27 de setembro de 2021 em Turismo

No Dia Mundial do Turismo, Setfor faz balanço das atividades em 2021

Desde junho, a Secretaria do Turismo de Fortaleza lançou três projetos e retomou o Programa Praia Acessível, suspenso por conta da pandemia


Com o tema “Turismo para o Crescimento Inclusivo”, neste 27 de setembro, é comemorado o Dia Mundial do Turismo. Na Secretaria do Turismo de Fortaleza (Setfor), há muito a festejar. Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor turístico com a chegada da pandemia do novo coronavírus, graças aos avanços na vacinação, Fortaleza vai retomando suas atividades e recebendo cada vez mais visitantes.

Foi a responsabilidade na reabertura das atividades que possibilitou o lançamento de novos projetos e o reinício de outros, como no caso do Programa Praia Acessível. Em sintonia com o tema central do Dia do Turismo em 2021, o Praia Acessível é um projeto inclusivo que possibilita o banho de mar assistido a pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida. Realizado desde março de 2016, numa parceria da Prefeitura de Fortaleza com o Governo do Estado, o programa já atendeu a mais de sete mil pessoas. Durante a pandemia, no entanto, teve que ser suspenso, sendo retomado no mês de agosto, após liberação desse tipo de atividade pelos decretos estadual e municipal.

Com foco na capacitação, a Setfor lançou em junho deste ano a Escola do Turismo de Fortaleza. A ideia é fornecer capacitações regulares aos integrantes da cadeia turística de Fortaleza de forma gratuita, garantindo assim um atendimento mais qualificado ao visitante. A princípio com aulas online, a primeira turma contou com cerca de 240 guardas municipais que atuam nas torres de monitoramento da orla da cidade. Até o fim do ano, já tem um novo calendário de cursos e webinários em parceria com o Sebrae/CE, abordando temas como Mídias Digitais, Atendimento ao Cliente e Como Aumentar suas Vendas.

No mês de julho, foi lançado o Rota do Sol Nordeste, um projeto de integração entre várias cidades que visa fortalecer o turismo nas capitais. O primeiro trecho lançado, Fortaleza – Natal, envolve também as praias de Canoa Quebrada (CE) e Pipa (RN). O segundo trecho liga Fortaleza a São Luís, passando por Paracuru (CE), Jericoacoara (CE) e Tutóioa (MA).

Mais recentemente foi lançado o Projeto Fortaleza Pet Friendly, que visa estimular os estabelecimentos comerciais a receberem os animais de estimação de seus clientes e posicionar Fortaleza como a primeira cidade do Brasil com uma política pública estruturada para o segmento pet.

"Há ainda vários outros projetos sendo desenvolvidos, sempre pensando tanto no fortalezense, quanto no turista. Lembrando que o turismo representa cerca de 30% da economia da cidade, não há dúvidas de que esse é o melhor caminho para um crescimento inclusivo, onde todos podem se beneficiar dessa cadeia", destaca Cláudio Ricardo Gomes de Lima, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.

No Dia Mundial do Turismo, Setfor faz balanço das atividades em 2021

Desde junho, a Secretaria do Turismo de Fortaleza lançou três projetos e retomou o Programa Praia Acessível, suspenso por conta da pandemia

Com o tema “Turismo para o Crescimento Inclusivo”, neste 27 de setembro, é comemorado o Dia Mundial do Turismo. Na Secretaria do Turismo de Fortaleza (Setfor), há muito a festejar. Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor turístico com a chegada da pandemia do novo coronavírus, graças aos avanços na vacinação, Fortaleza vai retomando suas atividades e recebendo cada vez mais visitantes.

Foi a responsabilidade na reabertura das atividades que possibilitou o lançamento de novos projetos e o reinício de outros, como no caso do Programa Praia Acessível. Em sintonia com o tema central do Dia do Turismo em 2021, o Praia Acessível é um projeto inclusivo que possibilita o banho de mar assistido a pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida. Realizado desde março de 2016, numa parceria da Prefeitura de Fortaleza com o Governo do Estado, o programa já atendeu a mais de sete mil pessoas. Durante a pandemia, no entanto, teve que ser suspenso, sendo retomado no mês de agosto, após liberação desse tipo de atividade pelos decretos estadual e municipal.

Com foco na capacitação, a Setfor lançou em junho deste ano a Escola do Turismo de Fortaleza. A ideia é fornecer capacitações regulares aos integrantes da cadeia turística de Fortaleza de forma gratuita, garantindo assim um atendimento mais qualificado ao visitante. A princípio com aulas online, a primeira turma contou com cerca de 240 guardas municipais que atuam nas torres de monitoramento da orla da cidade. Até o fim do ano, já tem um novo calendário de cursos e webinários em parceria com o Sebrae/CE, abordando temas como Mídias Digitais, Atendimento ao Cliente e Como Aumentar suas Vendas.

No mês de julho, foi lançado o Rota do Sol Nordeste, um projeto de integração entre várias cidades que visa fortalecer o turismo nas capitais. O primeiro trecho lançado, Fortaleza – Natal, envolve também as praias de Canoa Quebrada (CE) e Pipa (RN). O segundo trecho liga Fortaleza a São Luís, passando por Paracuru (CE), Jericoacoara (CE) e Tutóioa (MA).

Mais recentemente foi lançado o Projeto Fortaleza Pet Friendly, que visa estimular os estabelecimentos comerciais a receberem os animais de estimação de seus clientes e posicionar Fortaleza como a primeira cidade do Brasil com uma política pública estruturada para o segmento pet.

"Há ainda vários outros projetos sendo desenvolvidos, sempre pensando tanto no fortalezense, quanto no turista. Lembrando que o turismo representa cerca de 30% da economia da cidade, não há dúvidas de que esse é o melhor caminho para um crescimento inclusivo, onde todos podem se beneficiar dessa cadeia", destaca Cláudio Ricardo Gomes de Lima, secretário executivo do Turismo de Fortaleza.