17 de maio de 2018 em Educação

Fortaleza tem escolas premiadas pela primeira vez no Spaece-alfa entre as melhores do Ceará

Festa do Prêmio Escola Nota Dez, realizado pelo Governo do Estado, reconheceu avanços na alfabetização e no Ensino Fundamental do Ceará


alunos e profissionais da educação festejando a premiação
Alunos e profissionais da Rede Municipal de Ensino festejaram a premiação de Fortaleza, pela primeira vez entre os municípios com as melhores escolas avaliadas no Spaece-Alfa

Pela primeira vez, escolas municipais de Fortaleza foram reconhecidas e premiadas pelo desempenho na alfabetização entre as melhores do Ceará, de acordo com o Sistema de Avaliação Permanente da Educação Básica do Estado (Spaece-alfa). A festa do Prêmio Escola Nota Dez, promovida pelo Governo do Estado em sua 10ª edição, ocorreu na manhã desta quinta-feira (17/05) no Centro de Eventos do Ceará, com a participação do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, ao lado de alunos, professores e diretoras das escolas, entre outros representantes da educação municipal.

Foram premiadas as escolas municipais Luis Costa e Bergson Gurjão Farias, dos bairros Luciano Cavalcante (Distrito da Educação 2) e Henrique Jorge (Distrito 3), respectivamente, pelos resultados dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2017, Fortaleza havia recebido pela primeira vez o prêmio pelo desempenho dos estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental, com a Escola Municipal José Sobreira de Amorim.

Para a secretária Dalila Saldanha, a participação de Fortaleza na premiação é mais um reflexo da consolidação do trabalho desenvolvido em parceria com as escolas, Distritos, envolvendo também as famílias. "Pela complexidade da Rede Municipal de Fortaleza, a quarta maior do país entre as capitais em matrículas, nós termos escolas reconhecidas nesse prêmio mostra que os avanços estão acontecendo”, reforça.

A titular da Secretaria Municipal da Educação (SME) também destaca o forte compromisso com a aprendizagem das crianças entre professores, gestores, técnicos e especialistas que fazem a Educação de Fortaleza. "Fica a certeza de que a política educacional iniciada em 2013 e que vem sendo aprimorada a cada ano está no rumo certo. Nada disso seria possível sem a decisão política do nosso prefeito Roberto Cláudio, quando elegeu a educação como uma das prioridades da sua gestão. Parabéns a todos e sigamos sempre com altas expectativas e motivados para continuarmos avançando", fortaleceu a secretária.

A parceria entre escola e família também foi valorizada pela diretora da EM Luis Costa, Carmênia de Paula. “É um resultado que ganha força a partir da confiança dos pais no nosso trabalho. Ficamos muito gratificados porque, mais do que o prêmio, vemos o aluno saindo da escola como um leitor fluente, conhecendo o gênero textual e reconhecendo os assuntos. A gente busca ser uma escola nota 10 em todas as áreas”, defende a gestora.

Para a diretora da EM Bergson Gurjão Farias, Adriana Paiva, a escola conquistou o prêmio graças ao empenho de todos os profissionais que compõem a unidade. “O trabalho está na ponta, no papel do professor, que se sente estimulado a trabalhar e saber que o resultado é uma criança aprender a ler no final do ano. E a escola mantém isso no corpo docente, aliado a uma equipe pedagógica muito boa e à parceria com mães e com pais”, fortalece.

Resultados do Spaece

Os dados preliminares do Spaece e Spaece-Alfa de 2017 mostram que o município de Fortaleza alfabetizou 91,9% dos alunos na idade certa e obteve a sua melhor proficiência da história, com 202 escolas no nível adequado.

A capital cearense saltou de apenas 20 escolas no nível adequado, em 2012, para 30, em 2013; de 74, em 2014, quase dobrou em 2015 com 146 escolas. Já em 2016, 196 escolas ficaram no nível adequado e, em 2017, esse número chegou a 202, atingindo um aumento de 910% no período de 2012 a 2017. Além disso, a Rede Municipal alcançou 57,7 pontos a mais na proficiência em relação aos resultados de 2012, passando de 131,4 para 189,1 em 2017.

Segundo o Spaece, 303.664 alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental de 4.347 escolas públicas participaram da avaliação externa da Seduc, que identifica e analisa o nível de desempenho dos estudantes.

Para conquistar a premiação, todas as escolas devem atender os seguintes critérios: ter, no momento da prova, pelo menos 20 alunos matriculados na série e avaliados, além de ter, no mínimo, 90% de participação de alunos. No 2º ano, a pontuação deve ficar entre 8,5 e 10, enquanto as do 5º e 9º ano devem ter entre 7,5 e 10,0, em Português e Matemática.

Prêmio

Na 10ª edição do evento, o Governo do Ceará premiou as 332 escolas cearenses de 182 municípios com melhores desempenhos em alfabetização e no Ensino Fundamental ao longo do ano passado. A iniciativa faz parte do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), responsável por reduzir de 32% para 0,7% o índice de crianças não alfabetizadas na idade certa no período de uma década.

O governador Camilo Santana destacou o compromisso dos profissionais e das escolas envolvidas.“Esse evento é um coroamento pelo trabalho e dedicação de cada um de vocês. "Há mais de dez anos o Ceará fez uma pactuação para construir novos indicadores de qualidade para a Educação. Hoje, cada um, professor, aluno, pai de aluno, servidores, deve ter orgulho de bater no peito e dizer ‘eu faço parte dessa história’. A melhor educação do País hoje é do Estado do Ceará, graças ao esforço de todos”, ressaltou.

Fortaleza tem escolas premiadas pela primeira vez no Spaece-alfa entre as melhores do Ceará

Festa do Prêmio Escola Nota Dez, realizado pelo Governo do Estado, reconheceu avanços na alfabetização e no Ensino Fundamental do Ceará

alunos e profissionais da educação festejando a premiação
Alunos e profissionais da Rede Municipal de Ensino festejaram a premiação de Fortaleza, pela primeira vez entre os municípios com as melhores escolas avaliadas no Spaece-Alfa

Pela primeira vez, escolas municipais de Fortaleza foram reconhecidas e premiadas pelo desempenho na alfabetização entre as melhores do Ceará, de acordo com o Sistema de Avaliação Permanente da Educação Básica do Estado (Spaece-alfa). A festa do Prêmio Escola Nota Dez, promovida pelo Governo do Estado em sua 10ª edição, ocorreu na manhã desta quinta-feira (17/05) no Centro de Eventos do Ceará, com a participação do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e da secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, ao lado de alunos, professores e diretoras das escolas, entre outros representantes da educação municipal.

Foram premiadas as escolas municipais Luis Costa e Bergson Gurjão Farias, dos bairros Luciano Cavalcante (Distrito da Educação 2) e Henrique Jorge (Distrito 3), respectivamente, pelos resultados dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2017, Fortaleza havia recebido pela primeira vez o prêmio pelo desempenho dos estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental, com a Escola Municipal José Sobreira de Amorim.

Para a secretária Dalila Saldanha, a participação de Fortaleza na premiação é mais um reflexo da consolidação do trabalho desenvolvido em parceria com as escolas, Distritos, envolvendo também as famílias. "Pela complexidade da Rede Municipal de Fortaleza, a quarta maior do país entre as capitais em matrículas, nós termos escolas reconhecidas nesse prêmio mostra que os avanços estão acontecendo”, reforça.

A titular da Secretaria Municipal da Educação (SME) também destaca o forte compromisso com a aprendizagem das crianças entre professores, gestores, técnicos e especialistas que fazem a Educação de Fortaleza. "Fica a certeza de que a política educacional iniciada em 2013 e que vem sendo aprimorada a cada ano está no rumo certo. Nada disso seria possível sem a decisão política do nosso prefeito Roberto Cláudio, quando elegeu a educação como uma das prioridades da sua gestão. Parabéns a todos e sigamos sempre com altas expectativas e motivados para continuarmos avançando", fortaleceu a secretária.

A parceria entre escola e família também foi valorizada pela diretora da EM Luis Costa, Carmênia de Paula. “É um resultado que ganha força a partir da confiança dos pais no nosso trabalho. Ficamos muito gratificados porque, mais do que o prêmio, vemos o aluno saindo da escola como um leitor fluente, conhecendo o gênero textual e reconhecendo os assuntos. A gente busca ser uma escola nota 10 em todas as áreas”, defende a gestora.

Para a diretora da EM Bergson Gurjão Farias, Adriana Paiva, a escola conquistou o prêmio graças ao empenho de todos os profissionais que compõem a unidade. “O trabalho está na ponta, no papel do professor, que se sente estimulado a trabalhar e saber que o resultado é uma criança aprender a ler no final do ano. E a escola mantém isso no corpo docente, aliado a uma equipe pedagógica muito boa e à parceria com mães e com pais”, fortalece.

Resultados do Spaece

Os dados preliminares do Spaece e Spaece-Alfa de 2017 mostram que o município de Fortaleza alfabetizou 91,9% dos alunos na idade certa e obteve a sua melhor proficiência da história, com 202 escolas no nível adequado.

A capital cearense saltou de apenas 20 escolas no nível adequado, em 2012, para 30, em 2013; de 74, em 2014, quase dobrou em 2015 com 146 escolas. Já em 2016, 196 escolas ficaram no nível adequado e, em 2017, esse número chegou a 202, atingindo um aumento de 910% no período de 2012 a 2017. Além disso, a Rede Municipal alcançou 57,7 pontos a mais na proficiência em relação aos resultados de 2012, passando de 131,4 para 189,1 em 2017.

Segundo o Spaece, 303.664 alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental de 4.347 escolas públicas participaram da avaliação externa da Seduc, que identifica e analisa o nível de desempenho dos estudantes.

Para conquistar a premiação, todas as escolas devem atender os seguintes critérios: ter, no momento da prova, pelo menos 20 alunos matriculados na série e avaliados, além de ter, no mínimo, 90% de participação de alunos. No 2º ano, a pontuação deve ficar entre 8,5 e 10, enquanto as do 5º e 9º ano devem ter entre 7,5 e 10,0, em Português e Matemática.

Prêmio

Na 10ª edição do evento, o Governo do Ceará premiou as 332 escolas cearenses de 182 municípios com melhores desempenhos em alfabetização e no Ensino Fundamental ao longo do ano passado. A iniciativa faz parte do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), responsável por reduzir de 32% para 0,7% o índice de crianças não alfabetizadas na idade certa no período de uma década.

O governador Camilo Santana destacou o compromisso dos profissionais e das escolas envolvidas.“Esse evento é um coroamento pelo trabalho e dedicação de cada um de vocês. "Há mais de dez anos o Ceará fez uma pactuação para construir novos indicadores de qualidade para a Educação. Hoje, cada um, professor, aluno, pai de aluno, servidores, deve ter orgulho de bater no peito e dizer ‘eu faço parte dessa história’. A melhor educação do País hoje é do Estado do Ceará, graças ao esforço de todos”, ressaltou.