05 de fevereiro de 2020 em Fortaleza

Vetmóvel é referência no atendimento veterinário e em serviços voltados para o bem-estar animal em Fortaleza

Cerca de 58 mil animais já foram atendidos pelo Vetmóvel na Capital


dois cachorros em coleira em frente a veículo
O Vetmóvel oferta atendimentos gratuitos, como consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal, além de exame para diagnóstico do Calazar

Mais do que animais de estimação, cães e gatos se tornaram membros da família, companheiros, seres que merecem todo o respeito e cuidado dos humanos. Eles enchem os lares de alegria, dão alento e ensinam, todos os dias, que o respeito, a atenção e o desprendimento devem fazer parte da rotina cotidiana.

mulher segurando cachorro e sorrindo para a foto
Jaínia Sampaio e seu compenheiro Luke

Jaínia Sampaio tem um cachorro de quatro meses e é um desses casos de pessoas que se doam aos filhos de pêlo. A dona do Luke disse que o animal foi um divisor de águas em sua vida. Segundo ela, que mora só, ele é mais que um pet, é um amigo para todas as horas e que trouxe uma nova energia ao lar, que estimula o afeto e lhe faz companhia.

Já Alexandra Marques, defensora da causa animal, teve, após uma situação de perda, despertada a vontade de cuidar e possibilitar uma vida melhor a animais da Cidade que não tiveram a mesma sorte do Bruce, o pet falecido, e que contou com uma família que o acolheu nos momentos mais difíceis. “Ele era um filho. A sua morte me despertou algo maior, que eu poderia ajudar tantos outros animais que precisavam de atenção e cuidados, mas que por estarem em situação de abandono não recebiam nem o mínimo”, disse.

Em ambas as situações, o amor e o cuidado são os mesmos, porém, as duas cuidadoras não teriam como prestar atendimento médico-veterinário aos animais que amam, caso não contassem com o Vetmóvel.

mulher de cócoras ao lado de cachorro sorrindo para a foto
Alexandra Marques, defensora da causa animal

O serviço, implantado pela Prefeitura de Fortaleza em junho de 2018, oferta atendimentos gratuitos, como consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal, além de exame para diagnóstico do Calazar, que são disponibilizados ao público geral. Já as castrações são destinadas, exclusivamente, aos animais cujos cuidadores são de baixa renda e oriundos de ONGs e protetores independentes, sendo obrigatória a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço dos tutores para a realização do serviço.

Desde o início de seu funcionamento, o Vetmóvel já atendeu mais de 57.800 cães e gatos da Cidade. Desses, 19.569 foram consultas, 16.886 vacinas, 8.759 testes de triagem para Calazar, 7.000 castrações, 2.855 implantes de microchips (registro animal) e 2.748 hemogramas.

“Aqui, cada paciente é único. Na maioria das vezes, eles sempre trazem consigo uma história de dor, seja de abandono ou maus tratos. Para mim, é muito grandioso atuar no equipamento, pois cada dia a gente vive uma experiência diferente e se depara com histórias as quais é preciso contornar com muita sabedoria e empatia para fazer a diferença. Vejo no Vetmóvel uma chance enorme de agregar ainda mais coisas positivas à minha carreira de anestesista e de poder ajudar”, contou Glaucia Sampaio, anestesiologista do equipamento.

duas mulheres de jaleco, máscara e touca examinando gato
"Vejo no Vetmóvel uma chance enorme de agregar ainda mais coisas positivas à minha carreira de anestesista e de poder ajudar”, contou Glaucia Sampaio

Seja de forma individual ou por meio do serviço prestado à comunidade animal desprotegida, o Vetmóvel beneficia a todos sem preconceito. “Administro uma comunidade de adoção com mais de 71 mil inscritos no Facebook. Já perdi a conta do número de animais abandonados que trouxemos para o Vetmóvel para receber cuidados, atendimento ou castração, pensando tudo em uma adoção responsável. Não consigo mais imaginar Fortaleza sem o Vetmóvel. Hoje, temos políticas públicas para a causa animal, coisa que nunca tivemos”, completou Alexandra Marques.

Todos os atendimentos desenvolvidos pelo Vetmóvel são ofertados gratuitamente e podem ser acessados todos os dias da semana, das 8h às 17h, sendo as castrações pré-agendadas. No local, são realizados atendimentos, triagem e vacinação por ordem de chegada. Além desses, são desenvolvidas atividades de conscientização.

Em 2019, foram realizadas 798 palestras sobre bem-estar animal e guarda responsável em escolas, universidades, praças e eventos realizados por instituições ou protetores independentes promovidos pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa).

mulher falando para a foto
“Já estamos licitando o segundo Vetmóvel e nossa clínica veterinária pública do Município já está em construção", destacou Toinha Rocha

Toinha Rocha, titular da Coordenadoria para a Causa Animal, declarou que o trabalho é muito gratificante e que a Prefeitura está construindo, pela primeira vez em sua história, uma política pública consistente, um legado para a área, lembrando que muito mais está por vir. “Já estamos licitando o segundo Vetmóvel, nossa clínica veterinária pública do Município já está em construção, estamos preparando a licitação para comprar todos os maquinários, os equipamentos, receber os gestores que estarão lá trabalhando para que a clínica atenda a todos e a todas”, destacou.

A dona do Luke, Jaínia Sampaio, saiu do Vetmóvel com um sorrino no rosto. Durante a entrevista, o resultado de exame para Calazar canino saiu. “Ele não tem nada, está saudável! O atendimento foi muito bom, ágil, com todo o cuidado com meu cãozinho, só tenho que agradecer a Prefeitura”, disse entusiasmada com o resultado e os serviços prestados.

Atendimentos no VetMóvel

Para as atividades gratuitas, são ofertadas no local senhas para o atendimento de consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal e exame para diagnóstico de Calazar.

As castrações precisam ser agendadas presencialmente na Coepa, que funciona na sede da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), na Avenida Desembargador Gonzaga, 1630, bairro Parque Iracema (Regional VI).

Vetmóvel é referência no atendimento veterinário e em serviços voltados para o bem-estar animal em Fortaleza

Cerca de 58 mil animais já foram atendidos pelo Vetmóvel na Capital

dois cachorros em coleira em frente a veículo
O Vetmóvel oferta atendimentos gratuitos, como consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal, além de exame para diagnóstico do Calazar

Mais do que animais de estimação, cães e gatos se tornaram membros da família, companheiros, seres que merecem todo o respeito e cuidado dos humanos. Eles enchem os lares de alegria, dão alento e ensinam, todos os dias, que o respeito, a atenção e o desprendimento devem fazer parte da rotina cotidiana.

mulher segurando cachorro e sorrindo para a foto
Jaínia Sampaio e seu compenheiro Luke

Jaínia Sampaio tem um cachorro de quatro meses e é um desses casos de pessoas que se doam aos filhos de pêlo. A dona do Luke disse que o animal foi um divisor de águas em sua vida. Segundo ela, que mora só, ele é mais que um pet, é um amigo para todas as horas e que trouxe uma nova energia ao lar, que estimula o afeto e lhe faz companhia.

Já Alexandra Marques, defensora da causa animal, teve, após uma situação de perda, despertada a vontade de cuidar e possibilitar uma vida melhor a animais da Cidade que não tiveram a mesma sorte do Bruce, o pet falecido, e que contou com uma família que o acolheu nos momentos mais difíceis. “Ele era um filho. A sua morte me despertou algo maior, que eu poderia ajudar tantos outros animais que precisavam de atenção e cuidados, mas que por estarem em situação de abandono não recebiam nem o mínimo”, disse.

Em ambas as situações, o amor e o cuidado são os mesmos, porém, as duas cuidadoras não teriam como prestar atendimento médico-veterinário aos animais que amam, caso não contassem com o Vetmóvel.

mulher de cócoras ao lado de cachorro sorrindo para a foto
Alexandra Marques, defensora da causa animal

O serviço, implantado pela Prefeitura de Fortaleza em junho de 2018, oferta atendimentos gratuitos, como consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal, além de exame para diagnóstico do Calazar, que são disponibilizados ao público geral. Já as castrações são destinadas, exclusivamente, aos animais cujos cuidadores são de baixa renda e oriundos de ONGs e protetores independentes, sendo obrigatória a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço dos tutores para a realização do serviço.

Desde o início de seu funcionamento, o Vetmóvel já atendeu mais de 57.800 cães e gatos da Cidade. Desses, 19.569 foram consultas, 16.886 vacinas, 8.759 testes de triagem para Calazar, 7.000 castrações, 2.855 implantes de microchips (registro animal) e 2.748 hemogramas.

“Aqui, cada paciente é único. Na maioria das vezes, eles sempre trazem consigo uma história de dor, seja de abandono ou maus tratos. Para mim, é muito grandioso atuar no equipamento, pois cada dia a gente vive uma experiência diferente e se depara com histórias as quais é preciso contornar com muita sabedoria e empatia para fazer a diferença. Vejo no Vetmóvel uma chance enorme de agregar ainda mais coisas positivas à minha carreira de anestesista e de poder ajudar”, contou Glaucia Sampaio, anestesiologista do equipamento.

duas mulheres de jaleco, máscara e touca examinando gato
"Vejo no Vetmóvel uma chance enorme de agregar ainda mais coisas positivas à minha carreira de anestesista e de poder ajudar”, contou Glaucia Sampaio

Seja de forma individual ou por meio do serviço prestado à comunidade animal desprotegida, o Vetmóvel beneficia a todos sem preconceito. “Administro uma comunidade de adoção com mais de 71 mil inscritos no Facebook. Já perdi a conta do número de animais abandonados que trouxemos para o Vetmóvel para receber cuidados, atendimento ou castração, pensando tudo em uma adoção responsável. Não consigo mais imaginar Fortaleza sem o Vetmóvel. Hoje, temos políticas públicas para a causa animal, coisa que nunca tivemos”, completou Alexandra Marques.

Todos os atendimentos desenvolvidos pelo Vetmóvel são ofertados gratuitamente e podem ser acessados todos os dias da semana, das 8h às 17h, sendo as castrações pré-agendadas. No local, são realizados atendimentos, triagem e vacinação por ordem de chegada. Além desses, são desenvolvidas atividades de conscientização.

Em 2019, foram realizadas 798 palestras sobre bem-estar animal e guarda responsável em escolas, universidades, praças e eventos realizados por instituições ou protetores independentes promovidos pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa).

mulher falando para a foto
“Já estamos licitando o segundo Vetmóvel e nossa clínica veterinária pública do Município já está em construção", destacou Toinha Rocha

Toinha Rocha, titular da Coordenadoria para a Causa Animal, declarou que o trabalho é muito gratificante e que a Prefeitura está construindo, pela primeira vez em sua história, uma política pública consistente, um legado para a área, lembrando que muito mais está por vir. “Já estamos licitando o segundo Vetmóvel, nossa clínica veterinária pública do Município já está em construção, estamos preparando a licitação para comprar todos os maquinários, os equipamentos, receber os gestores que estarão lá trabalhando para que a clínica atenda a todos e a todas”, destacou.

A dona do Luke, Jaínia Sampaio, saiu do Vetmóvel com um sorrino no rosto. Durante a entrevista, o resultado de exame para Calazar canino saiu. “Ele não tem nada, está saudável! O atendimento foi muito bom, ágil, com todo o cuidado com meu cãozinho, só tenho que agradecer a Prefeitura”, disse entusiasmada com o resultado e os serviços prestados.

Atendimentos no VetMóvel

Para as atividades gratuitas, são ofertadas no local senhas para o atendimento de consulta veterinária, vacinação antirrábica, registro geral animal e exame para diagnóstico de Calazar.

As castrações precisam ser agendadas presencialmente na Coepa, que funciona na sede da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), na Avenida Desembargador Gonzaga, 1630, bairro Parque Iracema (Regional VI).