05 de julho de 2018 em Mobilidade

Número de atropelamentos reduz em 63% na Av. Leste-Oeste após readequação da velocidade

O quantitativo de acidentes com vítima também diminuiu 54%


Cinco meses após a Prefeitura de Fortaleza ter implantado a readequação da velocidade na Av. Leste-Oeste como parte de um conjunto de intervenções viárias desenvolvidas para o local, o número de atropelamentos reduziu em 63%. O estudo realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) demonstrou ainda uma significativa diminuição de 54% no totalde acidentes com vítima que caiu de 52 para 24.

De acordo com levantamento coletado entre os dias 5 de fevereiro e 30 de junho de 2018, comparando com o mesmo período de 2017, 11 pessoas foram atropeladas no ano passado e quatro este ano. “Essa redução é reflexo da política de segurança viária adotada em Fortaleza que vem atuando nas vias com maior registro de acidentalidade. A Leste-Oeste era considerada perigosa pela estimativa de óbitos envolvendo, principalmente, pedestres. Ao analisar os dados e o comportamento dos motoristas na região, podemos dizer que aos poucos estamos revertendo essa situação à medida que garantimos um deslocamento mais seguro aos transeuntes”, esclarece o superintende do órgão, Arcelino Lima.

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), a redução da velocidade de 60 para 50 km/h aumenta em dez vezes a chance da pessoa atropelada de sobreviver. Embora ainda esteja no período educativo, análise preliminar já indica que o condutor tem respeitado o novo limite. O excesso de velocidade é um dos principais e mais graves fatores de risco de acidentes. 

Intervenções

Com 106 mortes nos últimos 10 anos, a Av. Leste-Oeste recebeu mudanças para evitar acidentes. Ao longo do trecho entre as avenidas Pasteur e Radialista José Lima Verde, foram instalados seis novos semáforos. O trânsito em ruas perpendiculares também foi reorganizado em sistemas binários que contemplou ainda o fechamento de retorno e conversões. A medida incluiu nova sinalização horizontal e vertical, sete faixas de retenção para motocicletas, além de um desenho urbano mais amigável aos pedestres e ciclistas. 

A ciclofaixa existente junto ao canteiro central entre a Rua Jacinto Matos e Avenida Pasteur foi prolongada até a Avenida Radialista José Lima Verde, terminando no Cuca onde está localizada junto ao passeio. Ao todo, são 5 km de nova infraestrutura cicloviária na Av. Leste-Oeste, para oferecer mais segurança aos ciclistas. A próxima etapa da intervenção promoverá a ligação da Av. Leste-Oeste ao Centro e à Praia de Iracema.

Número de atropelamentos reduz em 63% na Av. Leste-Oeste após readequação da velocidade

O quantitativo de acidentes com vítima também diminuiu 54%

Cinco meses após a Prefeitura de Fortaleza ter implantado a readequação da velocidade na Av. Leste-Oeste como parte de um conjunto de intervenções viárias desenvolvidas para o local, o número de atropelamentos reduziu em 63%. O estudo realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) demonstrou ainda uma significativa diminuição de 54% no totalde acidentes com vítima que caiu de 52 para 24.

De acordo com levantamento coletado entre os dias 5 de fevereiro e 30 de junho de 2018, comparando com o mesmo período de 2017, 11 pessoas foram atropeladas no ano passado e quatro este ano. “Essa redução é reflexo da política de segurança viária adotada em Fortaleza que vem atuando nas vias com maior registro de acidentalidade. A Leste-Oeste era considerada perigosa pela estimativa de óbitos envolvendo, principalmente, pedestres. Ao analisar os dados e o comportamento dos motoristas na região, podemos dizer que aos poucos estamos revertendo essa situação à medida que garantimos um deslocamento mais seguro aos transeuntes”, esclarece o superintende do órgão, Arcelino Lima.

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), a redução da velocidade de 60 para 50 km/h aumenta em dez vezes a chance da pessoa atropelada de sobreviver. Embora ainda esteja no período educativo, análise preliminar já indica que o condutor tem respeitado o novo limite. O excesso de velocidade é um dos principais e mais graves fatores de risco de acidentes. 

Intervenções

Com 106 mortes nos últimos 10 anos, a Av. Leste-Oeste recebeu mudanças para evitar acidentes. Ao longo do trecho entre as avenidas Pasteur e Radialista José Lima Verde, foram instalados seis novos semáforos. O trânsito em ruas perpendiculares também foi reorganizado em sistemas binários que contemplou ainda o fechamento de retorno e conversões. A medida incluiu nova sinalização horizontal e vertical, sete faixas de retenção para motocicletas, além de um desenho urbano mais amigável aos pedestres e ciclistas. 

A ciclofaixa existente junto ao canteiro central entre a Rua Jacinto Matos e Avenida Pasteur foi prolongada até a Avenida Radialista José Lima Verde, terminando no Cuca onde está localizada junto ao passeio. Ao todo, são 5 km de nova infraestrutura cicloviária na Av. Leste-Oeste, para oferecer mais segurança aos ciclistas. A próxima etapa da intervenção promoverá a ligação da Av. Leste-Oeste ao Centro e à Praia de Iracema.