11 de maio de 2018 em Meio ambiente

Prefeito Roberto Cláudio inaugura o 43º Ecoponto de Fortaleza

Até o final da gestão, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, estrategicamente distribuídos por todas as Regionais


prefeito roberto cláudio fala ao microfone
“Tínhamos uma média de 3,5% do lixo coletado que seguia para reciclagem e hoje temos cerca de 8%", informou o Prefeito durante a inauguração do Ecoponto do Cocó
O prefeito Roberto Cláudio inaugurou o 43º Ecoponto de Fortaleza, implantado agora no bairro Cocó (Regional II), nesta quinta-feira (10/05). O novo equipamento fica localizado na Avenida Padre Antônio Tomás, em frente ao número 2656, e oferece o benefício do programa Recicla Fortaleza, que dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, incentivando um comportamento cada vez mais sustentável.

Com as instalações dos Ecopontos em Fortaleza, a taxa de reciclagem cresceu consideravelmente na Cidade. “Tínhamos uma média de 3,5% do lixo coletado que seguia para reciclagem e hoje temos cerca de 8%. Nossa meta é alcançar 12% até o final do ano com a expansão dos Ecopontos na Capital. O equipamento tem o objetivo de tirar o lixo volumoso das calçadas e canteiros centrais, que se acumulam e formam lixões. Com o Ecoponto, estes materiais são descartados corretamente, contribuindo com o meio ambiente e a saúde da população. Só conseguiremos deixar Fortaleza limpa se todos forem parceiros da Prefeitura e exerçam a cidadania”, explicou Roberto Cláudio.

O novo Ecoponto inaugurado é o 7º equipamento da área da Regional II e foi concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFOR) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). “É uma parceria com a sociedade, já que é uma forma de conscientizar e levar a informação de que é preciso descartar o lixo em local adequado. O que queremos é juntar o poder público, a iniciativa privada e a população para tornar Fortaleza cada vez melhor para os fortalezenses”, afirmou o titular da Regional II, Ferruccio Feitosa.

Assim como os demais, o Ecoponto do bairro Cocó oferece local adequado para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. O local conta com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Outros 42 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga e Dias Macedo. Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, estrategicamente distribuídos por todas as Regionais.

Recicla Fortaleza

De acordo com o secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, o programa Recicla Fortaleza dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

“Uma forma de estimular o cidadão para esta cadeia de reciclagem é com este programa. Estamos atribuindo um valor de mercado para todo material com potencial de reciclagem e trocamos por créditos no Bilhete Único ou desconto na conta de energia”, afirmou João Pupo.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

Materiais que geram crédito no Recicla Fortaleza
Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro
- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)
- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel
- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico
- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros
- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).

Prefeito Roberto Cláudio inaugura o 43º Ecoponto de Fortaleza

Até o final da gestão, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, estrategicamente distribuídos por todas as Regionais

prefeito roberto cláudio fala ao microfone
“Tínhamos uma média de 3,5% do lixo coletado que seguia para reciclagem e hoje temos cerca de 8%", informou o Prefeito durante a inauguração do Ecoponto do Cocó
O prefeito Roberto Cláudio inaugurou o 43º Ecoponto de Fortaleza, implantado agora no bairro Cocó (Regional II), nesta quinta-feira (10/05). O novo equipamento fica localizado na Avenida Padre Antônio Tomás, em frente ao número 2656, e oferece o benefício do programa Recicla Fortaleza, que dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, incentivando um comportamento cada vez mais sustentável.

Com as instalações dos Ecopontos em Fortaleza, a taxa de reciclagem cresceu consideravelmente na Cidade. “Tínhamos uma média de 3,5% do lixo coletado que seguia para reciclagem e hoje temos cerca de 8%. Nossa meta é alcançar 12% até o final do ano com a expansão dos Ecopontos na Capital. O equipamento tem o objetivo de tirar o lixo volumoso das calçadas e canteiros centrais, que se acumulam e formam lixões. Com o Ecoponto, estes materiais são descartados corretamente, contribuindo com o meio ambiente e a saúde da população. Só conseguiremos deixar Fortaleza limpa se todos forem parceiros da Prefeitura e exerçam a cidadania”, explicou Roberto Cláudio.

O novo Ecoponto inaugurado é o 7º equipamento da área da Regional II e foi concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFOR) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). “É uma parceria com a sociedade, já que é uma forma de conscientizar e levar a informação de que é preciso descartar o lixo em local adequado. O que queremos é juntar o poder público, a iniciativa privada e a população para tornar Fortaleza cada vez melhor para os fortalezenses”, afirmou o titular da Regional II, Ferruccio Feitosa.

Assim como os demais, o Ecoponto do bairro Cocó oferece local adequado para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. O local conta com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Outros 42 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga e Dias Macedo. Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, estrategicamente distribuídos por todas as Regionais.

Recicla Fortaleza

De acordo com o secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, o programa Recicla Fortaleza dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

“Uma forma de estimular o cidadão para esta cadeia de reciclagem é com este programa. Estamos atribuindo um valor de mercado para todo material com potencial de reciclagem e trocamos por créditos no Bilhete Único ou desconto na conta de energia”, afirmou João Pupo.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

Materiais que geram crédito no Recicla Fortaleza
Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro
- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)
- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel
- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico
- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros
- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).