23 de outubro de 2018 em Economia

Mutirão do Procon Fortaleza supera meta de atendimento e registra 83% de acordos

Os consumidores se queixaram, principalmente, de juros e multas abusivos e de cobranças para além da dívida principal


Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida.
Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida (Foto: Rodrigo Carvalho)

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (18/9), o balanço do Mutirão de Renegociação de Dívidas, que ocorreu entre os dias 15 e 19 de outubro. O mutirão, realizado anualmente, superou as expectativas do Órgão. Houve um aumento de 208% na quantidade de atendimentos, se comparado com o mutirão do ano passado, quando 762 atendimentos foram realizados contra 2.348 renegociações de dívidas, deste ano. O índice de resolutividade também subiu, superando 2017, que foi de 68%, aumentando para 83% este ano.

Cerca de 1.494 consumidores procuraram o Procon para renegociar dívidas com bancos, operadoras de cartão de crédito e empresas que emprestam dinheiro, o que corresponde a 83% do total de 2.348 atendimentos. Em seguida, 211 consumidores (9%) buscaram a intermediação do Procon para renegociar dívidas com a concessionária de energia elétrica. Outros 188 consumidores (8%) registraram insatisfação com cobranças abusivas de empresas de telefonia.

Os consumidores se queixaram, principalmente, de juros e multas abusivos e de cobranças para além da dívida principal. Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida, como foi o caso de um consumidor que possuía dívida com operadora de cartão de crédito, no valor de R$ 4.117,00, sendo reduzida para R$ 111,00 no pagamento à vista. Técnicos do Procon também relataram casos em que um único consumidor possuía dívida com 12 tipos de operadoras de cartão de crédito, que totalizavam aproximadamente R$ 30.000,00 de débitos.

Pelo menos 65% do total, cerca de 1.526 atendimentos, foram do sexo feminino, enquanto que 822 reclamações foram do sexo masculino, o que corresponde a 35%.

A diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, esclarece que nos 399 casos em que não houve acordo, ou seja, 17% dos atendimentos, os consumidores foram orientados a registrar reclamação para tentativa de renegociação por meio de audiência no Procon Fortaleza. Ela também comemorou a adesão das empresas. "A cada ano, aumenta a participação de novas empresas, o que é positivo para o consumidor, que tem a chance de renegociar seus débitos".

Cláudia lembra ainda que os consumidores residentes na capital, podem procurar o Procon, a qualquer momento, para abertura de reclamação contra qualquer empresa, pedindo uma renegociação da dívida. No entanto, a Diretora ressalta que, durante o mutirão do Procon, as condições de renegociação são diferenciadas com redução de juros, multas e encargos, conforme as empresas se comprometeram.

Procon Fortaleza
Procon Centro (Rua Major Facundo, 869)
Procon vapt vupt Terminal de Antonio Bezerra
Procon vapt vupt Terminal de Messejana
Procon Regional V (Avenida Augusto dos Anjos, 2466 - Bonsucesso)

Mutirão do Procon Fortaleza supera meta de atendimento e registra 83% de acordos

Os consumidores se queixaram, principalmente, de juros e multas abusivos e de cobranças para além da dívida principal

Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida.
Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida (Foto: Rodrigo Carvalho)

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (18/9), o balanço do Mutirão de Renegociação de Dívidas, que ocorreu entre os dias 15 e 19 de outubro. O mutirão, realizado anualmente, superou as expectativas do Órgão. Houve um aumento de 208% na quantidade de atendimentos, se comparado com o mutirão do ano passado, quando 762 atendimentos foram realizados contra 2.348 renegociações de dívidas, deste ano. O índice de resolutividade também subiu, superando 2017, que foi de 68%, aumentando para 83% este ano.

Cerca de 1.494 consumidores procuraram o Procon para renegociar dívidas com bancos, operadoras de cartão de crédito e empresas que emprestam dinheiro, o que corresponde a 83% do total de 2.348 atendimentos. Em seguida, 211 consumidores (9%) buscaram a intermediação do Procon para renegociar dívidas com a concessionária de energia elétrica. Outros 188 consumidores (8%) registraram insatisfação com cobranças abusivas de empresas de telefonia.

Os consumidores se queixaram, principalmente, de juros e multas abusivos e de cobranças para além da dívida principal. Em algumas negociações, o Procon conseguiu redução de até 97% do valor da dívida, como foi o caso de um consumidor que possuía dívida com operadora de cartão de crédito, no valor de R$ 4.117,00, sendo reduzida para R$ 111,00 no pagamento à vista. Técnicos do Procon também relataram casos em que um único consumidor possuía dívida com 12 tipos de operadoras de cartão de crédito, que totalizavam aproximadamente R$ 30.000,00 de débitos.

Pelo menos 65% do total, cerca de 1.526 atendimentos, foram do sexo feminino, enquanto que 822 reclamações foram do sexo masculino, o que corresponde a 35%.

A diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, esclarece que nos 399 casos em que não houve acordo, ou seja, 17% dos atendimentos, os consumidores foram orientados a registrar reclamação para tentativa de renegociação por meio de audiência no Procon Fortaleza. Ela também comemorou a adesão das empresas. "A cada ano, aumenta a participação de novas empresas, o que é positivo para o consumidor, que tem a chance de renegociar seus débitos".

Cláudia lembra ainda que os consumidores residentes na capital, podem procurar o Procon, a qualquer momento, para abertura de reclamação contra qualquer empresa, pedindo uma renegociação da dívida. No entanto, a Diretora ressalta que, durante o mutirão do Procon, as condições de renegociação são diferenciadas com redução de juros, multas e encargos, conforme as empresas se comprometeram.

Procon Fortaleza
Procon Centro (Rua Major Facundo, 869)
Procon vapt vupt Terminal de Antonio Bezerra
Procon vapt vupt Terminal de Messejana
Procon Regional V (Avenida Augusto dos Anjos, 2466 - Bonsucesso)