23 de julho de 2021 em Mobilidade

Segunda edição do projeto Praças Vivas chega ao bairro Parque Iracema

O conjunto de intervenções de baixo custo tem como objetivo ocupar de forma democrática espaços atualmente ociosos da malha viária da cidade


uma mulher pinta uma flor vermelha em um muro na rua
Local será contemplado com uma área de lazer com pintura lúdica para as crianças e adultos do bairro aproveitarem (Foto: Thiago Gaspar)

Após ser aprovado pelos moradores do bairro Rodolfo Teófilo, o projeto Praças Vivas chega, nesta segunda-feira (26/07), ao bairro Parque Iracema. Desta vez, a Av. Desembargador Gonzaga e a Rua Cônego Braveza recebem o conjunto de intervenções de baixo custo que tem como objetivo ocupar de forma democrática espaços atualmente ociosos da malha viária da cidade.

O entorno imediato à intervenção, considerado predominantemente residencial, possui uma área de 660,37m² que não é aproveitada. Com a iniciativa, o local será contemplado com serviços de limpeza, capinagem, reconstrução de calçadas, plantio de mudas, mini pista de cooper, além de uma área de lazer com pintura lúdica para as crianças e adultos do bairro aproveitarem.

O espaço para convivência das pessoas terá ampliação de 623,89m², totalizando 1.284,26m². “Precisamos estimular a ocupação da cidade e o sentimento de cuidado e apropriação pelo que é público. Ocupar as ruas minimiza riscos de acidentes e índices de criminalidade”, reforça Juliana Coelho, superintendente da AMC.

O projeto prevê até o final deste ano intervenções nos seguintes bairros: Centro, Montese, Padre Andrade, Monte Castelo, Parreão, Antônio Bezerra, Vicente Pinzón, Barroso, Conjunto Ceará e Papicu.

“O conceito de mobilidade não se restringe a trânsito. É mais amplo. Antes de tudo precisamos ter a compreensão de que as pessoas estão no centro de todo e qualquer movimento. Por isso pensamos a cidade para elas, incentivando a qualidade de vida e bem-estar, finaliza a gestora.

Segunda edição do projeto Praças Vivas chega ao bairro Parque Iracema

O conjunto de intervenções de baixo custo tem como objetivo ocupar de forma democrática espaços atualmente ociosos da malha viária da cidade

uma mulher pinta uma flor vermelha em um muro na rua
Local será contemplado com uma área de lazer com pintura lúdica para as crianças e adultos do bairro aproveitarem (Foto: Thiago Gaspar)

Após ser aprovado pelos moradores do bairro Rodolfo Teófilo, o projeto Praças Vivas chega, nesta segunda-feira (26/07), ao bairro Parque Iracema. Desta vez, a Av. Desembargador Gonzaga e a Rua Cônego Braveza recebem o conjunto de intervenções de baixo custo que tem como objetivo ocupar de forma democrática espaços atualmente ociosos da malha viária da cidade.

O entorno imediato à intervenção, considerado predominantemente residencial, possui uma área de 660,37m² que não é aproveitada. Com a iniciativa, o local será contemplado com serviços de limpeza, capinagem, reconstrução de calçadas, plantio de mudas, mini pista de cooper, além de uma área de lazer com pintura lúdica para as crianças e adultos do bairro aproveitarem.

O espaço para convivência das pessoas terá ampliação de 623,89m², totalizando 1.284,26m². “Precisamos estimular a ocupação da cidade e o sentimento de cuidado e apropriação pelo que é público. Ocupar as ruas minimiza riscos de acidentes e índices de criminalidade”, reforça Juliana Coelho, superintendente da AMC.

O projeto prevê até o final deste ano intervenções nos seguintes bairros: Centro, Montese, Padre Andrade, Monte Castelo, Parreão, Antônio Bezerra, Vicente Pinzón, Barroso, Conjunto Ceará e Papicu.

“O conceito de mobilidade não se restringe a trânsito. É mais amplo. Antes de tudo precisamos ter a compreensão de que as pessoas estão no centro de todo e qualquer movimento. Por isso pensamos a cidade para elas, incentivando a qualidade de vida e bem-estar, finaliza a gestora.