11 de fevereiro de 2020 em Turismo

Fortaleza recebe World Marathon Challenge nesta quarta-feira (12/02)

A prova passa por 7 continentes em 7 dias e a capital cearense é a única sede na América do Sul


Fortaleza recebe, nesta quarta-feira (12/02), pela primeira vez, uma das etapas do World Marathon Challenge (WMC). O desafio, que acontece desde 2015, consiste em 7 maratonas disputadas em 7 continentes durante 7 dias. Em 2020, são 35 competidores, de diversos países, que viajam em avião fretado e devem, não apenas se adaptar às condições de cada local, como também lidar com imprevistos e possíveis atrasos na programação.

Em Fortaleza, a maratona será disputada no Mucuripe, com largada prevista para as 8h, no calçadão em frente à estátua de Iracema. A estimativa é de que o último competidor complete a prova por volta das 14h. Com um clima difícil, a Cidade é um grande desafio para provas esportivas de uma maneira geral.

A delegação iniciou a competição na Cidade do Cabo, na África do Sul, seguindo depois para Novo, Estação da Antártica. A prova segue por Perth, na Austrália; Dubai na Ásia; Madrid, na Europa; Fortaleza, na América do Sul; e Miami, na América do Norte. Inicialmente prevista para esta terça-feira (11/02), a corrida de rua na capital cearense foi remarcada para esta quarta (12/02), por conta de um atraso na prova da Antártica, causado pelo mau tempo.

Sede de grandes eventos no setor esportivo, Fortaleza já recebe o Ironman, o Rally dos Sertões, o Cerapió e a Meia Maratona de Fortaleza. A exemplo dos eventos citados, a realização do WMC na Cidade conta com o apoio da Prefeitura de Fortaleza. “A realização desse evento na capital cearense vem inserir ainda mais Fortaleza no hall das sedes de eventos esportivos reconhecidos internacionalmente. A competição conta com corredores de muitos países e a divulgação no mundo todo, que irá poder ver as belezas naturais da nossa cidade”, observa Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.

A cobertura de mídia oferecida pelo evento é um diferencial importante da World Marathon Challenge. As cidades que hospedam os corredores são filmadas e fotografadas, para serem, então, mostradas quase simultaneamente ao restante do mundo. A equipe de profissionais deste ano conta com um brasileiro, Francisco Mattos, que está no comando da produção de vídeos feitos por drones.

Cada participante pode escolher entre correr a maratona de 42.195 quilômetros, ou a meia maratona (21 km). Os propósitos individuais de cada maratonista variam de corredor para corredor, mas faz parte do evento o avião fretado e todo o aparato de logística, traslado, refeições, percurso medido, medalhas, camisetas e pórtico, além da ampla divulgação em mídia internacional. Alguns dos inscritos não puderam participar por serem provenientes de áreas de risco pelo coronavírus ou por terem estado nessas regiões, como é o caso de uma canadense e um competidor de Singapura.

Serviço:
World Marathon Challenge
Data: 12/02 (quarta-feira)
Hora da largada: 8h
Local: calçadão do Mucuripe, próximo à estátua da índia Iracema e do letreiro Ceará

Fortaleza recebe World Marathon Challenge nesta quarta-feira (12/02)

A prova passa por 7 continentes em 7 dias e a capital cearense é a única sede na América do Sul

Fortaleza recebe, nesta quarta-feira (12/02), pela primeira vez, uma das etapas do World Marathon Challenge (WMC). O desafio, que acontece desde 2015, consiste em 7 maratonas disputadas em 7 continentes durante 7 dias. Em 2020, são 35 competidores, de diversos países, que viajam em avião fretado e devem, não apenas se adaptar às condições de cada local, como também lidar com imprevistos e possíveis atrasos na programação.

Em Fortaleza, a maratona será disputada no Mucuripe, com largada prevista para as 8h, no calçadão em frente à estátua de Iracema. A estimativa é de que o último competidor complete a prova por volta das 14h. Com um clima difícil, a Cidade é um grande desafio para provas esportivas de uma maneira geral.

A delegação iniciou a competição na Cidade do Cabo, na África do Sul, seguindo depois para Novo, Estação da Antártica. A prova segue por Perth, na Austrália; Dubai na Ásia; Madrid, na Europa; Fortaleza, na América do Sul; e Miami, na América do Norte. Inicialmente prevista para esta terça-feira (11/02), a corrida de rua na capital cearense foi remarcada para esta quarta (12/02), por conta de um atraso na prova da Antártica, causado pelo mau tempo.

Sede de grandes eventos no setor esportivo, Fortaleza já recebe o Ironman, o Rally dos Sertões, o Cerapió e a Meia Maratona de Fortaleza. A exemplo dos eventos citados, a realização do WMC na Cidade conta com o apoio da Prefeitura de Fortaleza. “A realização desse evento na capital cearense vem inserir ainda mais Fortaleza no hall das sedes de eventos esportivos reconhecidos internacionalmente. A competição conta com corredores de muitos países e a divulgação no mundo todo, que irá poder ver as belezas naturais da nossa cidade”, observa Erick Vasconcelos, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.

A cobertura de mídia oferecida pelo evento é um diferencial importante da World Marathon Challenge. As cidades que hospedam os corredores são filmadas e fotografadas, para serem, então, mostradas quase simultaneamente ao restante do mundo. A equipe de profissionais deste ano conta com um brasileiro, Francisco Mattos, que está no comando da produção de vídeos feitos por drones.

Cada participante pode escolher entre correr a maratona de 42.195 quilômetros, ou a meia maratona (21 km). Os propósitos individuais de cada maratonista variam de corredor para corredor, mas faz parte do evento o avião fretado e todo o aparato de logística, traslado, refeições, percurso medido, medalhas, camisetas e pórtico, além da ampla divulgação em mídia internacional. Alguns dos inscritos não puderam participar por serem provenientes de áreas de risco pelo coronavírus ou por terem estado nessas regiões, como é o caso de uma canadense e um competidor de Singapura.

Serviço:
World Marathon Challenge
Data: 12/02 (quarta-feira)
Hora da largada: 8h
Local: calçadão do Mucuripe, próximo à estátua da índia Iracema e do letreiro Ceará