18 de setembro de 2017 em Mobilidade

Etufor amplia a oferta de linhas de ônibus no Centro e instala faixa exclusiva na Rua General Sampaio

Ônibus que vêm da Avenida da Universidade em direção ao Centro serão beneficiados pela intervenção


Faixa exclusica de ônibus
A faixa exclusiva compreende o trecho entre a Rua Meton de Alencar e a Rua Castro e Silva, chegando a 1,2 quilômetro de extensão

No Dia Mundial sem Carro (22/09), último dia útil da Semana da Mobilidade, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), aumenta a oferta de linhas na Rua General Sampaio e inicia a operação de faixa exclusiva na via. A faixa exclusiva compreende o trecho entre a Rua Meton de Alencar e a Rua Castro e Silva, chegando a 1,2 quilômetro de extensão. Com a implantação, Fortaleza contará com 100,10 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus.

A faixa exclusiva é essencial neste trecho, pois o conflito de carros, ônibus e pedestres dificulta o fluxo na área, que é essencialmente comercial. A Etufor realizou testes na área e constatou que a velocidade operacional dos ônibus chegava a 2,3 Km/h. Com a faixa, os ônibus que vêm da Avenida da Universidade em direção ao Centro serão beneficiados pela intervenção, atendendo a 64 mil passageiros/dia que trafegam em 145 ônibus/hora, oriundos das 23 linhas de transporte coletivo que passam a trafegar pela via.

A priorização do ônibus proporciona diversas vantagens aos usuários, como o aumento da velocidade operacional, previsibilidade do tempo de viagem, redução no consumo de combustíveis e de emissão de gases poluentes.

Linhas que passam a operar na Rua General Sampaio:
355 – Siqueira/José Bastos,
390 – Parangaba/João Pessoa

Mais sustentabilidade e segurança

Em todo mundo, o transporte público é apontado como o mais eficiente, tanto do ponto de vista da sustentabilidade, quanto da otimização do uso do espaço público. De acordo com um cálculo realizado pela National Association of Public Transportation Officials (associação norte-americana de profissionais de trânsito e transporte, ou NACTO na sigla em inglês), um mesmo grupo de 50 pessoas ocupa 400 metros quadrados para se deslocar em carros particulares, considerando a taxa de ocupação de 1,4 passageiro por veículo. Já utilizando o transporte público, o mesmo número de pessoas usa apenas 36 metros quadrados, ou seja, 10 vezes menos espaço.

Hoje, cerca de 70% da população utiliza o sistema de ônibus municipal como principal meio de deslocamento pela cidade. Para estimular o uso do meio de transporte. Itens como ar condicionado e wifi, hoje atingem cerca de 22% e 10% respectivamente, e serão implantados em 100% da frota até 2020. As faixas exclusivas de ônibus saltaram 2.900% entre 2013 e 2017, uma garantir de mais agilidade e tempo com a família. O Bilhete Único, com mais de 1,2 milhões de cadastros, também auxilia na economia e na otimização de percursos e o aplicativo Meu Ônibus permite aos usuários monitorar em tempo real a chegada dos veículos aos pontos de parada.

Sob o aspecto da segurança viária, andar de ônibus também é mais seguro do que outros modais, por exemplo. Um estudo publicado em 2013 por um dos maiores pesquisadores em segurança viária do Brasil, Eduardo Vasconcellos, demonstrou que o risco de sofrer um acidente durante o trajeto para o trabalho, por exemplo, é até 90 vezes maior para quem usa motocicletas do que para quem utiliza os ônibus.

 

 

Etufor amplia a oferta de linhas de ônibus no Centro e instala faixa exclusiva na Rua General Sampaio

Ônibus que vêm da Avenida da Universidade em direção ao Centro serão beneficiados pela intervenção

Faixa exclusica de ônibus
A faixa exclusiva compreende o trecho entre a Rua Meton de Alencar e a Rua Castro e Silva, chegando a 1,2 quilômetro de extensão

No Dia Mundial sem Carro (22/09), último dia útil da Semana da Mobilidade, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), aumenta a oferta de linhas na Rua General Sampaio e inicia a operação de faixa exclusiva na via. A faixa exclusiva compreende o trecho entre a Rua Meton de Alencar e a Rua Castro e Silva, chegando a 1,2 quilômetro de extensão. Com a implantação, Fortaleza contará com 100,10 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus.

A faixa exclusiva é essencial neste trecho, pois o conflito de carros, ônibus e pedestres dificulta o fluxo na área, que é essencialmente comercial. A Etufor realizou testes na área e constatou que a velocidade operacional dos ônibus chegava a 2,3 Km/h. Com a faixa, os ônibus que vêm da Avenida da Universidade em direção ao Centro serão beneficiados pela intervenção, atendendo a 64 mil passageiros/dia que trafegam em 145 ônibus/hora, oriundos das 23 linhas de transporte coletivo que passam a trafegar pela via.

A priorização do ônibus proporciona diversas vantagens aos usuários, como o aumento da velocidade operacional, previsibilidade do tempo de viagem, redução no consumo de combustíveis e de emissão de gases poluentes.

Linhas que passam a operar na Rua General Sampaio:
355 – Siqueira/José Bastos,
390 – Parangaba/João Pessoa

Mais sustentabilidade e segurança

Em todo mundo, o transporte público é apontado como o mais eficiente, tanto do ponto de vista da sustentabilidade, quanto da otimização do uso do espaço público. De acordo com um cálculo realizado pela National Association of Public Transportation Officials (associação norte-americana de profissionais de trânsito e transporte, ou NACTO na sigla em inglês), um mesmo grupo de 50 pessoas ocupa 400 metros quadrados para se deslocar em carros particulares, considerando a taxa de ocupação de 1,4 passageiro por veículo. Já utilizando o transporte público, o mesmo número de pessoas usa apenas 36 metros quadrados, ou seja, 10 vezes menos espaço.

Hoje, cerca de 70% da população utiliza o sistema de ônibus municipal como principal meio de deslocamento pela cidade. Para estimular o uso do meio de transporte. Itens como ar condicionado e wifi, hoje atingem cerca de 22% e 10% respectivamente, e serão implantados em 100% da frota até 2020. As faixas exclusivas de ônibus saltaram 2.900% entre 2013 e 2017, uma garantir de mais agilidade e tempo com a família. O Bilhete Único, com mais de 1,2 milhões de cadastros, também auxilia na economia e na otimização de percursos e o aplicativo Meu Ônibus permite aos usuários monitorar em tempo real a chegada dos veículos aos pontos de parada.

Sob o aspecto da segurança viária, andar de ônibus também é mais seguro do que outros modais, por exemplo. Um estudo publicado em 2013 por um dos maiores pesquisadores em segurança viária do Brasil, Eduardo Vasconcellos, demonstrou que o risco de sofrer um acidente durante o trajeto para o trabalho, por exemplo, é até 90 vezes maior para quem usa motocicletas do que para quem utiliza os ônibus.