condomínio é parte do Programa Municipal de Habitação e contará com 500 unidades habitacionais. São apartamentos de 47,8 m², com dois quartos, sala de estar/jantar, cozinha, banheiro e área de serviço. O residencial terá também elevadores, salão de festas, deck, piscina, praça, playground, espaço fitness e quadra de esportes.

A avaliação inicial da obra estava orçada em R$ 80 milhões, o que elevaria o preço da unidade habitacional para R$ 206 mil. Com a contrapartida da Prefeitura, que cedeu o terreno, e os subsídios do Governo Federal, o valor foi reduzido para R$ 54,5 milhões, que permitirá ao servidor pagar R$ 109 mil pelo apartamento. O prazo da obra é de 18 meses. “Esses subsídios baixaram o valor da obra, tornando possível o financiamento pela Caixa aos servidores da Prefeitura de Fortaleza. É uma conquista histórica porque esse é o primeiro residencial do Programa Minha Casa, Minha Vida para servidores municipais, e é graças à parceria com a Caixa Econômica Federal, sindicatos de servidores e construtoras”, destacou o Prefeito.

Mulher sorrindo
A servidora Marineide Gomes de Sousa fez o cadastro, preencheu os requisitos e foi sorteada para conseguir o sonhado apartamento

O Programa Habitacional do Servidor Público do Município foi uma iniciativa inédita pensada pela Prefeitura em 2017 para atender à demanda dos servidores públicos de Fortaleza com o sonho da casa própria. É o caso da Marineide Gomes de Sousa, funcionária do setor de aposentadoria da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog). Ela fez o cadastro, preencheu os requisitos e foi sorteada para conseguir o sonhado apartamento. “Eu tenho 35 anos de serviço público e moro com meu marido. Estou muito ansiosa e já pensando na decoração. Fico fazendo planos e pensando em como vai ser esse novo momento”, comentou Marineide.

Para terem o cadastro aprovado, os servidores apresentaram documentos originais de identidade, CPF, comprovante de renda e residência, e certidão de registro civil (casamento ou nascimento). Além disso, os interessados só poderiam ter renda familiar entre R$ 2.650,00 e R$ 7.000,00, não possuir imóvel próprio ou outro financiamento imobiliário e, principalmente, não ter restrições de crédito, uma vez que os cadastros passaram por análise e também pelos critérios do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Olinda Marques, secretária do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza, lembra que ainda existem 22 vagas para servidores que desejam um apartamento do Programa. “Os interessados podem fazer o cadastro pelo Canal do Servidor ou procurar o correspondente bancário na Rua Isaac Amaral, 496 (loja 4), no bairro Dionísio Torres. Podem se cadastrar servidores de carreira na ativa, servidores terceirizados sindicalizados e temos algumas vagas para cargos comissionados”, lembrou a secretária.

Outro empreendimento, com 78 unidades habitacionais para os servidores, terá a ordem de serviço assinada em julho. Os apartamentos são do mesmo padrão e também fica no Passaré. O bairro possui ampla gama de serviços públicos, como creches municipais, postos de saúde e Conselho Tutelar. Nos arredores do residencial está sendo construída uma escola estadual de Ensino Médio em tempo integral e uma policlínica de exames e consultas especializados. O empreendimento também fica próximo ao Centro de Formação Olímpica e à Arena Castelão.

Prefeito Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção do residencial dos servidores municipais

O empreendimento, parte do Programa Municipal de Habitação, terá 500 unidades habitacionais

Grupo de pessoas segurando documento
A assinatura ocorreu no canteiro de obras do empreendimento, no bairro Passaré

O prefeito Roberto Cláudio assinou, na manhã desta quarta-feira (12/06), a ordem de serviço para a construção do Village Noble Serveur I, residencial destinado a servidores públicos municipais. A assinatura ocorreu no canteiro de obras do empreendimento, na Avenida Juscelino Kubtschek, no bairro Passaré (Regional VI).

O condomínio é parte do Programa Municipal de Habitação e contará com 500 unidades habitacionais. São apartamentos de 47,8 m², com dois quartos, sala de estar/jantar, cozinha, banheiro e área de serviço. O residencial terá também elevadores, salão de festas, deck, piscina, praça, playground, espaço fitness e quadra de esportes.

A avaliação inicial da obra estava orçada em R$ 80 milhões, o que elevaria o preço da unidade habitacional para R$ 206 mil. Com a contrapartida da Prefeitura, que cedeu o terreno, e os subsídios do Governo Federal, o valor foi reduzido para R$ 54,5 milhões, que permitirá ao servidor pagar R$ 109 mil pelo apartamento. O prazo da obra é de 18 meses. “Esses subsídios baixaram o valor da obra, tornando possível o financiamento pela Caixa aos servidores da Prefeitura de Fortaleza. É uma conquista histórica porque esse é o primeiro residencial do Programa Minha Casa, Minha Vida para servidores municipais, e é graças à parceria com a Caixa Econômica Federal, sindicatos de servidores e construtoras”, destacou o Prefeito.

Mulher sorrindo
A servidora Marineide Gomes de Sousa fez o cadastro, preencheu os requisitos e foi sorteada para conseguir o sonhado apartamento

O Programa Habitacional do Servidor Público do Município foi uma iniciativa inédita pensada pela Prefeitura em 2017 para atender à demanda dos servidores públicos de Fortaleza com o sonho da casa própria. É o caso da Marineide Gomes de Sousa, funcionária do setor de aposentadoria da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog). Ela fez o cadastro, preencheu os requisitos e foi sorteada para conseguir o sonhado apartamento. “Eu tenho 35 anos de serviço público e moro com meu marido. Estou muito ansiosa e já pensando na decoração. Fico fazendo planos e pensando em como vai ser esse novo momento”, comentou Marineide.

Para terem o cadastro aprovado, os servidores apresentaram documentos originais de identidade, CPF, comprovante de renda e residência, e certidão de registro civil (casamento ou nascimento). Além disso, os interessados só poderiam ter renda familiar entre R$ 2.650,00 e R$ 7.000,00, não possuir imóvel próprio ou outro financiamento imobiliário e, principalmente, não ter restrições de crédito, uma vez que os cadastros passaram por análise e também pelos critérios do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Olinda Marques, secretária do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza, lembra que ainda existem 22 vagas para servidores que desejam um apartamento do Programa. “Os interessados podem fazer o cadastro pelo Canal do Servidor ou procurar o correspondente bancário na Rua Isaac Amaral, 496 (loja 4), no bairro Dionísio Torres. Podem se cadastrar servidores de carreira na ativa, servidores terceirizados sindicalizados e temos algumas vagas para cargos comissionados”, lembrou a secretária.

Outro empreendimento, com 78 unidades habitacionais para os servidores, terá a ordem de serviço assinada em julho. Os apartamentos são do mesmo padrão e também fica no Passaré. O bairro possui ampla gama de serviços públicos, como creches municipais, postos de saúde e Conselho Tutelar. Nos arredores do residencial está sendo construída uma escola estadual de Ensino Médio em tempo integral e uma policlínica de exames e consultas especializados. O empreendimento também fica próximo ao Centro de Formação Olímpica e à Arena Castelão.