10 de julho de 2017 em Saúde

Ações educativas e de combate ao Aedes aegypti acontecem em vários bairros

Na programação, estão previstas abordagem informativa, afixação de cartazes e exposição educativa, entre outras atividades.


Exposição educativa do ciclo mosquito
Ao longo de todo o ano, a Prefeitura desenvolve estratégias para combater de forma efetiva os focos do mosquito

Com o intuito de alertar a população fortalezense sobre os malefícios causados pelo Aedes aegypti, bem como as práticas que devem ser adotadas para combater o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove atividades nos dias 11, 12, 13 e 14 deste mês de julho, nas seis Regionais e no Centro da Capital.

Na programação, desenvolvida pelo Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) da SMS, estão previstas abordagem informativa com distribuição de panfletos e adesivos; afixação de cartazes contendo dicas de como manter as casas longe do Aedes; exposição educativa sobre a proliferação dos focos do mosquito e o seu ciclo de vida; entrega de sacos de lixo para os feirantes; e afixação de placas com alertas sobre as arboviroses e seus principais sintomas.

Durante esta semana, as ações acontecerão nos bairros Vila Velha, Álvaro Weyne, Carlito Pamplona, Barra do Ceará, Meireles, Papicu, Quintino Cunha, Jóquei Clube, Henrique Jorge, Vila União, Fátima, Bom Jardim, Maraponga, Conjunto Ceará, Dias Macedo, Messejana, Paupina e Centro.

De acordo com a coordenadora do Nesms, Cilene Chaves, “a problemática do Aedes aegypti, assim como outras mazelas que acometem a nossa população, são encaradas atenção e seriedade pela Prefeitura, e combatidas com todo empenho pelos profissionais da saúde da SMS”.

Ao longo de todo o ano, a Prefeitura desenvolve estratégias para combater de forma efetiva os focos e criadouros do mosquito em Fortaleza. As atividades são estruturadas e promovidas em diferentes locais da Cidade, priorizando sempre, os bairros mais vulneráveis.

Ações educativas e de combate ao Aedes aegypti acontecem em vários bairros

Na programação, estão previstas abordagem informativa, afixação de cartazes e exposição educativa, entre outras atividades.

Exposição educativa do ciclo mosquito
Ao longo de todo o ano, a Prefeitura desenvolve estratégias para combater de forma efetiva os focos do mosquito

Com o intuito de alertar a população fortalezense sobre os malefícios causados pelo Aedes aegypti, bem como as práticas que devem ser adotadas para combater o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove atividades nos dias 11, 12, 13 e 14 deste mês de julho, nas seis Regionais e no Centro da Capital.

Na programação, desenvolvida pelo Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) da SMS, estão previstas abordagem informativa com distribuição de panfletos e adesivos; afixação de cartazes contendo dicas de como manter as casas longe do Aedes; exposição educativa sobre a proliferação dos focos do mosquito e o seu ciclo de vida; entrega de sacos de lixo para os feirantes; e afixação de placas com alertas sobre as arboviroses e seus principais sintomas.

Durante esta semana, as ações acontecerão nos bairros Vila Velha, Álvaro Weyne, Carlito Pamplona, Barra do Ceará, Meireles, Papicu, Quintino Cunha, Jóquei Clube, Henrique Jorge, Vila União, Fátima, Bom Jardim, Maraponga, Conjunto Ceará, Dias Macedo, Messejana, Paupina e Centro.

De acordo com a coordenadora do Nesms, Cilene Chaves, “a problemática do Aedes aegypti, assim como outras mazelas que acometem a nossa população, são encaradas atenção e seriedade pela Prefeitura, e combatidas com todo empenho pelos profissionais da saúde da SMS”.

Ao longo de todo o ano, a Prefeitura desenvolve estratégias para combater de forma efetiva os focos e criadouros do mosquito em Fortaleza. As atividades são estruturadas e promovidas em diferentes locais da Cidade, priorizando sempre, os bairros mais vulneráveis.