19 de dezembro de 2018 em Turismo

Ironman Brasil altera calendário da prova em Fortaleza

A competição passa a ser a segunda do circuito e acontece no dia 9 de junho


Fortaleza receberá, pelo sexto ano consecutivo, a maior prova de triathlon do mundo, o Ironman Brasil 2019. A partir do próximo ano, a competição, que até então era a última da temporada e acontecia em novembro, passará a ser a segunda do Circuito, acontecendo no dia 9 de junho.

Em 2018, a prova também sofreu alteração no local de largada, passando a acontecer no Aterro da Praia de Iracema, o que possibilitou uma maior integração à capital e ao público, que pôde torcer mais de perto por seus atletas.

“Ao longo desses seis anos, estamos sempre realizando ajustes para melhoramos a prova aqui em Fortaleza. A decisão agora foi antecipar para junho, quando o atleta está no auge dos seus treinos e ainda um período favorável de menos ventos. Assim ganha o esporte e também o turismo, que com certeza, pela data da prova teremos mais participantes”, destacou Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.

O evento que tem como desafio 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida recebe o apoio da Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará.

O Ironman 70.3 Fortaleza movimentou no último ano cerca de R$ 12 milhões na economia local e atrai mais de 10 mil turistas, entre competidores e acompanhantes, sendo um dos principais eventos esportivos do Nordeste.

Ironman Brasil altera calendário da prova em Fortaleza

A competição passa a ser a segunda do circuito e acontece no dia 9 de junho

Fortaleza receberá, pelo sexto ano consecutivo, a maior prova de triathlon do mundo, o Ironman Brasil 2019. A partir do próximo ano, a competição, que até então era a última da temporada e acontecia em novembro, passará a ser a segunda do Circuito, acontecendo no dia 9 de junho.

Em 2018, a prova também sofreu alteração no local de largada, passando a acontecer no Aterro da Praia de Iracema, o que possibilitou uma maior integração à capital e ao público, que pôde torcer mais de perto por seus atletas.

“Ao longo desses seis anos, estamos sempre realizando ajustes para melhoramos a prova aqui em Fortaleza. A decisão agora foi antecipar para junho, quando o atleta está no auge dos seus treinos e ainda um período favorável de menos ventos. Assim ganha o esporte e também o turismo, que com certeza, pela data da prova teremos mais participantes”, destacou Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.

O evento que tem como desafio 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida recebe o apoio da Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará.

O Ironman 70.3 Fortaleza movimentou no último ano cerca de R$ 12 milhões na economia local e atrai mais de 10 mil turistas, entre competidores e acompanhantes, sendo um dos principais eventos esportivos do Nordeste.