22 de julho de 2020 em Habitação

Prefeitura de Fortaleza dará início ao processo de vistoria e assinatura de contratos do residencial Alto do Paz

Somente famílias que receberam as ligações telefônicas da Habitafor deverão comparecer ao residencial e o acesso será pela rua Ismael Pordeus


São 1.111 apartamentos distribuídos em 70 blocos
Nesse primeiro lote, 437 famílias devem realizar o processo de vistoria e assinatura de contratos

A Prefeitura de Fortaleza iniciará, na próxima segunda-feira (27/7), a primeira etapa de vistorias e assinatura de contratos de famílias que serão beneficiadas com unidades habitacionais no residencial Alto da Paz. A ação será coordenada pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) e deve obedecer a critérios de agendamento, com confirmação prévia, por meio de ligação telefônica para cada beneficiário.

Essas duas etapas compõem o processo necessário para entrega do empreendimento localizado no bairro Vicente Pinzón. De acordo com a coordenadora dos Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, a ação terá um protocolo rígido de controle de acesso por conta da pandemia e, somente pessoas contactadas serão atendidas. “437 pessoas deverão ser atendidas nesse primeiro lote. Elas foram divididas por dia e turno, ou seja, montamos uma estratégia para que se evite aglomeração. Pedimos a compreensão das famílias para que levem apenas pessoas que realmente serão importantes para o processo como cônjuges e/ou procuradores”, ressalta a coordenadora.

Diferentemente de outros empreendimentos, desta vez os beneficiários farão a vistoria e assinarão o contrato ao mesmo tempo. “Durante a inspeção é importante que a família observe os detalhes estruturais do apartamento, principalmente portas, janelas, piso, escada e instalações elétricas e hidrossanitárias. Já na assinatura do contrato, o beneficiário deve observar dados pessoais e regras contratuais”, lembra a titular da Habitafor, Olinda Marques.

Residencial Alto da Paz

Com 1.111 unidades habitacionais, o residencial Alto da Paz está com 100% da obra física concluída, inclusive com aprovações do Habite-se, do Corpo de Bombeiros, das concessionárias da água e luz e, recentemente teve as matrículas de cada apartamento liberadas pelo Cartório de Registro de Imóveis da 5ª Zona.

Embora com a limitações impostas pela covid-19, a Prefeitura, em parceria com a Caixa Econômica Federal, viabilizou em junho um sorteio virtual de loteamento que foi transmitido, ao vivo, pela TV Terra do Sol (42.1) e, na semana passada, realizou o atendimento de cerca de 200 famílias que ainda apresentavam algum tipo de pendência cadastral.

O Alto da Paz está dividido em 70 blocos de quatro pavimentos, com apartamentos de dois e três quartos, sala, cozinha e banheiro distribuídos em unidades que variam de 48 a 58m². Os padrões de acessibilidade também estão presentes em 56 desses apartamentos, devidamente adaptados para receber pessoas com deficiência. A estrutura do prédio recebeu ainda portas e janelas todas em alumínio, respeitando as condições do clima da região, além de
359 vagas para automóveis.

Também segue em construção a segunda etapa do empreendimento com 317 apartamentos que serão destinados a famílias impactadas pelas obras do VLT Fortaleza.

Sobre a ocupação

O empreendimento é a confirmação de um compromisso do prefeito Roberto Cláudio, principalmente com as 327 famílias que ocupavam o local. Durante a desocupação do terreno, em 2014, o Prefeito se comprometeu em incluir as famílias no primeiro empreendimento erguido no local, sendo elas submetidas às análises das instituições oficiais de crédito junto ao PMCMV.

Além dessas famílias, o Alto da Paz deve receber moradores de outras importantes intervenções do Município, como as urbanizações das lagoas do Papicu e Gengibre, intervenções urbanísticas no grande Serviluz, bem como de outras áreas de risco do entorno.

Prefeitura de Fortaleza dará início ao processo de vistoria e assinatura de contratos do residencial Alto do Paz

Somente famílias que receberam as ligações telefônicas da Habitafor deverão comparecer ao residencial e o acesso será pela rua Ismael Pordeus

São 1.111 apartamentos distribuídos em 70 blocos
Nesse primeiro lote, 437 famílias devem realizar o processo de vistoria e assinatura de contratos

A Prefeitura de Fortaleza iniciará, na próxima segunda-feira (27/7), a primeira etapa de vistorias e assinatura de contratos de famílias que serão beneficiadas com unidades habitacionais no residencial Alto da Paz. A ação será coordenada pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) e deve obedecer a critérios de agendamento, com confirmação prévia, por meio de ligação telefônica para cada beneficiário.

Essas duas etapas compõem o processo necessário para entrega do empreendimento localizado no bairro Vicente Pinzón. De acordo com a coordenadora dos Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, a ação terá um protocolo rígido de controle de acesso por conta da pandemia e, somente pessoas contactadas serão atendidas. “437 pessoas deverão ser atendidas nesse primeiro lote. Elas foram divididas por dia e turno, ou seja, montamos uma estratégia para que se evite aglomeração. Pedimos a compreensão das famílias para que levem apenas pessoas que realmente serão importantes para o processo como cônjuges e/ou procuradores”, ressalta a coordenadora.

Diferentemente de outros empreendimentos, desta vez os beneficiários farão a vistoria e assinarão o contrato ao mesmo tempo. “Durante a inspeção é importante que a família observe os detalhes estruturais do apartamento, principalmente portas, janelas, piso, escada e instalações elétricas e hidrossanitárias. Já na assinatura do contrato, o beneficiário deve observar dados pessoais e regras contratuais”, lembra a titular da Habitafor, Olinda Marques.

Residencial Alto da Paz

Com 1.111 unidades habitacionais, o residencial Alto da Paz está com 100% da obra física concluída, inclusive com aprovações do Habite-se, do Corpo de Bombeiros, das concessionárias da água e luz e, recentemente teve as matrículas de cada apartamento liberadas pelo Cartório de Registro de Imóveis da 5ª Zona.

Embora com a limitações impostas pela covid-19, a Prefeitura, em parceria com a Caixa Econômica Federal, viabilizou em junho um sorteio virtual de loteamento que foi transmitido, ao vivo, pela TV Terra do Sol (42.1) e, na semana passada, realizou o atendimento de cerca de 200 famílias que ainda apresentavam algum tipo de pendência cadastral.

O Alto da Paz está dividido em 70 blocos de quatro pavimentos, com apartamentos de dois e três quartos, sala, cozinha e banheiro distribuídos em unidades que variam de 48 a 58m². Os padrões de acessibilidade também estão presentes em 56 desses apartamentos, devidamente adaptados para receber pessoas com deficiência. A estrutura do prédio recebeu ainda portas e janelas todas em alumínio, respeitando as condições do clima da região, além de
359 vagas para automóveis.

Também segue em construção a segunda etapa do empreendimento com 317 apartamentos que serão destinados a famílias impactadas pelas obras do VLT Fortaleza.

Sobre a ocupação

O empreendimento é a confirmação de um compromisso do prefeito Roberto Cláudio, principalmente com as 327 famílias que ocupavam o local. Durante a desocupação do terreno, em 2014, o Prefeito se comprometeu em incluir as famílias no primeiro empreendimento erguido no local, sendo elas submetidas às análises das instituições oficiais de crédito junto ao PMCMV.

Além dessas famílias, o Alto da Paz deve receber moradores de outras importantes intervenções do Município, como as urbanizações das lagoas do Papicu e Gengibre, intervenções urbanísticas no grande Serviluz, bem como de outras áreas de risco do entorno.