06 de abril de 2017 em Segurança Cidadã

Defesa Civil de Fortaleza apresenta experiências locais em seminário nacional

Evento reuniu pesquisadores, instituições federais de monitoramento e Defesas Civis estaduais e municipais


Cristiano Férrer participa de mesa-redonda
Coordenador de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza participou de uma das mesas-redondas do evento

Com o objetivo de avaliar o conteúdo e os processos de disseminação dos alertas de desastres naturais e as perspectivas de aprimoramento, pesquisadores, instituições federais de monitoramento e Defesas Civis estaduais e municipais de todo país participaram, de 4 a 6 de abril, do I Seminário Nacional de Avaliação dos Alertas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) em São José dos Campos (SP). Representantes da Defesa Civil de Fortaleza estiveram presentes no evento e apresentaram experiências locais exitosas para os convidados.

Na quarta-feira (5/4), o coordenador especial de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza, Cristiano Férrer, participou da mesa-redonda sobre "Fluxo de Informações e Protocolo", ao lado de representantes da Agência Pernambucana de Água e Clima, Defesa Civil Estadual do Amazonas, Defesa Civil Estadual do Rio do Janeiro. Entre as ações destacadas pelo coordenador, estão a criação do Centro de Monitoramento e Percepção de Riscos, inaugurado oficialmente em 2015 e o Sistema Alerta Fortaleza, ferramenta online desenvolvida em parceria com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), com o objetivo de diminuir os danos provocados pelos desastres naturais na capital cearense.

“Participar deste seminário é muito importante para Defesa Civil de Fortaleza. Um dos principais trabalhos da Defesa Civil é realizar ações preventivas. Estamos tendo a oportunidade de aprender e mostrar técnicas e metodologias de trabalho”, destaca Cristiano Férrer. O coordenador também apresentou o aplicativo Alerta Cidadão, projeto em desenvolvimento em parceria com a Coordenadoria de Ciência, Tecnologia e Inovação e previsto para ser implantado ainda no primeiro semestre deste ano.

Além do coordenador Cristiano Férrer, a Defesa Civil de Fortaleza foi representada no seminário pelo assistente técnico em ações de Defesa Civil, Roger Barreto, e a agente de Defesa Civil, Janeína de Oliveira Saunders. O diretor geral do Cemaden, Osvaldo Luiz Leal de Moraes, apresentou todas as instalações do Centro à equipe e recebeu um colete de apoio da Defesa Civil de Fortaleza. O Cemaden é parceiro da instituição e compartilha os dados de suas estações para o Centro de Monitoramento e Percepção de Riscos, que funciona em Fortaleza.

Defesa Civil de Fortaleza apresenta experiências locais em seminário nacional

Evento reuniu pesquisadores, instituições federais de monitoramento e Defesas Civis estaduais e municipais

Cristiano Férrer participa de mesa-redonda
Coordenador de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza participou de uma das mesas-redondas do evento

Com o objetivo de avaliar o conteúdo e os processos de disseminação dos alertas de desastres naturais e as perspectivas de aprimoramento, pesquisadores, instituições federais de monitoramento e Defesas Civis estaduais e municipais de todo país participaram, de 4 a 6 de abril, do I Seminário Nacional de Avaliação dos Alertas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) em São José dos Campos (SP). Representantes da Defesa Civil de Fortaleza estiveram presentes no evento e apresentaram experiências locais exitosas para os convidados.

Na quarta-feira (5/4), o coordenador especial de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza, Cristiano Férrer, participou da mesa-redonda sobre "Fluxo de Informações e Protocolo", ao lado de representantes da Agência Pernambucana de Água e Clima, Defesa Civil Estadual do Amazonas, Defesa Civil Estadual do Rio do Janeiro. Entre as ações destacadas pelo coordenador, estão a criação do Centro de Monitoramento e Percepção de Riscos, inaugurado oficialmente em 2015 e o Sistema Alerta Fortaleza, ferramenta online desenvolvida em parceria com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), com o objetivo de diminuir os danos provocados pelos desastres naturais na capital cearense.

“Participar deste seminário é muito importante para Defesa Civil de Fortaleza. Um dos principais trabalhos da Defesa Civil é realizar ações preventivas. Estamos tendo a oportunidade de aprender e mostrar técnicas e metodologias de trabalho”, destaca Cristiano Férrer. O coordenador também apresentou o aplicativo Alerta Cidadão, projeto em desenvolvimento em parceria com a Coordenadoria de Ciência, Tecnologia e Inovação e previsto para ser implantado ainda no primeiro semestre deste ano.

Além do coordenador Cristiano Férrer, a Defesa Civil de Fortaleza foi representada no seminário pelo assistente técnico em ações de Defesa Civil, Roger Barreto, e a agente de Defesa Civil, Janeína de Oliveira Saunders. O diretor geral do Cemaden, Osvaldo Luiz Leal de Moraes, apresentou todas as instalações do Centro à equipe e recebeu um colete de apoio da Defesa Civil de Fortaleza. O Cemaden é parceiro da instituição e compartilha os dados de suas estações para o Centro de Monitoramento e Percepção de Riscos, que funciona em Fortaleza.