02 de dezembro de 2020 em Infraestrutura

Moradores do Jardim Glória vivem nova realidade após obras do Proinfra

Intervenções de saneamento e urbanização proporcionaram mais saúde e cidadania à comunidade


senhora de máscara sentada em cadeira sobre calçada com cachorro no colo e rua em frente rua com piso intertravado
"Foi um benefício maravilhoso. A rua agora parece um tapete”, descreve Maria Lúcia do Nascimento

Os finais de tarde de Maria Lúcia do Nascimento, moradora do Conjunto Jardim Glória, comunidade do bairro Cajazeiras, agora não são mais os mesmos. Durante cinco anos, ao colocar a cadeira na porta de sua casa para conversar com vizinhos, a costureira conviveu diretamente com muita poeira, lama e esgoto a céu aberto.

Agora a realidade é diferente. O piso é intertravado, não há mais mau cheiro, nem é mais necessário varrer a casa duas vezes por dia para manter a limpeza. “Quando chegamos aqui tinha muita lama, poeira, a gente não podia sair sem pisar na água suja. Foi um benefício maravilhoso. A rua agora parece um tapete”, descreve.

líder comunitário andando pela rua em piso intertravado
Alexandre Mafra, líder comunitário e Agente de Cidadania

A mudança é resultado do Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra), da Prefeitura de Fortaleza. Somente no Jardim Glória, foram investidos R$ 14,7 milhões, que garantiram 21 ruas urbanizadas com novo sistema de drenagem, esgotamento sanitário e cerca de 16 mil m² de pavimentação em piso intertravado, além de nova iluminação e calçadas, gerando qualidade de vida, mobilidade, segurança e acessibilidade.

Para a dona Maria Lúcia, a facilidade de locomoção é outra vantagem. “Agora o ônibus passa bem pertinho, para ir ao supermercado é mais fácil e parece até que tudo ficou mais próximo”, diz.

A comunidade sofria com problemas ocasionados pela falta de infraestrutura básica, o que resultava, inclusive, em constantes alagamentos. De acordo com a secretária da Regional VI, Darlene Braga, milhares de pessoas viviam em uma situação de baixíssima qualidade de vida. “Hoje podemos ver um espaço totalmente revitalizado. Essa foi uma obra que possui impacto na saúde, no social e na autoestima das pessoas. O nosso próximo passo é garantir o Papel da Casa aos moradores”, destaca.

O líder comunitário e Agente de Cidadania e Controle Social, Alexandre Mafra, ressalta que a luta por infraestrutura de saneamento no local também contou com a participação ativa da associação do bairro, que por meio de audiências e reuniões, encaminhou a demanda para a Prefeitura e viu as melhorias se concretizarem.

“O Prefeito viu a nossa necessidade e realizou uma parceria entre gestão e moradores. Em 2019, quando foi assinada a Ordem de Serviço, pudemos ter a garantia do início das obras que iriam transformar o Jardim Glória. Hoje, posso dizer que foi uma excelente mudança em nossa comunidade, que fez a diferença tanto na área social como na urbanização, e a gente só tem a agradecer a gestão municipal”, afirma Alexandre.

homem de máscara e chapéu posando atrás de balcão de comércio com produtos ao fundo
"Valeu a pena acreditar, e a Prefeitura deu valor à comunidade, mostrou que nós existimos", comenta o comerciante José Roberes da Silva

Cidadania e desenvolvimento

Assim como aconteceu no Jardim Glória, obras do mesmo tipo também já foram concluídas na comunidade Unidos Venceremos, no Barroso. As intervenções foram resultado de uma luta de mais de 20 anos dos moradores, que viram suas vidas melhorarem após a remodelação de 17 ruas, e de um investimento de R$ 2,2 milhões.

Com o Proinfra, outras 28 comunidades de Fortaleza devem ser contempladas, tendo critério de escolha os bairros e as comunidades que possuem os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), de modo que o serviço chegue às pessoas que mais precisam, conforme a secretária municipal de Infraestrutura Manuela Nogueira.

"São regiões da cidade onde não existia infraestrutura e que pudemos entregar, principalmente, bem-estar, qualidade de vida, saúde e educação. Tudo isso vem através de uma obra física, mas que resulta na transformação da cidadania dessas pessoas”, explica.

Para o comerciante José Roberes da Silva, morador do Conjunto Jardim Glória há 14 anos, as obras impactam não só seu negócio, que agora recebe com mais facilidade os fornecedores e tem maior movimentação de mercadorias e clientes, mas também a forma de encarar a rotina, de se reconhecer como morador.

“Na comunidade a gente vê como se fosse um sonho realizado. Vemos todo mundo sorrindo, satisfeito. Vale a pena acreditar, e a Prefeitura deu valor à comunidade, mostrou que nós existimos. A gente fica cada dia mais feliz com isso. Dessa vez, a gente sente a diferença”, descreve.

Moradores do Jardim Glória vivem nova realidade após obras do Proinfra

Intervenções de saneamento e urbanização proporcionaram mais saúde e cidadania à comunidade

senhora de máscara sentada em cadeira sobre calçada com cachorro no colo e rua em frente rua com piso intertravado
"Foi um benefício maravilhoso. A rua agora parece um tapete”, descreve Maria Lúcia do Nascimento

Os finais de tarde de Maria Lúcia do Nascimento, moradora do Conjunto Jardim Glória, comunidade do bairro Cajazeiras, agora não são mais os mesmos. Durante cinco anos, ao colocar a cadeira na porta de sua casa para conversar com vizinhos, a costureira conviveu diretamente com muita poeira, lama e esgoto a céu aberto.

Agora a realidade é diferente. O piso é intertravado, não há mais mau cheiro, nem é mais necessário varrer a casa duas vezes por dia para manter a limpeza. “Quando chegamos aqui tinha muita lama, poeira, a gente não podia sair sem pisar na água suja. Foi um benefício maravilhoso. A rua agora parece um tapete”, descreve.

líder comunitário andando pela rua em piso intertravado
Alexandre Mafra, líder comunitário e Agente de Cidadania

A mudança é resultado do Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra), da Prefeitura de Fortaleza. Somente no Jardim Glória, foram investidos R$ 14,7 milhões, que garantiram 21 ruas urbanizadas com novo sistema de drenagem, esgotamento sanitário e cerca de 16 mil m² de pavimentação em piso intertravado, além de nova iluminação e calçadas, gerando qualidade de vida, mobilidade, segurança e acessibilidade.

Para a dona Maria Lúcia, a facilidade de locomoção é outra vantagem. “Agora o ônibus passa bem pertinho, para ir ao supermercado é mais fácil e parece até que tudo ficou mais próximo”, diz.

A comunidade sofria com problemas ocasionados pela falta de infraestrutura básica, o que resultava, inclusive, em constantes alagamentos. De acordo com a secretária da Regional VI, Darlene Braga, milhares de pessoas viviam em uma situação de baixíssima qualidade de vida. “Hoje podemos ver um espaço totalmente revitalizado. Essa foi uma obra que possui impacto na saúde, no social e na autoestima das pessoas. O nosso próximo passo é garantir o Papel da Casa aos moradores”, destaca.

O líder comunitário e Agente de Cidadania e Controle Social, Alexandre Mafra, ressalta que a luta por infraestrutura de saneamento no local também contou com a participação ativa da associação do bairro, que por meio de audiências e reuniões, encaminhou a demanda para a Prefeitura e viu as melhorias se concretizarem.

“O Prefeito viu a nossa necessidade e realizou uma parceria entre gestão e moradores. Em 2019, quando foi assinada a Ordem de Serviço, pudemos ter a garantia do início das obras que iriam transformar o Jardim Glória. Hoje, posso dizer que foi uma excelente mudança em nossa comunidade, que fez a diferença tanto na área social como na urbanização, e a gente só tem a agradecer a gestão municipal”, afirma Alexandre.

homem de máscara e chapéu posando atrás de balcão de comércio com produtos ao fundo
"Valeu a pena acreditar, e a Prefeitura deu valor à comunidade, mostrou que nós existimos", comenta o comerciante José Roberes da Silva

Cidadania e desenvolvimento

Assim como aconteceu no Jardim Glória, obras do mesmo tipo também já foram concluídas na comunidade Unidos Venceremos, no Barroso. As intervenções foram resultado de uma luta de mais de 20 anos dos moradores, que viram suas vidas melhorarem após a remodelação de 17 ruas, e de um investimento de R$ 2,2 milhões.

Com o Proinfra, outras 28 comunidades de Fortaleza devem ser contempladas, tendo critério de escolha os bairros e as comunidades que possuem os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), de modo que o serviço chegue às pessoas que mais precisam, conforme a secretária municipal de Infraestrutura Manuela Nogueira.

"São regiões da cidade onde não existia infraestrutura e que pudemos entregar, principalmente, bem-estar, qualidade de vida, saúde e educação. Tudo isso vem através de uma obra física, mas que resulta na transformação da cidadania dessas pessoas”, explica.

Para o comerciante José Roberes da Silva, morador do Conjunto Jardim Glória há 14 anos, as obras impactam não só seu negócio, que agora recebe com mais facilidade os fornecedores e tem maior movimentação de mercadorias e clientes, mas também a forma de encarar a rotina, de se reconhecer como morador.

“Na comunidade a gente vê como se fosse um sonho realizado. Vemos todo mundo sorrindo, satisfeito. Vale a pena acreditar, e a Prefeitura deu valor à comunidade, mostrou que nós existimos. A gente fica cada dia mais feliz com isso. Dessa vez, a gente sente a diferença”, descreve.